Redação Pragmatismo
Compartilhar
Ciência 21/Apr/2015 às 19:45
20
Comentários

5 frases inesquecíveis de Albert Einstein

Na semana em que se completa 60 anos da morte de Albert Einstein, é imprescindível recordar algumas peculiaridades de uma das mais fascinantes personalidades da história da humanidade

albert einstein frases cientista
Albert Einstein: para além da Ciência, um humanista (arquivo)

Albert Einstein morreu no dia 18 de abril de de 1955 aos 76 anos de idade. Na semana em que seu falecimento completa 60 anos, é imprescindível recordar algumas peculiaridades fascinantes de uma das mais célebres personalidades surgidas no século XX – ou na história recente da humanidade. Einstein foi um dos poucos cientistas que teve o mérito de compreender o entrelaçamento entre método científico e abordagem filosófica.

Um trecho de uma reportagem de capa da revista Super Interessante, edição de 1987, resume a importância de Einstein para o desenvolvimento humano e científico:

Einstein alcançou uma dimensão só comparável à do filósofo grego Aristóteles (século IV a. C.) e à do físico inglês Isaac Newton (1643-1727). Sua Teoria da Relatividade seria o marco fundador da Física contemporânea, com profundas repercussões em outros ramos da ciência. Ela daria a chave para a explicação da origem do Universo e para a desintegração do átomo. Mas a bomba atômica é a filha indesejada das elocubrações desse pacifista radical – um homem de bem com o mundo e a vida.

A humildade do físico, uma de suas principais virtudes, já foi testemunhada em diversas passagens bibliográficas:

O físico brasileiro Mário Schenberg, que teve a sorte de conhecer Einstein pessoalmente, quando esteve na Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, nos anos 40, lembra-se dele “com seu jeito muito simples, um grande casacão que costumava abotoar até a altura do pescoço, sandálias que nunca abandonava e imensa cabeleira. Essa imagem, algo como a de um velho hippie, seria registrada em incontáveis fotografias. Ele mesmo ironizou certa vez o assédio dos fotógrafos ao preencher numa ficha de hotel: “profissão: modelo”.

Dono de convicções profundamente democráticas, que o faziam tratar qualquer pessoa com igual distinção, Einstein era também portador de modéstia verdadeiramente encantadora. O físico Banesh Hoffman, que em 1972 escreveu uma importante biografia dele, lembra-se que, ao encontrá-lo pela primeira vez, estava muito nervoso por falar com um homem que era uma celebridade. Einstein pediu-lhe que expusesse suas idéias e acrescentou: “Mas, por favor, fale devagar, pois tenho dificuldade em entender as coisas rapidamente”. A frase teve um efeito mágico, deixando Hoffman inteiramente à vontade.

Carl Sagan falou sobre Einstein em sua obra “O cérebro de Broca”:

“Antes de Einstein defendia-se que existiam sistemas de referência privilegiados e coisas tais como o espaço absoluto e o tempo absoluto. O ponto de partida de Einstein foi que, qualquer que fossem os sistemas de referência, todos os observadores (fosse qual fosse a sua localização, velocidade ou aceleração) veriam as leis fundamentais da natureza da mesma forma”.

Albert Einstein foi muito mais do que um cientista brilhante empenhado em superar os preconceitos e as capitulações ao idealismo que limitavam os avanços científicos de seu tempo. Para além da Teoria da Relatividade, relembre 5 frases memoráveis do físico:

1. “Senso comum não é nada mais do que um depósito de preconceitos colocados na mente antes de fazermos dezoito anos” (do livro Mathematics, Queen and Servant of the Sciences (1952); Eric Temple Bell)

2. “Se A é sucesso na vida, então A é igual a X mais Y mais Z. X é trabalho. Y é diversão, e Z é manter sua boca fechada!” (Observer, em 15 de janeiro de 1950)

3. “Meu apaixonado senso de responsabilidade social sempre contrastou com minha pronunciada ausência de necessidade de contato direto com outros humanos. Eu sou realmente um ‘viajante solitário’ e nunca pertenci a meu país, meu lar, meus amigos ou mesmo à minha família com todo meu coração. Mesmo com todos estes laços, nunca perdi a necessidade de estar sozinho”. (The World as I See: An Essay by Albert Einstein)

4. “Nada realmente valioso nasce da ambição ou do mero senso de dever. Só surge do amor e da devoção pelos homens” (Albert Einstein, The Human Side: Glimpses from His Archives)

5. “A mais linda experiência que podemos ter é o sentido do mistério. É a emoção fundamental, berço da verdadeira arte e da verdadeira ciência. Aquele que nunca teve essa experiência parece-me que, se não está morto, está cego.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcos Silva Postado em 21/Apr/2015 às 22:09

    A melhor frase de Einstein é esta: "A palavra Deus para mim é nada mais que a expressão e produto da fraqueza humana. A Bíblia é uma coleção de lendas honradas, mas primitivas, que são bastante infantis." O fanatismo, o complexo de superioridade, a segregação e a intolerância dos religiosos trazem mais desgraças ao mundo quando, na verdade, deveriam propagar amor, acolhimento, oportunidades iguais e justiça.

    • Tiago Postado em 21/Apr/2015 às 22:54

      Difícil acreditar que Einstein tenha dito isso, uma vez que uma de suas frases mais famosas é "Deus não joga dados com o Universo"

      • Sandro Postado em 22/Apr/2015 às 12:47

        Não se iluda, Tiago; o Deus em que Einstein acreditava - ele deixou isso bem claro - nada tinha a ver com o deus iracundo das religiões abraâmicas.

    • Nivia Postado em 21/Apr/2015 às 23:31

      Perfeito!!

    • Luiz Postado em 21/Apr/2015 às 23:58

      Ele tem razão em falar que a palavra de Deus (quando se refere a bíblia), é a expressão e produto da fraqueza humana. Pois ela existe porque o ser humano é fraco e pecador, e é dependente de Deus. Einstein mesmo foi muitas vezes de duas palavras sobre esse assunto, demostrou ser um ser humano de fraquezas também. "Sem Deus, o universo não é explicável satisfatoriamente." Agora, afirmar que a bíblia é uma coleção de lendas é muito sugestivo para quem não quer segui-la, mais mais cômodo. Um livro com a complexidade de assuntos como a bíblia, que relata os assuntos de uma modernidade tão real (em fatos da época), não seja baseada em lendas e muito menos primitivas e infantis. E usar o fanatismo e o complexo de superioridade, a segregação e a intolerância dos "cristãos" atuais para classificar a bíblia; é usar de falta de conhecimento de causa para falar do que não sabe. Se talvez você conseguisse ler a bíblia, deixando seus pré-julgamentos de lado, iria notar que esses "cristãos" que você se refere com essas classificações, são os mais condenados por Cristo Jesus. Tente ler a bíblia a luz da sabedoria e você vai deixar de ver essas pessoas a quem você se referiu, e se auto-denominam cristãos, de outra forma. Vai notar que eles não tem nada de cristãos. Pra finalizar um versículo em que estas pessoas se encaixam: "Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." Mateus 7:22-23

      • Sandro Postado em 22/Apr/2015 às 12:46

        Não se iluda, Luiz; o Deus em que Einstein acreditava - ele deixou isso bem claro - nada tinha a ver com o deus iracundo das religiões abraâmicas.

      • Ricardo Postado em 22/Apr/2015 às 13:16

        Cara, a Bíblia sequer é referência histórica para o tempo que relata; é apenas referência para o tempo daqueles que a escreveram, o que não é a mesma coisa. Leia o livro "A Invenção do Povo Judeu", do historiador israelense Shlomo Sand, vai ter uma surpresa.

    • Rachel Bort Postado em 22/Apr/2015 às 06:47

      perfeito!

    • Cauê Postado em 22/Apr/2015 às 09:09

      Para mim, é esta: "Deus é a lei e o legislador do Universo."

      • Sandro Postado em 22/Apr/2015 às 12:46

        Não se iluda, Cauê; o Deus em que Einstein acreditava - ele deixou isso bem claro - nada tinha a ver com o deus iracundo das religiões abraâmicas.

  2. Rubens Postado em 21/Apr/2015 às 22:29

    Maravilhoso!

  3. Antonio Brito Postado em 21/Apr/2015 às 23:04

    Realmente sem retoque, Marcos. Eu gosto muito desta, relacionada à experimentação animal: “Uma espécie que deseja ser salva por esses meios não merece ser salva"

  4. Luciana Postado em 21/Apr/2015 às 23:44

    concordo plenamente

  5. Eduardo Postado em 22/Apr/2015 às 00:45

    Einstein não era humilde.

  6. Ian Mezzut Postado em 22/Apr/2015 às 00:52

    está frase, se, realmente dita por Einstein, está fora de contexto,,. É mais do que constatado que Albert acreditava piamente na existência de Deus

    • Sandro Postado em 22/Apr/2015 às 12:46

      Não se iluda, Ian Mezzut; o Deus em que Einstein acreditava - ele deixou isso bem claro - nada tinha a ver com o deus iracundo das religiões abraâmicas.

  7. Lucas Postado em 22/Apr/2015 às 12:50

    Ele acreditava em deus o que não significa que acredite em um livro escrito por homens.

  8. Henrique Postado em 22/Apr/2015 às 13:27

    A melhor pra mim é ''Quero conhecer Deus de forma matemática''

  9. eu daqui Postado em 24/Apr/2015 às 10:21

    3 e 5 parecem comigo.

  10. pedro Postado em 12/Mar/2016 às 22:47

    Para mim a melhor frase de Einstein, é a seguinte. É mais facil desintegrar um Atomo doque um Preconceito.