Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 21/May/2015 às 13:01
18
Comentários

Aécio Neves muda o discurso sobre impeachment de Dilma Rousseff

Após meses batendo na tecla do impeachment de Dilma Rousseff, o ex-presidenciável derrotado nas últimas eleições, Aécio Neves, decidiu recuar: "não é agenda para agora". Mudança de discurso ocorre depois que parecer pedido pelo próprio PSDB ao jurista Miguel Reale Júnior admite que não há indícios suficientes para entrar com a ação

aécio impeachment dilma 2015
Aécio Neves desiste de impeachment “neste momento” após receber parecer contrário à ação (Divulgação)

O senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, recebeu nesta quarta-feira, de Miguel Reale Junior, que foi ministro da Justiça do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um parecer recomendando que a legenda desista de pedir no Congresso Nacional a abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Reale Jr. fora destacado pelo PSDB para elaborar um parecer jurídico sobre as acusações contra Dilma, mas informou o partido de que não há elementos para sustentar a remoção do governo.

A estratégia apresentada pelo jurista é entrar com um pedido de ação penal contra a presidente no Ministério Público Federal pelas pedaladas fiscais, manobra que consiste em atrasar repasses do Tesouro Nacional aos bancos federais para o pagamento de benefícios sociais.

Frustração

A opção escolhida pelo PSDB frustra a bancada do partido na Câmara, que pressionava a legenda por um pedido direto no Congresso. Essa tese perdeu força depois que o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sinalizou que arquivaria o pedido.

Desde a reeleição de Dilma, os setores derrotados vêm ventilando a possibilidade do impeachment, o que deixou o PSDB dividido. Em novembro, Aécio disse que não havia fato para a remoção de Dilma. Em março, reafirmou a posição, dizendo que o impeachment não estava na agenda do PSDB.

Em abril, diante de movimentos anti-Dilma que foram para as ruas em 15 de março e 12 de abril, Aécio acatou a agenda desses grupos e aceitou fazer os pedidos de parecer jurídico sobre o impeachment. A decisão abriu um racha no PSDB.

Enquanto Aécio, Cássio Cunha Lima e Aloysio Nunes defendiam o impeachment, caciques tucanos como FHC, Alckmin e José Serra se colocaram contrários ao debate sobre o tema.

com Zero Hora e CartaCapital

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 21/May/2015 às 13:41

    será q agora ele aceita a derrota??!! kkkkkkkkkkkk

    • Salomon Postado em 21/May/2015 às 17:13

      Ele está fazendo o papel dele. Papel de palhaço! Se o povo brasileiro soubesse o que esse sacripanta fez aqui em Minas...

  2. poliana Postado em 21/May/2015 às 13:53

    "Enquanto Aécio, Cássio Cunha Lima e Aloysio Nunes defendiam o impeachment, caciques tucanos como FHC, Alckmin e José Serra se colocaram contrários ao debate sobre o tema".........................será q eles n percebem q esse racha interno só acaba com eles a cada dia?! eu vou me divertir em 2018!!!! quase cachorro morto esse partido podre!!!

  3. Denisbaldo Postado em 21/May/2015 às 14:02

    UOL, blog do Josias, notícia de 21/05/2015, 12h42: "Oposições moverão ação criminal contra Dilma." link: http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/05/21/oposicoes-moverao-acao-criminal-contra-dilma/

    • Renato Z Postado em 21/May/2015 às 20:56

      Estava lendo a matéria do link acima e me deparo com as palavras de Bruno Araújo "Se deixar de tomar as providências, o doutor Janot será o novo engavetador-geral da República", ou seja, mesmo que sem querer a oposição reconhece a existência de Engavetadores Gerais da República em governos ou governo nos tempos passados.

    • Denisbaldo Postado em 21/May/2015 às 22:57

      Não adianta, eles se entregam. rsss

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 21/May/2015 às 14:26

    Não é "agenda pra agora" e nem pelos próximos anos. Perdeu, playboy. Mamãe jantou você nas urnas, menino-mimado. Agora volta pras sombras. Enquanto PERDEDOR e DERROTADO nas últimas eleições, você é mero co-coadjuvante. Deixe os holofotes a quem são de direito.

  5. Deisi Postado em 21/May/2015 às 14:52

    Só falta os coxinheiros aceitarem!

  6. Alexandre Postado em 21/May/2015 às 14:58

    Óbvio que não é agenda para agora.... o objetivo é o PMDB assumir, então só após a metade do mandato para isso acontecer

  7. Carla Postado em 21/May/2015 às 15:00

    Pena os spams que o site tem colocado nas matérias...

  8. enganado Postado em 21/May/2015 às 15:12

    Querem me convencer que o play boy Aópio atendeu as premissas do Reale Junior! Mentira! Mentira! Mentira! Mentira! Mentira! O negócio é que a coisa estava descambando muito depressa para uma Guerra Civil, fora de hora. Aí oh! A Guerra Civil vai começar qdo iniciarem os preparativos para a eleição presidencial de 2018. Duvido que a Direita não vá partir para um confronto na base do tiro. O Bolsonaro, cel Telhada, cel Metralha, ..., já limparam as ARMAS. As ordens dos anglo-semitas são que o Poder no BRASIL vai ser tomado na MARRA, e os papéis da rede gRoubo, GAFE, Banqueiros, Colônia de JudeuSS, ex-torturadores, ... já estão a essa horas sendo muito bem treinados=CIA=MOSSAD=NSA=NED. As eleições na Argentinas vão ser apenas um tira-gosto do que vai acontecer aqui, pois fico com a UScrânia, sendo o BRASIL o líder na A. Latina, qto mais destruído melhor, pois com um parquet industrial como nosso, não é de se jogar fora. Então, bem destruído seremos do ALCA/NAFTA/ qq porra que os EUA/iSSraHell puserem no papel. Esse Aópio é um mero detalhe, ou será que a nação Americana do alto de sua moral vai defender um chincheiro do Baixo Gávea? Nem pensar! O que dirão as madames americanizadas sobre os propósitos dos salvadores EUA/iSSraHell? Quer dizer que o Aópio decidiu recuar: "não é agenda para agora". Pois então que aguardem o que vem por aí. De uma coisa tenho certeza, NENHUM desses vagabundos do PSDB/DEM vão pegar em armas, são todos COVARDES, MEDROSOS, BANDIDOS. Provavelmente os EUA mandarão um porta-avião para abrigá-los, até terminar a matança dos PETISTAS. Isto é o mínimo. Vamos ver!

  9. jogma Postado em 21/May/2015 às 16:42

    sinceramente, só pessoas desprovidas de inteligência, falta de informação, senso crítico, inteligência política ainda dão trela a um cara que não gosta de trabalhar, desidioso, incitador, gastador do dinheiro público, bêbado, espancador de mulher, e ainda por cima perdedor.aqui em Minas ele e sua patota, deixaram um rombo de 7 BILHÕES no orçamento mineiro. Péssimo administrador!! e ainda tem gente que acredita nele!!!! acorda povo besta!!!!!

  10. Line Postado em 21/May/2015 às 18:22

    O aécio só fez desgastar a sua imagem com essa palhaçada de impeachment. Tudo tem limite e já estava ficando uma vergonha isso, chega!

  11. Duarte Postado em 21/May/2015 às 21:25

    A ida de FHC aos EUA parece ter mudado o modo tucano de pensar, principalmente no que diz respeito ao IMPITIM, sera que eles receberam novas diretrizes? vamos aguardar, ja o Aecio, coitado esta virando piada nas redes sociais.

  12. Rodrigo Postado em 22/May/2015 às 00:27

    Xupa!

  13. Ivonildo Cezar Postado em 22/May/2015 às 05:49

    Deve ter interpretado a Constituição Federal, que não é coisa para qualquer leigo como ele, percebeu que não havia procedência, e não há, então desistiu. Simples assim!

  14. soda cáustica Postado em 23/May/2015 às 15:34

    Essa cara dele é de quem está...

  15. mauricio de souza matos Postado em 24/May/2015 às 20:38

    Ele é manipulado pelo FHC. Se ganhar a eleição vai fazer o que FHC fez. Pena que o brasileiro tem memória curta. Não se lembra que Fernando Henrique deixou o governo cm inflação de 12,50%; dólar a quase R$4,00; dívida externa comprometendo 64% do PIB; salário mínimo de R$200,00; vale lembrar que nos oito anos de governo o salario mínimo foi de R$150,00 para R$200,00, aumento de R$50,00 em oito anos; o funcionalismo público teve zero de aumento;o pais era a décima terceira economia do mundo. Quer mais? É só pesquisar!