Redação Pragmatismo
Compartilhar
Fotografia 31/Mar/2015 às 15:08
9
Comentários

A foto que quebrou o coração da internet

Conheça a história por trás da imagem da garotinha síria que ergue as mãos em sinal de rendição por imaginar que o fotógrafo segura uma arma, ao invés de uma câmera

menina síria foto viral
Menina síria ergue as mãos, assustada, em sinal de rendição ao olhar para a câmera do fotógrafo turco Osman Sağırlı

A jornalista e fotógrafa Nadia AbuShaban publicou em seu Twitter uma imagem que se espalhou pela internet em vários países do mundo em minutos. A foto mostra uma criança síria com as mãos para cima, assustada, em sinal de rendição, aparentemente acreditando que nas mãos do fotógrafo há uma arma ao invés de uma câmera. Nadia não é a autora da imagem, mas a responsável por torná-la viral.

Alguns sites internacionais não conseguiram identificar, a princípio, se a criança da foto era um menino ou uma menina. Posteriormente, a BBC confirmou que se trata de uma garotinha – Hudea, de apenas 4 anos.

Após muitos questionamentos sobre a veracidade da imagem, internautas se dispuseram a encontrar a sua origem e, para tanto, vasculharam o Imgur – site de compartilhamento de imagens.

Descobriram que a foto é verdadeira, mas tirada no ano passado. O autor é Osman Sağırlı, um fotógrafo turco.

Sağırl, que agora trabalha na Tanzânia, deu uma entrevista à BBC para acabar com as dúvidas em torno da fotografia.

“Eu usei uma câmera fotográfica e ela pensou que fosse uma arma”, disse Sağırlı.

“Depois que eu tirei a foto, percebi que elas estava assustada porque mordeu os lábios e levantou as mãos. Normalmente, crianças correm, escondem os rostos ou sorriem quando veem uma câmera […] você sabe que há pessoas que foram desalojadas nos campos. Faz mais sentido ver o que elas sofreram através das crianças e não dos adultos. São as crianças que refletem os sentimentos com a inocência que têm”, afirmou.

A imagem foi tirada no campo de refugiados de Atmeh na Síria, em dezembro do ano passado, publicada originalmente no jornal Türkiye e amplamente divulgada nas redes sociais da Turquia, mas só agora se tornou viral nas principais mídias do ocidente.

Impactante, a imagem resume a impotência e o trauma de 5,5 milhões de crianças que já foram de alguma forma afetadas pela guerra civil síria que teve início em março de 2011. Pelo menos 3 milhões de civis abandonaram o país desde que os conflitos começaram.

VEJA TAMBÉM: Angelina Jolie desabafa após visitar campo de refugiados na Síria: “nunca vi nada parecido”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Antonio Palhares Postado em 31/Mar/2015 às 15:17

    Eu nunca vou esquecer este rostinho. E vou lembrar tambem que ela vivia em um país unido e em paz. Apesar da diversidade. E potencias ocidentais "civilizadas" formaram,armaram e mantiveram estes fanáticos assassinos que desestabilizaram,imprimiram o terror e destruiram os sonhos e aspirações de seu povo.

  2. Junipero Postado em 31/Mar/2015 às 15:26

    4 anos... um bebê praticamente. A selvageria deste mundo está num modo tão deliberado e cego que mesmo uma pequena criança já sabe o que está por vir diante de uma “arma”. Mas nosso Brasil não está longe disso. A nossa guerra silenciosa acontece e crianças “soldado” como as do oriente médio são alistadas pelo trafico, ou se tornam moeda, ou funcionárias de prostibulo secretos por ai... Só olhar a criança triste não basta: algo tem que ser feito se não por ela, que está fora do nosso alcance, pelas nossas. Não podemos contar com nosso governo cujos olhos estavam voltados somente para copa e em breve para as olim-piadas. Tampouco com as emissoras que amam um drama para aumentar a audiência e tal qual os incertos frequentadores de prostibulo almejam encontrar um com jovens cada vez mais novas, nada farão para ajudar, realmente, a não ser que isso também dê ibope. Nosso ´pais está se desumanizando e a luta pela banalização disso orquestrada pela mídia que vê o mundo como uma empresa e os humanos como funcionários, está com toda sua atenção voltada para isso. Recebemos refugiados da Arábia, da África e da Bolívia, assim como ricos norte americanos, japoneses, ingleses e alemães, mas e nós? Não temos para onde ir ou se refugiar, por que esse é nosso país, onde as emissoras de tv mostram com conta-gotas a cruel realidade de se ser brasileiro, nosso trafico de drogas e de gente, nossos afiados impostos de trilhão ao ano, nosso sistema sócio educacional elitista e falho, mas ainda sim, um brasileiro não consegue dizer não a qualquer um que foge de sua guerra, mesmo que para outra, a nossa a cruel, teatral e midiática guerra silenciosa, onde todos estão se armando seja com facas de ferro, ou com as facas da segregação.

    • Marilda Postado em 31/Mar/2015 às 17:19

      Perfeito seu comentário . Muito bom ler algo de qualidade em meio a tantos absurdos que existem por aqui . O Facebook desde que começou no Brasil se desvirtuou . Antes era uma coisa amena e divertida agora virou palco de ódio e ofensas .

  3. Orlando Postado em 31/Mar/2015 às 15:36

    Matam estas crianças à troco de petróleo.

  4. Deisi Postado em 31/Mar/2015 às 16:23

    Essa é uma das imagens mais triste que vi nos últimos tempos, os olhos tristes, a carinha de terror me levaram as lagrimas. Pena que pessoas crescem tornam-se, adultas e acham que guerra vale para alguma coisa. Não serve para nada, só para destruir, matar e interromper sonhos como dessa criança, que deve ter perdido pais e toda família.

  5. poliana Postado em 31/Mar/2015 às 16:31

    noossaaaa...de partir o coração gente. me emocionei com a foto. triste viu! q trauma pro emocional essas crianças. vão levar isso pro resto da vida! imagem desoladora!

  6. Thiago Teixeira Postado em 31/Mar/2015 às 18:43

    Esses safados tubérculos que ficam com essas frescuras de picuinhas religiosas, étnicas, políticas, quero ver ir lá na Nigéria apavorar o Boko Haram, a Moscow ameaçar o Putin, na Coreia do Norte, no Irã, em Washington tacar bomba no Obama, quero ver se são machões.

  7. Samuel Alencar Postado em 01/Apr/2015 às 02:00

    Deus tenha misericórdia desses insanos.

  8. Keanu Postado em 01/Apr/2015 às 19:39

    Que Deus abençoe estas crianças! Por que os homens apenas as amaldiçoam!