Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 08/Apr/2015 às 19:10
19
Comentários

Números assustadores da maior população carcerária do mundo

EUA: 16 estados têm mais pessoas presas do que em dormitórios de faculdade. Embora os negros sejam 27% da população do Alabama, são 63% da população carcerária. Nenhum dos juízes de apelação e apenas um dos procuradores é negro

David A. Love, The Grio. Tradução: Luka Franca, Bidê Brasil

Em 16 estados da terra da liberdade, a resposta é prisão. Como foi relatado pelo MetricMaps, 16 estados têm mais corpos enchendo prisões do que estudantes vivendo em dormitórios de faculdades. O dado intrigante, e até perturbador, é que quase todos estes 16 estados estão localizados no sul dos EUA, a parte de baixo do país. Você deve ver o mapa abaixo para compreender a gravidade da situação.

mapa prisões eua população carcerária

Mais pessoas atrás das grades do que nos dormitórios. O que há no sul dos EUA que poderia explicar isso? Poderia ser por conta da tradição da escravidão, violência racial e segregação promovida pelas leis de Jim Crow, um legado de criminalização e desumanização das pessoas e o fato do povo não ter sido bem zelado?

Lembre-se que os Estados Unidos têm a maior população carcerária do mundo, mais de 2 milhões, são 500 presos por 100.000 habitantes (o número sobe para 700 se levarmos em conta a população que está em prisões locais). O diabo está nos detalhes e, aparentemente, um bom bocado dessa história acontece no sul, onde a proporção de presos por habitantes (552 por 100.000) é maior do que o nordeste (296), centro-oeste (389), ou oeste (418).

Destrinchando apenas um pouco mais, dentro da própria região sul, alguns estados são piores do que outros. Por exemplo, a Louisiana é o estado com a maior taxa de encarceramento no país (867), seguido do Mississippi (686), Oklahoma (654), Alabama e Texas (648 cada).

Onde quer que se encontre encarceramento em massa, encontramos racismo e abuso. Como o estado com a maior taxa de encarceramento do país, a Louisiana pode gabar-se de ter uma porcentagem de encarceramento do seu povo maior do que em qualquer lugar do mundo.

Louisiana é o lar de boa comida e boa música e uma rica cultura. Mas o estado Bayou prende 1 em cada 86 pessoas. Também na Louisiana, um júri unânime não é necessário para condenar alguém de um crime, ou até mesmo condenar à prisão perpétua.

A Louisiana é lar da Penitenciéria Estadual de Louisiana na cidade de Angola, a plantação que antes reunia escravos e ainda funciona como tal, com os presos em sua maioria negros que se dedicam a trabalhos forçados nos campos e guardas brancos tradicionalmente conhecidos como “homens livres”. Enquanto isso, 1 a cada 14 homens negros de New Orleans está preso, e 1 em 7 está sob algum tipo de supervisão governamental, seja na prisão ou em liberdade condicional.

No Alabama, um dos líderes de encarceramento nos EUA, a população carcerária cresceu de 6.000 em 1979 para mais de 28.000 hoje, de acordo com a Equal Justice Iniciative. O estado possui algumas das sentenças mais longas do país para infratores violentos e não-violentos.

O Alabama é culpado pelo maior crime de retirada de direito de sufrágio do país. Enquanto isso, as despesas de aprisionamento aumentaram 45% de 2000 para 2004 – já os gastos em educação aumentaram apenas 7,5%, dando credibilidade à ideia de que a educação sofre quando mais e mais prisões são construídas.

Além disso, os juízes do Alabama – que são eleitos – podem substituir vereditos do júri, mesmo em casos de pena de morte. Alabama é também o único estado do país que não fornece financiamento do Estado para prestar assistência jurídica aos presos no corredor da morte. E, enquanto 65% dos crimes no estado envolvem vítimas de assassinato que eram negras, 80% das pessoas condenadas à morte foram condenadas pelo assassinato de vítimas brancas.

Enquanto isso, embora os negros sejam 27% da população do Alabama, eles são 63% da população carcerária. E nenhum dos juízes de apelação e apenas um dos procuradores eleitos é negro.

Não é por acaso que os estados que mais aprisionam – incluindo o extremo sul – estão entre os mais pobres e encontram-se no fundo do poço em termos de expectativa de vida, padrões de saúde e educação. Afinal, Dixie (como se chama o sul profundo dos EUA) tem uma grande experiência em privar as pessoas de oportunidades educacionais como quando proibiu negros a ler e escrever. Além disso, os códigos de escravos criaram um estado policial que criminaliza as pessoas negras e as escolheu para punição. E na era da segregação Jim Crow só continuou a opressão racial, o trabalho forçado e prisões, mesmo até os dias atuais.

O sul tem uma longa história de priorizar prisões à educação, o que poderia tornar-se a sua derrocada. E os investimentos em escolas são cortados à medida que mais prisões são construídas, apesar da queda da criminalidade durante as últimas décadas. Quanto mais dinheiro para um, menos para o outro.

Alguns hábitos são muito difíceis de mudar.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rocken Postado em 08/Apr/2015 às 21:18

    os conservadores dos EUA são tão idiotas quanto os do Brasil, a diferença é que lá os idiotas são pobres e aqui no Brasil eles são os donos do poder financeiro e que supostamente deveriam saber investir e produzir

  2. Thiago Teixeira Postado em 08/Apr/2015 às 23:00

    Fico imaginando o custo de manter este contingente encarcerado de modo a manter a Ordem e Credibilidade das leis daquele país.

    • eu daqui Postado em 09/Apr/2015 às 12:02

      O custo lá é menor, mino. Lá os presos trabalham, são produtivos por toda a vida carcerária.

      • Leonardo Postado em 09/Apr/2015 às 21:00

        Você quer dizer trabalho escravo, né? http://www.conjur.com.br/2014-set-13/fimde-trabalho-presos-eua-forte-controverso-nunca

    • Elias Postado em 11/Apr/2015 às 08:15

      Uma coisa que ninguém referiu, nem mesmo o artigo, é que o sistema carcerário norte americano é privado, ou seja, quanto maior a população prisional maiores os lucros para a empresa. Estes lucros parecem provir da venda da força de trabalho da população prisional, a empresas onde os prisioneiros trabalham de graça, sem remuneração alguma, ou se têm deve ser reduzida e para utilização dentro da prisão Parece que o sistema esclavagista que alimentava a economia do sul dos EUA foi substituído por um sistema penal que tem a mesma função

  3. Luis Postado em 09/Apr/2015 às 09:38

    Maior população carcerária do mundo? Quer dizer que lá os bandidos são punidos. Perturbador. Rezo pra que o Brasil nunca descenda a esse nível.

    • eu daqui Postado em 09/Apr/2015 às 12:04

      Torço pra que isto aqui desça a um nível mais baixo ainda: que a hediondez seja punida, e não determinada classe ou raça. Quanto ao resto do país, não sei. Quanto a mim, esse é o nível de país que eu mereço.

      • Leonardo Postado em 09/Apr/2015 às 20:57

        Não se preocupa que o Brasil já tem a terceira maior população carcerária do mundo. E isso não diminuiu a criminalidade.

    • Beatriz Postado em 11/Apr/2015 às 20:37

      Pobrezinho acha que a criminalidade nos EUA é baixa

  4. Carlos Postado em 09/Apr/2015 às 09:47

    Nos USA as pessoas dormem de porta aberta.

    • poliana Postado em 09/Apr/2015 às 13:04

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!! coitado!!!tá assistindo muito filminho de hollywood!! santa ignorância!!!!!!!!! vira latismo resume!!!!!

      • Thiago Teixeira Postado em 09/Apr/2015 às 21:06

        O Carlos quis dizer a porta do guarda roupa Poli, para eles pegarem a 12 no meio da noite!

      • Carlos Postado em 10/Apr/2015 às 21:04

        Tenho parentes lá.

    • Leonardo Postado em 09/Apr/2015 às 20:56

      Você confundiu com o Canadá

    • Eduardo Terra Coelho Postado em 11/Apr/2015 às 03:29

      Faça isso em determinados bairros de New York

  5. eu daqui Postado em 09/Apr/2015 às 12:01

    Maior população carcerária em números absolutos? E em numeros proporcionais à população total de uma das maiores populações totais do planeta? Maior população carcerária pq estadunidense é mais bandido ou pq o sistema estadunidense é mais sério e portanto a impunidade é menor?

    • Leonardo Postado em 09/Apr/2015 às 20:56

      Olha tem uma ferramenta ótima chamada Google. Apresente argumentos ao invés de perguntas já respondidas.

    • Luiza Postado em 10/Apr/2015 às 13:49

      Dado que a população carcerária, em números absolutos, é maior que a da China (de regime violento e ditatorial!), faça suas próprias continhas.

    • Elias Postado em 10/Apr/2015 às 22:53

      Em termos absolutos e de longe está o 2º lugar que é a China e em terceiro o Brasil. Se formos a ver em proporção mais destacada ainda estaria em relação à China