Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 31/Mar/2015 às 09:16
16
Comentários

Roupa da Ku Klux Klan é usada em trote de medicina da Unesp

Alunos de Medicina da Unesp fazem trote com roupas do Ku Klux Klan. Páginas no Facebook denunciaram o episódio: “O racismo não é brincadeira. Se você acha isso engraçado, se você não vê problema nisso, você precisa seriamente rever sua inteligência”

ku klux klan unesp
Imagem comparando a festa (duas superiores) com a seita (imagem inferior) foi compartilhada no Facebook

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu vai abrir investigação sobre a participação de alunos em uma festa da turma do 6º ano de medicina realizada no dia 5 de março, na qual veteranos receberam os calouros com roupas similares às da Ku Klux Klan, uma seita racista dos Estados Unidos que prega a supremacia branca e é famosa por atacar negros.

O tema veio à tona após imagens da festa serem divulgadas nas redes sociais. Com capas, gorros e tochas nas mãos, os estudantes vestiam roupas bem similares às da KKK, alterando apenas a cor, para preto.

Uma página que combate a opressão dento das faculdades de medicina publicou as fotos da festa comparando as imagens com reuniões da seita americana.

Imagens divulgadas no Facebook mostram os estudantes veteranos vestindo capas, gorros e com tochas nas mãos, observados pelos calouros. Apesar das capas pretas (a KKK usava roupas brancas), a fantasia revoltou usuários na internet e chegou até a direção da Faculdade de Medicina de Botucatu. “”Qual das três fotos representa festa da calourada dos estudantes da UNESP-Botucatu, com estudantes “fantasiados” de KKK? Qual das três fotos representa fascismo, ódio, tortura? Com a morte de centenas de milhares de pessoas não se brinca. O racismo não é brincadeira”, disse a página.

Em um dos comentários do texto, uma caloura disse que foi “apenas uma brincadeira”.

Uma comissão de apuração preliminar vai investigar a festa. Alunos da 48ª turma de medicina, responsáveis pela festa, disseram que a fantasia era de “carrasco”. Segundo eles, não houve prática preconceituosa, mas pediram desculpas pelo episódio.

ku klux klan unesp medicina

Terra Magazine

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. André Anlub Postado em 31/Mar/2015 às 09:48

    Nem precisam ressuscitar Freud para explicar o porquê nos consciente e subconsciente desse ato! Fico curioso se há algum afrodescendente debaixo desse indumento.

  2. Antonio Palhares Postado em 31/Mar/2015 às 10:08

    É porque temos neste país a cultura do "voce pode tudo", nada é proibido."Isto é coisa de jovem", e por ai vai.Estes tipos quando se formam se tornam profissionais desumanos e criadores de problemas.Eu ainda acredito no regulamento,não faça ao proximo o que não quer te façam. O inconsciente coletivo do Brasil esta muito complicado.

  3. Orlando Postado em 31/Mar/2015 às 10:32

    Esta crise no governo Dilma está servindo para que muitos saiam do armário. Muitos da esquerda ficaram iludidos com os avanços sociais e se esqueceram o quanto somos atrasados. A luta precisa recomeçar na base. Achei que estávamos em 2015 mas estamos em 1888.

  4. Valdir Rohweder Postado em 31/Mar/2015 às 10:40

    Quando matavam negros sob tortura,estupravam,castravam ou simplesmente queimavam vivos centenas de milhares de seres humanos apenas pela diferença de cor da pele ,era brincadeira? Isso é uma forma de dizer que negros não são bem-vindos nas Universidades,Essa ( brincadeira ) foi uma forma de dizer que os negros nao devem sair da favela.foi o que entendi.

    • Rodrigo Marques Postado em 31/Mar/2015 às 17:56

      E ainda querem barrar os médicos cubanos.

  5. Rogerio Postado em 31/Mar/2015 às 11:18

    Com futuros médicos como esses, como não contratar gente de fora?

  6. Wanderson Postado em 31/Mar/2015 às 12:38

    Não é a toa que a nossa sociedade é tão corrupta e preconceituosa,se os nossos maiores centros acadêmicos,reduto da prole de nossas "elites", abrigam esse tipo de prática, muito pior que qualquer ato de Bullyng.Esse fato foi só apenas mais um de muitos outros lamentáveis que existem em nossas universidades país a fora e não chega ao nosso conhecimento.

  7. sonel Postado em 31/Mar/2015 às 13:10

    Vergonha!!!

  8. Thiago Teixeira Postado em 31/Mar/2015 às 13:46

    Vou fazer uma festa no morro com jovens ricos e brancos raptados (puta pleonasmo) com a camisa da seleção, e rodeá-los com um monte de malaco com metralhadoras, colocar um funk, chamar umas bainanas para fazer macumba em cima da bandeira da Itália e postar no FEICI. Será liberdade de Expressão? Foi uma brincadeira, só isso.

  9. poliana Postado em 31/Mar/2015 às 14:35

    olhaí nossos futuros médicos!! por favor dilma, traga mais médicos cubanos para o brasil. agora está explicado o pq da nossa saúde pública ser tão precária, ter tão poucos médicos brasileiros interessados em atender a imensa população carente desse país! orgulho dessa geração de médicos brasileiros. mais médicos cubanos, por favor!

  10. poliana Postado em 31/Mar/2015 às 14:37

    hahahahahahahahaha...impressionante como vcs direitistas tem sempre uma desculpa pra encobrir o problema maior viu. típico...negar o óbvio e viver em negação é mais fácil né?! o caminho da hipocrisia é sempre mais fácil...tudo bem...foi apenas uma fantasia de carrasco. tá "sertu"

  11. Deisi Postado em 31/Mar/2015 às 17:11

    Pediram desculpas pelo episódio? Tem sim, é que serem punidos com rigor da lei, mas é esperar demais, turma de medicina, gente rica não existe punição. Se bem que na UEL, seu não me engano, os alunos do ultimo ano que tiveram posturas preconceituosas dentro do Hospital Universitário foram punidos. Quem sabe um dia!

  12. Luiz Velho Postado em 31/Mar/2015 às 18:20

    Que venham mais médicos cubanos.

  13. Samael Postado em 31/Mar/2015 às 22:51

    Só eu acho q ta todo mundo viajando, parecia mais um ritual satânico poser q uma reunião da kkk. Alias, não e só porq usa uma roupa igual q é a mesma coisa. O único kkk aqui é pras risadas

  14. Samael Postado em 31/Mar/2015 às 23:19

    Alias já vi muito essa roupa, em filmes de fraternidades desde os anos 80(provavel referência) ou em filmes q mostram ordens secretas e herméticas.

  15. Kaue Postado em 12/Apr/2015 às 22:21

    Que coisa mais ridícula! Não há qualquer referencia a racismo ou ku Klux klan na fantasia dos alunos! Essa montagem de imagens do alunos da unesp com imagens do grupo racista americano é uma clara manipulacao de opinião! Que vergonha Pragmatismo, estão para o PT assim como a Globo e outras grandes mídias estão para a direita?! Induzindo opiniões? Isso não é jornalismo, é planfletagem. Fico frustrado de ver um portal de onde já vieram valiosas opiniões jogando tão sujo. Chega a ser asqueroso.