Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 10/Mar/2015 às 10:06
67
Comentários

Filho de pais gays morre após ser espancado

Morre jovem de 14 anos que estava em coma desde a semana passada após ser espancado. Peterson de Oliveira foi agredido por ser filho de um casal homossexual

O adolescente de 14 anos que teria sido agredido pelos colegas na semana passada, por ter pais gays, morreu nesta segunda-feira (9), em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. Ele estava internado em estado grave, após dar entrada no hospital Hospital Regional da Cidade com uma parada cardiorrespiratória, onde também teve uma hemorragia cerebral.

“Eu não sabia que meu filho sofria preconceito por ser filho de um casal homossexual. O delegado que nos informou. Estamos tristes e decidimos divulgar o que aconteceu para que isso não se repita com outras crianças”, disse Márcio Nogueira, um dos pais de Peterson.

Segundo uma prima do adolescente, as agressões ocorreram na manhã de quinta-feira (5). A mulher disse ainda que o menor vinha sendo perseguido por colegas da Escola Estadual Doutor José Eduardo Vieira Raduan e, na data da suposta agressão, eles fizeram um círculo em volta do garoto para dar socos e pontapés nele. Ao fim da agressão, ele foi até a sala de aula, onde quase desmaiou.

No dia da ocorrência, a Secretaria de Educação do Estado informou que não sabia os motivos da internação do adolescente e afirmou que a escola estava à disposição da família e da polícia para prestar esclarecimentos.

A prima do adolescente, entretanto, diz que “a Secretaria está omitindo o caso e só vai assumir quando o delegado bater o martelo”. Apesar de que, segundo ela, um investigador já foi até a escola e confirmou o caso de agressão.

O delegado Eduardo Boiguez Queiroz, da delegacia de Itaquaquecetuba, confirmou que o menino se envolveu em uma briga horas antes de passar mal e precisar ser levado da escola para o hospital.

“Ele brigou com alguns garotos na entrada da escola e passou mal quatro horas depois. Ele brincou, assistiu aula e depois passou mal. Ele já tinha um aneurisma. Não podemos afirmar que ele passou mal por conta da briga”, afirmou.

O pai informou que pretende processar o governo de São Paulo. “Queremos que a justiça seja feita”.

VEJA TAMBÉM: Depois de lutar 24 dias pela vida, morre jovem gay espancado por neonazistas

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 10:11

    Essa notícia é um alerta para a questão da adoção de crianças por casais homossexuais e o quanto isso é prejudicial para a criança. Não justifica as agressões (se motivadas ou não por "homofobia"), mas leva à reflexão. Infelizmente, como são menores de idade, não vai acontecer nada.

    • Aline Postado em 10/Mar/2015 às 10:16

      Não é um alerta para a questão de adoção de crianças por homossexuais, é um alerta para o perigo de se continuar com essa palhaçada dos infernos de "família tradicional", "bons costumes" e o crh a 4, é um alerta para a necessidade de se combater o preconceito!

      • Leticia Lima Postado em 10/Mar/2015 às 10:29

        Falou tudo Aline !!

    • Leticia Lima Postado em 10/Mar/2015 às 10:27

      Prejudicial para a criança José Ferreira ??? Então continuar nas ruas, abrigos e orfanatos é melhor???? O que e prejudicial é o preconceito , a homofobia e a falta de capacidade das pessoas ditas "normais e hetros" de conviver com as diferenças . Isso sim é vergonhoso e inconcebível !!

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 10:51

        Eu não fui insensível. Por mim esses alunos que agrediram a criança (seja lá se foi "homofobia" ou não) devem pagar pelo crime como adultos. A adoção é um bom ato, mas deve ser feita com responsabilidade, tanto por parte dos abrigos, tanto por parte do adotantes.

      • Simone Postado em 10/Mar/2015 às 18:24

        Letícia, muito sábias as suas afirmações! Concordo plenamente!

      • joao Postado em 28/Mar/2015 às 10:59

        leia a noticia real então e você verá que não tem homofobia nem uma é só a mídia inventando boatos mentirosos... Laudo aponta que filho de casal gay morreu de causas naturais, diz polícia Morte foi após aluno passar mal em escola em Ferraz de Vasconcelos. Pais suspeitavam de agressão; laudo apontou problema cardíaco. http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2015/03/laudo-aponta-que-filho-de-casal-gay-morreu-de-causas-naturais-diz-policia.html

    • Samara Postado em 10/Mar/2015 às 10:30

      Nossa quanto preconceito, Jose Ferreira. Que Deus te perdoe por um comentario tão desrespeitoso e insensivel. Força pra esta familia.

    • juliano Postado em 10/Mar/2015 às 10:40

      José Ferreira quanta bobagem, miga

    • Dayane Postado em 10/Mar/2015 às 10:57

      Como vc é estúpido, fez curso pra isso?? Oq tá errado é o preconceito q vc vomita!

    • Gabriel Gabo Postado em 10/Mar/2015 às 11:02

      Lá vem José Ferreira, a vadia de atenção, sempre com comentários polêmicos sem nenhum nexo para que em algum momento da vida lhe deem atenção.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 11:09

        "Vadia de atenção"? Chega ser até engraçada a sua ofensa.

    • patricia Postado em 10/Mar/2015 às 11:13

      Prejudicial he o seu preconceito. Essa crianca foi abandonada por um casal hetero e depois adotada por um casal homo e vc diz que o problema he ter sido adotado por um casal homosexual? Que deu a ele casa comida amor e uma familia? Quer disser que he melhor deixar ele crescer num orfanato por causa de gente preconceituosa como vc? QUE VERGONHA DE COMENTARIO.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 11:27

        Não é bom crescer em orfanatos, mas a adoção é um ato de responsabilidade. Não há justificativa para agressões, sejam físicas ou morais.

      • poliana Postado em 10/Mar/2015 às 15:24

        e qual foi a irresponsabilidade cometida pelos pais desse menino na história em questão? em q momento houve paternidade irresponvável? negligência dos pais adotivos? cara, na boa, jose ferreira...cala boca pq cada vez q vc fala mais homofobia e preconceito sai de sua boca...nojo desse seu discurso homofóbico!

    • Karine Postado em 10/Mar/2015 às 13:04

      Poxa, verdade! Se não houvessem as vítimas, o mundo seria um lugar melhor, não é mesmo? Você deveria ser preso por postar este comentário! Seu babaca tradicional, coxinha e alienado.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 13:14

        Extremistas de esquerda não são muito afeitos ao diálogo. O próprio Chê Guevara não quiz saber de diálogo com os homossexuais, e tratou de mandá-los pro "paredón".

    • Matheus Postado em 10/Mar/2015 às 17:01

      Como se punir uns moleques que foram ensinados por pessoas como você que bater em gay é certo fosse ajudar os outros gays que vão levar porrada dos moleques que tua corja influencia.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 17:05

        Matheus: "ensinados por pessoas como você que bater em gay é certo". Eu não disse que bater em gays é certo. Não inventa.

    • Alves Neto Postado em 10/Mar/2015 às 17:21

      José Ferreira, você é um palhaço. Por conta de ideologia como a tua, essa criança morreu. Tudo o que precisamos é de mais amor.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 17:45

        De acordo com a ideia de Alves Neto. Se um funcionário da Petrobrás tivesse morrido por espancamento, a culpa seria dos que falam mal da corrupção da empresa.

      • poliana Postado em 10/Mar/2015 às 18:36

        tudo a ver a sua comparação, filho...pelo amor de deus!!!!!!!!!!!!!

    • Eduardo Ribeiro Postado em 11/Mar/2015 às 11:06

      Não tem alerta de nada disso, deixa de ser ridiculo. É de uma boçalidade tão grande que ofende quem lê, deixa qualquer um indignado. Não é possível. Isso já deixa de ser mera burrice e se torna trollagem proposital. É enxergar o cachorro mijando no poste e tentar convencer o mundo todo de que é o poste que mijou no cachorro. O alerta que existe aí é o de sempre: a homofobia gerando mortes e mais mortes. Somente você, um garoto problemático, que não entende bem as coisas da vida ainda, enxergou outro tipo de alerta.

    • Vinicius Postado em 13/Mar/2015 às 09:01

      Um homofobico oportunista infeliz tentando usar a situação para argumentar sua ignorância. * outro vinicius

  2. Bruna Postado em 10/Mar/2015 às 10:19

    José Ferreira, é uma grande lástima ler seu comentário. A adoção de crianças por casais homossexuais não é prejudicial em nada. A única cosia REALMENTE prejudicial é essa sociedade reacionária, homofóbica, fundamentalista e individualista. O que é prejudicial é esse preconceito com as minorias, é a falta de igualdade, é a segregação.

    • Leticia Lima Postado em 10/Mar/2015 às 10:30

      E isso aí Bruna.

  3. Daniel Postado em 10/Mar/2015 às 10:32

    Sou de acordo com A Aline e a Bruna. Não bastasse o fato que, por si só, já ilustra tamanho preconceito e intolerância, ainda você posta esse comentário idiota !!!! José Ferreira, numa boa, tem um ditado que acho que vc se encaixaria agora: "Em boca fechada não entra mosca...!"

    • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 10:48

      Não precisa partir para a ofensa. Muitos pensam desse jeito, mas não podem falar, pois a ditadura do "politicamente correto" os classificaria como "homofóbicos", ainda que não sejam.

      • Bruna Postado em 10/Mar/2015 às 10:53

        É por causa desse pensamento de "muitos" que esse garoto morreu. Não existe ditadura do politicamente correto, existe pessoas que estão cansadas de viver a margem daquilo que a sociedade acredita que é o certo. Existem pessoas que se empoderam e que lutam pelos seus direitos e que resistem a esse pensamento instituído pela sociedade.

      • Bruna Postado em 10/Mar/2015 às 10:58

        Ah, essa coisa de não ser homofóbico chega até a ser uma piada sabe? É uma pena que essa piada não tenha a menor graça. Muitos dizem "Eu não tenho preconceito, mas é o gay no seu canto e eu no meu" ou então "Não tenho nada contra gay, mas não tem motivo para andar de mãos dadas na rua" e essas pessoas ainda se esquivam do rótulo de homofóbicas. Vamos refletir, José Ferreira? Será que o fato de você achar que adoção feita por casais homossexuais é prejudicial, não é preconceito? Reflita!

      • Pedro Postado em 10/Mar/2015 às 13:12

        "Ditadura do politicamente correto". Foda, né cara. Quantas vezes você já foi preso por falar essas besteiras aí publicamente? Quantas vezes apanhou na rua por ser tão " politicamente incorreto" quanto o seu avô? Você tem filhos? Algum deles apanhou porque é filho de um casal heterossexual? Essa vida tá muito difícil mesmo, é demais essa gente pedir que a gente reavalie nossas opiniões pra que elas não sejam permissivas com a violência, né? É privilégio demais que essa gente tá querendo pra poder demonstrar afeto normalmente e adotar filhos sem que eles sejam vítimas de perseguição, gente indolente, vagabunda! Mas aqui, vamos organizar um protesto? Seu toddynho também veio morno hoje?

      • Henrique Postado em 10/Mar/2015 às 13:29

        É homofóbico, concordo com a Bruna. Não há "ditadura gay", ou "ditadura do politicamente correto". Há, e sempre houve, a ditadura tradicionalista, a ditadura aonde os direitos individuais, que não afetam o todo negativamente, são decididos pela sociedade "puritana", seja ela religiosa ou não, baseado, principalmente, em visões individuais do que é certo ou errado, sem levar em consideração a opinião daqueles a quem essas decisões afetam. Uma imposição, muito comumente relacionada a ditadores. O fato aqui é que o motivo da agressão pode ter sido causada por homofobia, ou não, vale a pena esperar o esclarecimento, mas se foi, a culpa não é da adoção por casais homossexual. A culpa é dessa homofobia, dessa propagação do ódio irracional àquilo que você acha que é errado. A prova principal da incoerência do comentário é relacionar a morte do garoto com a adoção. Era preferível, então, que a criança passasse o resto da infância num orfanato a ser adotada por um casal gay? Privar a criança de uma vida em um lar, conhecer o amor de pais, de uma família, apenas para satisfazer as noções equivocadas de justiça da nossa sociedade tradicional? Você poderia dizer que se a criança ainda estaria viva, mas que vida seria essa? Além do que, como já disse, não foi o fato da adoção que a vitimou, foi a intolerância que o fez. Prova disso são os inúmeros casos de pessoas homossexuais que são vitimadas todos os dias em nossa sociedade. De quem é a culpa nesses casos? Pelo comentário, das vítimas talvez. O comentário transfere para as vitimas a culpa do ocorrido. Esse é o mesmo tipo de comentário que propaga que, dada a circunstância, o ocorrido é justificável.

      • Vinicius Postado em 13/Mar/2015 às 09:06

        Que saco ein José Ferreira !nem homofóbico pode ser mais né !! (Ironia) *outro vinicius

  4. poliana Postado em 10/Mar/2015 às 12:27

    parabéns LÍDERES EVANGÉLICOS! vcs devem estar muito felizes com o q estão fomentando, hein!? bando de vermes malditos!!

  5. Rogerio Postado em 10/Mar/2015 às 12:39

    Não vou criticar o direito dos gays ou qualquer minoria. Se um pode o outro pode. Então o direito do gay adotar é indiscutível. Porém, se uma criança adotada por gays pode sofrer esse tipo de coisa, não seria ideal os próprios gays abrirem mão desse direito? Pensar mais na criança do que neles? O dia que a sociedade for mais tolerante então usufruem desse direito.

    • poliana Postado em 10/Mar/2015 às 12:51

      seguinte...n vou nem contra argumentar essa podridão q vc falou em seu comentário...vai conversar com o josé ferreira q vcs dois se merecem, seu ignorante!!! qta aberração vc soltou em seu post! LAMENTÁVEL!

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 13:12

        Pelo visto todos os que são contrários a adoção de crianças pelos ditos "casais" homossexuais é ofendida por alguns sem a discussão do mérito da questão.

      • Thiago Teixeira Postado em 10/Mar/2015 às 13:47

        Quem não é a favor de adoção ou aborto, que adote e crie. Falar é fácil, pra ajudar, comprar comida, cortar as unhas do pé, lavar as roupas, fazer um prato de comida para as crianças, não aparece ninguém.

    • Henrique Postado em 10/Mar/2015 às 13:43

      Olha, essas crianças são abandonadas por casais héteros. Vamos, então, castrar todo mundo, assim não teremos mais crianças abandonadas, não é uma ideia legal? Assim não teremos mais essas crianças catarrentas por aí, enchendo o saco, quebrando tudo, e gastando nosso dinheiro pra construir escolas e creches. Ah, quando alguém ficar doente, deixa morrer, assim não propaga a doença e nem gasta o dinheiro público com saúde, afinal, não é minha mesmo. E os fumantes então. Se tiverem câncer, deixa morrer, quem mandou fumar. Ah, e os congestionamentos? Vamos proibir as pessoas de usarem carros, assim nunca mais teremos trânsito. E as DST's então? Não seria conveniente todo mundo parar de fazer sexo? Assim ninguém mais pegava DST's. Não é lógico abrir mão desse direito? Tudo absurdo, tal qual o seu comentário.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 13:52

        Você está levando o meu comentário como o de um extremista.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 11/Mar/2015 às 11:15

      Olha esse outro. É o velho discurso reacinha que vemos em inúmeras outras situações. Tipo, "é legal registrar as domésticas, bacana, mas isso vai gerar desemprego pra elas...não seria melhor para elas mesmas se elas continuassem trabalhando sem registro? A sociedade não está pronta pra isso...". Ou "ah, bacana essa idéia de acabar com a escravidão dos negros...mas eu pensei, eles não vão conseguir trabalho por aí, vão passar fome...não seria melhor pra eles mesmos abrirem mão da liberdade e continuarem como escravos? A sociedade não está pronta pra isso...". E eu ainda perco tempo com vocês, reaças fascistinhas e suas aberrações argumentativas...

    • Bruna Postado em 11/Mar/2015 às 12:47

      Rogerio, esse seu discurso é o típico discurso pronto. A mídia injeta isso em você e ainda faz você de pateta, porque tenho certeza que você não se considera uma pessoa homofóbica ao pensar isso. A SOCIEDADE TEM QUE ACEITAR, os homossexuais não tem que abrir mão da paternidade ou maternidade por causa de uma sociedade reacionária, preconceituosa e hipócrita!

    • Vinicius Postado em 13/Mar/2015 às 09:11

      Óbvio que não , então por exemplo por eu ser homossexual eu não devo me assumir por que a sociedade não me aceita? Um negro deve "trocar de cor" porque sofre preconceito? Não existe isso. *Outro vinicius

  6. Rogerio Postado em 10/Mar/2015 às 12:41

    Seguinte... Não vou criticar o direito dos gays ou qualquer minoria. Se um pode o outro pode. Então o direito do gay adotar é indiscutível. Porém, se uma criança adotada por gays pode sofrer esse tipo de coisa, não seria ideal os próprios gays abrirem mão desse direito? Pensar mais na criança do que neles? O dia que a sociedade for mais tolerante então usufruem desse direito.

    • Karine Jung Postado em 10/Mar/2015 às 13:09

      Se um dos lados deve ceder, porque esse lado tem que sempre ser o da vítima? O homossexual deve abdicar do direito da adoção, a mulher deve abdicar do direito de sair na rua vestindo o que lhe agrada, o negro deve abdicar o direito de ser inserido no mercado de trabalho e pesquisa. Deveríamos educar nossas crianças para que elas abdiquem da violência e preconceito, isso sim!

    • Thiago Teixeira Postado em 10/Mar/2015 às 13:45

      Negativo Rogério. Temos (digo a margem discriminada, que são os não brancos, não heteros, não homens, não religiosos, não conservadores, e não ricos) que lutar pelos nossos direitos nem que seja na força. Antes de entrar na faculdade, uma pessoa me disse: "Você vai estudar lá? Vai fazer esse curso? Isso não é pra você". Dane-se, quem quiser estudar, estude, quem quer morar num condomínio de luxo, que se mude e sente a mão na cara do vizinho esnobe, e casais gays que querem criar uma criança, que adotem.

    • Alexandre Postado em 10/Mar/2015 às 14:06

      Ou seja, Rogério, você é gay, mas, para "proteger" as crianças você vai abrir mão de algo que você acredita e tem direito e esperar até o dia que a sociedade evoluir e aprender a te aceitar? Ou seja, você morre mas não tem um filho....

  7. Alexandre Postado em 10/Mar/2015 às 14:04

    José Ferreira fala merda atrás de merda... primeiro é o fato de alertar à adoção de crianças por casais homosexuais por isso ser "prejudicial" à criança.... depois, para consertar a cagada fala que os agressores precisam ser punidos como adultos, como se o preconceito não estivesse enraizado na sociedade, e, muito provavelmente encorajado pelos próprios pais

    • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 14:39

      Não se sabe se as agressões são motivadas por "homofobia". Lembre-se que um dia desses um rapaz se matou, e, até descobrirem o que aconteceu, falavam que era "homofobia" pelo fato dele ser gay.

  8. Rogerio Postado em 10/Mar/2015 às 14:16

    Certo. Pelo visto muitos aqui não entenderam o que eu falei. E eu que sou ignorante?

    • poliana Postado em 10/Mar/2015 às 15:25

      sim...vc é extremamente ignorante, preconceituoso e HOMOFÓBICO! nojo de suas palavras!!!!!!!!!!!!

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2015 às 16:09

        Para a Poliana todo mundo é "homofóbico".

      • luis Postado em 10/Mar/2015 às 17:24

        detesto concordar com a poliana, mas dessa vez ela tá 100% certa.

      • poliana Postado em 10/Mar/2015 às 18:37

        kkkkkkkkkkk..."detesto concordar com a poliana"...ri litros agora. kkkkkkkkkkk

    • Eduardo Ribeiro Postado em 11/Mar/2015 às 11:19

      Deixa eu ver...homofóbico com discurso reaça "abram mãos de seus direitos, a sociedade não está pronta pra isso"...é...sim, você que é o ignorante.

  9. magnum Postado em 10/Mar/2015 às 16:58

    Nossa quanto ódio galera, desse jeito nao vamos chegar a lugar nenhum, achei a manchete um tanto quanto sensacionalista. Partindo de que uma criança foi espancada e ponto. O motivo da briga é o que menos importa. E se fosse um filho de pais cristao muitos nem iam se pronunciar né, o fato da adoção tbm acho nada haver embora respeito a maneira de pensar do josé ferreira, mas nao concordo acho que vale sim embora nosso pais nao esta pronto pra isso devido a muitos extremistas, porém acho que se eles amam a criança e querem o melhor pra ela nao entendo o porque do preconceito, agora esse cliche de foram largados por casal hetoro é muito pobre é obvio que foram, isso nao quer dizer que um casal homoafetivo nao abandonaria , pensem antes de sair falando gente, aquelas crianças nao deveriam chegar a esse ponto independente da situação ou de quem fossem seus pais onde vamos parar..

  10. Rogerio Postado em 10/Mar/2015 às 17:21

    Homofóbico eu? Eu que acho que gays tem o direito de adotar?

  11. luis Postado em 10/Mar/2015 às 17:23

    PONTE QUE CAIU! O moleque apanha até a morte e tem gente comentando que a culpa é da vida sexual dos pais dele? O certo era ir a família inteira dos agressores pra cadeia e depois fazer obra de caridade com gente que sofreu violência pra ver se toma vergonha na cara e pára de ficar se preocupando como o c* dos outros.

  12. Danila Postado em 10/Mar/2015 às 17:57

    Até o momento as partes não entraram num acordo. O menino foi espancado até a morte, ou brigou na entrada da escola, e depois de 4 horas passou mal por conta de um aneurisma já existente? Espero que tudo seja esclarecido, para que os culpados (se realmente existirem) sejam punidos.

    • Bruna Postado em 11/Mar/2015 às 12:43

      O culpado disso tudo não é só quem bateu até matar o menino. A sociedade e os lideres fundamentalistas tem uma parcela de culpa (bem grande por sinal). Esses adolescentes cresceram acreditando que o certo é ter uma família heterossexual e reproduzem discurso de ódio fomentado em casa e por alguns fundamentalistas religiosos. A sociedade que faz a homofobia.

      • magnum Postado em 13/Mar/2015 às 11:44

        Putz nada haver isso, não sou fundamentalista mas dizer que a culpa de uma briga e do cara que prego na igreja é ridiculo a culpa é da educação que os pais desses individuos naõ o deram, dizer que um fundamentalista icentiva o odio ,icentivando o odio para o mesmo é no minimo hipocrisia ..

  13. Malah Maurício Postado em 10/Mar/2015 às 20:57

    Lendo os comentários aqui, creio que estaria melhor ao lado dos integrantes do Estado Islâmico. País pobre, gente pobre, povo pobre, pensamento pobre, conceitos pobres, ricos em preconceitos de todos os lados!!!

    • José Ferreira Postado em 11/Mar/2015 às 00:07

      Então vai para lá então... Cuidado com a cabeça!!!

  14. Maia Postado em 11/Mar/2015 às 14:19

    Pelo amor de Deus...um ser humano morreu de forma estúpida, os pais estão magoados, querem justiça (que jamais virá), que o ocorrido seja um alerta para o futuro, que isso jamais volte a acontecer, independente de credo, raça e preferência sexual. Assassino é assassino e espero que cada um que participou desse assassinato, receba o que merece!

  15. [email protected] Postado em 11/Mar/2015 às 15:14

    Acompanho o "Pragmatismo Político" e, em todos os assuntos, José Ferreira desvia a atenção toda pra ele do início ao fim dos comentários. Por outro lado, independente da opinião de cada um, fica muito interessante para o leitor... acho que essa é a intenção.

  16. Junipero Postado em 11/Mar/2015 às 15:17

    Imagino que agora estejam insinuando que haja uma nova clausula na hora de adoção por gays: - "possível morte por linchamento"... ah, é possível viu. O que na verdade nesse país não é possível?

  17. joao Postado em 28/Mar/2015 às 10:57

    Você todos ai que não pesquisam as coisas direito deixei de falar merda olha a noticia que prova o contrario dessas baboseiras ai..... Laudo aponta que filho de casal gay morreu de causas naturais, diz polícia Morte foi após aluno passar mal em escola em Ferraz de Vasconcelos. Pais suspeitavam de agressão; laudo apontou problema cardíaco. http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2015/03/laudo-aponta-que-filho-de-casal-gay-morreu-de-causas-naturais-diz-policia.html