Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 26/Mar/2015 às 18:50
15
Comentários

"PSDB, doutor... exigiu R$ 10 milhões"

'PSDB, Doutor... exigiu R$ 10 milhões para não ter CPI em 2010'. Delator Paulo Roberto Costa detalha as negociações e afirma incisivo: a iniciativa de propor o pagamento de propina partiu do Presidente do PSDB na época

psdb paulo roberto costa delator
O delator Paulo Roberto Costa (Imagem: Agência Senado)

A presidência do PSDB, através de seu titular, o senador por Pernambuco, Sergio Guerra, já falecido, exigiu um total de R$ 10 milhões como propina, ao diretor da Petrobras e atual delator da Lava Jato, Paulo Roberto Costa, para sabotar uma CPI que investigaria a Petrobras já em 2010.

A denúncia do delator consta de um vídeo gravado em fevereiro deste ano pela Procuradoria Geral da República e só agora liberado. Ou pelo menos só agora divulgado pela mídia conservadora. Ainda não está claro quem segurou essa filmagem até agora.

Nela, o delator Paulo Roberto Costa, até agora tratado com deferência de estadista pelo colunismo conservador, detalha as negociações e afirma incisivo: a iniciativa de propor o pagamento da robusta soma em propina partiu do Presidente do PSDB. O dinheiro foi repassado ao partido tucano por meio do empresário lldefonso Colares, da empreiteira Queiroz Galvão — com sede no mesmo Estado do senador Sergio Guerra, Pernambuco.

“‘Serviço realizado; a CPI não foi feita”, afirmou Costa.

Irônico, voltando-se para seu advogado, o ex-diretor afirmou:

“PSDB, doutor…”

Segundo Costa, a negociação com a presidênia do PSDB aconteceu em um hotel no Rio de Janeiro.

Um dos focos alegados da CPI abortada era a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, sob investigação do TCU.

Nenhum dos empreiteiros que participaram das obras foi ouvido na comissão.

O delator da Lava Jato afirma desconhecer detalhes de como o dinheiro foi pago ao PSDB, se em caixa dois ou em doações eleitorais oficiais.

Nas eleições de 2010, empresas do grupo Queiroz Galvão doaram um total de R$ 11,6 milhões para o PSDB.

Naquele ano, Sérgio Guerra era o presidente nacional do PSDB. No mesmo ano, a construtora repassou R$ 13,5 milhões a diretórios nacionais e estaduais do PT.

Abaixo, trechos do relato gravado em vídeo pela PGR, do Rio de Janeiro e só agora divulgado.

Paulo Roberto Costa: Eduardo da Fonte pediu para conversar comigo num hotel lá na Barra da Tijuca. Eu já conhecia Eduardo da Fonte, PP, aquele negócio todo. Cheguei lá no hotel, vai no apartamento –acho que era no Sheraton ali da Barra– vai no apartamento tal. Para surpresa minha, quem que tava no apartamento? Eduardo da Fonte e Sérgio Guerra. Os dois no apartamento…

Procurador: É hotel Sheraton?

Costa: É. Se não me engano era o Sheraton da Barra.

Procurador: É um perto do outro. Era Sheraton e tem um depoimento que era Windsor, é um dos dois, é um perto do hotel, agora tem que checar.

Costa: Muito bem, um do lado do outro.

Procurador: Parece que teve uma reunião no Sheraton e outro no Windsor sobre esse tema?

Costa: Foi mais de uma reunião, mas agora não posso te precisar, acho que foi uma reunião em um hotel e outra em outro. […] Eduardo da Fonte junto com Sérgio Guerra. Fonte era PP e Sérgio Guerra era PSDB.

Procurador: Era senador?

Costa: Senador e presidente do partido, acho que na época era presidente do partido. [Falou] ‘Paulo, nós estamos aqui para discutir um assunto que é interesse da Petrobras e tal, não sei o quê’. [Eu disse] ‘Qual é o assunto?’. ‘Não, temos a possibilidade de não efetivar a CPI da Petrobras’. Lá em 2009, 2010. Eu falei ‘mas como é que isso?’ ‘Não, se tiver uma recompensa aí a gente…’ Isso dito pelo S…

Procurador: Isso quem falou foi Dudu da Fonte ou o Sérgio Guerra?

Costa: Não, Sérgio Guerra. Porque ele é que tinha força para isso. O Dudu da Fonte aí foi um intermediário. Eu falei: ‘Eu não posso lhe dar essa resposta de bate-pronto, não tenho como te responder. Vou dar uma pensada, vamos conversar e tal’.

Procurador: Ele já falou o valor nessa ocasião?

Costa: Não, na primeira vez acho que não falou o valor. Aí voltamos, depois teve outra reunião, onde foi conversado o valor, aí ele colocou esse valor na mesa. Essa outra reunião, mesma coisa, Dudu da Fonte e Sérgio Guerra. […] No meu conhecimento, Ciro Nogueira não participou dessa reunião-podia estar por trás-mas não participou dessa reunião.

Procurador: Esse “analisar a situação” envolve conversar com alguém, pedir autorização?

[…]

Costa: É. Eu cheguei a levar esse assunto para o chefe de gabinete do presidente da Petrobras, do presidente [José Sérgio] Gabrielli. […] Levei esse assunto para ele e falei “está acontecendo isso e isso”. Ele falou “Paulo, era bom que resolvesse, né”. Eu falei: “É, era bom, né, era bom”. [risos]

[…]

Procurador: “Sim, seria bom que isso foi resolvido”, ele falou aí?

Costa: Ninguém queria que tivesse uma CPI da Petrobras naquele momento.

Procurador: Ele falou isso e falou o quê, “vou conversar com o presidente”?

Costa: Não, não falou nada. Falou só que seria bom que fosse resolvido. Obviamente que ele deve ter conversado com o presidente, mas eu não tive uma resposta dele nesse sentido, ele não me falou nesse sentido.

Procurador: Ao falar isso, o senhor entendeu que era para seguir adiante, né?

Costa: Claro, claro, lógico. Tivemos a segunda reunião, onde foi colocado então o valor de R$ 10 milhões pelo Sérgio Guerra.

Procurador: O chefe de gabinete chegou a perguntar qual…?

Costa: Não, quando eu falei com ele não tinha o valor ainda.

Procurador: Mas o chefe de gabinete chegou a perguntar “quanto é eles estão querendo”?

Costa: Não, que eu me lembre não, falou só que era bom resolver. Armando Trípodi era o nome dele! Pode pôr aí. Armando Trípodi.

[…]

Costa: [voltando-se para seu advogado] “PSDB, doutor!”

Advogado: Mudam as siglas mas não mudam os homens.

Costa: [concordando] Não mudam os homens.

Advogado: Os homens mudam de siglas como mudam de camisa.

[…]

Costa: Em cima disso eu procurei o Ildefonso Colares, que era da Queiroz Galvão, que tinha contratos muito grandes lá na Rnest [refinaria Abreu e Lima da Petrobras] de Pernambuco. Por que Queiroz Galvão? Porque Sérgio Guerra era pernambucano. Então seria mais fácil Pernambuco com Pernambuco. Procurei a Queiroz Galvão, o Ildefonso, e pedi para que ele fizesse essa transação. Obviamente que isso ele tirou isso do caixa do PP. Do que seria de comissão para o PP, obviamente que ele tirou.

Procurador: Uma curiosidade, quando tira assim do caixa como é que fica para pagar aquelas despesas correntes, o mensalão dos deputados? Porque é uma despesa extraordinária, não prevista, tem que explica isso para todos os deputados?

Costa: Mas todos eles tinham interesse de que não tivesse CPI da Petrobras naquele momento.

Procurador: Mas é isso que estou perguntando, avisava que ‘nós próximos meses não vai ter porque usamos lá para barrar’…

Costa: Sim, sim, sim.

[..]

Costa: [voltando-se para seu advogado] E dessa maneira a CPI de 2010 não foi feita. Não aconteceu. [risos] Isso vai para o livro, vai para o livro!

[…]

Procurador: E o senhor sabe como é que foi pago?

Costa: Também não. Eu…

Procurador: O senhor só acionou o Ildefonso?

Costa: O Ildefonso acionei e ele fez o pagamento e a CPI não ocorreu.

Procurador: E ele avisou depois o senhor quando ele fez?

Costa: ‘Serviço realizado’. Sim. E a CPI não foi feita.

Carta Maior

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 26/Mar/2015 às 19:40

    an rannnnnnn...sei...e qto a esses trechos citados, o q vc diz hein, coisa linda???!!!!

    • Eduardo Postado em 26/Mar/2015 às 20:26

      se bobear vão condenar pos morten um tucano de soltar todos os outros como inocentes....culpados só se for do PT.

  2. poliana Postado em 26/Mar/2015 às 20:07

    e vai colocar quem no lugar? o bolsonaro e o seu "grande" partido pp?????

    • Thiago Teixeira Postado em 26/Mar/2015 às 20:39

      Poli, ou ela é do PSTU ou do movimento "vem pra rua", ou seja, aquelas pessoas que não sabem o que querem, mas repete a modinha do Fora PT e morra DILMA sem justificativa plausível ou fundamentada.

    • poliana Postado em 26/Mar/2015 às 20:40

      pelos posts recentes dela aki, thiago, ela tá mais pra seguidora do bolsonaro.

  3. Thiago Teixeira Postado em 26/Mar/2015 às 20:37

    Corrupção do PT tem mais valor que a tucana. PSDB roubar ... PÓDI!!!!

    • Luis Postado em 26/Mar/2015 às 23:23

      Literalmente tem mais valor que a tucana.

    • poliana Postado em 27/Mar/2015 às 12:38

      números do imaginário tucano..q conveniente!! vamos falar sobre os 124 bilhões da privataria tucana??!!!

    • Eduardo Postado em 27/Mar/2015 às 15:37

      Poliana.. voce ta me dizendo que os tucanos surrupiaram 124 bilhoes, e o PT não investigou nem recuperou um centavo dessa fortuna? Quanta competencia, nao?

    • poliana Postado em 27/Mar/2015 às 17:45

      sim, a privataria tucana deu um "lucro" de 124 bi pra essa corja e n houve qq retorno a população!!! leia o livro a privataria tucana e depois venha aki fazer ironias!!!!!!!!!!!

  4. jarau Postado em 26/Mar/2015 às 22:48

    POLICIA FEDERAL PATE NO NINHO DOS TUCANOS, AV. PAULISTA, BANCO SAFRA.rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrr.

  5. grego79 Postado em 27/Mar/2015 às 02:08

    Já perceberam que a presidente não Consegue fazer mais nada? Está lá o PMDB indo contra tudo! Interesses? O PSDB ainda tenta o terceiro turno, os sujos falando dos mal lavados!!! Se tem corrupção? A gente sabe....Já perceberam que o Brasil está no sistema parlamentarista? Já perceberam que os mesmos foram eleitos? O que o "excenetissississíssíssimo" Eduardo Cunha está fazendo lá em Brasilia? Renan Calheiros não vai aceitar o jurista indicado pela presidente Dilma para ocupar a vaga do Joaquim Barbosa, aí já não dá pra saber a quem interessa mais!!!! Porque, de uma hora para outra, o PT se tornou o vilão do país? Porque? Ninguém parou pra pensar nisso né?!! De repente, explode um monte de escândalo envolvendo somente o PT, estranho! Estamos em crise e a culpa é da Dilma, simples assim! Será que o PT é tão ruim assim? Então, como será em 2018? Ah, politica e religião não combinam.

  6. Luiggi Postado em 27/Mar/2015 às 10:31

    Esses crentes do inferno deveriam ser exterminados como se faz com pragas domésticas.

  7. poliana Postado em 27/Mar/2015 às 12:40

    e eu tenho certeza q os tucanos estão bastante preocupados com o "atraso social, cultural e ideológico para o país"! com certeza eles são a nossa salvação! e o pp é a mídia paga, hein!? só rindo mesmo!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Mauro Lúcio de Oliveira Postado em 29/Mar/2015 às 11:21

    Se tiver que ir pra rua é para pedir o fim da corrupção, não para pedir a saída de Dilma! Dilma é mulher de mãos limpas e o PT está combatendo a corrupção como nunca! O PSDB roubou o Brasil como pode, as privatizações deveriam ter melhorado a vido do povo brasileiro, mas aconteceu o contrário! HSBC é prova das falcatruas e roubos do PSDB, da Globo e outros! Fora PSDB!