Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 02/Mar/2015 às 21:30
31
Comentários

Americano que se dizia Cristo para abusar de 'virgens' é preso no Brasil

Pastor se dizia Cristo para fazer sexo com meninas virgens. Victor Ardem Barnard, que foi preso na praia da Pipa-RN, é acusado de praticar abusos contra 59 crianças, entre 12 e 13 anos

americano Victor Ardem River Road Fellowshi pedofilo
Americano Victor Ardem Barnard, líder da seita religiosa “River Road Fellowship” preso em Pipa – RN (Imagem: Pragmatismo Político)

O americano Victor Ardem Barnard, 53 anos, líder da seita religiosa “River Road Fellowship”, no estado de Minnesota, e preso na noite da última sexta-feira em Pipa estava sob monitoramento há seis meses, por forças policiais do Estado e Federal, em um trabalho de cooperação mútua. Durante esse tempo, de acordo com informações obtidas com agentes de segurança pública do Rio Grande do Norte, Victor Barnard só foi visto duas vezes em ambientes públicos.

Nas duas únicas vezes que apareceu publicamente durante esse tempo de monitoramento, ele e a mulher proprietária da casa onde vivia foram a um posto de combustíveis e, em outra ocasião, estiveram em um hospital.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, expediu mandado de prisão contra o americano. A prisão ocorreu na noite de sexta-feira, 28, em Pipa, em um condomínio de casas.

Virgens

Barnard era líder da igreja cristã River Road Fellowship, que surgiu de uma dissidência da The Way International. Em 2000, ele criou em sua igreja o grupo “Donzelas de Cristo” com 10 garotas de 12 a 24 anos que deveriam permanecer virgens e nunca se casar.

Em 2011, duas dessas jovens denunciaram o líder religioso à polícia por estar abusando delas sexualmente. Uma, Lindsay Tornambe, disse que vinha sendo violentada desde os 13 anos de idade, e outra, Jess Schweiss, desde os 12.

Barnard pregava que ele era o próprio “Jesus na carne” e que suas seguidoras deveriam fazer sexo com ele, seguindo o exemplo de Maria Madalena.

Afirmava às meninas que, por ser Cristo, eram permaneceriam virgens após o relacionamento sexual com ele.

O pastor dizia, também, que o sexo era parte da história da cristandade, lembrando que o rei Salomão havia dormido com muitas concubinas.

Victor Ardem Barnard virgens cristo
Victor Ardem Barnard e as “virgens” (divulgação)

Lindsay Tornambe, atualmente com 28 anos, afirmou que, com o consentimento de seus pais, no início de sua adolescência tinha se mudado para o acampamento em Pine County, Minnesota, onde ficavam as “Donzelas de Cristo”.

“Lá, ele [o pastor] começou a explicar que fazer sexo comigo era sua maneira de me mostrar o amor de Deus”, disse Tornambe à imprensa americana. E que não era para ela contar nada a ninguém porque, caso contrário, receberia uma condenação divina.

Tornambe sofreu abuso de uma a três vezes por mês até os 22 anos. Ela disse que aos 15 anos tentou deixar o grupo e que Tornambe, para fazê-la mudar de ideia, lhe deu um anel, um véu e outros presentes. Mas o que a fez mesmo permanecer no grupo foi a ameaça do pastor de que seria castigada por Deus. “Eu fiquei com muito medo.” Em 2010, ela finalmente se afastou do pastor.

Aparentemente, ninguém sabia que Barnard tinha um harém cristão. “Eu nunca tinha conhecido ninguém como ele que amava a Palavra de Deus”, disse Ruth Johnson, ex-fiel do pastor na River Road Fellowship.

Repercussão internacional

O superintendente adjunto da Polícia Federal, Paulo Henrique Rocha, descartou que Victor Barnard estivesse mantendo um núcleo da seita no Brasil. Também foi presa, ontem à noite, uma mulher que estava com Barnard e apontada como a proprietária da residência onde se encontravam. Ela estava dando “cobertura” ao fugitivo. Com o americano foram apreendidos documentos, agendas, computadores, pendrives, aparelhos e chips celulares foram apreendidos.

A prisão de Victor Ardem Barnard repercutiu na imprensa internacional. Os principais jornais dos Estados Unidos publicaram reportagens sobre a localização e prisão do norte-americano do Brasil. Como forma de acelerar uma possível captura, a Polícia americana também ofereceu uma recompensa de U$ 25 mil. No entanto, o valor não foi e nem será solicitado pelas forças policiais do RN ou do Brasil. “Entendemos que estamos no cumprimento do dever, então, a solicitação foi absolutamente descartada”, declarou o tenente Daniel Costa.

No dia 20 novembro do ano passado, Barnard foi incluído na lista dos 15 criminosos mais procurados dos Estados Unidos pela US Marshals, agência de aplicação da lei e unidade da Polícia Federal americana.

com Tribuna do Norte, CNN, Paulopes e Agência Estado

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Selton Postado em 02/Mar/2015 às 21:38

    É a partir daí que a fé deve ser discutida, em meu ver; quando começa a quebrar os limites da decência, quando começa a evidenciar contradições abruptas, quando a fé sai do mero ato de crer para a fé cega e desnorteada, e por consequência, vil.

  2. Jonas Schlesinger Postado em 02/Mar/2015 às 23:17

    Putz kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é sério isso, que essas donzelas acreditavam na conversa fiada do garanhão aí? Parece mais filme de comédia, tipo American Pie, Todo mundo em panico etc. Kkkk desculpa, eu fiz foi rir da ingenuidade desses pais e dessas meninas kkkkk desculpa (enquanto digito, me acabo de ri)

    • Luis Postado em 03/Mar/2015 às 09:10

      Ah cara, menininhas inocentes de igreja, não é de se surpreender kkkkk. Ou vai ver só se fingiam de inocentes pros pais, nunca se sabe. Bem, já que o cara é americano, caso ele seja extraditado vai se f**** lindamente, já que os EUA não têm a mesma complacência com criminosos que temos por aqui.

      • Sander Postado em 03/Mar/2015 às 10:42

        Esqueceu que é Brasil Luis? Pais que tem péssimo histórico de deixar criminosos internacionais viverem numa boa por aqui? Sinceramente, acho que vai dar em nada, como sempre.

      • Beatriz Postado em 03/Mar/2015 às 11:36

        Bem comentário de homem machista mesmo, sempre a culpa e da mulher, mesmo sendo meninas de 12, 13 anos

      • Dafne Postado em 03/Mar/2015 às 12:14

        Qual o problema de vcs? Os abusos começaram no ínicio da adolescencia, elas deveriam ter cerca de 13 anos, o cara é um pedófilo. Só se fingiam de inocente? Essa menina foi estuprada por quase 10 anos, e vcs fazem piada? Estou enojada com ele e com vcs.

      • Jonas Schlesinger Postado em 03/Mar/2015 às 14:55

        Dafne, quer um abraço? Precisa relaxar mais, garota. Achei engraçado o contexto que levou a um estupro (pessoas acreditarem que um homem cercado de mulheres seria um santo) e não o estupro em si. Relax, relax...

    • Dafne Postado em 03/Mar/2015 às 12:11

      Pedofilia é super engraçado mesmo. Ela foi estuprada! A,busada sexualmente e psicologicamente por quase 10 anos, e vc acha graça? Doente!

      • Renzo Postado em 03/Mar/2015 às 14:18

        Só lembrando que no brasil, acima de 14 anos não é crime, portanto... levar alguém pra cama devido a ''papo furado'' não configura crime.

    • Marcoux Postado em 03/Mar/2015 às 12:19

      nao eh funny ser violentada sexualmente. Se nao tem sensibilidade. pelo menos nao faca chacota. Vergonha.

    • marc Postado em 03/Mar/2015 às 14:12

      Imagine vc com 13 anos ser mandado para um internato qualquer e ficar lá com um pastor bem dotado q gostasse de ânus infantis e este fosse o seu por 10 anos. Agora tente rir novamente idiota !

  3. João Paulo Postado em 03/Mar/2015 às 00:51

    Acho que a paternidade/maternidade irresponsável deveria caracterizar crime hediondo ...

  4. Mariana Postado em 03/Mar/2015 às 03:52

    Quando se está cego por uma religião, com medo de uma suposta divindade e de uma crença regida principalmente na base da ignorância, acontece essas coisas mesmo. Não culpo, nem julgo essas moças, até porque eu também já tremi de medo de estar cometendo um pecado só de perguntar as horas a um estranho na rua.

    • Rafael Postado em 03/Mar/2015 às 10:29

      Esse é um exemplo de como a ignorância e a alienação toma conta de algumas mentes. Essas meninas estavam completamente cegas. A ponto de acreditarem que seriam de fato castigadas, caso desobedecessem o tal Bernard.

  5. Thiago Teixeira Postado em 03/Mar/2015 às 07:35

    Calma Poliana!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Calma ................ não se estresse!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Respire ...

    • poliana Postado em 03/Mar/2015 às 13:39

      certo tico....sério mesmo...vou respirar fundo aki e me conter, na boa...pastor né?! ok...

      • Thiago Teixeira Postado em 03/Mar/2015 às 16:49

        Não respirou coisa nenhuma Poli, você aloprou no último os fundamentalistas de plantão no outro post! kkkkkkkkkkk

      • poliana Postado em 03/Mar/2015 às 19:30

        não sou de ferro tico...vc deixou claro em sue post: FUNDAMENTALISTA. ele pediu...

  6. Monica Postado em 03/Mar/2015 às 10:01

    Por isso digo afirmo e repito EDUCACAO SEXUAL PARA TODAS AS CRIANCAS JÁ!Quando uma crianca recebe educacao sexual sabe o que e seu direito a intimidade e a dispor de seu proprio corpo , a reconhecer um contato e uma relacao inadecuada.E um direito da crianca de conhecer seu corpo e de rejeitar qualquer ato sexual que nao seja adecuado

    • Priscilla Postado em 03/Mar/2015 às 14:51

      Melhor comentario!

  7. Camilla Postado em 03/Mar/2015 às 10:35

    Pessoal do Pragmatismo, revisem o texto antes de publicá-lo, por favor.

  8. MARCIO Postado em 03/Mar/2015 às 11:21

    Prenderam Jesus...e agora?

  9. joao adilson fernandes Postado em 03/Mar/2015 às 11:37

    ah fala sério, no texto diz que a garota "estava sendo violentada desde os 13 anos" como pode alguém ser violentada mais de uma vez? se foi uma violência a pessoa foge e não vai ser violentada mais, quer dizer que ela procurou para ser violentada as outras vezes? kkkkkkkkkkk

  10. santos Postado em 03/Mar/2015 às 12:21

    Mais um pastor sem escrúpulos,enganador de jovens e pilantra mesmo.Fugiu para cá pensando estar livre da cana americana...que é dura e não será solto por nada,como acontece aqui,mata-se,estupra-se e rouba-se,paga-se uma fiança,cumpre um pequeno pedaço da pena e está livre para delinquir de novo!Deverá ser expatriado pera os EUA e ser condenado pelas atrocidades feitas em nome de DEUS. Aqui no Brasil...existem centenas de pastores de ovelhinhas, escondidos em igrejas evangélicas com a mesma finalidade! prisão para todos eles!

  11. Yrae Postado em 03/Mar/2015 às 13:09

    Eu já tinha lido essa história a uns dois ou três anos atrás.

  12. ricardo Postado em 03/Mar/2015 às 14:01

    Ora, bolas, as crentinices brasileiras do pastor marcos pereira da silva o credenciam que o mandemos para os USA, para que lá os USA o usem da mesma forma que o americano, haja vista que o pastor Marcos Pereira da Silva, tem saudade dos rabos virgens de suas crentinas entregues.

  13. ercole Postado em 03/Mar/2015 às 14:46

    essa história é muito antiga. Certa vez um padre, em um convento só de freiras, obrigava-as a fazerem sexo oral nele dizendo que aquilo era um apito para chamar os anjos.

  14. maria Postado em 03/Mar/2015 às 15:14

    O povo sofre porque lhes falta conhecimento diz a palavra de Deus!oseias 4:6

  15. Rodrigo Postado em 03/Mar/2015 às 15:35

    (Outro Rodrigo) O fanatismo cega tanto (o político, o religioso, o esportivo etc.), que, no caso concreto, as pessoas deixam mesmo de ler a Bíblia em que dizem crer, não querendo acreditar que seguem um mentiroso: "Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. Mateus 24:5" e "Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. Marcos 13:6".

  16. Thiago Teixeira Postado em 03/Mar/2015 às 16:51

    Pereira? Líder de igreja estuprar donzelas ... pode? Ele foi corrompido pelo comunismo?

  17. Wanderson Postado em 04/Mar/2015 às 12:31

    Nossa!Quanta "gente boa"vem para aqui no Brasil hein? O cara é simplesmente um dos nomes mais procurados da américa.Parabéns.