Redação Pragmatismo
Compartilhar
América Latina 18/Mar/2015 às 21:30
40
Comentários

"EUA estão agindo para desestabilizar a América Latina", diz historiador

Cientista político e historiador Moniz Bandeira denuncia modus operandi dos EUA para desestabilizar as democracias na América Latina. No caso do Brasil, iniciativas como a criação dos Brics e a escolha do regime de partilha para a exploração do pré-sal despertaram a ira de Washington

moniz bandeira eua américa latina
O cientista político e historiador Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira (divulgação)

O cientista político e historiador Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira denunciou nesta terça-feira (17) que os Estados Unidos, por meio de órgãos como CIA, NSA (Agência Nacional de Segurança) e ONG´s a eles vinculadas, continuam na tentativa de desestabilizar governos de esquerda e progressistas da América Latina. Moniz Bandeira disse que “evidentemente há atores, profissionais muito bem pagos, que atuam tanto na Venezuela, Argentina e Brasil, integrantes ou não de ONGs, a serviço da USAID, Now Endowment for Democracy (NED) e outras entidades americanas, para desestabilizar esses países, com a utilização de instrumentos que incluem protestos de rua”.

“As demonstrações de 2013 e as últimas, contra a eleição da presidente Dilma Rousseff, não foram evidentemente espontâneas”, disse o cientista político. “Os atores, com o suporte externo, fomentam e encorajam a aguda luta de classe no Brasil, intensificada desde que um líder sindical, Lula, foi eleito presidente da República. Os jornais aqui na Alemanha salientaram que a maior parte dos que participaram das manifestações de domingo, dia 15, era gente da classe média alta para cima, dos endinheirados”, disse Moniz Bandeira, que reside na Alemanha e é autor de vários livros sobre as relações Brasil—EUA.

No caso do Brasil especificamente, citou iniciativas do PT e aliados que contrariam Washington, como a criação do Banco do Brics , uma alternativa ao FMI e ao Banco Mundial e o regime de partilha para o pré-sal, que conferiu papel estratégico à Petrobras, deslocando as petroleiras estrangeiras. Ele lembrou também que a presidenta Dilma foi espionada pela NSA e não se alinhou com os Estados Unidos em outras questões de política internacional, entre as quais a dos países da América Latina..

Confira a entrevista na íntegra:

1)O líder do PT na Câmara, Sibá Machado, comentou nas redes sociais que a CIA tem atuado nas tentativas de desestabilização de governos democráticos na América Latina . Como o senhor avalia isso, diante de vários episódios históricos que mostram os EUA por trás da desestabilização de governos de esquerda e progressistas?

R – Washington há muito tempo está a criar ONGs com o fito de promover demonstrações empreendidas, com recursos canalizados através da USAID, National Endowment for Democracy (NED) e CIA; Open Society Foundations (OSF), do bilionário George Soros, Freedom House, International Republican Institute (IRI), sob a direção do senador John McCain, etc. Elas trabalham diretamente com o setor privado, municípios e cidadãos, como estudantes, recrutados para fazerem cursos nos Estados Unidos. Assim o fizeram nos países da Eurásia, onde de 1989 ao ano de 2000 foram criadas mais de 500.000, a maioria das quais na Ucrânia. Outras foram organizadas no Oriente Médio para fazer a Primavera Árabe.

A estratégia é aproveitar as contradições domésticas do país, os problemas internos, a fim de agravá-los, gerar turbulência e caos até derrubar o governo sem recorrer a golpes militares. Na Ucrânia, dentro do projeto TechCamp, instrutores, a serviço da Embaixada dos Estados Unidos, então chefiada pelo embaixador Geoffrey R. Pyatt, estavam a preparar, desde pelo menos 2012, especialistas, profissionais em guerra de informação e descrédito das instituições do Estado, a usar o potencial revolucionário da mídia moderna – subvencionando a imprensa escrita e falada, TVs e sites na Internet – para a manipulação da opinião pública, e organização de protestos, com o objetivo de subverter a ordem estabelecida no país e derrubar o presidente Viktor Yanukovych as demonstrações contra o presidente Yanukovych, em fevereiro de 2014.

Essa estratégia baseia-se nas doutrinas do professor Gene Sharp e de Political defiance, i. e., o desafio político, termo usado pelo coronel Robert Helvey, especialista da Joint Military Attache School (JMAS), operada pela Defence Intelligence Agency (DIA), para descrever como derrubar um governo e conquistar o controle das instituições, mediante o planejamento das operações e mobilização popular no ataque às fontes de poder nos países hostis aos interesses e valores do Ocidente (Estados Unidos). Essa estratégia pautou em larga medida a política de regime change, a subversão em outros países, sem golpe militar, incrementada pelo presidente George W. Bush, desde as chamadas “revoluções coloridas” na Europa e Eurásia, assim como na África do Norte e no Oriente Médio. Explico, em detalhes e com provas, como essa estratégia se desenvolve em meu livro A Segunda Guerra Fria, e, no momento estou a pesquisar e escrever outra obra – A desordem mundial – onde aprofundo o estudo o que ocorreu e ocorre em vários países, sobretudo na Ucrânia.

2)Além da CIA, como os EUA atuam contra os governos de esquerda da América Latina.

R – Não se trata de uma questão ideológica, mas de governos que não se submetem às diretrizes de Washington. Uma potência mundial, como os Estados Unidos, é mais perigosa quando está a perder a hegemonia do que quando expandia seu Império. E o monopólio que adquiriu após a II Guerra Mundial de produzir a moeda internacional de reserva – o dólar – está a ser desafiado pela China, Rússia e também o Brasil, que está associado a esses países na criação do banco internacional de desenvolvimento, como alternativa para o FMI, Banco Mundial etc. Ademais, a presidenta Dilma Rousseff denunciou na ONU a espionagem da NSA, não comprou os aviões – caça dos Estados Unidos, mas da Suécia, não entregou o pré-sal às petrolíferas americanas e não se alinhou com os Estados Unidos em outras questões de política internacional, entre as quais a dos países da América Latina.

3) O governo da Venezuela tem denunciado a participação de Washington em tentativas de golpe. O mesmo poderia estar acontecendo em relação ao Brasil?

R – Evidentemente há atores, profissionais muito bem pagos, que atuam tanto na Venezuela, Argentina e Brasil, integrantes ou não de ONGs, a serviço da USAID, Now Endowment for Democracy (NED) e outras entidades americanas. Não sem razão o presidente Vladimir Putin determinou que todas as ONGs fossem registradas e indicassem a origem de seus recursos e como são gastos. O Brasil devia fazer algo semelhante. As demonstrações de 2013 e as últimas, contra a eleição da presidente Dilma Russeff, não foram evidentemente espontâneas. Os atores, com o suporte externo, fomentam e encorajam a aguda luta de classe no Brasil, intensificada desde que um líder sindical, Lula, foi eleito presidente da República. Os jornais aqui na Alemanha salientaram que a maior parte dos que participaram nas manifestações de domingo, dia 15, era gente da classe média alta para cima, dos endinheirados.

4) Que interesses de Washington seriam contrariados, pelo governo do PT, para justificar a participação da CIA e de grupos empresariais de direita, como os irmãos Koch (ramo petroleiro) , no financiamento de mobilizações contra Dilma? O pré-sal, por exemplo?

R – Os interesses são vários como expliquei acima. É muito estranho como começou a Operação Lava-Jato, partir de uma denúncia “premiada”, com ampla participação da imprensa, sem que documentos comprobatórios aparecessem. O grande presidente Getúlio Vargas já havia denunciado, na sua carta-testamento, que “a campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. (…) Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobras e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculizada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente”.

5) Como o senhor interpreta o surgimento de grupos de direita no Brasil, com agenda totalmente alinhada aos interesses dos EUA?

R – Grupos de direita estão no Brasil como em outros países. E despertaram com a crise econômica deflagrada em 2007-2008 e que até hoje permanece, em vários países, como o Brasil, onde irrompeu com mais atraso que na Europa. E a direita sempre foi fomentada pelos interesses de Wall Street e do complexo industrial nos EUA, que é ceivado pela corrupção, e onde a porta giratória – executivos de empresas/secretários do governo – nunca deixa de funcionar, em todas as administrações.

6) Há, entre os organizadores dos protestos, gente fracamente favorável à privatização da Petrobras e das riquezas nacionais, com um evidente complexo de vira-latas diante dos interesses estrangeiros. Como analisar esse movimento à luz da história brasileira?De novo o nacionalismo versus entreguismo?

R – Está claro que, por trás da Operação Lava-Jato, o objetivo é desmoralizar a Petrobras e as empresas estatais, de modo a criar as condições para privatizá-las. Porém, estou certo de que as Forças Armadas não permitirão, não intervirão no processo político nem há fundamentos para golpe de Estado, mediante impeachment da presidenta Dilma Rousseff, contra a qual não há qualquer prova de corrupção, fraude eleitoral etc., elemento sempre usado na liturgia subversiva das entidades e líderes políticos que a USAID, NED e outras entidades dos EUA patrocinam.

SAIBA MAIS: Mídia brasileira esconde o nascimento de uma nova ordem mundial

Brasil 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. enganado Postado em 19/Mar/2015 às 01:16

    Caro Sr. Moniz Bandeira Já estou cansado de escrever que o BRASIL tem donos: EUA/iSSrael. País que tem rede gRoubo que consegue não ter respeito por nada LEGAL/LEGÍTIMO/DEMOCRATICO e um povinho que acredita nestes caras: "Merece o que"? Começa por um Clube Militar que defende a Direita/EUA/Golpes Inconstitucionais/APÁTRIDAS/... precisa ser cientista para descobrir alguma coisa a respeito da ignorância do povo=classe média. O nosso povinho merece mesmo é um regime militar que mate/torture/roube/entregue o país aos EUA/iSSrae/ceder Recife para a IV Frota dos EUA/entregar a PETROBRAS=100% para qq americano por mais vagabundo que seja, acaba logo com isso e deem ao FHC o Título de Príncipe e 1º Ministro o AÓPIO. è isso que o povinho merece, pois acreditam em rede gRoubo!

    • andre gialluisi Postado em 21/Mar/2015 às 01:38

      só podia ser um enganado mesmo

  2. Eduardo Postado em 19/Mar/2015 às 07:36

    ... 3250 marines no Peru... Eduard Snowden.... ataques ao governo sistematicamente.... não precisa ser historiador para ver que tem coisa por trás disto, e eles os do norte estão se sentindo abandonados, cultivando a crise de ciumes de seus quintais sendo divididos com outros paises, mas o pior é ver brasileiros dando força e até pedindo por isto.... Aí eu tenho saudade do OSPB que estava nos meus tempos de banco escolar... eu sabia qual o significado de Pátria, coisa que hoje em dia não existe mais.....

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 19/Mar/2015 às 09:48

    "Olavete" detectado.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Mar/2015 às 14:46

      Não apelidei. Apenas identifiquei, detectei. São coisas diferentes. E francamente, não há o que defender. Olavetes e coxinhas em geral estão muitissimo mais preocupados com essa sei lá o que, chamemos de "instituição", do que os próprios integrantes. Não há o que defender e nem o que discutir em nivel algum.

    • poliana Postado em 19/Mar/2015 às 16:33

      "Olavete" virou apelido pejorativo! Coitado do olavo de carvalho. Rsrsrs

      • Pereira Postado em 20/Mar/2015 às 11:49

        Olavo de Carvalho deve estar muito preocupado com esses apelidos.

      • Ricardo Postado em 20/Mar/2015 às 14:18

        Ah, não! Olavo de Carvalho não é referência para NADA! É um cara que defende teorias absurdas, e quem oferece objeção (algo NATURAL em qualquer discussão minimamente acadêmica) recebe insultos. Só num país como o nosso, em que, infelizmente, o pessoal não tem acesso a educação e cultura (e quem tem, muitas vezes, não dá a mínima) é que ele é lido e levado "a sério" (junto com Mainardi e Constantino). A direita já foi mais inteligente...

  4. Renato Postado em 19/Mar/2015 às 09:54

    Não adianta nada acusar os EUA e tropeçarem na própria corrupção. É pior que crente que, quando faz bobagem, bota a culpa no Diabo mas não muda de atitude.

    • Alessandro Postado em 19/Mar/2015 às 11:21

      Sobre a sua comparação dos EUA com o Diabo: Imagine que o Diabo fosse real e que ele estivesse na direção de uma superpotência econômica e militar, que ele tivesse um gigantesco exército com o armamento mais moderno do mundo, que ele tivesse centenas de bases militares em todos os continentes e frotas militares em todos os mares e oceanos, que a maior parte das elites econômicas de todo o mundo estivessem do lado da ideologia dele, que a maior parte da grande mídia global esteja subordinada a propagar a ideologia satanista, que grande parte das nações do mundo são "estados clientes" em tudo menos em nome ao capeta, que várias das nações do mundo que ainda não adoram completamente ao demônio estejam sendo vítimas de guerras civis provocadas pelo capeta e também de sabotagem econômica. Imagine que Deus não tivesse o poder para parar o satanás. Você não acha que isso muda o cenário?

  5. Thiago Lopes Postado em 19/Mar/2015 às 10:50

    Tonho, no final das contas, Cuba deve ser bem melhor de viver do que o Brasil. E antes que me digam Vai pra Cuba, eu já me adianto e digo: vou assim que puder, não aguento mais esse país de merda, cheio de gente burra, ignorante, despolitizada como vc Tonhão, e como o Pereira, como o Naro, Outro Rodrigo e tantos outros bostas do tipo. Pelo menos Cuba não dá o rabo pros Estados Unidos, diferente do Brasil. Outra coisa, aqui só se governa pra classe média e pra burguesia. Cansei dessa merda de país, ele está tomado e é controlado por vcs, reacinhas umbiguistas. A ditadura militar tinha um projeto de país, e ao ler o comentário de vcs, chego na conclusão de que o projeto deles deu certo.

    • Vinicius Postado em 19/Mar/2015 às 19:29

      Lavou minha alma Thiago!!! O que mais me envergonha do Brasil é o nível de alienação das pessoas, pedindo intervenção militar!!! Total vergonha alheia!! *Outro Vinicius

  6. eu daqui Postado em 19/Mar/2015 às 11:03

    Sua América é latrina? Bem feito pra vc: adoro ver justiça. A minha América nem latina é. É americana mesmo, de Pindorama e Pachamama. E tome mais justiça.

  7. BRUNO SILVA Postado em 19/Mar/2015 às 11:47

    Pelo visto vc é mais um que não tem argumentos decentes para informar a ter um debate inteligente aqui. Mais tudo bem afinal devemos respeitar o argumentos de todos até de doentes sem ideias.

  8. Thiago Teixeira Postado em 19/Mar/2015 às 11:48

    A esquerda tem o FORO DE SÃO PAULO, a direita tem o HSBC. Quem é mais forte?

  9. Alexandre Postado em 19/Mar/2015 às 13:29

    É preciso desconstruir para construir novamente.... Bilderberg em ação...

  10. poliana Postado em 19/Mar/2015 às 16:32

    Serio, cara..vc tá trolando neh? Morro de rir do jeito q tu fala...kkkkkkkkkkkkk

  11. Pereira Postado em 19/Mar/2015 às 16:48

    Novo Galeano ? AS veias abertas da america latina 2 ? Haja saco !!!!

  12. Pereira Postado em 19/Mar/2015 às 16:56

    "É preciso desconstruir para construir novamente.... Bilderberg em ação..." Eu fico imaginando gente do Bilderberg rolando de rir dos esquerdistas que põe a culpa das M... que eles fazem na política oficial americana. Os caras financiam tudo que é movimento esquerdista no mundo para desconstruir, e depois ser a única alternativa financeira onde causaram a desconstrução. Os caras estão se babando para abocanhar a Venezuela e seu mercado interno destruído por Maduro. Todo mundo ganha com o socialismo : Os metacapitalistas do Bilderberg e a casta elitista de governantes....e o povo ? Bem, o povo fica na M..e com os ideais solcialistas na ponta da língua. E a culpa é dos EUA ..... Santa ingenuidade !

  13. Pereira Postado em 19/Mar/2015 às 17:02

    Chega a ser santa a Ingenuidade desse pessoal de esquerda que põe a culpa das loucuras do Grupo Bilderberg na política oficial americana. Nem digo que seja burrice; É ingenuidade mesmo e desconhecimento mesmo.

  14. Pereira Postado em 19/Mar/2015 às 17:08

    "A esquerda tem o FORO DE SÃO PAULO, a direita tem o HSBC. Quem é mais forte?" Olha essa pergunta é interessante. Acho ainda que o foro de são paulo é mais forte, pois conta com as armas e o dinheiro bilionário do narcotráfico das FARC. Todo o mundo sabe de onde vem as armas né ? preciso falar ?

  15. Pereira Postado em 19/Mar/2015 às 17:16

    Cuba é muito bom, para os turistas. Já fui lá, recomendo é lindo. O ruim é que para os nativos que sofrem com uma ditadura militar esquerdista horrorosa, nada mais resta que fome, medo e falta de liberdade.

    • Thiago Postado em 21/Mar/2015 às 09:55

      Meu deus cara fica quieto tu ta passando vergonha ai

  16. Pereira Postado em 19/Mar/2015 às 17:26

    Esse senhor é Agente de desinformação, ficou claro. George Soros financia ongs esquerdistas pelo mundo, bem como outros membros do Bilderberg como as fundações Ford,Rockfeller e Maccarthur. No caso dos protestos da violência policial nos EUA, foi ele,Soros, quem financiou os protestos.

  17. luis Postado em 20/Mar/2015 às 10:55

    É só o pessoal da esquerda parar de roubar e começar a desenvolver de verdade os países que os EUA não tem chance. Vamos tentar?

    • Maria Salete Silva Postado em 20/Mar/2015 às 15:17

      É impressionante! Quer dizer que 503 anos de mando da classe dominante, deixando o País no abismo da FOME, isso é da maior relevância, é o apanágio de uma doce ventura nacional! Doze anos de mando de um PARTIDO que inclusive não se caracteriza por uma REAL ESQUERDA, apenas um arremedo, mas que já é uma VENTURA não ser de DIREITA, e as pedradas acontecem como se houvesse passado os mesmos 500 anos!! Quanta arrogância, qta. indiferença para com tanta coisa que aconteceu a benefício das periferias! O PP, PSDB , PMDB são ESQUERDA? TODOS ELES VENCERAM O PT na GATUNAGEM? Veja um por um a somatória!

  18. Pereira Postado em 20/Mar/2015 às 10:58

    Luis, roubar ,mentir, adulterar , fingir , ameaçar , desqualificar , corromper é próprio do marxismo.... é o marxismo. Eles dizem que é : Tudo pelo bem maior e o futuro .

    • luis Postado em 20/Mar/2015 às 11:29

      Pois é. E pior ainda, não quer que ninguém reclame. Tem que achar tudo lindo.

  19. luis Postado em 20/Mar/2015 às 11:39

    Já pensou que legal seria se o Brasil fizesse como os EUA e também atuasse em seu próprio benefício sempre?

  20. Pereira Postado em 20/Mar/2015 às 11:41

    "pedindo intervenção militar!!! Total vergonha alheia!!" Em cuba há ditadura militar desde 1959.

    • Ricardo Postado em 20/Mar/2015 às 14:12

      Pois é, está errado desde 1959. E daí?! Em que isso melhora o teu argumento?! Tu nem sabe o que tá falando.

  21. Ricardo Postado em 20/Mar/2015 às 13:11

    Claro, o governo sempre foi honesto na condução da Petrobras. A lava jato foi criada para desmoralizar a Petrobras para ser mais fácil privatizar ela. Dá um tempo... Quanto papo furado...

  22. Junipero Postado em 20/Mar/2015 às 13:48

    essa é a famosa politica intervencionista norte americana, que vem com planos bem orquestrados para toda a América do sul, e mal se pode saber sobre isso através da mídia brasileira tão grande é a desinformação que ela oferece. O país é praticamente ao lado, mas como ele está no time avesso aos interesses norte-americanos (assim como Russia) mas sabemos sobre a realidade politica do país. Se o Brasil não fosse uma fonte múltipla de recursos naturais diversos e globalizada, que adora ser parasitada pelo resto do mundo dolarizado, e por isso estar sempre em foco na gazeta internacional, entrariam aqui sem as menores satisfações para pegar tudo que querem, petróleo, recursos minerais diversos, (aí, nosso nióbio...), alimentícios, farmacológicos, e matéria-prima diversas. Bom na verdade praticamente já fazem isso? Que necessidade há de se por um lobo numa coleira, se suas patas estão quebradas e ele está cego e surdo? A deturpação é tão grande que vemos brasileiros hostilizados em qualquer lugar do mundo enquanto qualquer um pode entrar aqui, quando, como, porque e onde quiser. há alguns orgulhos nisso claro, como abominar a guerra e acolher gente que sofre, mas a mídia simplesmente ama esse colar elizabetano que conseguiu colocar no pescoço do povo brasileiro. E o povo responde a altura quando Imperialismo Norte americano diz: deita, rola, late. Muito bom, agora aqui seu osso. É o que sobra para o povo brasileiro: osso. E há muita gente que rói abanando o rabo, sentado na frente de uma tv, enquanto assiste futebol e novela.

  23. Junipero Postado em 20/Mar/2015 às 13:49

    Acho que é como noutro tópico: essa é a famosa politica intervencionista norte americana, que vem com planos bem orquestrados para toda a América do sul, e mal se pode saber sobre isso através da mídia brasileira tão grande é a desinformação que ela oferece. O país é praticamente ao lado, mas como ele está no time avesso aos interesses norte-americanos (assim como Russia) mas sabemos sobre a realidade politica do país. Se o Brasil não fosse uma fonte múltipla de recursos naturais diversos e globalizada, que adora ser parasitada pelo resto do mundo dolarizado, e por isso estar sempre em foco na gazeta internacional, entrariam aqui sem as menores satisfações para pegar tudo que querem, petróleo, recursos minerais diversos, (aí, nosso nióbio...), alimentícios, farmacológicos, e matéria-prima diversas. Bom na verdade praticamente já fazem isso? Que necessidade há de se por um lobo numa coleira, se suas patas estão quebradas e ele está cego e surdo? A deturpação é tão grande que vemos brasileiros hostilizados em qualquer lugar do mundo enquanto qualquer um pode entrar aqui, quando, como, porque e onde quiser. há alguns orgulhos nisso claro, como abominar a guerra e acolher gente que sofre, mas a mídia simplesmente ama esse colar elizabetano que conseguiu colocar no pescoço do povo brasileiro. E o povo responde a altura quando Imperialismo Norte americano diz: deita, rola, late. Muito bom, agora aqui seu osso. É o que sobra para o povo brasileiro: osso. E há muita gente que rói abanando o rabo, sentado na frente de uma tv, enquanto assiste futebol e novela.

  24. Fábio de Oliveira Ribeiro Postado em 20/Mar/2015 às 13:58

    No fundo, os gringos estão fazendo a mesma coisa que os portugueses fizeram. Quando cá chegaram, nossos antepassados trocavam bugigangas (espelhos, colares, facas, facões e machados) por terras e trabalho no corte de pau-brasil. O lucro da exploração do pau-brasil era fabuloso, pois naquele tempo o corante vermelho só era produzido numa ilha do mediterrâneo a partir de um crustáceo. O tecido tingido de vermelho em Portugal custava uma fortuna, mesmo sendo mais barato que o produzido pelos concorrentes. É óbvio que os portugueses não dividiram os lucros com os índios. Os norte-americanos sabem que há um imenso pote de ouro negro em nosso litoral. Em razão disto eles dão uns trocados para os neo-índios derrubarem o governo. O que são alguns milhões de dólares jogados fora quando muitos bilhões de dólares estão em jogo?

  25. Douglas Postado em 20/Mar/2015 às 14:39

    Os EUA sempre são os culpados de tudo PQP

  26. Pereira Postado em 20/Mar/2015 às 14:42

    "A direita já foi mais inteligente" O bom mesmo é a esquerda, que tudo que tem como argumentação é rótulos do tipo : "Fascista !!!" "coxinha !!!!" "A classe média é porca!!!" "os EUA estão por trás de tudo". "Marcha da elite branca!!!" . tudo que é contra a esquerda eles rotulam, fora os insultos, o ódio e até mesmo as agressões físicas contra seus oponentes. Vide Marilena Chauí, um expoente da "intelectualidade" esquerdista. "Eu odeio a Classe média !!!!!"

  27. Antonia Postado em 20/Mar/2015 às 15:13

    EUA sempre esteve por trás das ditaduras. Isso é um fato. Nunca me enganei a respeito dessas manifestações, elas sempre trazem um frase pronta, pronta há 50 anos atrás no golpe de 64. Todos os países que são achincalhados pelos americanos, com irã, Iraque, Venezuela, Brasil, etc são coincidentemente, produtores de petróleo, e quando não podem achincalhar e jogar a opinião pública contra estes, surge ebola em Angola, outro produtor de petróleo e minerais preciosos. Os ianques nunca me enganaram. E ainda mandam os pastores formar igrejas por aqui pra deixar o povo mais idiota do que já é.

  28. marcos Postado em 20/Mar/2015 às 21:59

    O que temos a fazer e que já venho fazendo sistematicamente é boicotar a cultura norte(lixo neocultural) americana principalmente seus idolos de papel, musica cinema roupas estilo de vida e por aí vai...

  29. tiago Postado em 26/Mar/2015 às 15:24

    galera, pesquisem no wikileaks! Lá existem documentos provando que existem diversos planos e ações do governo norte americano no sentido de desestabilizar os governos latino americanos. Façam a busca por palavras chaves, nomes de presidentes e países e tirem suas conclusões....