Redação Pragmatismo
Compartilhar
Curiosidades 22/May/2015 às 17:28
9
Comentários

25 coisas que todos os pais de meninas deveriam saber

25 coisas que todos os pais deveriam fazer pelas suas filhas, mas que raramente fazem.

paternidade filha amor cidadania respeito
Imagem: Pragmatismo Político

Mandy Velez, APlus. Tradução: Will, Awebic

Eu não sou um pai e nunca serei. Mas sou uma filha, e tenho dois pais: um biológico, o outro por casamento.

Nos meus curtos 23 anos neste planeta, eu percebi que o laço entre pai e filha é algo realmente especial. Tão especial que as atitudes e amor de um pai têm uma forte influência em moldar o caráter da sua filha.

Inspirada pela resposta da escritora Roxane Gay a pergunta de um pai de uma menina, eu compilei uma lista de todas as coisas que acredito que todos os pais de meninas deveriam saber para garantirem que a sua influência é a melhor possível.

Como alguém que recebe este tipo de amor, eu posso dizer que os segredos não são assim tão assustadores como parecem.

1. Mentalize que desde o primeiro dia ela será sempre a sua princesa. Mas você tem que se esforçar para que seja mesmo sempre assim.

2. Não assuma ou influencie os interesses da sua filha só porque ela é uma menina. Não lhe mostre só flores e Barbies. Mostre carros e LEGOs também.

3. Deixe que ela te ajude em casa ou no trabalho. Ela vai crescer sendo uma mulher que se sentirá confiante ao entrar em qualquer emprego.

4. Fale com a mãe dela de igual para igual. Não a faça se sentir inferior e a sua filha irá esperar o mesmo mais tarde.

5. Mostre-lhe o seu lado sensível. Ela vai sentir que se for sensível também, isso não a irá tornar uma pessoa mais fraca.

6. Criem piadas e jogos entre os dois, apenas entre os dois. Acredite em mim, ela vai se lembrar disso para sempre.

7. Encoraje-a a fazer todas as coisas que a assustam, porque você estará sempre ao seu lado pronto para ajudá-la.

8. Faça promessas a sua filha e depois se esforce para cumprir todas elas. Os únicos desgostos na vida dela devem vir de pessoas que não saibam o quanto especial ela é.

9. Mostre para ela as suas melhores habilidades e virtudes; as habilidades que você conhece melhor.

10. Peça para que ela lhe mostre as habilidades que ela melhor conhece e você não.

11. Tente entender os interesses dela mesmo que você tenha dificuldades. Mostre que se interessa. Você vai ensiná-la que, independentemente dos talentos dela — ballet, arte, música ou judô com os rapazes — eles interessam.

12. O item anterior será especialmente reforçado caso os interesses da sua filha forem mais “femininos”. Mostre a ela que eles são muito importantes para você.

13. Se você não diria algo a um filho, não diga à sua filha.

14. Quando ela chegar até você com um problema, não a afaste ou diga para ir falar com a mãe. Ouça o que ela tem para dizer. Assim, ela retornará a falar com você sempre que tiver um problema.

15. Não fale sobre mudanças no seu corpo ou orientações sexuais com desprezo. Isso só iria ensiná-la que ela deve ter vergonha do próprio corpo.

16. Não fale com ela sobre os corpos de outras mulheres como se fossem um objeto. Ela irá ouvir e depois examinar o próprio corpo.

17. Fale com ela sobre mulheres fortes e bem sucedidas (não apenas homens) e ela ficará inspirada a ser como elas e assim saberá que terá uma chance.

18. Resolva todos os assuntos com mãe dela na sua frente. Ela irá ver que as mulheres merecem uma voz ativa em qualquer relacionamento e mais tarde irá procurar alguém que a trate com o mesmo respeito.

19. Não brinque dizendo que tem uma arma preparada quando os garotos vierem atrás dela. Isso apenas irá ensiná-la que você não confia nas suas decisões.

20. Enfrente de cara a injustiça e a opressão. Acredite quando os oprimidos dizem que estão oprimidos. Isso irá mostrá-la a importância de ter compaixão com o próximo e que não há nada de inferior ou desumano em fazer o que está certo.

21. Se você ensinar com exemplos, não precisará afastar os “bad boys”. Ela saberá o que é certo para ela.

22. Quando a sua filha namorar ou se relacionar com alguém, garanta que você estará lá para ela nos momentos difíceis, de desilusões, decepções, enfim, quando o seu coração for partido. A verdade é que isso um dia irá acontecer. Torne-se disponível para que ela se sinta segura para falar com você.

23. Explique que ela é a única pessoa responsável pelo que acontecerá com o seu próprio corpo. O que ela faz com o corpo dela diz respeito somente a ela.

24. Faça elogios a ela e a mãe, regularmente.

25. Diga que a ama. Mande mensagens regularmente. Garanta que ela saiba bem que, independentemente do que poderá acontecer, você estará sempre ao seu lado!

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Samael Postado em 22/May/2015 às 19:15

    Chorei...

  2. Sérgio Fernandes Postado em 22/May/2015 às 20:01

    Acho que não sou tão perfeito assim, mas tento. Amo minhas filhas, muuuuito!

  3. poliana Postado em 22/May/2015 às 21:19

    q lindo...me emocionei lendo esse texto.

  4. Danila Postado em 25/May/2015 às 09:58

    Compreendo que ela, sendo filha, tenha listado essas ações para os pais com as filhas. Mas é totalmente adptável para relação de pai (ou mãe) com o filho também. Porque podemos e devemos criar meninos e meninas com carinho e doçura.

  5. eu daqui Postado em 25/May/2015 às 10:00

    Quanta complicação denecessa´ria ! Pra filhos de ambos os sexos se dá exemplo de independencia e pronto ! Todo o resto vem daí !

  6. Tunico Postado em 26/May/2015 às 06:56

    O 19 e o 21 estão errados... I ' ve got a gun....

  7. Marcos Postado em 26/May/2015 às 06:57

    Para ser bom pai e necessário ter um bom relacionamento com a mãe mesmo que não esteja mais casado. Caso contrário a mãe fara com que você seja um lixo por mais que ame sua filha ou filho.

  8. Roges Postado em 26/May/2015 às 23:29

    Algo singelo para descontrair as frequentes discussões aqui do PP. Parabéns...me emocionei um monte!

  9. gyslaine coutinho Postado em 08/Dec/2015 às 01:57

    Bobajada.