Redação Pragmatismo
Compartilhar
Exploração Trabalhador 09/Apr/2015 às 10:37
37
Comentários

PL da Terceirização: saiba como votaram os deputados

Aprovado na Câmara na noite desta quarta-feira, o PL da Terceirização é o principal atentado contra os direitos trabalhistas da história recente do Brasil. Saiba como votou cada deputado

pl terceirização brasil trabalhadores
PL da Terceirização precariza o direito dos trabalhadores (Charge: Vitor Teixeira)

A Câmara aprovou em plenário, por 324 votos a 137 e duas abstenções, o texto-base do polêmico Projeto de Lei 4330/2004, que regulamenta a terceirização na iniciativa privada e nas empresas públicas e de economia mista, bem como suas subsidiárias e aquelas controladas pela União.

Para a deputada Eliziane Gama (PPS-MA), o projeto precisa ser mudado para não prejudicar os trabalhadores. “Temos um histórico de violações de leis trabalhistas e, quanto mais afrouxarmos a legislação, mais suscetíveis seremos a essas violações”, avaliou.

Contra o projeto, o deputado Cabo Daciolo (Psol-RJ) apelou para Deus e afirmou que apenas um “milagre” impediria a aprovação do texto. Ele lembrou, no entanto, que os deputados serão cobrados no futuro por seus votos. “Tem parlamentar aqui que vai ser candidato a prefeitura em 2016, e aqueles que votarem ‘sim’ vão ver que não vão entrar. Deus vai cobrar”, disse o deputado.

Na opinião do deputado Chico Alencar (Psol), o que foi votado em plenário – com as galerias superiores vazias por determinação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sob a alegação de que manifestantes tumultuariam a sessão – vai deixar ainda mais precárias as condições de trabalho dos empregados, beneficiando o “capital financeiro” e os empregadores. Para Chico, trata-se de “ampla, geral e irrestrita” autorização para que contratantes terceirizem serviços em qualquer situação, de maneira a ampliar possibilidades contratuais em detrimento da qualidade dos serviços.

Veja como votou cada deputado: (quem votou ‘sim’, se posicionou a favor do PL da Terceirização)

DEM

Alberto Fraga DF – Sim
Alexandre Leite SP – Sim
Carlos Melles MG – Sim
Efraim Filho PB – Sim
Eli Côrrea Filho SP – Sim
Elmar Nascimento BA – Sim
Felipe Maia RN – Sim
Hélio Leite PA – Sim
Jorge Tadeu Mudalen SP – Sim
José Carlos Aleluia BA – Sim
Mandetta MS – Sim
Misael Varella MG – Sim
Moroni Torgan CE – Não
Onyx Lorenzoni RS – Sim
Osmar Bertoldi PR – Sim
Pauderney Avelino AM – Sim
Paulo Azi BA – Sim
Professora Dorinha Seabra Rezende TO – Não
Rodrigo Maia RJ – Sim

Total DEM: 19

PDT

Abel Mesquita Jr. RR – Sim
Afonso Motta RS – Sim
André Figueiredo CE – Sim
Dagoberto MS – Sim
Damião Feliciano PB – Não
Deoclides Macedo MA – Sim
Félix Mendonça Júnior BA – Sim
Flávia Morais GO – Sim
Giovani Cherini RS – Sim
Major Olimpio SP – Sim
Marcelo Matos RJ – Não
Marcos Rogério RO – Não
Mário Heringer MG – Sim
Roberto Góes AP – Sim
Sergio Vidigal ES – Sim
Subtenente Gonzaga – MG Não
Weverton Rocha MA – Sim
Wolney Queiroz PE – Não

Total PDT: 18

PCdoB

Alice Portugal BA – Não
Aliel Machado PR – Não
Carlos Eduardo Cadoca PE – Sim
Chico Lopes CE – Não
Daniel Almeida BA – Não
Davidson Magalhães BA – Não
Jandira Feghali RJ – Não
Jô Moraes MG – Não
João Derly RS – Não
Luciana Santos PE – Não
Orlando Silva SP – Não
Rubens Pereira Júnior MA – Não
Wadson Ribeiro MG – Não

Total PCdoB: 13

PSOL

Cabo Daciolo RJ – Não
Chico Alencar RJ – Não
Edmilson Rodrigues – PA Não
Ivan Valente SP – Não
Jean Wyllys RJ – Não

Total PSOL: 5

PT

Adelmo Carneiro Leão MG – Não
Afonso Florence BA – Não
Alessandro Molon RJ – Não
Ana Perugini SP – Não
Andres Sanchez SP – Não
Angelim AC Não
Arlindo Chinaglia SP – Não
Assis Carvalho PI – Não
Assis do Couto PR – Não
Benedita da Silva RJ – Não
Beto Faro PA – Não
Bohn Gass RS – Não
Caetano BA Não
Carlos Zarattini SP – Não
Chico D Angelo RJ – Não
Décio Lima SC – Não
Enio Verri PR – Não
Erika Kokay DF – Não
Fabiano Horta RJ – Não
Fernando Marroni RS – Não
Givaldo Vieira ES – Não
Helder Salomão ES – Não
Henrique Fontana RS – Não
João Daniel SE – Não
Jorge Solla BA – Não
José Airton Cirilo CE – Não
José Guimarães CE – Não
José Mentor SP – Não
Leo de Brito AC – Não
Leonardo Monteiro MG – Não
Luiz Couto PB – Não
Luiz Sérgio RJ – Não
Luizianne Lins CE – Não
Marco Maia RS – Não
Marcon RS – Não
Margarida Salomão MG – Não
Maria do Rosário RS – Não
Merlong Solano PI – Não
Moema Gramacho BA – Não
Nilto Tatto SP – Não
Odorico Monteiro CE – Não
Padre João MG – Não
Paulão AL – Não
Paulo Pimenta RS – Não
Paulo Teixeira SP – Não
Pedro Uczai SC – Não
Professora Marcivania AP – Não
Ságuas Moraes MT – Não
Sibá Machado AC – Não
Toninho Wandscheer PR – Não
Valmir Assunção BA – Não
Valmir Prascidelli SP – Não
Vander Loubet MS – Não
Vicente Candido SP – Não
Vicentinho SP – Não
Waldenor Pereira BA – Não
Weliton Prado MG – Não
Zé Carlos MA – Não
Zé Geraldo PA – Não
Zeca Dirceu PR – Não
Zeca do Pt MS – Não

Total PT: 61

PEN

André Fufuca MA – Sim
Junior Marreca MA – Sim

Total PEN: 2

PHS

Adail Carneiro CE – Sim
Carlos Andrade RR – Sim
Diego Garcia PR – Não
Kaio Maniçoba PE – Sim
Marcelo Aro MG – Sim

Total PHS: 5

PMDB

Alceu Moreira RS – Sim
Baleia Rossi SP – Sim
Cabuçu Borges AP – Sim
Carlos Henrique Gaguim TO – Sim
Carlos Marun MS – Sim
Celso Jacob RJ – Sim
Celso Maldaner SC – Sim
Celso Pansera RJ – Sim
Daniel Vilela GO – Sim
Danilo Forte CE – Sim
Darcísio Perondi RS – Sim
Dulce Miranda TO – Sim
Edinho Bez SC – Sim
Edio Lopes RR – Sim
Eduardo Cunha RJ – Art. 17
Elcione Barbalho PA – Sim
Fabio Reis SE – Sim
Fernando Jordão RJ – Sim
Flaviano Melo AC – Sim
Geraldo Resende MS – Sim
Hermes Parcianello PR – Não
Hildo Rocha MA – Sim
Hugo Motta PB – Sim
Jarbas Vasconcelos PE – Sim
João Arruda PR – Não
João Marcelo Souza MA – Sim
José Fogaça RS – Sim
Josi Nunes TO – Sim
Laudivio Carvalho MG – Sim
Lelo Coimbra ES – Sim
Leonardo Picciani RJ – Sim
Leonardo Quintão MG – Sim
Lindomar Garçon RO – Sim
Lucio Mosquini RO – Não
Lucio Vieira Lima BA – Sim
Manoel Junior PB – Sim
Marcelo Castro PI – Sim
Marcos Rotta AM – Sim
Marinha Raupp RO – Não
Marquinho Mendes RJ – Sim
Marx Beltrão AL – Sim
Mauro Lopes MG – Sim
Mauro Mariani SC – Sim
Mauro Pereira RS – Sim
Newton Cardoso Jr MG – Sim
Osmar Serraglio PR – Sim
Osmar Terra RS – Não
Pedro Chaves GO – Sim
Rodrigo Pacheco MG – Sim
Rogério Peninha Mendonça SC – Sim
Ronaldo Benedet SC – Sim
Roney Nemer DF – Sim
Saraiva Felipe MG – Sim
Sergio Souza PR – Sim
Silas Brasileiro MG – Sim
Soraya Santos RJ – Sim
Valdir Colatto SC – Sim
Veneziano Vital do Rêgo PB – Sim
Vitor Valim CE – Não
Walter Alves RN – Sim
Washington Reis RJ – Sim

Total PMDB: 61

PMN

Dâmina Pereira MG – Sim
Hiran Gonçalves RR – Sim

Total PMN: 2

PP

Afonso Hamm RS – Sim
Aguinaldo Ribeiro PB – Sim
Arthur Lira AL – Sim
Beto Rosado RN – Sim
Cacá Leão BA – Sim
Conceição Sampaio AM – Sim
Covatti Filho RS – Sim
Dilceu Sperafico PR – Sim
Dimas Fabiano MG – Sim
Eduardo da Fonte PE – Sim
Esperidião Amin SC – Sim
Ezequiel Fonseca MT – Sim
Fernando Monteiro PE Sim
Guilherme Mussi SP – Sim
Iracema Portella PI – Sim
Jerônimo Goergen RS – Sim
Jorge Boeira SC – Não
José Otávio Germano RS – Sim
Julio Lopes RJ – Sim
Lázaro Botelho TO – Sim
Luis Carlos Heinze RS – Sim
Luiz Fernando Faria MG – Sim
Marcelo Belinati PR – Não
Marcus Vicente ES – Sim
Mário Negromonte Jr. BA – Sim
Missionário José Olimpio SP – Sim
Nelson Meurer PR – Não
Odelmo Leão MG – Sim
Paulo Maluf SP – Sim
Renato Molling RS – Sim
Ricardo Barros PR – Sim
Roberto Balestra GO – Sim
Roberto Britto BA – Sim
Ronaldo Carletto BA – Sim
Sandes Júnior GO – Sim
Simão Sessim RJ – Sim
Toninho Pinheiro MG – Sim

Total PP: 37

PPS

Alex Manente SP – Sim
Arnaldo Jordy PA – Não
Carmen Zanotto SC – Sim
Eliziane Gama MA – Não
Hissa Abrahão AM – Sim
Marcos Abrão GO – Sim
Moses Rodrigues CE – Não
Raul Jungmann PE – Sim
Roberto Freire SP – Sim
Rubens Bueno PR – Sim
Sandro Alex PR – Sim

Total PPS: 11

PR

Aelton Freitas MG – Sim
Alfredo Nascimento AM – Sim
Altineu Côrtes RJ – Sim
Anderson Ferreira PE – Sim
Bilac Pinto MG – Sim
Cabo Sabino CE – Não
Capitão Augusto SP – Sim
Clarissa Garotinho RJ – Não
Dr. João RJ – Sim
Francisco Floriano RJ – Sim
Giacobo PR – Sim
Gorete Pereira CE – Sim
João Carlos Bacelar BA – Não
Jorginho Mello SC – Sim
José Rocha BA – Sim
Lincoln Portela MG – Não
Luiz Cláudio RO – Sim
Luiz Nishimori PR – Sim
Magda Mofatto GO – Sim
Marcio Alvino SP – Sim
Maurício Quintella Lessa AL – Sim
Miguel Lombardi SP – Sim
Milton Monti SP – Sim
Paulo Feijó RJ – Sim
Remídio Monai RR – Sim
Silas Freire PI – Não
Tiririca SP – Não
Vinicius Gurgel AP – Sim
Wellington Roberto PB – Sim
Zenaide Maia RN – Abstenção

Total PR: 30

PRB

Alan Rick AC – Sim
André Abdon AP – Sim
Antonio Bulhões SP – Não
Beto Mansur SP – Sim
Carlos Gomes RS – Sim
César Halum TO – Sim
Cleber Verde MA – Sim
Fausto Pinato SP – Sim
Jhonatan de Jesus RR – Sim
Jony Marcos SE – Não
Marcelo Squassoni SP – Sim
Márcio Marinho BA – Não
Roberto Sales RJ – Sim
Ronaldo Martins CE – Não
Rosangela Gomes RJ – Sim
Tia Eron BA – Sim
Vinicius Carvalho SP – Sim

Total PRB: 17

PROS

Ademir Camilo MG – Não
Antonio Balhmann CE – Sim
Beto Salame PA – Não
Domingos Neto CE – Sim
Dr. Jorge Silva ES – Sim
Givaldo Carimbão AL – Sim
Hugo Leal RJ – Sim
Leônidas Cristino CE – Sim
Miro Teixeira RJ – Não
Ronaldo Fonseca DF – Sim
Valtenir Pereira MT -Sim

Total PROS: 11

PRP

Alexandre Valle RJ – Sim
Juscelino Filho MA – Sim
Marcelo Álvaro Antônio MG – Sim

Total PRP: 3

PSB

Adilton Sachetti MT – Sim
Átila Lira PI – Não
Bebeto BA – Não
Fabio Garcia MT – Sim
Fernando Coelho Filho PE – Sim
Flavinho SP – Sim
Glauber Braga RJ – Não
Gonzaga Patriota PE – Sim
Heitor Schuch RS – Não
Heráclito Fortes PI – Sim
Janete Capiberibe AP – Não
João Fernando Coutinho PE – Sim
José Reinaldo MA – Sim
Jose Stédile RS – Não
Júlio Delgado MG – Sim
Keiko Ota SP – Sim
Leopoldo Meyer PR – Sim
Luciano Ducci PR – Sim
Luiz Lauro Filho SP – Sim
Luiza Erundina SP – Não
Maria Helena RR – Não
Marinaldo Rosendo PE – Sim
Pastor Eurico PE – Sim
Paulo Foletto ES – Sim
Rodrigo Martins PI – Sim
Stefano Aguiar MG – Sim
Tadeu Alencar PE – Não
Tenente Lúcio MG – Sim
Tereza Cristina MS – Sim
Vicentinho Júnior TO – Sim

Total PSB: 30

PSC

Andre Moura SE – Sim
Erivelton Santana BA – Sim
Gilberto Nascimento SP – Sim
Irmão Lazaro BA – Sim
Júlia Marinho PA – Sim
Marcos Reategui AP – Não
Pr. Marco Feliciano SP – Não
Professor Victório Galli MT – Sim
Raquel Muniz MG – Sim
Silvio Costa PE – Sim

Total PSC: 10

PSD

Alexandre Serfiotis RJ – Sim
Átila Lins AM – Sim
Cesar Souza SC – Sim
Danrlei de Deus Hinterholz RS – Não
Delegado Éder Mauro PA – Abstenção
Diego Andrade MG – Sim
Evandro Rogerio Roman PR – Sim
Fábio Faria RN – Sim
Fábio Mitidieri SE – Sim
Fernando Torres BA – Sim
Francisco Chapadinha PA – Sim
Goulart SP – Sim
Herculano Passos SP – Sim
Heuler Cruvinel GO – Sim
Irajá Abreu TO – Sim
Jaime Martins MG – Sim
Jefferson Campos SP – Sim
João Rodrigues SC – Sim
Joaquim Passarinho PA – Sim
José Carlos Araújo BA – Sim
José Nunes BA – Sim
Júlio Cesar PI – Sim
Marcos Montes MG – Sim
Ricardo Izar SP – Sim
Rogério Rosso DF – Sim
Rômulo Gouveia PB – Sim
Sérgio Brito BA – Sim
Sergio Zveiter RJ – Sim
Sóstenes Cavalcante RJ – Não
Walter Ihoshi SP – Sim

Total PSD: 30

PSDB

Alexandre Baldy GO – Sim
Alfredo Kaefer PR – Sim
Antonio Imbassahy BA – Sim
Arthur Virgílio Bisneto AM – Sim
Betinho Gomes PE – Sim
Bruna Furlan SP – Sim
Bruno Covas SP – Sim
Caio Narcio MG – Sim
Célio Silveira GO – Sim
Daniel Coelho PE – Sim
Delegado Waldir GO – Sim
Domingos Sávio MG – Sim
Eduardo Barbosa MG – Sim
Eduardo Cury SP – Sim
Fábio Sousa GO – Sim
Geovania de Sá SC – Não
Giuseppe Vecci GO – Sim
Izalci DF – Sim
João Campos GO – Sim
João Castelo MA – Sim
João Gualberto BA – Sim
João Paulo Papa SP – Sim
Lobbe Neto SP – Sim
Luiz Carlos Hauly PR – Sim
Mara Gabrilli SP – Não
Marco Tebaldi SC – Sim
Marcus Pestana MG – Sim
Mariana Carvalho RO – Sim
Miguel Haddad SP – Sim
Nelson Marchezan Junior RS – Sim
Nilson Leitão MT – Sim
Nilson Pinto PA – Sim
Otavio Leite RJ – Sim
Paulo Abi-Ackel MG – Sim
Pedro Cunha Lima PB – Sim
Pedro Vilela AL – Sim
Raimundo Gomes de Matos CE – Sim
Ricardo Tripoli SP – Sim
Rocha AC – Sim
Rodrigo de Castro MG – Sim
Rogério Marinho RN – Sim
Rossoni PR – Sim
Samuel Moreira SP – Sim
Shéridan RR – Sim
Silvio Torres SP – Sim
Vitor Lippi SP – Sim

Total PSDB: 46

PSDC

Aluisio Mendes MA Sim
Luiz Carlos Ramos RJ Sim

Total PSDC: 2

PSL

Macedo CE Não

Total PSL: 1

PTB

Adelson Barreto SE – Sim
Alex Canziani PR – Sim
Antonio Brito BA – Sim
Arnaldo Faria de Sá SP – Não
Arnon Bezerra CE – Sim
Benito Gama BA – Sim
Deley RJ – Não
Eros Biondini MG – Não
Jorge Côrte Real PE – Sim
Josué Bengtson PA – Sim
Jovair Arantes GO – Sim
Jozi Rocha AP – Sim
Luiz Carlos Busato RS – Sim
Nelson Marquezelli SP – Sim
Nilton Capixaba RO – Sim
Paes Landim PI – Sim
Pedro Fernandes MA – Não
Ricardo Teobaldo PE – Sim
Ronaldo Nogueira RS – Não
Walney Rocha RJ – Sim
Wilson Filho PB – Sim
Zeca Cavalcanti PE – Não

Total PTB: 22

PTC

Brunny MG – Não
Uldurico Junior BA – Não

Total PTC: 2

PTdoB

Luis Tibé MG – Sim
Pastor Franklin MG – Sim

Total PTdoB: 2

PTN

Bacelar BA – Não
Christiane de Souza Yared PR – Não
Delegado Edson Moreira MG – Sim
Renata Abreu SP – Sim

Total PTN: 4

PV

Evair de Melo ES – Sim
Evandro Gussi SP – Sim
Fábio Ramalho MG – Sim
Leandre PR – Sim
Victor Mendes MA – Sim
William Woo SP – Sim

Total PV: 6

Solidariede

Arthur Oliveira Maia BA – Sim
Augusto Carvalho DF – Sim
Augusto Coutinho PE – Sim
Aureo RJ – Sim
Benjamin Maranhão PB – Sim
Carlos Manato ES – Sim
Elizeu Dionizio MS – Sim
Expedito Netto RO – Sim
Ezequiel Teixeira RJ – Sim
Genecias Noronha CE – Sim
Laercio Oliveira SE – Sim
Lucas Vergilio GO – Sim
Paulo Pereira da Silva SP – Sim
Zé Silva MG – Sim

Total Solidariedade: 14

VEJA TAMBÉM: Por que o PL da Terceirização é tão prejudicial para os trabalhadores?

com informações da Agência Câmara

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Postado em 09/Apr/2015 às 10:51

    (Outro Rodrigo) Lamentável a PL, que apenas vai atacar a força dos trabalhadores, estes que perderão a identidade com o seu emprego, com a sua função - atuo em causas trabalhistas nas quais um município vizinho, via terceirização ilícita, contratou diversos trabalhadores. Faxineiros, motoristas, pedreiros etc., nenhum tem sua efetiva função reconhecida para fins de aplicação da convenção da categoria, tendo de ser aplicada a genérica convenção do sindicato do comércio. E, frente à PL que quer legalizar o absurdo, o Governo se preocupa é com a arrecadação tributária (ressalvando todos os que votaram contra o PL). Aliás, há alguma PL da reforma tributária? Há alguma movimentação em prol de, ao menos a princípio, melhorar o "custo Brasil" (sabendo ainda que o preço alto não decorre unicamente dos tributos, um presidente de montadora tendo dito que "no Brasil é que o mercado de automóveis é justo")? Parabéns, pois, a todos os deputados que votarão "não" e que prossigam frente ao STF, em caso de aprovação final. E que, após, busquem cuidar da reforma tributária.

    • poliana Postado em 09/Apr/2015 às 13:09

      essa é a minha esperança (outro) rodrigo. q o stf reconheça a inconstitucionalidade dessa suposta futura lei e a expurgue do nosso ordenamento. tenhamos fé!

      • Dário Lerbach Postado em 10/Apr/2015 às 13:19

        Queira Deus.

    • luciano Postado em 15/Apr/2015 às 15:13

      e reforma política tambem meu caro! pois é Rodrigo, (outro Rodrigo), se eu fosse vc mudava seu nick para "Rodrigo Rodrigo Mesmo" ou "Rodrigo Legítimo" pq tem um chara teu ai falando um punhado de m. kkkk

  2. Edival Tavares da Silva Postado em 09/Apr/2015 às 11:37

    E o Paulinho da Força (Paulo Pereira da Silva - Solidariedade) ainda diz que Dilma é que acabou com direitos dos trabalhadores!

    • Gustavo Postado em 09/Apr/2015 às 18:09

      Ele é o lado negro da Força. Mas a Força Sindical nunca me enganou. Se comporta como sindicato patronal faz muito tempo. Eu vi também partidos com T de trabalhistas e S de socialistas aprovando a medida.

  3. Ricardo Postado em 09/Apr/2015 às 11:38

    uau, que horrível!!!!! os trabalhadores terão que ser mais competitivos e pensarem por si mesmo, sem o estado para dizerem o que fazerem... oh céus, ó vida !!!!!!

    • Jefferson Fagundes Postado em 09/Apr/2015 às 12:12

      Deve ser um filho de empresário. Nasceu no berço de ouro, teve tudo o que quis, e agora ironiza as lutas trabalhistas. Esse é o Ricardo.

    • Rafael Postado em 09/Apr/2015 às 20:23

      Competitivos tipo trabalhadores chineses.

  4. Revolta Postado em 09/Apr/2015 às 12:24

    A lista dos bilhões de reais!!!

  5. Duhro Postado em 09/Apr/2015 às 12:45

    Reforma tributária e Cultura de Empreendedorismo... é isto que precisamos neste país!! Duhro Zulen

    • Rafael Postado em 09/Apr/2015 às 20:25

      Eu já acho que o Corínthias vai chegar à final da Libertadores. E o PL 4330? É bom ou ruim?

      • luciano Postado em 15/Apr/2015 às 15:31

        Ha muitos anos atras eu fui pedir emprego em uma terceirizada que atuava no porto, que atualmente ja mudou sua razão social, e o encarregado de contratação me disse "¨-- mas vc sabe que o primeiro salário fica pra casa né!!!!!!!!!!!!!" Agora ve se eu, um pai de familia desempregado, na época, ia trabalhar um mês de graça pra dar dinheiro praquele bigodudo safado filhodum.... carinha amarelinha aborrecida!

  6. João Paulo Postado em 09/Apr/2015 às 12:47

    Só alguém que jamais sequer folheou um livro de História e não detém qualquer conhecimento de vida para defender a terceirização. Trabalhei por anos em Vara Trabalhista e, atualmente, sou Oficial de Justiça. O interessante de ocupar cargos distintos dentro do mesmo Tribunal é que pude identificar por diferentes ângulos os malefícios da terceirização. Nas audiências trabalhistas (participei de milhares) e respectivos autos dos processos, é possível perceber o flagrante intuito de fraude, a precariedade, o esdrúxulo fenômeno da "quarteirização", o prejuízo ao obreiro, etc. Isso nada tem a ver com otimizar o processo produtivo: tem a ver com redução ilícita de custos. Como Oficial de Justiça, pude constatar que a realidade "fática" (e não a dos autos processuais) é bem mais nefasta do que podemos imaginar. Muitos representantes legais das "empresas terceirizadas" são pessoas sem qualquer grau de instrução, vivem tão mal quanto qualquer terceirizado e, visivelmente, não possuem condições de empreender. São meras marionetes, que conseguem com facilidade vencer licitações e transitar em grandes corporações. Há relatos em diligências, que diretores das ditas "tomadoras de serviços" (principalmente, em multinacionais), organizam as terceirizadas com suas marionetes para lesar a própria empresa. E isso na iniciativa privada. Imaginem nos Municípios, especialmente menores, Brasil a fora. Criam-se empresas do dia para a noite, lesam, formam uma ciranda nos quadros societários com familiares ou amigos ou testas-de-ferro, sem que qualquer órgão fiscalizatório iniba satisfatoriamente. Nos quadros do TRT em que atuo, havia o caso de uma senhora responsável pela limpeza (terceirizada). Passou quase 10 anos sem receber férias, dentro da "legalidade". E isso por quê? Todo ano, uma pessoa jurídica diferente vencia o processo licitatório. Trocava-se a prestadora de serviços, mas os empregados são os mesmos. Essa senhora completava um ano de serviço e era demitida, sucessivamente, por 10 anos. Logo, adquiria o direito às férias e não as usufruía, pois sequer se iniciava o chamado período concessivo de férias. Por prestar serviços em prol da União, ao menos, não havia óbice em postular contra a empregadora e, subsidiariamente, contra a União. Na iniciativa privada, nem isso pode ser feito, porque a contratante dos serviços, se demandada, exige que a terceirizada dispense o empregado. Nunca terceirizar pode ser mais barato que contratar empregados. Como um processo no qual há um intermediário pode ser mais vantajoso? E isso porque estamos nos atendo à questão trabalhista, pois há outros expressivos malefícios à Receita e à Previdência.

    • Jefferson Dias Postado em 09/Apr/2015 às 13:05

      Excelente explicação!

    • Rosangela Postado em 09/Apr/2015 às 13:57

      Ótimos esclarecimento. Cabe a nós ver a posição do deputado de seu estado para lembrarmos nas próximas eleições....

    • Miriam Postado em 09/Apr/2015 às 17:42

      Concordo plenamente... pessoal a muito que debater sobre isso , agora Michel e verdade que o PT está alertando só que o PT está desacreditado por mim e por muitoooos e agora não tem moral para erguer a voz.

    • Alex Postado em 10/Apr/2015 às 00:27

      Excelente explicação amigo. Eu fui bancário e vi várias vezes empresas de segurança "quebrarem", depois abrem uma nova empresa e continuam prestando o serviço. Pagam muito mal e não tem nenhum respeito com os funcionários. Imagine as empresas fundo de quintal nas pequenas cidades. Peço a todos que atentem nos partidos que votaram contra o projeto: PT, PSOL e PCdoB o resto é resto...

    • luciano Postado em 15/Apr/2015 às 15:20

      Luciano curtiu esse comentário

    • luciano Postado em 15/Apr/2015 às 15:26

      numa explicação bem simplista poderia se dizer que por ex. se uma empresa A paga ao seu funcionário 2000,00, ai essa empresa resolve transferir essa atividade a uma empresa B prestadora de serviço, essa empresa B fecha o contrato em 1700,00 por funcionário e paga para eles um salario de 1000,00. Então do salario daquele funcionário contratado direto pela empresa A de 2000,00, ela , contratando a empresa B, economiza 300,00 e o empregador B fica com 700,00. E o trabalhador ,então, terceirizado recebe bem menos, tem menos beneficios e mais insegurança.

  7. Michael Postado em 09/Apr/2015 às 13:06

    O PT votou não! Depois esse povinho vem dizer que eh o PT quem ta acabando com o Brasil. Quem ta acabando com o Brasil eh o PSDB DEM PSB e alguns do PMDB. Eles votaram a fovor dos empresários e esqueceram dos trabalhadores!

    • Rodrigo Postado em 09/Apr/2015 às 15:52

      (Outro Rodrigo) Michael, sou totalmente contra o PL e terceirizações ilícitas. E, então, vou te dar uma dica: pesquise sobre o Município de Poções-BA, bem como sobre o partido do Governo local e sobre a empresa Rumo (que sucedeu a "Amigo Social"). Veja se a terceirização é ou não ilícita, se os terceirizados receberam salários e verbas rescisórias, bem como se o prejuízo, ao final, não ficará para os cofres públicos (responsabilidade solidária, aplicável vez que a empresa de terceirização, de repente, sempre "quebra"). P.S.: se você conseguir ir mais além que eu, busque ver a vinculação política da Rumo, com alguém da Assembleia estadual baiana, pois há uma conversa na cidade e eu não quero crer ser verdade, nem fazer acusação direta sem provas.

  8. Rodrigo Postado em 09/Apr/2015 às 13:20

    Muito bom este artigo, mostrou quem trabalha a favor e quem trabalha contra o trabalhador.

  9. marcelo Postado em 09/Apr/2015 às 13:44

    Parece que aqui os comentários estão mais conscientes, em pensar que em outros artigos por ai tinha gente pensando na Dilma e no PT, por isso esse pais não vai pra frente nunca. Visto que o problema no Brasil não são os políticos e/ou partidos e sim um sistema fraco, os políticos estão trabalhando, realizando sua função que é roubar... e facilitar as coisas pra quem deu dinheiro pra eles estarem lá... É triste esse momento, mesmo odiando qualquer sigla e todos os políticos, estou olhando para o PT com todo carinho nesse momento... rezando para eles bloquearem esse ato terrorista e anti-patriota!!

  10. carlos Postado em 09/Apr/2015 às 13:48

    continuem votando nesse bando de safados (OS QUE VOTARAM CONTRA OS TRABALHADORES) são um bando de canalhas que só sabem olharem para seus salários.

  11. Olga Postado em 09/Apr/2015 às 14:17

    Parabéns pela lista, tirei os parlamentares do meu estado e compartilhei, anotando o voto por SIM o por Não, todo o mundo tem que saber quem esta contra o trabalhador. Estes sangue suga, já devem ter empresas deles para sugar o sangue do trabalhador, eles o familiares deles o laranjas. Quando o parlamento votou em bloco para o bem do povo? João Paulo: muito bom sue comentário parabéns!...Espalhem os nomes de quem votou SIM, a favor de terceirização do trabalho, alguns desses caras vão se candidatar para as prefeituras e se tem votos continuaram na política, fazendo merda...Esto é o começo do caos para os trabalhadores do Brasil, esperemos que os que estão contra tenham muito boa sorte no STF. Pensem: Se fosse bom para o trabalhador eles não teriam feito esse PL. Todo o que o trabalhador tem foi conquistado com muita luta e muito sacrifício e ainda a luta não acabou!

  12. Marcos Silva Postado em 09/Apr/2015 às 14:18

    Esse projeto de lei seria uma desgraça para o trabalhador brasileiro; uma grande abertura para a escravidão. Alguém precisa fazer alguma coisa, ou os brasileiros estarão numa situação muito pior do que a atual!

  13. Félix Postado em 09/Apr/2015 às 14:52

    Eu não tenho culpa....

    • Orlando Postado em 09/Apr/2015 às 18:10

      Félix, é irresistível agora dizer "Eu não tenho culpa. Eu não votei no PSDB". Mas o momento é de união. Não importa se o trabalhador votou no PSDB. Sabemos que milhões votaram. É hora de colocarmos todos na mesma manifestação contra o PL 4330. Enquanto as militâncias se atacam, roubam nossos direitos.

    • Thiago Teixeira Postado em 09/Apr/2015 às 20:57

      Meu voto está lá: Deputado Orlando Silva (PCdoB-SP)!!!

  14. Wander Postado em 09/Apr/2015 às 16:46

    Isso é o fascismo ressurgindo e se reinventando e cada vez com mais força, vergonha. Num país desigual como este, as leis trabalhistas atuais não resolvem o problema, mas pelo menos o trabalhador tinha um pouco de dignidade. A terceirização vai virar quarteirização, quinteirização...Vão terceirizar até mãe.

  15. Thiago Teixeira Postado em 09/Apr/2015 às 20:54

    Não tem lógica. Pra serve o PMDB no governo? No que eles ajudam o governo federal? Me expliquem qual a vantagem dessa aliança com um partido tão inútil.

  16. Leandro Postado em 09/Apr/2015 às 23:43

    A desgraça é ver partidos históricos da esquerda votando em peso a favor. O PDT de Brizola. O PSB de Arraes....Até o PC do B! Quanta aberração política nesse paiís...quanta incoerência....Como me decepcionei ao ver o Major Olimpio na lista....

  17. Rinaldo Takeo Kondo Postado em 10/Apr/2015 às 00:11

    Estamos colocando a carroça na frente dos burros? Se o Brasil esta aprovando a terceirização da mão de obra trabalhadora, significa que temos o pleno emprego? A qualidade da mão de obra brasileira aumentou com a capacitação educacional do brasileiro? Os salários estão no patamar de um país desenvolvido? Trabalho como mão de obra terceirizada no Japão, e quando começou essa onda se falava que o Japones tinha um emprego vitalício, e que o Japones não fazia mais o trabalho 3K (Kitsui, Kitanai e Kiken) Pesado, Sujo e Perigoso. A Princípio o brasileiro tinha o emprego direto com os mesmos direitos e obrigações do trabalhador japones, mas com a aprovação das empreiteiras, passamos a ser terceirizado, sem os direitos (estabilidade, férias e bonus na participação dos lucros, etc), mas aínda com as obrigações (impostos e previdência e saúde). os salários caíram para dar lucro para as empreiteiras, que não respeita as leis trabalhistas e a maioria não tem responsabilidade nenhuma com o empregado, que a ser despedido do trabalho tem que desocupar o seu habitat. Se pesquisarem vão ver o desespero das famílias com a crise de 2008, tendo o governo Japones que doar as passagens de volta dos brasileiros. Realmente existe uma troca da necessidades do empresário e do trabalhador, só acho que devemos buscar o equilíbrio dessas forças.

  18. marcos Postado em 10/Apr/2015 às 11:42

    Até agora não consegui entender; do porque não há manifestação popular contra a aprovação a PL 4330/14 de tamanha irresponsabilidade parlamentar. A grande maioria de empresas prestadoras de serviço para o governo pertencem aos políticos comandadas por testa de ferro e laranjas. Talvez seja esse o motivo da expressiva votação a favor da aprovação na câmara, pelos deputados ditos da base aliada ao governo, pois, suas empresas, estarão protegidas de contentas trabalhistas e encargos trabalhista deixando os trabalhadores em situação de vulnerabilidade quanto a seus direitos. Adeus CLT.!

  19. anônimo Postado em 12/Apr/2015 às 08:56

    Estava bom de terceirizar esses políticos para eles ganharem menos e tirar todos os benefícios, pq é isso que acontece com os trabalhadores tercerizados, nao recebem participação nos lucros das empresas, diminui o vale refeição, quando da um plano de saúde é sempre o pior, e descontam parte do valor no salario que sempre é o menor da categoria e buscando funções com sindicatos vendidos, que nunca lutam pelos direitos dos trabalhadores, sem contar com corrupção ativa das vagas, onde não precisa ter experiência mais sim um conhecimento de uma pessoa influente para as vagas de maiores salários, com pessoas despreparadas mais com garantia de emprego por conta de seus apadrinhados( tal pessoas influentes) geralmente os próprios politicos, que são os mais interessados nessa PL , para que possam dar essas vagas as pessoas que eles prometeram nas épocas das companhas por trocas de votos, .... Então é isso aqui deixando a minha indignação com essa política que só visa interesses próprios deixando a grande população à mercê desses cupins de dinheiro publico e destruidores de vidas .

  20. Alexandre Bolfarini Postado em 15/Apr/2015 às 11:14

    E pensar que Tiririca votou contra, e muitos ditos defensores das causas trabalhistas votaram a favor. A gente precisa tomar muito cuidado com as estampas e poses.