Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 08/Apr/2015 às 17:43
13
Comentários

A morte de Thomaz Alckmin, o suposto AVC de Dirceu e o ódio assassino

A notícia do início de AVC de Zé Dirceu e a morte do filho de Alckmin são episódios que permitem uma avaliação sobre onde repousa o ódio assassino nestes dias

pitty ódio twitter alckmin falso
Cantora Pitty escreve sobre mensagem falsa divulgada em seu nome que “celebrava” a morte do filho de Alckmin (reprodução)

Paulo Nogueira, DCM

Onde está o ódio: na direita ou na esquerda, ou em ambas? Dois episódios permitem uma comparação.

A notícia do início de AVC de Zé Dirceu e a morte do filho de Alckmin. Nas redes sociais, logo se multiplicaram votos de que o AVC matasse Zé Dirceu. A direita torcia descaradamente pelo AVC. Se você fizer uma busca na internet, encontrará registros do que há de mais sórdido e miserável na alma humana.

Não houve nada parecido com a notícia da morte de Thomaz Alckmin. Muita gente na esquerda se solidarizou publicamente com Alckmin pela perda brutal do filho caçula.

Esses dois comportamentos opostos não têm significado científico ou estatístico, mas são um indicador potente sobre onde repousa o ódio assassino nestes dias. Um episódio relativo a Thomaz mostra até onde vai a sede de sangue da direita.

Alguém falsificou tuítes em duas contas de pessoas progressistas: a cantora Pitty e a blogueira Lola Aronovich. Nos tuítes falsificados, as duas celebravam a morte de Thomaz.

Quem as conhece sabe que isso era uma completa impossibilidade. As duas se distinguem, cada qual do seu modo, por uma atitude humanista na qual simplesmente não cabe tripudiar sobre a dor alheia, ainda mais quando se trata da de um pai que perdeu o filho.

No caso de Pitty, a falsificação não floresceu. Mas para Lola se armou um pequeno inferno no qual sua sanidade mental foi duramente desafiada. Direitistas espalharam pelas redes sociais a mensagem falsa, e ela foi imediatamente massacrada.

A pancadaria só cessou quando, depois de cabalmente demonstrado que os tuítes eram obra de criminosos, Lola partiu para o contra-ataque e avisou que iria processar aqueles que estavam espalhando a mentira.

ódio pitty twitter falso alckmin
O tuíte falso de Pitty (reprodução)

Entre os caluniadores, tive a desagradável surpresa de encontrar um ex-amigo, José Ruy Gandra. Perdemos contato há um bom tempo, e não sabia que ele se transformara em mais um troll de direita. No Facebook, ele instigou ódio contra Lola. Lola contou mais de 200 comentários no texto de Gandra, a maior parte deles de violência extrema.

É curioso que tanto ódio jorrasse de quem, como Gandra, supostamente estava ali combatendo o próprio ódio. Ele escreve sobre como educar os filhos, e me pergunto o que ele diz em casa sobre o ódio.

Sob a pressão de Lola, Gandra enfim apagou o texto em que ela foi linchada por 200 almas compassivas. “Não basta tirar o post”, escreveu ela para ele. “Tem que se retratar.”

Não sei se Lola afinal processará os caluniadores. Incentivada ela foi por seus seguidores e admiradores, mas Lola sabe como é árduo, e frequentemente inútil, o caminho da Justiça no Brasil.

Para mim, particularmente, ficou a imagem de um grupo de direita que perdeu qualquer noção de decência e civilidade – e que faz da internet território livre para seu ódio sem limites, sem ética e sem sentido.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 08/Apr/2015 às 18:18

    "Para mim, particularmente, ficou a imagem de um grupo de direita que perdeu qualquer noção de decência e civilidade – e que faz da internet território livre para seu ódio sem limites, sem ética e sem sentido"......................essa é a percepção q todos nós temos, com certeza. por essas e outras está explicado pq eles vem perdendo há 4 eleições consecutivas.

    • Salomon Postado em 08/Apr/2015 às 19:31

      Ploliana, eles vão continuar perdendo, para graça e glória da decência e da civilidade.

      • leonardo Postado em 08/Apr/2015 às 19:49

        'Da decência e da civilidade' Sem comentário. Rsrs.

      • João Paulo Postado em 09/Apr/2015 às 18:13

        Eu TORÇO pra isso, porém, com a demonstração de bagunça que o PT tem mostrado desde o resultado do segundo turno, eu tenho muitas dúvidas de quem ganha as eleições de 2018. A oposição fascista tem encontrado espaço justamente nos inúmeros erros e incoerência do Governo. Tem tempo pra isso ser corrigido, claro, mas eu realmente espero que D. Dilma comece a se acertar pq eu odiaria o retrocesso que esses retrógrados de direita tem representado.

  2. Rodrigo Postado em 08/Apr/2015 às 22:23

    (Outro Rodrigo) Ué, neste mesmo blog, em texto relacionado, muitos foram os que disseram: "é justiça Divina", "cada um atrai para si o que quer". Estava sem entender, mas o texto acaba explicando no final: vivemos num mundo binário e maniqueísta, em que a generalização leva a etiquetar quem não é esquerdista lógico e necessariamente como direitista. E, ainda por cima, como entidade "do mal"; pessoas de esquerda não odeiam, mesmo quando uma filósofa profere ódio claramente, caso este em que, sim, teremos é amor enrustido.

  3. Thiago Teixeira Postado em 08/Apr/2015 às 23:24

    Paulo Nogueira leu meus post aqui no PP!!! kkkkkkkkkk É aquilo que sempre falo: "Há um abismo entre o comportamento da direita em relação a um esquerdista, eles levam tudo para o pessoal, pois não incapazes de fazer um debate político sadio".

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 09/Apr/2015 às 09:57

    Não me surpreende. É exatamente o que eu esperaria dessa racinha sem-vergonha. Tipo, o céu é azul, a água é molhada, a direita brasileira é raivosa, é sórdida, canalha e desprovida de qualquer principio de moralidade. São meros relatos do óbvio ululante.

    • Cleber Postado em 13/Apr/2015 às 11:36

      Salvo exceções. Por favor. Eu sou de direita e repudio esse tipo de atitude apontada pelo autor. Sua atitude de ataque e generalização também não é uma virtude. A tolerância tem que partir de algum lugar. Se não é da direita, que seja da esquerda.

  5. Roberto Pedroso Postado em 09/Apr/2015 às 12:44

    A velha e conhecida forma de politica pelo ódio e disseminação da intolerância, neste sentido a direita é insuperável chegam ao ponto escabroso de bradar em "manifestações" pela queda das instituições democráticas ao apelarem por um novo golpe militar,torcem para que um individuo pereça por problemas de saúde ao invés de bradar pelo fortalecimento das instituições democráticas para que estas levem o sujeito a ser indiciado e punido por seus atos ,isso caso seja comprovado sua culpa,o ódio e a intolerância esses são subterfúgios dos quais a direita está sempre disposta a lançar mão, pois lhes faltam argumentos e disposição para o debate aberto (vide o ocaso de tentativa de desconstrução da obra de Marx que a direita tenta engendrar usando a vida pessoal do autor, pensador para desqualificar sua vasta e importantíssima obra)essa é a forma da direita de agir caminham nas sombras são covardes,insidiosos ignorantes e atuam de forma perniciosa e como se não bastasse elegem figuras tristes na tentativa de defender seus ideais tortos.(para concluir uma pergunta: a cantora Pitty disse que não iria participar dos protestos recentes contra o governo e deixou isso bem claro em suas redes sociais e pouco tempo depois foi vitima desse crime virtual relatado pelo artigo acima?... estranho...e dizem que a ciber militância dos partidos de esquerda é que são uma ameaça a democracia...

  6. Rodrigo Postado em 09/Apr/2015 às 16:33

    e a tal justiça divina que eu tanto li vindo da esquerda em relação ao filho do Alckmin?! Vocês são hipócritas! AMBOS os lados são raivosos!

    • João Paulo Postado em 09/Apr/2015 às 18:21

      Pelo que eu vi, eu DUVIDO que se compare em quantidade, apesar de ambas atitudes serem ridículas per si.

    • Roberto Pedroso Postado em 09/Apr/2015 às 23:27

      Realmente não me considero hipócrita nunca comemoraria a morte de um individuo por não gostar da conduta politica de seu progenitor isso e' algo baixo, deletério, nojento e humanamente inaceitável, mas muitos apedeutas de direita pregam sim sistematicamente o ódio a olhos vistos já a muito tempo via redes sociais, se locupletaram quando a presidente sentiu um mal estar logo após o termino de um debate politico televiso ,fazendo referencias jocosas ao seu estado de saúde,incitam a violência com comentários publicados nas mesmas redes sociais saturados de intolerância, classismo e preconceito geográfico,(estimulam efusivamente por exemplo o preconceito aos nordestinos eleitores de Dilma)o ódio puro e simples se estabelece para essa gente como o fator preponderante que se sobrepõe as propostas e conceitos políticos, deixando de forma obvia que um dos lados está portanto permeado por uma corja maledicente que age guiada pelo signo da iniquidade cuja unica proposta é odiar e disseminar seu rancor. Pregam apenas o ódio e neste sentido hipócrita é quem não reconhece esses fatos simples.

    • Paulo Paganini Postado em 11/Apr/2015 às 01:30

      Compartilho da sua visão. Vi ódio em todos os lados, tomando por base estes acontecimentos recentes. Mas vejo uma diferença também... Enquanto vi pessoas aparentemente amigáveis pedindo a morte de Lula e Dilma e etc há tempos, tivemos que ter um episódio trágico (Thomaz) para conseguir ver o ódio representado nessas pessoas que assumem aparentemente a postura de esquerda.