Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 14/Apr/2015 às 14:59
75
Comentários

Padre Fábio de Melo se posiciona sobre o casamento homossexual

Na contramão de diversos líderes religiosos que condenam o casamento homossexual, Padre Fábio de Melo surpreende e se posiciona de maneira equilibrada sobre a questão. No ano passado, o Padre Beto acabou excomungado por defender a mesma posição

padre fábio de melo casamento gay
Padre Fábio de Melo demonstra equilíbrio ao tratar de tema tabu entre cristãos: casamento homossexual (divulgação)

O Padre Fábio de Melo utilizou a sua conta no Twitter, com mais de 850 mil seguidores, para se posicionar em defesa da união civil entre pessoas do mesmo sexo. Nas publicações, o padre procura esclarecer que direitos civis são competência do Estado, e não de congregações religiosas. Sucesso nas redes sociais, o padre conta ainda com mais de 4 milhões de seguidores no Facebook.

Nesta segunda-feira, na Festa da Penha, no Espírito Santo, Fábio de Melo voltou a falar sobre união homoafetiva. “A Igreja tem o direito de se posicionar em relação aos seus dogmas e sobre condutas morais, mas para nós cristãos católicos. Ela pode sugerir para a sociedade, mas não pode fazer imposição àqueles que não creem”, disse.

No ano passado, no palco do programa Altas Horas, da TV Globo, Fábio de Melo já havia se manifestado em defesa do casamento civil homossexual. Na ocasião, o padre destacou a importância de separar a questão religiosa dos direitos civis.

Apoio e críticas

O padre Fábio de Melo foi apoiado pela maioria dos seus seguidores no Twitter após externar seus posicionamentos. Mas também recebeu duras críticas. O casamento gay, que é ainda um tema tabu no meio do cristianismo, costuma ser abertamente repudiado por uma série de líderes religiosos. Na Câmara dos Deputados, os evangélicos Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Marco Feliciano (PSC-SP) são dois dos principais opositores da união entre pessoas do mesmo sexo.

padre fábio de melo casamento gay
As mensagens do Padre Fábio de Melo no Twitter (reprodução)

“Até que em fim um religioso entendendo que Estado não é cristianismo. Parabéns Padre!”, escreveu um internauta.

Ainda no Twitter, o padre afirmou que foi chamado até de ‘cachorro’ por pessoas que se dizem ‘adeptas da fé cristã’.

“Sabe o que mais me assusta? As piores ofensas, o desrespeito, a falta de honestidade intelectual, vem de quem se diz ‘defensor da fé cristã’. O outro me chamou de cachorro. Recebi como elogio, é claro! Lucca me ensina diariamente sobre amor e fidelidade”, escreveu o padre.

Padre excomungado

O padre Roberto Francisco Daniel, conhecido como padre Beto, foi oficialmente excomungado da Igreja católica no ano passado após não condenar a bissexualidade e a homossexualidade. Padre Beto questionou dogmas da Igreja e chegou a defender o casamento homossexual.

Hoje, padre Beto afirmou que continua a ter fé, mas que agora ela não está ligada a nenhuma denominação. Atualmente o ex-religioso dá aulas em uma faculdade de Bauru e tem viajado por todo o País para ministrar palestras e para divulgar um livro lançado recentemente.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Natália MS Postado em 14/Apr/2015 às 15:54

    Não esperava uma postura diferente desse homem de Deus!

    • manoel Postado em 14/Apr/2015 às 20:55

      Acho que o padre nunca leu a bíblia

      • eu daqui Postado em 16/Apr/2015 às 11:14

        E vc nunca leu a carta constitucional deste estado laico de direito, seu naziteista.

      • Thiago Teixeira Postado em 17/Apr/2015 às 07:55

        Acho que o padre nunca escutou um charlatão lendo a bíblia por ele, como é o seu caso.

      • Deisi Postado em 23/Apr/2015 às 21:20

        Com certeza leu a bíblia e descobriu que o maior mandamento de Jesus é o amor.

    • João Grillo Postado em 15/Apr/2015 às 06:54

      Hora, também, de rever o posicionamento político ao apoiar abertamente, com fotos e tudo mais, o cínico, mentiroso, viciado, retrógrado e amigão de traficantes, Aécio Neves.Pega mal, pra quem só agora se revela tão progressista. Pastores são picaretas, pilantras que se dizem (m)ungidos.

      • Anderson Postado em 15/Apr/2015 às 08:50

        Padres, na maioria PEDÓFILOS, ou Homossexuais oprimidos pela religião. O que esta errado não é a posição religiosa, mais a religião em si.

      • Diego Postado em 15/Apr/2015 às 09:02

        Anderson, você foi de um infelicidade impar, colocar tudo no mesmo saco é com certeza o pior caminho, vai dizer que não acredita em nada? Começou mesmo com o big bang??? è muito mais amplo que isso Anderson, não se feche assim não cara.

  2. mariana Postado em 14/Apr/2015 às 16:08

    alguém que gosta de aparecer e sustenta em polêmicas para tal. agora, é só aguardar sua excomunhão.

    • Edvanda Postado em 14/Apr/2015 às 18:49

      Mariana, você já teve oportunidade de ouvir as palestras do Padre Fábio de Mello? Se tivesse ouvido, não diria isso sobre ele. Ele é uma pessoa culta, sensata e sensível e não precisa de apoiar assuntos polêmicos para ser admirado e benquisto. Procure conhecê-lo melhor e, por certo, mudará seu conceito sobre ele.

    • Edvanda Postado em 14/Apr/2015 às 18:54

      Mariana, você pode conhecer o Padre Fábio no program dele na Canção Nova: Direção Espiritual - [email protected]

    • tirzah leite Postado em 14/Apr/2015 às 20:15

      Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus!!!!!!

    • Dada Postado em 14/Apr/2015 às 20:29

      Ridícula!

    • Ravena Postado em 14/Apr/2015 às 20:58

      Nossa! Que comentário ridículo. Não vê que isso é assunto sério.

    • Nair Silva franco Postado em 14/Apr/2015 às 22:25

      Padre Fábio respeita as pessoas. Não acredito que será excomungado. Ele é um homem sábio. Digno de respeito e admiração.

  3. Breno X Postado em 14/Apr/2015 às 16:17

    Obrigado Padre Gato, voce mandou bem nessa! A democracia e a diversidade agradecem.

  4. Tarcísio Feitosa Postado em 14/Apr/2015 às 17:01

    O homem de Deus defende o amor, há muito casais homossexuais dando mais exemplo de fidelidade, dedicação ao próximo, respeito e carinho do que casais normais que se dizem cristão. Talvez esteja na hora de entender que o amor de Deus é mais complexo com uma amplitude maior do que se pensa. E nele encontramos o respeito um pelo outro seja de que forma for o outro. O importante é amar a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo.

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 14/Apr/2015 às 17:20

    Esse já foi. Ex-padre em atividade. Agora é apenas questão de (pouco) tempo pra levar aquela excomunhao básica, "por falar ao povo com racionalidade, com inteligência, com extrema sabedoria e civilidade, e por ter dito aquilo que nada mais é que o cúmulo do óbvio ululante".

    • poliana Postado em 14/Apr/2015 às 19:05

      será, eduardo? o papa francisco é um papa tão "liberal"...

      • [email protected] Postado em 15/Apr/2015 às 10:51

        vai nessa que o papa argentino é liberal , vocês ainda terão uma desagradável supreza .

    • Andréia Postado em 15/Apr/2015 às 11:30

      Que bobagem! sou casada com um homem há oito anos e não tenho filhos...quer dizer que tenho que me separar e ficar solteira? Faça-me o favor!

  6. luis iglesias Postado em 14/Apr/2015 às 17:21

    É impossível criar um casal com dois pênis ou um casal com duas vaginas, mas tão somente criar um casal com um pênis e uma vagina. Casal implica em unir para reproduzir, o quê só é possível na última acepção. No mais não passa de um par de homossexuais, sem nenhum preconceito. O termo certo é UNIÂO HOMOAFETIVA e não casamento Gay.

    • Beidson Postado em 14/Apr/2015 às 18:22

      As relações não devem se constituir em sentimentos de fraternidade, respeito e amor?

    • juliano Postado em 14/Apr/2015 às 18:43

      "Casal implica em unir para reproduzir" falou o cara que não transa por diversão.

    • poliana Postado em 14/Apr/2015 às 19:04

      zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz! preguiça de gente com sua mentalidade, luis iglesias.

    • Julia Postado em 14/Apr/2015 às 19:43

      Você cria alguém com um pênis ou uma vagina? Que medo!

    • Fábio Postado em 14/Apr/2015 às 20:59

      Leia o que diz o dicionário sobre o verbete "Casal". Não tem nada disso aí que você disse. Ou um casal heterossexual que não pode (ou não quer) reproduzir também não é um casal?

    • marcio Postado em 14/Apr/2015 às 21:31

      Luis iglesias, sua opinião me fez dormir. zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    • VInicius Postado em 14/Apr/2015 às 22:21

      Quanta hipocrisia, duvido nada que use métodos contraceptivos,então no caso você já deve ter uns 10 filhos né.Ah!Vai ler Edir Macedo e ficar mais ignorante. *Outro Vinicius

    • Aderli Postado em 15/Apr/2015 às 01:54

      Casal agora ae resume em pênis e vagina? Nossa quanta hipocrisia.

    • Renato C.Gomes Postado em 15/Apr/2015 às 06:06

      Com tanta criança abandonada ver alguém que provavelmente nunca mecheu uma palha para melhorar isso, ficar tentando filosofar sobre pênis e vagina dá náuseas.

    • Thaisa Postado em 15/Apr/2015 às 06:51

      "Sem nenhum preconceito", hahaha, faça-me o favor né. Tenha sua opinião, mas não seja hipócrita.

    • Paola Postado em 15/Apr/2015 às 08:04

      Casamento gay pega meio mal. Melhor casamento homoafetivo. Melhor ainda: simplesmente casamento, sem qualquer designação da orientação sexual de seus componentes. Casamento civil define-se como contrato formal e solene celebrado entre duas pessoas com o objetivo de constituir família. Se antigamente "constituir família" significava ter filhos, hoje família se define pelos laços afetivos entre seus membros. A existência ou inexistência de filhos nada tem a ver com o caso. Ademais, se um casal estéril quiser ter filhos, sempre pode adotar uma criança e criar, assim, uma família na acepção mais tradicional da palavra ;)

    • Eduardo Ribeiro Postado em 15/Apr/2015 às 10:37

      "Casal implica em unir para reproduzir"....faz um favor pra todos nós, volta pro século IV menino...seus 18 filhos frutos de sua "união pra reproduzir" estão esperando você voltar pra lá.

    • Paulo Postado em 15/Apr/2015 às 16:30

      E agora com vocês: Abraão, o pai de multidões!!! "Casal implica em unir para reproduzir.." Faça-me uma garapa, viu??

  7. Daniel Postado em 14/Apr/2015 às 17:44

    Prova, irrefutável, do posicionamento de um padre que enxerga mais que a própria instituição milenar, retrógrada e reacionária que é a Igreja Católica Apostólica Romana. Sua excomungação logo virá e ele será ainda mais querido e respeitado.

  8. Felipe Postado em 14/Apr/2015 às 18:13

    Não concordo com a afirmação: "Casal implica em unir para reproduzir", afinal há muitas pessoas estéreis e nem por isso não sentem desejo de se unir a uma pessoa. Acredito que Deus não nos impõe nada à força, afinal Ele nos deu livre-arbítrio. Deus não quer nada forçado, pois Deus é liberdade, é amor. Uma lei contrária ao matrimônio (civil) entre homossexuais não vai impedir que eles se relacionem, mas pode reforçar o preconceito e a exclusão social dos mesmos. Lembrem-se: Amai-vos uns aos outros (independente de sua sexualidade).

    • Mary Postado em 09/Nov/2015 às 23:47

      Muito bom seu comentário Felipe, concordo com você.

  9. M Ferreira Postado em 14/Apr/2015 às 18:41

    Pessoal. Quero levantar uma questão.Até no meio Evangélico pelo menos onde eu freqüento. Igreja Mundial do Poder de Deus o Apóstolo Waldemiro Santiago, líder da igreja fala a mesma coisa. Ele fala que Deus não tem religião e que quem somos nós para julgar o nosso irmão. E que não importa sua opção sexual, sua crença, se é católico, mulçumano, espírita, evangélico ou o que for. Deus nos ama e que o mundo está intolerante demais para ficarmos julgando alguém. Parabéns ao Padre Igreja não tem que ficar entrando em coisas do Estado.

  10. marcia Postado em 14/Apr/2015 às 18:44

    Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles. Levítico 20:13

  11. Graziela Maf Postado em 14/Apr/2015 às 18:52

    Pelo que entendi, ele não negou o posicionamento da Igreja a respeito das uniões homoafetivas: ele afirma que a Igreja tem seu posicionamento, embasada em sua própria teologia - moral católica, pra católicos. O que ele faz muito bem, é evidenciar que a Igreja Católica não pode impor verdades à quem nela não acredita e não segue, afirmar que respeitar o ser humano em sua completude é um valor cristão, e ainda esclarecer o que é direito num Estado constitucionalmente laico. Não vejo motivos para excomungação.

  12. Maria Cristina Postado em 14/Apr/2015 às 18:56

    Na verdade o Padre tem se posicionado como verdadeiro Cristão. E sem pré julgamentos. Mas desde o ano passado por falar o que pensa tem sofrido fortes ataques dentro da própria instituição. E até mesmo alguns Padres tem se levantado contra ele. Pesquisem no YouTube. Mas posso afirmar com certeza que a Igreja Católica não é tão rápida em excomungar como em outras denominações religiosas. Mas é uma questão de tempo para isso acontecer. Acredito que o Espírito Santo tem tocado o coração do Fabio de Mello a cada dia mais e mais. Pois o mesmo tem condenado a devoção demasiada a Santos, imagens, a devoção Mariana em detrimento ao único que é digno de toda honra e Glória Jesus Cristo. Lembrando que Jesus não condenou o pecador e sim o pecado. Amou aqueles que todos condenavam. Um exemplo foi Maria Madalena.

  13. poliana Postado em 14/Apr/2015 às 19:04

    extremamente sensato!

  14. Thiago Postado em 14/Apr/2015 às 19:16

    Palmas para o Pe. Fábio e seu pensamento em total consonância com a Santa Igreja. Mas, pragmatismo Político, não vamos confundir as coisas. O excomungado Padre Beto não disse a mesma coisa que o Padre Fábio,muito pelo contrário, ele defendeu o que é indefensável para um sacerdote católico. Quem quiser comparar é só ver os vídeos do Padre Beto no youtube e cotejar com as palavras do Pe. Fábio de Mello , ora aqui reproduzidas. Sem querer demonizar ou canonizar nenhumas das partes, deixemos claro que a Igreja tem sua disciplina e seus adeptos devem segui-la. Aquele que discordar frontalmente, pode sair de sua comunhão e seguir sua vida, porque nenhuma religião tem o direito de impor sua doutrina que diz respeito somente a seus particulares, à totalidade da sociedade, embora possa expressar publicamente seu pensamento num estado laico, ao contrário do que muitos pensam.

  15. João Alberto Postado em 14/Apr/2015 às 19:41

    O que está em discussão é o casamento civil, e não o casamento é religioso. O Estado é laico, e tem total dever de proteger a liberdade de culto de seus cidadãos. O Padre não falou nenhuma bobagem, e nem tem porque ser excomungado. ao contrário do que alguns cristãos do senso comum pensam, ele não falou nenhuma heresia, pois ele deixou bem claro os limites entre os direitos civis e a liberdade de culto. Direito civil é matéria de competência do Estado, e não da Igreja.

  16. Luana Postado em 14/Apr/2015 às 19:48

    Pois eu sou católica e acho que padre Fábio está correto em sua opinião. Não sou a favor do homossexualismo, mas respeito a decisão de quem fez uma escolha, uma opção pelo homossexualismo. Lembremos que Deus nos fez livre para fazermos escolhas!!! Se a escolha foi pela união homossexual não podemos nós forçá-los a viver a heterossexualidade. Cada um de nós tem o direito de decidir a vida que queremos ter. E realmente não compete a igreja as decisões civis. Compete ao Estado! À iGREJA COMPETE PERMITIR OU NÃO CELEBRAR O CASAMENTO HOMOSSEXUAL NO ÂMBITO RELIGIOSO. O QUE NÃO É PERMITIDO!

    • Rogerio Postado em 15/Apr/2015 às 17:06

      Correto. Casamento=igreja. União civil=estado.

  17. Ilma Marques Postado em 14/Apr/2015 às 19:51

    Não vejo porque tanto auê nesse posicionamento, queria ver era o posicionamento dele do ponto de vista religioso

    • Mayra Lima Postado em 15/Apr/2015 às 09:20

      O Padre disse: "A questão só nos tocaria se viessem nos pedir o reconhecimento religioso e sacramental da união". Pra mim está mais do que claro que o casamento religioso homossexual não está em questão na posição do padre e sim a consciência de que é papel do Estado decidir sobre direitos civis e só.

  18. Luana Postado em 14/Apr/2015 às 19:52

    No entanto, Padre Fabio não disse que defende o homossexualismo! O que ele disse é que as decisões civis são de competência do Estado e que a igreja deve decidir dentro do âmbito religioso. E disse que as pessoas são livres para fazerem suas escolhas. No entanto, aqueles que decidiram por seguir o cristianismo devem saber que a igreja católica é desfavorável à união homossexual. Mas devemos respeitar as pessoas em suas escolhas.

  19. marina Postado em 14/Apr/2015 às 20:09

    Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles. Levítico 20:13

  20. Márcia Postado em 14/Apr/2015 às 20:12

    Vamos acabar com essa ipocrisia, gente,onde fica o livre arbitrío? Cada um faz o que quer da sua vida, o que importa e o amor.

  21. [email protected] Postado em 14/Apr/2015 às 20:44

    Uma vez consagrado Deus recebeu e homem nenhum na terra pode invalidar ou escomungar eles nāo teem poder para isso foi feito diante de Deus e ele recebeu os votos. Deus não é homem para voltar a palavra dele atrás está escrito. No livro de Isaías 54 está escrito toda palavra ou ferramenta liberada para maldição nós podemos condena- la assim falou nosso pai, portanto que tem conhecimento não se preocupa com a palavra de maldição e si dizer "Eu condeno toda palavra em nome de Jesus". Essa promessa são para is filhos de Deus que obedecem e aceitaram a Jesus e arrependimento do pedado.

  22. Vera Lúcia Postado em 14/Apr/2015 às 21:06

    Também não vi nada demais. Eu sou Católica e Iria me posicionar contra se a igreja resolvesse fazer esse tipo de casamento. Sou da opinião de que existe apenas dois gêneros gerados por Deus, Homem e Mulher o resto é modernismo.

  23. Otavio Postado em 14/Apr/2015 às 22:14

    Vamos aprofundar no assunto, aliar a Vida Humana, o ser Humano, sua evolução, sua Fé, não há incômodo algum, mas sinto piedade são frágeis Humanos, frágeis de espiritualidade, sérios distúrbios., emocionais, psicológicos e auto-afirmação como Humano.

  24. Rita Postado em 14/Apr/2015 às 23:16

    Eu também defendo os meus!

  25. Maria Ed Barbosa Káteb Postado em 15/Apr/2015 às 00:26

    Padre bipolar .Cada dia uma novidade . Espero que não esteja com a síndrome do outro ,depois se arrepende e joga a culpa no Rivotril . Tô cheia .

  26. Erasmo Postado em 15/Apr/2015 às 00:53

    O site é muito bom, uso e recomendo para alunos, professores e outros conhecidos. Porém, quando um texto é tendencioso ou faz afirmações que não condiz com a realidade do pensamento de alguém é um gravíssimo erro. No texto sobre a questão que trata da fala do padre Fábio de Melo usou de afirmações que não condiz com o pensamento dele. O que fez foi uma reflexão quanto o que é próprio do Estado e da Igreja. Ou seja explicou algo que confunde muita gente quanto a afirmações errôneas. Penso então, que nós leitores devemos de modo geral ser respeitados quanto as opiniões.O uso de afirmativas dentro do texto que inclui o pensamento de alguém na sua construção deve também ser respeitado no seu sentido exato. Aproveito pra lembrar que maioria dos comentários abaixo do texto, demonstra que o pensamento do o padre diverge da matéria (tendenciosa), portanto caberia uma retratação em respeito ao padre e a nós leitores.

  27. Jack Salles Postado em 15/Apr/2015 às 05:09

    Ele devia se posicionar contra a própria vaidade , Uma padre que usa e abusa da sensualidade e usa calças coladas , Faz fotos fazendo cara de " Me coma " Não tem moral pra se posicionar contra nada !

  28. Daniel s. Postado em 15/Apr/2015 às 06:44

    A igreja é guardiã dos princípios e conceitos bíblicos.Os direitos civis não deve contrariar os conceitos estabelecido por Deus.Portanto,ela tem dever se posicionar ao contrário quando esse valores cristãos são atacados. Quem se diz cristão deve seguir os princípios e valores dessa fé.

    • Sergio Postado em 03/May/2015 às 17:06

      Assim também pensa o estado islâmico! A religião acima do poder público. Em nome da fé da maioria se discrimina, se julga e matam pessoas de opiniões contrárias. Muita violência seria eliminada se todos os países fossem laicos e respeitassem os direitos universais do homem, e se todas as religiões legislassem apenas para seus fiéis.

  29. Leo Baião Postado em 15/Apr/2015 às 07:28

    A hipocrisia da igreja católica é gritante. Sabe-se que há ramificações de homossexualismo dentro de várias repartições da igreja e até crimes de pedófilia, como já cansamos de ver. Por que a instituição se posiciona de forma tão distante e evasiva sobre o assunto, como se ele não tivesse nada a ver sobre o assunto ou não fosse nada com ela?

  30. Osmar Antonio Basso Postado em 15/Apr/2015 às 07:39

    Cada um pode pensar o que quiser, eu porém acho que o munda está virando uma "Sodoma e Gomorra"., todos sabemos como Deus castigou aquele povo, promiscuo ,

  31. Rogerio Postado em 15/Apr/2015 às 09:09

    O que não pode é obrigar igrejas a fazer esse tipo de casamento. Estado laico não é influenciado por religiões nem as influencia. No mais, cada um que seja feliz como puder.

  32. eu daqui Postado em 15/Apr/2015 às 09:38

    Esse cara escreve bem pra cacete !

  33. andreza motta Postado em 15/Apr/2015 às 11:40

    Está havendo um engano. Eu não vi em nenhum momento ele dizer que é a favor. Ele só disse que não pode interferir nas leis do estado. E na vidas daqueles que não creem. Mas que na Biblia está escrito e que continua sendo errado, isso continua.

  34. Nice Postado em 15/Apr/2015 às 11:43

    Eu acho um absurdo,um Padre,pastor ou outro Lider saber q vai contra as Leis de Deus, esta na Palavra de Deus "a Biblia" pra tds,nao podemos fechar os olhos pra verdade, a palavra diz Sim sim, nao nao, Deus crio o homem ea mulher e os uniu. Se fosse pra unir homem com homem ou mulher com mulher, praque ele criou a Mulher e deixou pra gente a passagem la em levitico: 19 se nao me engano, dizendo sobre as abominçao coisas q Deus abomina. A palavra diz diz que Deus nao e homem pra q mintas. Vamos agradar e sermos fieis a Palavra de Deus, e nao se preoculpar em agrada ao homem!

    • poliana Postado em 15/Apr/2015 às 19:31

      cala boca estrume evangélico!!!!!!!!!!!!!!!

      • Rogerio Postado em 15/Apr/2015 às 21:52

        Se fosse "cala a boca estrume afrodescendente" seria racismo.

    • eu daqui Postado em 16/Apr/2015 às 11:11

      Acontece que este é um estado laico de direito, cavalgadura naziteísta. Se não te agrada o laicismo, vai pra arabia saudita lavar latrina e lamber cloaca de teocrata, sua fracassada que precisa de um deus pra conter seus instintos criminosos !

  35. Lucas Postado em 15/Apr/2015 às 12:57

    Padre aqui de Miracema RJ é maior comedor, 40 cm de badalo deixou as mulheres da igreja doida aqui. esse padre ai é uma bichona enrustida também!

    • eu daqui Postado em 16/Apr/2015 às 11:12

      E vc saia do armário que a inveja do padre bonitão acaba.

  36. Rodrigo Postado em 15/Apr/2015 às 15:35

    (Outro Rodrigo) Aí o Padre faz uma declaração em respeito tanto ao Estado laico, quanto aos princípios de sua fé, demonstrando tolerância e amor ao próximo, e, ainda assim, é apedrejado. É difícil agradar a todos...

  37. Thiago Teixeira Postado em 17/Apr/2015 às 07:58

    Este Homem de Deus enfia toda corja evangélica ignorante e católicos reacionários no bolso. Muitos "líderes" religiosos deveriam aprender com ele o significado da palavra AMOR.

  38. Paulo Postado em 22/Apr/2015 às 14:10

    O que incomoda no Padre Fábio de Melo é que ele não precisa agir como um palhação, como fazia Marcelo Rossi e tantos outros da dita "renovação carismática". Ele consegue ser moderno sem agir como um idiota. É um dos poucos padres mais novos que consegue atingir as pessoas em idades variadas. Não é um padre de público restrito como muitos padres caquéticos e ultra-conservadores que não conseguem atingir a juventude, também não é um daqueles padrecos que só conseguem falar com os jovens, com mensagens irrelevantes e alienantes. Fábio de Melo é culto, inteligente, eloquente e, apesar de ser acessível não é populesco. A igreja não o excomungou, tampouco os fiéis, pois estes não tem poder para fazer isso. Excomunhão é um ato imposto de cima pra baixo. Na Igreja Católica existem duas formas de alguém ser excomungado: uma automática e a outra declarada. O caso automático é chamado em latim de latae sententiae e significa que a excomunhão começa no exato momento em que a pessoa cometeu o erro. Alguns exemplos para esse tipo de excomunhão são: a prática de um aborto; a revelação de um segredo de confissão; a ordenação de um bispo sem mandato pontifício, isto é, sem nomeação do Papa; atos de violência contra o Papa; a profanação da Eucaristia (hóstia ou vinho consagrados, que para os católicos são corpo e sangue de Cristo). Como o caso que aconteceu com o Padre Beto do interior de São Paulo. Já o outro tipo é o ferendae sententiae, no qual a excomunhão só começa a valer quando alguma autoridade da Igreja a declara – geralmente após um processo de análise, investigação, entrevista, uma espécie de julgamento mesmo, que tem uma sentença. Nesse caso caberia o exemplo da Frei Leonardo Boff, o qual, a exemplo de Martinho Lutero, foi convocado pelo próprio Papa, numa conversa a portas fechadas, numa tentatva de persuadi-lo a reavaliar seu posicionamento perante os dogmas da Igreja. Em relação ao Pe Fábio de Melo houve apenas um pedido, por uma minoria insignificante de católicos que este se retratasse em relação a alguns posicionamentos, tanto em suas pregações quanto em algumas entrevistas que deu nos últimos tempos. Pedido feito, ele se retratou e formalmente está tudo ok. Caso não se retratasse poderia haver uma espécie de processo disciplinar e, em caso muito extremo, haveria a excomunhão chegaria as vias de fato. Mas duvido que isso ocorreria duranto o Papado do Papa Francisco. Uma excomunhão não é um ato tão simples de acontecer. Há várias possibilidades de recorrer. Para decepção dos católicos mais conservadores o Papa Francisco vai muito além das declarações do Padre Fábio de Melo. Fábio de melo soube a hora certa para fazer as declarações que fez. Ele já pensa dessa forma há muito tempo, mas só agora resolver falar de forma mais aberta. Está longe de ser um revolucionário como Lutero ou Leonardo Boff. Está mais para um estrategista que ama a Igreja e quer modificá-la internamente, contrário de Lutero que bateu de frente com a igreja ou de Leonardo Boff que tentou criar uma igreja paralela dentro da própria Igreja. Ele apenas segue o curso natural da evolução do pensamento. As questões que hoje chocam, daqui uns tempos serão vitas como absolutamente normais. Ele apenas repete parcialmente o discurdo de Lutero, Boff e tantos outros que foram rejeitados em outros momentos. Um velho e rejeitado discurso numa linguagem nova para um tempo novo.