Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 11/Mar/2015 às 17:00
18
Comentários

Pedir impeachment é varrer a corrupção para debaixo do tapete

Impeachment S.A.: entenda como o lucrativo negócio de abrir fogo contra Dilma ajuda a varrer a corrupção para debaixo do tapete

impeachment pt corrupção direita seletiva manifestação

Que ninguém se engane ou se faça de desavisado. As organizações Impeachment S.A. – uma sociedade mais ou menos anônima – está aí não só para promover eventos, mas, sobretudo, para se capitalizar.

Quem quiser ir às ruas no dia 15, com nariz de palhaço e cartazes pró-impeachment, vai estar batendo o bumbo e vomitando seu ódio com o patrocínio de empresas e políticos que querem bombar o desgaste de um governo por razões nada republicanas.

Algumas das organizações mais ativas na mobilização das manifestações do dia 15 de março são um negócio patrocinado pela oposição partidária e empresarial, com os préstimos sempre valiosos do cartel midiático, que dá uma boa força para a sua divulgação.

Tal e qual nos bons tempos do golpismo dos anos 1950 e 1960, trabalhar pela derrubada de um governo é, em parte, ideologia, mas tem seu lado ‘business’. Dá dinheiro.

Os grupos que organizam os protestos e clamam pelo impeachment começam como rede social, mas crescem com apoio partidário e empresarial.

Nenhum desses grupos deixa de pedir, publicamente, recursos para financiar seu ‘trabalho’ – seria melhor dizerem ‘seu negócio’. Até aí, nada de mais.

Leia também: Impeachment? A História não se repete: é palhaço quem quer

Porém, o grosso das contribuições que algumas dessas pessoas recebem não são públicas e nem de pessoas que dão 5, 10, 100 reais. Hoje, a maior parte da grana que rola em prol do impeachment de Dilma tem outra origem.

Empresários em pelo menos três estados (São Paulo, Pernambuco e Paraná) relatam ter recebido telefonemas pedindo dinheiro para a organização dos atos do dia 15. A fonte da informação são advogados consultados para saber da legalidade da doação e possíveis implicações jurídicas para as empresas.

Em um dos casos, o pedido não foi feito diretamente por alguém ligado aos perfis de redes sociais que convocam o ato, mas por um deputado de oposição, com o seguinte argumento: “precisamos ajudar esse pessoal que está se mobilizando para tirar esses vagabundos do poder“.

O curioso é que o deputado oposicionista faz parte do seleto grupo de parlamentares que teve o privilégio de contar, entre seus financiadores de campanha, com empresas citadas na Lava Jato. Portanto, pelo critério da Impeachment S.A., o deputado amigo é, de fato, um honorável vagabundo.

É bom lembrar que quase a metade dos nomes da famigerada lista do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, estava ligada às campanhas de Aécio ou Marina Silva

As empreiteiras pegas na Operação Lava Jato doaram quase meio bilhão de reais aos políticos e aos partidos com as maiores bancadas no Congresso, o que inclui os de oposição, como PSDB e DEM. Será que alguém vai se lembrar disso no dia 15?

Como o negócio funciona e prospera

A Impeachment S.A. virou franquia. Uma pessoa ou um pequeno grupo monta um perfil, sai à cata de adesões e seguidores e cria memes para serem espalhadas na rede. Com alguma sorte, essa ‘produção’ se torna viral – pronto, a fórmula de sucesso deu resultado.

Os grupos que organizam o protesto do dia 15 são muitos. Cada estado tem um ativista ou grupo de maior proeminência. Eles hoje disputam o mercado do protesto de forma cada vez mais empresarial. Com naturalidade, eles são absolutamente francos em dizer que o capitalismo é seu sonho de consumo. Qualquer maneira de ganhar dinheiro vale a pena.

Dependendo da força de adesão de cada perfil, o criador usa sua lista de seguidores, com ou sem nariz de palhaço, como portfólio para negociar patrocínio privado.

Quanto mais o impeachment se tornar um oba-oba, do tipo “atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu“, tanto melhor para o negócio de derrubar a presidenta.

A busca de um mercado do protesto veio a partir do momento em que esses mascates do impeachment bateram às portas dos partidos, como o PSDB, o DEM e o PPS.

Pelo menos no caso de Pernambuco, houve tentativas também junto ao PSB, cujo ex-candidato à presidência, Eduardo Campos, também consta citado na delação de Paulo Roberto Costa. O PSB hoje abriga, entre outros, ‘socialistas’ da estirpe do antigo PFL, como os renomados Heráclito Fortes (PI) e Paulo Bornhausen (SC).

Alguns dos ativistas da Impeachment S.A., de espírito empreendedor mais aguçado, pegaram a lista de financiadores de campanhas de políticos da oposição com os quais mantêm contato e foram pedir ajuda para conseguir abrir portas em empresas dispostas a financiar a campanha do impeachment.

Os políticos tucanos, ao que parece, têm sido os mais empenhados em redirecionar os pedidos de patrocínio privado para o universo das empresas.

Publicamente, só para variar, os tucanos definiram, com o perdão ao vocábulo ‘definir’, que apoiam o ato pró-impeachment, mas são contra o impeachment. Hein? Precisamos de pelo menos uns dois minutos para entender o raciocínio e pegar algum tucano pelo colarinho branco, escondido atrás de mais esse muro.

Os tucanos querem o protesto, torcem pelo protesto, ajudam a patrocinar o protesto, mas fingem que não têm nada a ver com isso. Faz sentido – e ainda tem gente que acredita que eles realmente não trabalham pelo impeachment.

Por que 15 de março?

A própria data do protesto foi calculada politicamente, pela Impeachment S.A., com um propósito evidente.

O alvo do protesto é a presidenta Dilma Rousseff, convenhamos, justamente no mês em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, divulga a lista dos políticos envolvidos no escândalo. Mais exatamente, na semana seguinte àquela em que a lista de políticos é tornada pública.

Os revoltontos do dia 15 pedirão o impeachment de Dilma, que sequer aparece citada na Lava Jato. Será que vão pedir também o impeachment do senador Aécio Neves, cuja campanha recebeu doações das mesmas honoráveis empreiteiras, diretamente para o comitê de campanha desse candidato?

Vão pedir pelo menos o impeachment de Agripino Maia (DEMRN), acusado de receber R$ 1 milhão em propina? Delator por delator, Agripino tem o seu e merece algum cartaz de algum revoltonto mais bem informado.

Irão pedir a apuração rigorosa e a prisão dos envolvidos com o trensalão tucano? Ou a falta d’água em São Paulo racionou também a memória e o senso de moral e ética dos que se dizem fartos – principalmente depois de seu repasto?

Irão eles pedir o impeachment dos parlamentares do PMDB? Eles fazem parte do segundo maior partido da Câmara, o primeiro no Senado, e seriam decisivos para a chance de impeachment. Só que, por coincidência, estão entre os preferidos das empreiteiras na hora de financiar campanhas.

Os revoltontos do dia 15 ainda não pararam para pensar que querem um impeachment de Dilma a ser feito por um Congresso cujo financiamento de campanha desenfreado deixa a maioria de seus parlamentares abaixo de qualquer suspeita – se for para generalizar o ‘argumento’ de quem vê Dilma como uma inimiga a ser banida.

Serão esses, de fato, os que podem abrir a boca para falar em afastar a presidenta eleita ? Estranho. Não deveriam ser eles os primeiros alvos de cassação?

Quem promove a campanha pelo impeachment está dando sua contribuição voluntária ou patrocinada para tirar o foco dos corruptos que de fato têm nome no cartório da Lava Jato – o que não é o caso da presidenta.

Seria melhor, antes de falarem em impeachment de uma presidenta eleita pelo voto de 54,5 milhões, que os revoltontos do dia 15 pegassem a lista de Janot e a usassem para escrever seus cartazes.

Por que não o fazem? Talvez por que isso não seja lá um bom negócio.

Antonio Lassance, Carta Maior

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Gustavo Postado em 11/Mar/2015 às 18:00

    E ele não saiu... Então a Dilma fica... Diferença: o PIG não aderiu!!

  2. Gustavo Postado em 11/Mar/2015 às 18:03

    E olha que a situação estava muito mais feia naquela época. Desemprego maior, com um salário mínimo se comprava menos litros de gasolina.... Então a Dilma fica!

  3. Pesquisador Postado em 11/Mar/2015 às 18:28

    Minha mãe já me avisou que não vai me emprestar as panelas domingo. Semana passada a casa ficou cheia cheia de comida espalhada... Ela me disse que desperdiçar comida, mesmo em tempo de fartura é pecado... Falou ainda: _ Você nasceu ontem e não sabe o que é fome...

  4. Gustavo Postado em 11/Mar/2015 às 18:58

    Rodrigo, seu sobrenome é sensatez! Eu só pergunto quem não mentiu durante a campanha? Quanto aos escândalos de corrupção onde a maioria dos que acusam estão envolvidos, não vejo nenhuma frente, nem nas ruas e nem no congresso, com o propósito de combatê-la. Já quanto à Dilma fazer o que o Aécio faria, quem protesta deveria estar comemorando! Na luta, mas com a bandeira correta!

  5. Salomon Postado em 11/Mar/2015 às 19:27

    É como se dizia antigamente: não importa que as mula manque, eu quero é rosetar.

  6. Onda Vermelha Postado em 11/Mar/2015 às 21:26

    APRENDAM UMA COISA: impeachment não foi criado para tirar candidato eleito que você não gosta e colocar o candidato perdedor que você queria eleger. O nome disso é GOLPE. Impeachment só cabe nos casos de PREVARICAÇÃO ou CORRUPÇÃO com provas, e não com posts de facebook. Pare de pagar mico e vá se informar sobre a lei. Pare de repetir asneiras das revistas de fofoca e canais de televisão que apoiam o PSDB. PS: Esse post não é originalmente meu, mas o julguei tão sucinto e preciso que resolvi postá-lo aqui!

  7. enganado Postado em 12/Mar/2015 às 00:27

    Já disse e repito, de S. Paulo para baixo NÃO é BRASIL, pois que fiquem com FHC/Aópio/Clube Militar/JB/Moro/çERRA/zé Inábil/Eduardo Cunha/Fernandinho Beira-Mar/oJênio boechatÔ/rede gRoubo/GAFE (aliás AFE estão em S. Paulo)/Alckimin/André Richa/Álvaro Dias/Aloysio Nunes/ ... (perguntem se aos EUA se querem essa cambada morando lá, pois são os que sustentam a vagabundagem desta gente) pois do Rio de Janeiro para cima somos os verdadeiros Brasileiros. Então paulistada coloquem no governo de VOCÊS esta nata de homens decentes/patriotas/honestos/famílias/respeitados/NACIONALISTAS/... tudo gente fina! Favor peçam ao cel Telhada para reviver 1932 e vão se escarafunchar nos quintos do infernos com o Clube Militar. Não pensem que tenho algum escrúpulo em dividir o BRASIL em 2 partes, pois que se for melhor do Rio de Janeiro para cima, que assim o façam. Essa historinha de BRASIL unido, não passa de uma mentira deslavada de militares/sulistas para usarem a mão de obra de nordestinos (barata) para edificarem a tal riqueza de São Paulo, sendo que à custa da pobreza nordestina e dos mais fracos. Entreguem para os EUA/iSSrael todas as riquezas minerais que tiverem, igualzinho como PSDB entregou o rio Tietê para a "Duke Energy". Façam como o ordinário do FHC/çERRA/... emprestaram NOSSA GRANA-BNDES para estes canalhas americanos comprarem/explorarem a energia elétrica e venderem para os paulistas babacas. "Água nos EUA é Segurança Nacional" então quem manda nesta água é o USArmy. Igualzinho AQUI, né! Clube Militar! Digo mais! Vamos Direita deem o golpe e matem a DILMA/LULA. Façam isto seus machões-ladrões-de merda, vamos façam! Faça Aópio/Moro/JB/FHC/... o que está faltando? Testosterona? Se DEUS quiser vamos virar UScrânia. Se duvidam, vamos façam! Tô pagando pra ver! Bando de fdp's pegam estes bobos de plantão e façam a cabeça deles=lavagem cerebral. São tão COVARDES que hoje o oJênio boechatÔ já mudou o tom. Eu sou o Palhaço, pois a minha alegria é ver o circo pegar fogo, pois quem vai gostar disso é o Joe Biden, pois seu filho será o presidente do Conselho da PETROBRA(X), com Dick Chenney na presidência=Halliburton (morando nos EUA-Costumam por um minhoca da terra como testa de ferro, isto não faltam pois o PSDB faz do BRASIL seu balcão de negócios.O exército garante) Por favor deem o GOLPE! Deponham a DILMA, e matem o LULA! Estou sentado esperando!.....

    • Rodrigo Postado em 12/Mar/2015 às 09:15

      Boa! Apoiado. Mas saiba que no sul tem mentes pensantes apesar de serem míseros em número. A maioria é idiota mesmo, não legisla em causa própria. Todos alienados.

    • João Postado em 12/Mar/2015 às 18:34

      Sr. enganado, eu estava na terceira linha do seu comentário e lembrei de uma música daquela dupla sertaneja, a Nenly e Nenlerey. Saudades da época em que se fazia música de verdade...

  8. Thiago Postado em 12/Mar/2015 às 02:37

    A diferença é que os únicos movimentos populares legítimos são os que apóiam o PT. Caso critiquem, são coxinhas, manipulados pela mídia, elite branca, burguesia etc etc...

  9. George Postado em 12/Mar/2015 às 08:11

    esse tal de "revoltados on line" tá ganhando muito dinheiro de otário

  10. jose carlos savassa Postado em 12/Mar/2015 às 08:48

    E agora vem a lista do HSBC, ai TENHO CERTEZA, a mascara de muito emplumado vai capotar .. http://oglobo.globo.com/brasil/swissleaks-lista-de-brasileiros-com-contas-secretas-tem-varios-acusados-de-fraudes-15565841 - Temos que exigir TODOS os nomes, não depois que o pessoal morre.

  11. poliana Postado em 12/Mar/2015 às 09:55

    sonha coxinha inútil!!!!! põe isso na cabeça de uma vez por todas: DILMA FOI REELEITA DEMOCRATICAMENTE PELO VOTO DE 54 MILHÕES DE BRASILEIROS!!!!! logo, DILMA SERÁ A PRESIDENTE DO PAÍS ATÉ 2018!!!! ENTENDEU??? TENTA ENTENDER, POR FAVOR, PQ SOU PÉSSIMA COM DESENHO!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. eu daqui Postado em 12/Mar/2015 às 13:11

    Apesar de tanto execrar o pt como o psdb por mim enquanto não aparecer prova cabal contra ela ela fica. Num estado de direito há que se observar legalidade antes de ideologismos.

  13. Thiago Teixeira Postado em 12/Mar/2015 às 13:33

    Não vou enumerar as diferenças pois meu caminhão de concreto tá chegandooooooo!!!!!!!!!!!!!

  14. Marcoux Postado em 14/Mar/2015 às 21:57

    Entao deixem ela administrar e elejam outro nas proximas eleicoes. Parem de ser manipulados.

  15. luiza mendes Postado em 15/Mar/2015 às 15:24

    Ate que em fim um comentario conciente e imparcial!

  16. Antonio Carlos Postado em 16/Mar/2015 às 06:23

    Imagina só o palanque dos q pedem a cabeça da presidenta. Jair Bolsonaro, Lobão e os q pedem a volta dos militares. Um palanque desses merece a nossa confiança? este palanque é no mínimo imoral, irresponsável e ñ tem história.