Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 26/Mar/2015 às 10:29
9
Comentários

Menina desiste de morrer após repercussão do seu pedido

Menina chilena que pediu autorização do governo do Chile para morrer diz ter mudado de opinião após repercussão de caso. Valentina Maureira tem 35 kg e sofre de uma doença grave

valentina chile eutanásia saúde morte

Valentina Maureira, a adolescente chilena que sofre de fibrose cística e pediu para que a presidente Michelle Bachelet autorizasse sua eutanásia, afirmou que mudou de opinião devido à repercussão do caso.

Algumas pessoas fizeram com que eu mudasse minha forma de pensar“, disse a chilena de 14 anos ao jornal El Mercurio.

O pai de Valentina, Fredy Maureira, confirmou a informação para a agência de notícias Associated Press e falou de alguns casos que deram esperança à filha.

Apareceu uma família da Argentina, de Córdoba, que veio vê-la e que tinham três irmãos com fibrose cística que morreram, e outra filha que fez um transplante de pulmão no Brasil“, afirmou.

Segundo Maureira, sua família também ficou comovida com o caso de um jovem que sobreviveu à doença, vivendo mais do que 20 anos.

Vídeo e redes

De seu leito no hospital, Valentina gravou e publicou na internet um vídeo pedindo à presidente chilena, Michelle Bachelet, que autorizasse a aplicação de uma injeção letal. O vídeo fez tanto sucesso que a própria Bachelet foi visitar a adolescente.

Valentina sofre de fibrose cística, uma doença hereditária e degenerativa que afeta seus pulmões, fígado e pâncreas.

Não há uma cura para a doença que provoca o acúmulo de muco espesso nos pulmões, no tubo digestivo e em outras partes do corpo, provocando infecções que podem levar à morte.

Michael, irmão de Valentina, morreu aos seis anos de idade, em 1996.

São 14 anos de luta, todos os dias, e para minha família tem sido pior. Estou cansada de seguir lutando, porque vejo sempre o mesmo resultado. É muito cansativo“, disse Valentina em uma entrevista à BBC Mundo em fevereiro.

O Chile não permite a eutanásia nem o suicídio assistido e a jurisprudência no país dá pouca autonomia em termos de direitos aos pacientes.

BBC

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Paulo Rozendo Ferreira Postado em 26/Mar/2015 às 18:39

    Minha querida tenha fé , Jesus ressuscitou Lázaro que estava morto a quatro dias já fedia, você esta viva, se creres verás a glória de Deus, o possível e para os homens o Impossível é para Deus .

    • poliana Postado em 26/Mar/2015 às 19:42

      afffffffff...qto fanatismo!!!!!!!!! no dos outros é sempre refresco né? queria ver vc ou um filho seu passando pelo mesmo problema dessa menina...

      • Luiz Postado em 27/Mar/2015 às 00:01

        Poliana é a típica paranoica que vê fanatismo (desde que cristão) por todos os lados. Aposto que se um caixa de supermercado falar para ela "vai com Deus" ela vai recitar o manifesto do estado laico. Aliás bom lembrar que o estado que é laico e não as pessoas. Poliana uma dica, deixe seu preconceito anticristão de lado. Se quer cobrar das igrejas que elas não sejam machista ou homofóbicas deve primeiro começar a se enxergar como uma preconceituosa. E não diga que vc não é, aposto que se o Paulo Rezende pedisse que Alá ou Exu abençoasse a menina vc estaria achando fofo...

      • Luiz Postado em 27/Mar/2015 às 00:04

        Aliás bom lembrar que foi a menina quem mudou de ideia em relação a eutanásia. Por que então está fiscalizando a eutanásia alheia enquanto critica os fanáticos (leia-se quem não concorda com a Poliana) por fiscalizarem a vida dos outros?

      • Aline Postado em 27/Mar/2015 às 00:23

        Deus é uma piada em que gente estúpida acredita. A pobrezinha vai sofrer mais tempo por causa desses idiotas fanáticos que defendem a vida, mesmo quando ela é apenas agonia.

      • César Postado em 27/Mar/2015 às 02:46

        Quando a vida é agonia, os "pró-vida" alegam que Deus sabe o que faz, escreve certo por linhas tortas ou tem um plano para cada um de nós.

  2. Junipero Postado em 27/Mar/2015 às 11:25

    Sinto muito se vou ofender alguém com o que vou falar, mas o pedido da menina é totalmente aceitável. Somente pessoas hipócritas e arrogantes teriam coragem de dizer que ela não tem motivos para pedir isso. Assisti parentes e amigos morrerem de câncer, e não há nada mais triste, doloroso e desesperador. Sei que também provavelmente terei, e que pode ser tão violento quanto os que levaram meus entes. Também sei que posso querer uma morte piedosa, na hora mais terrível, quando estiver sendo devorado, e que é muito fácil para pessoas que não sabem o que é esse sofrimento, vir tentar esfregar seus próprios cultos na cara de uma menina doente na hora mais impropria. Como abutres sobre um ser agonizante, eles procuram por pessoas a fim de " converte-las" em troca de uma cura. Pois bem, se foram, tanto os convertidos quanto os resolutos. Não esqueçam, os fanáticos que , dos 51 mortos (entre eles 8 crianças) que rumavam a caminho de um encontro evangélico e entendam que Deus não escolhe lado, partido ou religião, eu peço que se tornem adultos e sóbrios e entendam a realidade e a verdade das coisas da vida com um pouco mais de respeito. A menina está sentindo muita dor e sofrendo muito. Não está pedindo isso por falta de fé, capricho ou imaturidade, é para parar de sofrer. Se querem ajudar façam uma faculdade de medicina e ajudem a pesquisar uma cura para o câncer em vez de ficar falando de Lázaro... Esse mundo é assim: se torra dinheiro com coisas e lugares errados. Se alguém crê em Deus de forma sóbria façam o favor de entender também que ele é o senhor da vida e da morte, logo, ela não é obrigada a aceitar ser torturada pelo destino antes de morrer, mesmo que isso na visão doentia de algumas pessoas agrade um deus sádico que saboreia o sofrimento de meninas agonizantes . Se alguém acha isso bonito, guarde para si, pode ser que precisem no caso de uma mãe ou um filho passar por condições semelhantes. Aí vocês podem cura-las como acharem mais milagroso. Ou fingirem que estão se curando como costumam fazer naqueles palcos. Fiquem com Deus !

  3. Thiago Teixeira Postado em 29/Apr/2015 às 07:26

    Força Valentina e que DEUS a ilumine e possa fazer uma obra na sua vida. Quanto a torcida do suicídio e da "razão", deixa que o deles está guardado.

  4. Marcos Kim Postado em 26/Nov/2015 às 12:31

    A única certeza que temos ao nascer é que todos iremos morrer algum dia, seja por doenças ou por desastres naturais ou não. Portanto, não existe curas ou milagres, apenas tratamentos que podem protelar o inevitável, pois todos sem exceção somos mortais.