Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 08/Apr/2015 às 21:00
90
Comentários

Uma análise do encontro de Bolsonaro e Jean Wyllys no voo da TAM

Jair Bolsonaro disse que se sentiu humilhado e vítima de "heterofobia" quando Jean Wyllys se recusou a viajar numa poltrona ao seu lado. O parlamentar registrou o episódio (coincidentemente incrível) em vídeo e divulgou nas redes sociais

bolsonaro jean wyllys
(Reprodução/Vídeo/Jair Bolsonaro)

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP – RJ) publicou uma mensagem em seu Facebook nesta terça-feira afirmando ter sido “humilhado” durante um voo da TAM entre Rio de Janeiro e Brasília pelo deputado Jean Wyllys (PSOL – RJ), que se recusou a se sentar ao seu lado no avião.

Bolsonaro postou um vídeo junto da mensagem, mostrando o momento em que Jean Wyllys sai de sua poltrona, indo para outra mais distante. De acordo com o deputado do PP, isso teria sido uma demonstração de “heterofobia” do colega do PSOL.

O jornalista Marcelo Zorzanelli, do Diário do Centro do Mundo, escreveu um texto sobre o encontro dos dois parlamentares. Leia a íntegra abaixo:

Somos todos vítimas da liberdade de Jair Bolsonaro

Caí, como muitos, no facebook de Jair Bolsonaro na tentativa de entender qual era a última polêmica envolvendo o deputado. No caso, o homem que foi vaiado na passeata do dia 15 de março do Rio de Janeiro gravou um vídeo que mostra que o deputado Jean Wyllys está sentado ao lado da cadeira reservada para ele pela companhia aérea TAM.

Uma pausa para analisar a incrível coincidência. Bolsonaro, a uma distância considerável, já havia começado a gravar. De onde ele estava, no espaço exíguo de um corredor de avião, é impossível fazer duas coisas: identificar quem está algumas poltronas à frente e, mais importante, saber qual é sua própria fileira. Quantas vezes você mesmo não sentou na fileira errada mesmo depois de conferir? Bolsonaro não sabia qual era a décima segunda fileira, mas sabia quem se sentaria ao seu lado.

“Jean Wyllys, tou do seu lado aí”, diz a voz modorrenta por trás da câmera. O psolista imediatamente percebe algum armação porque, num sobressalto contido, escapole para a poltrona do outro lado do corredor.

Jean Wyllys mudou de cadeira. Eu teria mudado de avião.

Ao publicar seu vídeo, Bolsonaro escreveu um texto que só classifico de “texto” depois de muito refletir e concluir que chamar de “bosta” seria um desserviço a um substantivo cujas eventuais utilidades (a do boi vira adubo, a do elefante vira comida na Índia, a humana é usada terapeuticamente em casos específicos) faltam ao que Bolsonaro escreveu.

Em resumo: Bolsonaro diz que ao mudar de assento Jean Wyllys cometeu “clara demonstração de intolerância, preconceito, discriminação e heterofobia.”

A lógica desonesta de Bolsonaro está sendo comemorada nos cantos obscuros da internet. A velha mídia, cada vez mais caça-níqueis em seu triste anoitecer, deu manchetes que dão a entender que a reclamação de Bolsonaro é procedente.

Veja só: qualquer pessoa faria o mesmo. Como se sentar ao lado de alguém que é contra tudo o que você é, que deseja destruir tudo pelo que você luta? Bolsonaro disse, com todas as letras, preferir que seu filho morra antes de ter um romance homossexual.

Para ficar ainda no mérito da homofobia cavalgante de Bolsonaro, o deputado disse, há alguns anos, em entrevista ao programa “A Liga”:

“Eu não gostaria de ter um vizinho meu um casal homossexual com meus filhos pequenos morando em casa. Eu me mudo!”

Ele se muda. De casa. Se sabe que há um gay a algumas paredes de distância.

Hoje, Bolsonaro é disparado o canalha-mor da nação, distinção esta que tem se provado cada vez mais difícil de ser alcançada. Seu cinismo me ofende não apenas como cidadão: ofende como ser humano. O deputado federal de 60 anos é um homem violento que vive de fazer ameaças. Um fanático com um microfone. Fala em matar com o desprendimento de quem lambe a tampinha de um copo de iogurte.

Para não ficar em seus alvos mais recentes, voltemos a 1999: “O grande erro da ditadura foi não matar vagabundos e canalhas como Fernando Henrique Cardoso”, disse. “Se fuzilassem 30 mil corruptos, a começar pelo presidente FHC, o país estaria melhor.”

Socou o psolista Randolfo Rodrigues em 2013. Não deu em nada. Sobre as pessoas mortas e torturadas na ditadura, disse que quem procura osso é cachorro. Não deu em nada. Disse que não estupraria a petista Maria do Rosário porque ela não merecia. Não deu em nada. Continua livre, deputado federal, com licença para cometer os crimes de ódio que bem desejar.

Mas tudo que é ruim pode ficar pior. Sempre fica, quando no meio está o nosso Jair. O comentário mais curtido abaixo do vídeo do avião era este:

“Bolsonaro , tenho 16 anos sou de SP e te ”apresentei” a toda minha família que ate então não te conhecia e estamos todos de acordo com suas propostas !!! Pf Salve minha geração !!!! obg”

Este é o preço que vamos pagando por não punir exemplarmente o ódio manifesto de Jair Bolsonaro. Um menino de 16 anos, que poderia muito bem estar descobrindo que tem o poder de fazer do mundo um lugar menos cínico e violento, foi quem apresentou Jair Bolsonaro à própria família – e não o contrário. É uma subversão da ordem natural das coisas.

O sabido Jair percebeu que o comentário era ouro e respondeu abaixo:

“B., dia 12 estarei na Paulista. Um abraço, JB.”

O deputado chama o garoto pelo nome. Preferi não expô-lo, apesar do post público.

bolsonaro facebook jean wyllys

No Rio de Janeiro, Bolsonaro foi vaiado, impedido de discursar e de marchar ao lado de alguns participantes. Não tenho esperanças de que o mesmo vá se repetir em São Paulo, infelizmente. Enzo e Jair vão sair de mãos dadas pela avenida Paulista. Melhor: de mãos dadas, não, porque isso é coisa de viado.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Wander Postado em 08/Apr/2015 às 21:47

    Fiquei com dó do garoto. Seus pais são da geração doutrinada pelo JN, classe média, deve morar em condomínio fechado, estudar em colégio particular, ajudou a bater panela no dia 15/3 e deve ter crescido ouvindo piadas racistas e homofóbicas. A frase: "Salve minha geração" deveríamos trocar por: "Salvem-se dessa geração que vem vindo".

    • Maicon Max. Postado em 09/Apr/2015 às 00:27

      Wander vamos racionalizar um pouco as coisas, tá? O discurso "classe média, deve morar em condomínio fechado, estudar em colégio particular" não cola mais. Eu moro aqui em Itaquera, bairro da Periferia de São Paulo, e há centenas de jovens com essa mentalidade. Centenas. Isso é o que me preocupa, pq esse discurso de ódio não está mais só na classe média, está também na classes emergentes. Se nós de esquerda, continuarmos achando que esse é um discurso apenas da classe média não vamos conseguir avançar em nada a que nos propormos. Eu estava no dia 15/03 aqui em Itaquera e não houve panelaço. Mas, esse discurso de ódio é crescente nas classes emergentes. Uma hora eles vão estar do outro lado. E aí meu caro, talvez seja tarde demais. É preciso um enfrentamento de nós da Esquerda, nós Progressistas contra o discurso de ódio que cresce também nas bordas da cidade. E só se faz isso com politização. Coisa que perdemos a oportunidade de fazer durante as jornadas de junho. Isso tem que ficar claro pra todos nós.

      • juliano Postado em 09/Apr/2015 às 11:46

        sensato :)

      • Wiliam Oliveira Postado em 10/Apr/2015 às 11:37

        Pode crer Maicon. Moro em Sampa há 10 meses (no caso, Penha) e presencio isso. É impressionante como esse discurso de ódio contra minorias e, pasmem, pobres (que compõem a maior parte das comunidades da Zona Leste paulistana) ecoa por lá. Quando você faz questionamentos básicos sobre o porquê do ódio essas pessoas se enfurecem, dão respostas com argumentos desencontrados e saem, literalmente pela tangente. A formação social destas pessoas é sofrível. O que me deixa ainda mais atordoado é que as máximas sobre "marxização" no ensino andam sendo repetidas por aí e, mesmo assim, o ódio seletivo continua de vento em popa.

    • Daniel Postado em 09/Apr/2015 às 02:31

      Concordo com tudo o que vc disse Wander.............

    • Bruno Costa Postado em 09/Apr/2015 às 09:46

      Você foi totalmente preconceituoso e criou um esteriótipo do garoto sem nem um cabimento... sabe como se chama isso? Não precisa ser pobre, negro ou homossexual para existir preconceito. "classe média, deve morar em condomínio fechado, estudar em colégio particular, ajudou a bater panela no dia 15/3 e deve ter crescido ouvindo piadas racistas e homofóbicas" Que triste um comentário desses... que lavagem cerebral absurda... E ainda defende um cara que luta contra os preconceitos? Acho que o senhor deve estar meio perdido nas discussões hem! Ninguém consegue pensar com a própria cabeça e dar respostas próprias??... tudo que você fez foi repetir EXATAMENTE a mesma coisa que muitos outros também diriam (por mero "copiar e colar") Ou seja... pelo jeito quem foi "criado, forjado, lapidado para ter uma opinião que não é a sua própria foi você nobre colega. PS: Provavelmente serei atacado por ser "Capitalista, Elite branca, PSDB, Aécio..." Não sou nada disso... Sou a favor da meritocracia e honestidade.

    • Vander Postado em 09/Apr/2015 às 09:56

      Você disse tudo e eu concordo, mas tudo isso que acontece é culpa do PT que jogou o país na lama da vergonha e permitiu que tipos como Bolsonaro sejam vistos como salvadores da pátria. Fora PT. Fora Bolsonaro.

      • juliano Postado em 09/Apr/2015 às 11:48

        aham, é tudo culpa do petê

      • juliano Postado em 09/Apr/2015 às 11:48

        menos o que é bom... aaaah, o que é bom não é culpa do petê

  2. beto Postado em 08/Apr/2015 às 22:06

    Não compactuo com o posicionamento do deputado Bolsonaro. Mas que estranho o erro do sitio "O deputado chama o garoto pelo nome. Preferi não expô-lo, apesar do post público." "..." "Enzo e Jair vão sair de mãos dadas pela avenida Paulista. Melhor: de mãos dadas, não, porque isso é coisa de viado." me pareceu um erro muito estúpido ou má fé e cinismo.

    • asdf Postado em 08/Apr/2015 às 23:11

      Cara, presta atenção no texto. “B., dia 12 estarei na Paulista. Um abraço, JB.” O nome do garoto não é Enzo.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 15:27

        JB sao as iniciais do deputado, Jair Bolsonaro. O nome do rapaz esta no inicio do comentario do deputado, que foi apagado pelo sitio na screenshot. Nome do garoto apenas aparece mais tarde no texto( destaquei no meu comentario acima) Enzo, esta no facebook do deputado e publico, pode conferir antes de responder meu comentario de forma leviana novamente.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:13

        Corrigindo-me, nao havia reparado no B., mas mesmo assim nao estou errado ao dizer q o nome de fato esta no texto e eh facilmente interpretado como o nome do garoto, este B. nao eh a inicial do nome do garoto. ha duas possibilidades, 1o B., pois quem escreveu a sentenca a seguir foi Bolsonaro, 2o B., foi usado para assumir um nome do garoto, sendo a segunda opcao improvavel uma vez que o autor teria previamente avisado do uso de ``B`` para representar o nome do garoto.

    • bia Souza Postado em 09/Apr/2015 às 00:09

      O nome do garoto começa com B, e eu acho q é Bruno pelo tamanho da sombra e tal.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 15:28

        Nao, e Enzo esta nos comentarios da publicacao no perfil do deputado, e publico e pode conferir antes de comentar de forma leviana

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:17

        Corrigindo-me, nao havia reparado no B., mas mesmo assim nao estou errado ao dizer q o nome de fato esta no texto e eh facilmente interpretado como o nome do garoto, este B. nao eh a inicial do nome do garoto. ha duas possibilidades, 1o B., pois quem escreveu a sentenca a seguir foi Bolsonaro, 2o B., foi usado para assumir um nome do garoto, sendo a segunda opcao improvavel uma vez que o autor teria previamente avisado do uso de ``B`` para representar o nome do garoto. Pelo tamanho da sombra facilmente pode ser Enzo e o sobrenome nem e precisei entrar em redes sociais para descobrir, sendo um sobrenome extremamente comum no pais. E adivinhe o obvio tanto nome quanto sobrenome sao correspondentes ao comentario existente no post

    • Guilherme Moraes Postado em 09/Apr/2015 às 00:22

      A primeira frase foi uma forma de precaução e proteção da imagem do adolescente, assim o site Pragmatismo Político não correria o risco de ser processado por vulnerabilizar um menor. O que não foi um erro. Da mesma forma a segunda frase não foi um erro, foi uma ironia. Andar de mais dadas só é "coisa de viado" pra quem é homofóbico. Como eles são homofóbicos, eles não vão andar de mãos dadas. Onde está sua interpretação?

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 15:38

        Onde esta a sua eu lhe pergunto? Nao corrigi o sitio por nao revelar o nome do garoto, corrigi pois, apos dizer que nao iria revelar, o nome eh mais tarde usado de forma que uma boa interpretação facilmente chega ao nome do garoto. Quero dizer com isso, o texto fala de tres pessoas basicamente, dos dois deputados e de um menor(sem nome), ai no final do texto uma quarta pessoa e apresentada, Enzo, a unica forma de fazer sentido seria Enzo uma figura metafórica(nao lembro de nenhuma metáfora associada a este nome) ou o nome do menor de idade. Advinha o que eh? Entre na publicacao de video no perfil do deputado e depois venha falar a respeito da minha interpretação!

    • Artur Postado em 09/Apr/2015 às 01:26

      Concordo que foi um erro estúpido. Mas não acho que seja a coisa que mais me chama a atenção no texto, a ponto de meu comentário ser só sobre isso. (Sim, vi o comentário sobre seu posicionamento, mas este é facilmente ignorado, visto que não houve desenvolvimento sobre a sua opinião.)

      • Beto Postado em 09/Apr/2015 às 15:42

        Sim Artur, poderia ter desenvolvido minha opiniao sobre a divergencia ideologica minha com a do deputado, entretanto, achei mais importante destacar este erro, uma vez que, para mim, um erro tao claro e facilmente visível em uma leitura relativamente rasa acarreta em grande prejuízo a imagem do altor e do sitio.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:22

        Corrigindo altor por autor!!!! parece que quem nao le aqui sou eu heheehehehe

    • Márcio Postado em 09/Apr/2015 às 01:45

      O nome do rapaz não é Enzo. O texto mostra que o nome se inicia com a letra "B". Pesquise Enzo e Bolsonaro no Google.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:25

        pesquisei e nada. O nome eh sim Enzo, esta no próprio post do deputado.Sendo o B uma provavel referencia ao interlocutor da frase, no caso B igual a Bolsonaro

    • Eduardo A. Postado em 09/Apr/2015 às 02:07

      Cara, Enzo é o filho do Bolsonaro, que é deputado estadual em São Paulo. Se liga.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 15:54

        Cara, Flavio e o nome do filho do Bolsonaro. Faz uma pesquisa no google, BOLSONARO FILHO. em menos de 0,44 segundos serao apresentadas 613000 resultados, os tres primeiros ja provam que tu estas errado. ps. pensei em escrever um tremendo SE LIGA ao final, mas sinceramente cara, nao acho que isso agrega valor algum ao meu posicionamento, entao peço que, pelo menos comigo o senhor retribua o respeito com que te tratei, somos iguais e apesar de estarmos em um ambiente virtual isso nao e razao para baixar o nivel.

    • Daniel Postado em 09/Apr/2015 às 02:33

      Meu caro, com todo o respeito, mas tem momentos que o cinismo só encontra forças contrárias com cinismo tbm........... Nao me leve a mal, mas seu comentario compactua SIM com o Bolsonaro. PS.: Nao disse que vc compactue com o cara, mas sim, seu comentário..... Até+

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 05:56

        Como, me explica direito o que você quis dizer, numa boa, como se deve ser feito. Quer dizer q o autor tem de ser cínico para com o Bolsonaro e seu seguidor, uma vez q estes seriam cínicos tmb, ou no caso eu estou sendo cínico? Com todo respeito amigo, como meu comentário pode compactuar com o sujeito se eu apenas problemifiquei um erro crasso como o do autor que se contradiz tão rapidamente? Ele não relê o que escreve? Espero que tenha entendido meu ponto de vista e lhe peço encarecidamente que aponte no meu comentário acima onde induzi alguma linha de pensamento que vá ao encontro do que defende pepista.

    • Paulo Postado em 09/Apr/2015 às 06:50

      Ei Beto, VC compactua ou não? Seu comentário também está, um pouquinho, tendencioso. Só um pouquinho!

      • Beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:31

        Ok, entao me desculpe. E nao, nao compactuo com o deputado em questao. Mas acho imprescindível corrigir o autor uma vez que o mesmo se diz nao estar interessado em revelar o nome do jovem mas logo o faz. Gostaria de entender como posso ter sido tendencioso, por acusar o autor de ma fe e cinismo? Pode ser, deveria ter me contido e apenas ter apontado o erro, o problema que nao acredito que um erro tao claro tenha passado despercebido pelo autor

    • Itamar Postado em 09/Apr/2015 às 08:58

      Só para esclarecer Beto, o que o Daniel acredito não ter conseguido, Enzo é o nome do filho do Jair Bolsonaro e não do jovem de 16 anos que teve o nome realmente preservado.

      • Leandro Postado em 09/Apr/2015 às 09:11

        Mesmo porque abreviar Enzo com "B", aí sim, seria burrice.

      • beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:01

        Nao Itamar, Enzo nao e o nome do filho do deputado, se for entao ele tem o mesmo nome do garoto. JB vem de Jair Bolsonaro e se voce rapidamente entrar no seu perfil para procurar este post vai encontrar entre os principais comentarios o nome do garoto. Por favor se quiser continuar a discutir isso peço lhe que entre no post e comprove que esta certo, levei menos de 2 minutos, acredito que o senhor nao levara mais tempo do que isso.

    • Rodrigo Postado em 09/Apr/2015 às 09:07

      (Outro Rodrigo) Essa é justamente a minha crítica contumaz, beto. O louvor ao "fogo contra fogo", "bateu levou", à "lei de talião", em vez do proceder contrariamente à conduta criticada.

    • beto Postado em 09/Apr/2015 às 15:24

      Sim, o nome do garoto esta no texto, entre na pagina do deputado se duvidem de mim, deem um ctrl f e procurem Enzo, nao venham dizer que comeca com B coisa nenhuma. Desculpem os ofendi de algum modo so acredito que o sitio deveria ser notificado de um erro t'ao grande.

      • Beto Postado em 09/Apr/2015 às 16:42

        novamente desculpem pelo erro, corrigindo duvidem por duvidam, infelizmente conjuguei o verbo no subjuntivo e acredito que o certo seja no indicativo.

  3. Randy Postado em 08/Apr/2015 às 22:11

    Heterofobia? Eu acho que esse Bolsonaro queria era "dar uns pegas" do Jean... Ele deu o fora e o Bolsolixo ficou tristonho...

    • beto Postado em 08/Apr/2015 às 22:35

      Desculpem minha ignorância, mas esse tipo de discurso ~esse Bolsonaro queria era "dar uns pegas" do Jean...~ nao seria um forma de usar a homoafetividade para denegrir a imagem do deputado, usar a homoafetividade como ofensa nao seria uma forma de homofobia? nao sei, provavelmente esteja errado, afinal quem seria hipócrita de usar homofobia contra homofobia! Provavelmente interpretei errado o comentário do colega ai em cima

      • Guilherme Moraes Postado em 09/Apr/2015 às 00:12

        Não, não denegriria a imagem de ninguém ser gay nem chamar alguém de gay, a menos que se seja homofóbico, pois somente homofóbicos pensam que ser gay é vergonha e que mancha sua reputação. Aí é que eu descubro que pensar como você pensa é ser homofóbico, pois acha que a homoafetividade é inferior, suja a reputação e denigre a imagem de alguém.

      • Artur Postado em 09/Apr/2015 às 01:22

        Tá desculpado, Beto! Mas, não... Ele quis dizer que o Bolsonaro é homossexual, mas que inibe a própria homossexualidade por causa da própria homofobia e que essa hipocrisia da parte dele é algo engraçado.

      • Joana Postado em 09/Apr/2015 às 02:34

        De fato interpretou errado amiga ................

      • Cristine Postado em 09/Apr/2015 às 04:08

        Eu concordo com o Beto, não podemos tentar ofender alguém apelando para a isso porque denigre a homoafetividade. Mas também há que se notar que, em diferentes abordagens do estudo do comportamento e psiquismo humano, é possível encontrar indícios de que muitas vezes por trás da homofobia há um medo de se identificar como homossexual. Então, tentando colocar de uma forma menos pejorativa, o problema do Jair com o Jean talvez - enfatizo: talvez - seja de que o Jean deflagra nele um medo insano de se descobrir homossexual, mas não precisa disso. Tudo bem ter desejo homossexual, Jair. =)

      • Well Guimarães Postado em 09/Apr/2015 às 08:25

        Beto, concordo com sua linha de raciocínio, entretanto, utilizar a palavra denegrir para exemplificar que algo seja ruim é também uma forma de preconceito. Denegrir significa tornar negro.

      • Vinicius Postado em 09/Apr/2015 às 08:37

        Também não concordo com esse tipo de comentário, mas, já vi e sempre ouvimos falar de outros vários, casos em que as pessoas que costumam se incomodar de mais com os homosexuais, na verdade são, mas não tem coragem de se assumir, seja por religião, por família, (normalmente o mais comum, pelo menos os 2 casos de que eu tenho conhecimento são) ou só por medo mesmo... Enfim, normalmente os homofóbicos mesmo, são apenas homossexuais frustrados e que acham que todo homossexual deveria ser frustrado como ele. Claro, não vamos generalizar para 100%, afinal existem os fanáticos que são homofóbicos apenas pq o padre ou pastor mandou ser, mas, fora esses de cabresto, é uma grande maioria que se enquadra nesse caso... E não, o Bolsonaro não é homofóbico por ser fanático, na bíblia tem um monte de outra coisa proibida que ele nem liga...

  4. Thiago Teixeira Postado em 08/Apr/2015 às 22:57

    Esse Solbo Naro é um desocupado, complexado e malicioso. Um homem público, com uma série de ocupações jamais ficaria prestando atenção onde outro macho vai sentar. E mais, uma falta de cidadania esses dois levarem as divergências políticas para o lado pessoal.

    • Cecília Postado em 09/Apr/2015 às 09:49

      Eu não acho. Achei muito adequada a atitude dele, a vida é muito curta pra sentar do lado de gente tão atoa.

  5. Keko Cwb Postado em 08/Apr/2015 às 22:58

    Quando leio os comentários de quem sinceramente acredita em "heterofobia" nesse caso, percebo como a preguiça intelectual toma conta de nossa sociedade...

    • Fernanda Postado em 09/Apr/2015 às 10:40

      Falou tudo! kkkk, fico impressionada com os comentários de pessoas que não se dão conta das verdadeiras intenções oportunistas de certas atitudes, não sabem interpretar, acreditam em td que leem na internet. Por favor, vamos pensar um pouco galera..

    • Luiza Postado em 09/Apr/2015 às 12:46

      Mas a heterossexualidade é uma MINORIA, tu não tá vendo, VAI ACABAR O MUNDO, porque essas bichas não SE REPRODUZEM, como é que vai FAZER FILHO, eu vi pesquisas que dizem que em trinta anos vai ser tudo gay, e daí quem é que vai ter filho? Como é que vai continuar a humanidade? VAI SER O FIM, é contra a natureza, uma imoralidade. Nós heteros estamos sob risco de extinção!!!!11!!onzeonze!!!!!111!!! #sarcasmovenenoso

      • Beto Daniel Postado em 10/Apr/2015 às 00:15

        Luiza, você esqueceu de tomar seus remedinhos hoje? Vai dormir, menina...

  6. neto Postado em 08/Apr/2015 às 23:10

    Tudo o que eu vi foi BULLING homofóbico...o silêncio não discrimina nada e mudar de lugar calado...bem...é POLITICO-FOBIA, eu também teria mudado de poltrona sem falar nada, afinal, quem PERSEGUE já está com a câmera preparada FILMANDO...bulling, na certa!

    • marlene Postado em 09/Apr/2015 às 02:12

      A melhor resposta...

    • marlene Postado em 09/Apr/2015 às 02:13

      o melhor comentário....

    • Daniel Postado em 09/Apr/2015 às 02:35

      Concordo com todos!!!!! POLITICO-FOBIA!!!!!!

  7. Samuel Postado em 08/Apr/2015 às 23:16

    Esqueceu de dizer que ele quer licença exclusiva para pescar em área de proteção ambiental

  8. catia Postado em 08/Apr/2015 às 23:40

    Este tipo de menino,que foge de casa para se juntar à jihad !!!

  9. Cássio Postado em 08/Apr/2015 às 23:52

    Tanto pela imprensa convencional, quanto pela livre. Somos estimulados a odiar, seja o ódio a Bolsonaro, ou Jean. Discussões políticas se baseiam em opiniões extremas, dividindo a população em dois extremos, em todas as áreas, afastando de um consenso e estagnando qualquer evolução política. Argumentos se tornaram ofensas de baixo calão, que ofendem, em grande parte das vezes as pessoas, e não, suas ideias... Incentivando o lado atingido a reagir tornando isso um ciclo vicioso, nos afastando de ideias e ações para o bem comum.

  10. ama Claudia Postado em 08/Apr/2015 às 23:57

    Não é Heterofonia. É imbecilfobia.

    • Vinicius Postado em 09/Apr/2015 às 23:14

      KKKK Concordo. *Outro Vinicius

  11. Donizeti Damião Postado em 09/Apr/2015 às 00:42

    Se já não houvesse histórico de animosidades entre os Deputados acho que até poderia se dar margem a Heterofobia mas par mim fica claro que o Deputado Jair Bolsonaro agiu premeditadamente. Parabéns ao Deputado Jean Willis que não embarcou na provocação.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 09/Apr/2015 às 11:15

      Não haveria tal margem jamais, porque "heterofobia" é uma mentira, uma bobagem, um espantalho. "Heterofobia" não existe, jovem. Não compre o discurso canalha dos reacionários.

  12. CLAUDIO Postado em 09/Apr/2015 às 00:44

    SÃO DUAS PESSOAS POLEMICAS, QUE ESTRAPOLAM RADICALMENTE EM SUAS POSIÇOES, A MELHOR COISA FOI O JEAN WILLYS MUDAR DE LUGAR MESMO, ATITUDE CORRETISSIMA.

    • Rodrigo Postado em 09/Apr/2015 às 11:15

      (Outro Rodrigo) Isso.

  13. Túlio Rocha Postado em 09/Apr/2015 às 00:55

    Sem comentar as idiotices que esse fascista cotidianamente reproduz, o Jean também deveria ter se segurado e aguentado um tempo ali, só saindo caso houvesse provocação mais incisiva do coronel de gibi. Certo que não é fácil para alguém minimamente instruído aguentar o Bolsonaro (na mídia já é difícil, imagina pessoalmente). Só que era uma oportunidade do Jean mostrar que Bush Jabuticabal não tá com nada. Desmerecer mesmo sabe?! Agindo assim o Jean só da visibilidade pro corno fardado. Foi uma pena.

  14. Esmael Leite da Silva Postado em 09/Apr/2015 às 01:33

    Esta raiva que este ser demonstra é bem própria dele, mas subjacente a raiva de pessoas deste perfil (do Bolsonaro), geralmente esconde o desejo homossexual reprimido, não podendo exercer sua sexualidade de forma plena, desdenha e tenta sufocar aquele que a exerce, expressando sua infelicidade através da execração do outro, este bullying é uma forma de psicopatia, provavelmente ele acabara por matar o outro se não for contido a tempo, a falta de limites a pessoas deste perfil podem levar a atos de extrema violência, mais dia menos dia, ele pode ceder a sua homossexualidade e pós coito arrepender-se levando-o a matar ou morrer de amor ao seu parceiro, uma outra opção seria ele fazer como os dois homofóbicos que casaram em um penitenciária inglesa, assumindo sua sexualidade, pelo menos curaram-se.

    • Pedro Accioli Postado em 09/Apr/2015 às 11:16

      Concordo! O Boçalnaro é um homossexual enrustido! A ciência já comprovou que todo homofóbico é um gay enrustido!

  15. Eloir Postado em 09/Apr/2015 às 01:36

    Jean fez muito bem, se ele permanecesse ali, o idiota do Boisonaro, sairia dizendo que o Jean se acovardo, que se submeteu a presença dele, assim o Jean o ignorou se afastando da sua área de ignorância, Aproveitando leva uma faixa pedindo cadeia para os 8 generais envolvidos em desvio de dinheiro, CPI do caso ZELOTES, LIsta do teus colegas com contas no HSBC da Suíça, do Agripino, do governador do Paraná, do Aécio e Anastasia que deixo 7,2 bilhões de preju pra o estado de Minas, caso do Helicoca, do caso do Super faturamento do estadio do Atletico Mineiro, dos traficantes de Órgãos humanos ligados ao PSDB, venda de alvará de soltura pelo primo do Aécio, aeroporto do Aécio, do 10 milhões que defunto do Sergio Guera embolso, e uma tua também porque o doleiro cito o seus nome, ou foi na lista de furnas.

  16. paulo Postado em 09/Apr/2015 às 01:53

    Pra mim o Bolsonaro.... e um mordedor de fronha....inrustido... ataca pessoas que nada fizeram contra ele...... estamos numa democracia... e respeitar um cidadão... que trabalha... paga seus impostos... independente de sua classe social... credo religioso.... cor.... ou opção sexual...... deputado SAI DO ARMARIO... O SENHOR QUERIA PEGAR O DEPUTADO JEAN....

  17. Guilherme Postado em 09/Apr/2015 às 07:39

    Óbviamente o Bolsonaro tava sendo irônico, já que a agenda dele passa em taxar a homofobia como uma frescura e/ou uma busca por privilégios. Tem gente aqui que ainda acha que ele se sentiu realmente ofendido.

  18. Fabiano de Oliveira Postado em 09/Apr/2015 às 07:40

    De boa, mas o Dep. Jean perdeu uma ótima oportunidade de ter papo de homem-para-homem... Ou isso só deve ocorrer sob a supervisão de grupos inflados, que se dizem contra a intolerância mas eles mesmos são intolerantes? BLZ... É direito do Jean não se misturar (!!!!!), mas que vcs, ativistas de "Grupos Minoritários" são hipócritas, não resta dúvidas... Só presta quem tem a mesma opinião de vcs, né?????? O resto é tudo de elite-branca-reacionária...

  19. Edilberto Wesson Postado em 09/Apr/2015 às 07:43

    Eu também, assim como o autor dessa matéria, mudaria era de AVIÃO...

  20. Stella Postado em 09/Apr/2015 às 07:45

    Heterofobia??? hahahahahahahahahahahahahahahah Poupe-me! Esse cara é um louco...o pior é ter gente que dá confiança pra ele.

    • Vinicius Postado em 09/Apr/2015 às 08:42

      Não minha cara, o pior não é gente que da confiança, e sim o pior é gente que da voto pra um cara desses... Nosso parlamento esta virando uma piada cada vez maior, agora com esse Projeto de Lei para reduzir a maioridade penal, ter sido baseada em TRECHOS BÍBLICOS, é simplesmente o fim de todo um avanço intelectual de 2000 anos. Logo logo estarão querendo voltar a apedrejar em praça pública, e ninguém está nem aí, enquanto não for com o PT (afinal, a moda é ser anti-PT), ou não for o alvo do apedrejamento....

  21. carlo Postado em 09/Apr/2015 às 07:51

    2 fóbicos

  22. paulo Postado em 09/Apr/2015 às 08:20

    Pior que dar confiança é votar neste senhor!!

  23. Diego Silvério Postado em 09/Apr/2015 às 08:29

    Sem entrar no mérito de um gostar do outro ou não, mas se O Bolsonaro faz da mesma forma mesmo que por não gostar da pessoa do Jean, e se o Jean classificasse como homofobia o ato, acho que neste caso ele tem razão. Está evidente que não foi caso de "heterofobia", mas está claro que o Jean foi mal educado, no mínimo.

  24. Michele Postado em 09/Apr/2015 às 09:11

    O que você vê no vídeo não é heterofobia, afinal ambos são gays só que um é bem resolvido já o outro da pena, chega a ser doente de tão enrustido.

  25. José Carlos Postado em 09/Apr/2015 às 10:16

    O quê me espanta é ler que há seres humanos que idolatram esse deputado do PP, (não consigo escrever seu .nome, me das náuseas)!!

  26. Igor Postado em 09/Apr/2015 às 10:17

    Gostaria de saber como terminou essa história. Quem será que teve o assento “roubado” pelo Jean? E se fosse alguém que, assim como Jean, também tem ojeriza pelo Bolsonaro?

  27. Georges Postado em 09/Apr/2015 às 10:56

    Grande coisa, eu não me sentaria ao lado de nenhum dos dois. São os dois lados igualmente podres da mesma moeda, a moeda do preconceito da cabeca frits, fechada, do "só eu estou certo". Ambos se merecem

  28. Pedro Accioli Postado em 09/Apr/2015 às 11:03

    Oh Boçalnaro! Se o Willys saiu de perto de você não foi por preconceito não, foi porque você incomoda e fede muito com suas idéias reacionárias, racistas e homofóbicas otário!

  29. Eduardo Ribeiro Postado em 09/Apr/2015 às 11:06

    "Heterofobia". Que vergonha.

  30. Pereira Postado em 09/Apr/2015 às 12:05

    Se uma dupla de gays sentar ao meu lado, e começar a debochar da fé cristã, eu como cristão posso pedir para eles parar ? posso sentar em outro lugar, sem ser acusado de homofobia ? Uma vez que cristãos discordam de homossexualismo.

    • Pereira Postado em 09/Apr/2015 às 12:09

      Bolsonaro junto com Feliciano e Caiado são os únicos que podem andar de cabeça erguida dentros daquele congresso. Deve haver mais uma meia dúzia que eu desconheça.

  31. eu daqui Postado em 09/Apr/2015 às 12:14

    Acho ambos radicais em alguns aspectos. Mas o fato é que o Jean mudou de lugar não pelo Bolsonaro ser hetero, mas por outras razões.

  32. Pereira Postado em 09/Apr/2015 às 12:20

    Eles simplesmente não conseguem entender que Bolsonaro é irônico ao falar "Heteorfobia". Não sabem por burrice ou por vigarice intelectual, coisa que a esquerda é campeã.

  33. Marcos Silva Postado em 09/Apr/2015 às 14:13

    O que Jair Bolsonaro fez chama-se dissimulação. Nem mesmo uma criança inocente cairia nessa conversa dele de se passar por vítima. Isso é lamentável. Eu sinto vergonha alheia em relação a ele.

  34. wagner oliveira Postado em 09/Apr/2015 às 14:20

    Cita e recrimina o ódio promovido por este senhor e ao mesmo tempo diz que mudaria de avião... Ora, isso pra mim é ódio da mesma forma. Falta coerência. E outra: "qualquer um faria o mesmo". Será? Eu je tive que dividir espaço com pessoas muito mais nocivas a mim do que ele(sim, eu odeio esse cara) nem por isso tive essa atitude péssima.

  35. Paulo Postado em 09/Apr/2015 às 15:56

    Tudo é aceitável e tolerável para a esquerda, desde que esteja de acordo com aquilo que eles pensam. Para mim são dois radicais, um que se expõe mais e outro que se esconde atrás de projetos e palavras 'bonitinhas' mas que se tivessem o poder em mãos fariam bastante besteiras.

  36. Jorge Pereira Postado em 09/Apr/2015 às 19:50

    Bolsonaro se sentiu ofendido? Só pode ser ironia. Deputado, isso é exatamente o que muitos homosexuais, negros, pobres e outras minorias sofrem TODOS OS DIAS graças a gente como o Sr. Espero que sirva para refletir que tipo de sociedade você promove.

  37. Andrea Postado em 09/Apr/2015 às 20:41

    Ele pode se mudar de casa por seus vizinhos serem homossexuais, mas o Jean tem que sentar do lado dele...Afff...isso é um babaca.... https://www.facebook.com/video.php?v=10204063830739121&pnref=story