Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 05/Feb/2015 às 15:09
46
Comentários

Silvia Pilz também odeia negros e crianças portadoras de Down?

Em outro texto criticado por internautas, Silvia Pilz zomba de crianças com Síndrome de Down e diz que “todo mundo quer ser branco e ter olhos claros”. A colunista de O Globo deverá se transformar numa especialista em explicar as próprias “piadas” imbecis

silvia pilz o globo preconceito
Silvia Pliz [esq], colunista de O Globo (Pragmatismo Político)

Marcos Sacramento, DCM

Duas semanas depois de publicar um post em que ridicularizava os pobres e suas relações com a saúde, a blogueira do Globo Silvia Pilz voltou a ser criticada por causa do texto “Preto no branco”. Publicado em julho do ano passado e desenterrado no vácuo do texto de janeiro, ela zomba de crianças com Síndrome de Down e diz que “todo mundo quer ser branco e ter olhos claros”.

Em entrevista à BBC Brasil sobre a polêmica de “O Plano cobre”, Pilz explicou que era uma sátira, “um texto tolo, corriqueiro, de humor” e se dizia divertida. Pode ter sido essa a intenção, mas a execução foi na direção oposta.

Diante da reação negativa, ela precisou colocar um aviso:

“Humor cáustico perde a graça quando precisa ser explicado. Falhei. Poucos se divertiram e muitos se ofenderam. A intenção não era essa. Leia o texto e deixe seu recado nos comentários.”

Sílvia parece mais uma trainee de Sheherazade do que alguém tentando divertir por meio da ironia. Pode ser que surja uma explanação para “Preto no Branco”. Caso isso aconteça, outra vez ela estará defendendo o indefensável.

Não há crítica à “ditadura do politicamente correto” que se sustente diante da afirmação de que “de cara, um anão assusta, assim como, de cara, crianças com Síndrome de Down também nos causam certo desconforto”. Ridicularizar crianças com Down é o fim. Ponto.

O humor pode ser escrachado, deve ser provocador, mas não pode deixar de lado a compaixão. “Quando não se sente compaixão pelo sofrimento alheio, quando o artista não tem a decência de se alinhar, ombro a ombro, com o sujeito de sua criação – quando isso acontece, não há esperança. E isso é especialmente importante para o humor”, escreveu o jornalista Marcelo Zorzanelli na revista Alfa há três anos.

Não conheço Sílvia Pilz e no seu blog não há indícios para afirmar que ela seja um ser desprovido de compaixão, mas para ela vale tudo no humor, conforme explicou à BBC.

O que as duas polêmicas explicitam é a falta de talento na hora de destilar sarcasmo e ironia. O primeiro parece conversa de dondocas decadentes zombando dos empregados e o segundo poderia ser assinado por neonazi simpatizante do apartheid. Provocação barata para causar.

Um texto de humor não é como um artigo acadêmico, cheio de notas de rodapé para auxiliar a compreensão. Deve ser entendido de primeira, assim como a piada contada aos amigos. Se explicar uma anedota é uma situação patética, o que dirá ter que explicar uma coluna escrita, pensada e revisada.

SAIBA MAIS: “Não pediria desculpas. A verdade dói”, diz Silvia Pilz

Sou péssimo contador de piadas. Evito contá-las para não correr o risco constrangedor de precisar explicá-las. Sílvia Pilz bem que poderia tomar a mesma atitude em relação a seu trabalho.

Silvia que me desculpe, mas ela vai entender: tripudiar sobre crianças com Down apenas para “causar” é coisa de uma débil mental. Com todo respeito.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Fran Postado em 05/Feb/2015 às 15:21

    Ela quer aparecer e a imprensa está dando o que ela quer.

    • maria da conceição Postado em 05/Feb/2015 às 15:43

      Realmente, é uma forma que ela encontrou de aparecer, pois ela é muito apagadinha.

    • André Anlub Postado em 05/Feb/2015 às 23:56

      Agradeço a deus por não ter um parente ou amigo que fale/pense/vomite uma asneira dessa.

  2. Rosana Postado em 05/Feb/2015 às 15:22

    Essa moçoila não tem espelho em casa.

  3. Robson Fernando de Souza Postado em 05/Feb/2015 às 15:28

    "Silvia que me desculpe, mas ela vai entender: tripudiar sobre crianças com Down apenas para “causar” é coisa de uma débil mental. Com todo respeito." - Repudiar capacitismo usando de capacitismo? Parabéns, manolo, só que não.

  4. cleiton rolo Postado em 05/Feb/2015 às 15:33

    mas com essa cara de sapo?

  5. Cláudio Luiz Pessuti Postado em 05/Feb/2015 às 15:43

    Ela diz que pessoas com Síndrome de Down e anões "causam estranheza". É uma interpretação . Me "causa estranheza" também pessoas como ela, "deficientes civilizatórias". É interessante ver alguém que se porta como se fosse uma remanescente do homem de Neanderthal....A diferença é que , no caso dos portadores de Síndrome de Down e anões, são situações pessoais criados pela genética, sem possibilidade de qualquer interferência deles, é uma herança genética involuntária. Já se apartar mentalmente do processo civilizatório, que pressupõe respeito e tolerância aos semelhantes,é ato voluntário....

    • Leopoldo Curado Postado em 05/Feb/2015 às 16:11

      Cláudia, vc têm razão, só peca ao compará-la ao Neanderthal, que possuia um volume cerebral e inteligência maior que o do homo-sapiens, porém uma menor capacidade de comunicação, em partes, por sua lingua ter movimentos mais restritos que a nossa. A capacidade de se comunicar fêz o sapiens preponderar, não é sua inteligência mas sim a capacidade de falar merda pro seu público , provavelmente as mulheres de deputados que estavam reunidas com o Eduardo Cunha pedindo a volta do Vale-Luftansa, as integrantes do "mulheres ricas" e tudo o que o valha.

    • Jussara Alves Postado em 05/Feb/2015 às 16:18

      Faço das palavras de Cláudio as minhas.

    • Luiz Alberto Pires Postado em 12/Feb/2015 às 12:01

      Olha, quando nos deparamos com os diferentes, achamos estranho e ficamos observando as diferenças, até mesmo um amputado por acidente se torna diferente e causa espanto....Temos que deixar de hipocrisias e achar que são inclusivos....a Sociedade não esta preparada para lidar com diferente, a inclusão esta sendo rejeitada em muitas escolas do Brasil....Sou a favor da cultura indígena que é milenar, vejam quem entre os índios não existem gay, paralíticos, Down...não existem defeituosos, porque eles tratam isso com a maior normalidade...resolvem no nascimento.

  6. Gregori Peck Postado em 05/Feb/2015 às 15:46

    Indios mesmo aqui no Brasil, matam seus filhos defeituosos no nascimento.

    • Vinícius Postado em 05/Feb/2015 às 18:00

      Não entendi seu argumento... Você acha plausível eliminar seres humanos que possuam algum tipo de "defeito"?

      • Luiz Alberto Pires Postado em 06/Feb/2015 às 12:09

        A cultura milenar dos índios fazem isso desde 1500 AC, e tem funcionado muito bem... http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/12/tradicao-indigena-faz-pais-tirarem-vida-de-crianca-com-deficiencia-fisica.html... Com o progressos científico de hoje em dia podemos saber bem antes e providencias a serem tomadas no sentido de sanar o problema.llll

      • Luiz Alberto Pires Postado em 12/Feb/2015 às 11:55

        Sim sou favorável.....a uma raça humana pura....

    • stella Postado em 06/Feb/2015 às 08:26

      Ai, para...não li isso.

  7. Thanee Degasperi Postado em 05/Feb/2015 às 15:57

    E tem uma coisa que os grupos ativistas SEMPRE reforçam. Piadas com minorias NÃO É PIADA. AI, imprensa brasileira. Você é lamentável.

    • Rafael Postado em 09/Mar/2015 às 19:32

      FODAM-SE os ativistas! Vão arranjar um emprego! Piadas com minorias são as mais engraçadas. Você é daquelas doentes que mandariam prendem o Mussum e o Costinha se fossem vivos. Nomezinho de POBRE esse seu!

  8. Mateus Postado em 05/Feb/2015 às 16:09

    Que texto horrível. Extremamente curto e sem objetivo. É claro que anões e portadores de síndrome de down causam estranheza, pois como nosso amigo Cláudio disse é uma anomalia genética. Lendo esse texto só deixou mais claro o que a Silvia Pilz quis dizer (de forma desastrosa concordo), o medo que temos em assumir que o que nos é diferente nos causa estranheza.

    • Paulo Rozendo Ferreira Postado em 05/Feb/2015 às 18:16

      Você deveria ter medo de outras coisas, tais como o carate mediucre de alguém

  9. Alexandre Coelho Marques Postado em 05/Feb/2015 às 16:35

    Ela gostaria de ser engraçada, mas não sabe escrever bem, não conseguindo então, se expressar de forma clara e irônica. Ela não é uma nazista, ela é sem talento.

  10. Maria Edineusa Káteb Postado em 05/Feb/2015 às 16:48

    Essa "veinha" é xarope !

  11. falaconova Postado em 05/Feb/2015 às 16:56

    Essa senhora se enquadra na categoria de deficiente social.

    • Ivonildo Cezar Postado em 06/Feb/2015 às 05:35

      Ou melhor, deficiente mental!

      • stella Postado em 06/Feb/2015 às 08:27

        Por favor, não ofenda os deficientes mentais.

  12. Rose Postado em 05/Feb/2015 às 17:12

    gente, que encontrar esta mulher, joga nela u ovo bem podre tá, o mundo agradece, já que jogar uma granada nao pode.

  13. Luisa Carolina Postado em 05/Feb/2015 às 17:12

    Eu não vou mentir, eu também sinto estranheza quando vejo crianças com Sindrome de Down e até quando vejo anões. Mas daí a dizer que acho isso normal e que devo, sim, destilar meus preconceitos por falta de informação (até porque não tenho convívio íntimo com portadores de nenhuma das deficiências) em cima dessas pessoas que nada fizeram que me atingisse, desculpa, Silvia, mas você foi infeliz em suas colocações. Respeito é bom, e assim como eu (que tenho meus estranhamentos) gosto, essas pessoas das quais você faz piada como se fosse a atitude moral também gostam. E fica a dica.

  14. Paulo Edson Carvalho Postado em 05/Feb/2015 às 17:17

    Ela já se olhou no espelho? Sinceramente, a primeira vez que vi a imagem dessa senhora, pensei que ela fosse portadora da síndrome de down. Causou-me certo desconforto!

  15. kátia Postado em 05/Feb/2015 às 17:25

    Se é cáustico deixou de ser humor. Suas piadas se assemelham ao mal gosto e falta de respeito das charges do Charlie Hebdo. "todo mundo quer ser branco de olhos claros..." Só se for no seu mundo torto. Eu naõ mudaria a cor da minha pele por nada, me orgulho de minha bisavó escrava, de minha avó negra, de minha mãe negra. Tenho horror de dizer que vc nasceu no meu país, isso sim me causa vergonha. Foi pra isso que vc estudou? Desperdiçou vaga de gente decente na faculdade. Vai nascer de novo, quem sabe assim haja esperança pra vc.

  16. Amélia Postado em 05/Feb/2015 às 17:28

    Um dos seres mais repugnantes que já vi em toda minha vida. Completamente alienada, totalmente fora da realidade, sem nenhuma noção de civilidade. Ridícula, desprezível, tola, diferentemente dos portadores de down, que são amoroso, doces, inteligentes, íntegros....

  17. deisi Postado em 05/Feb/2015 às 17:44

    Tem casos quem nem nascer de novo faz ser diferente, tenho certeza que é o caso dessa dona, não existe esperança. Acho que só um processo pode fazer refletir! Já que humanidade não faz parte de seu ser. Sem dúvida essa dona quer aparecer, nem que seja dessa forma negativa, uma infeliz que se acha intelectual, não merece respeito. O senador Romário que tem como bandeira à causa dos portadores de deficiência, deveria tomar uma providência contra essa dona.

  18. Braublei Postado em 05/Feb/2015 às 17:49

    Ela é bem ruinzinha. Textos bem fracos... não vale a pena dar cartaz.

  19. Bruno Ohki Germano Postado em 05/Feb/2015 às 17:56

    Bem analisado Claudio. Tem que ter sempre aquela desculpinha "não foi isso que quis dizer". Mas se afirma que é piada filha....toda piada tem alvo.

  20. Luiz Costa Postado em 05/Feb/2015 às 18:14

    Para se projetar na mídia a protótipo de jornalista precisa se tornar uma comentarista medíocre e pedante.

  21. Jonas Schlesinger Postado em 05/Feb/2015 às 18:23

    kkkkkkkk que massa hein, Silvia Pilz. Merece um prêmio como o melhor texto de humor já escrito. Passou do Chico Anysio em muito. Uma salva de palma!!

  22. tania Postado em 06/Feb/2015 às 09:34

    QUando a mídia desce cada vez mais a níveis desastrosos parece que adotar esses cães raivosos e gente deplorável como Cherazades, Danilos e tudo isso que emporcalha os meios de comunicação é uma tendência forte. Deve custar baratinho e os bons e caros jornalistas estão sendo mandados embora. Impor essa mediocridade pode ser tb. parte da estratégia de fomentar o ódio, as intrigas, a negação dos mais elementares valores éticos, tudo para tornar o povo a massa mais propícia para as manobras dos que serguram os cordões da marionete, o um por cento para quem países inteiros são apenas currais de gado manso a serem explorados.

  23. Thiago Teixeira Postado em 06/Feb/2015 às 10:13

    A culpa não é dela, e sim do patrão que paga seu salário, e pior, daqueles que compram os produtos dessa mídia nojenta. Ela está lá e não vai parar de destilar seus preconceitos, prato prediletos dos fdp elitizados.

  24. Walter Postado em 06/Feb/2015 às 12:12

    Padrão globo de televisão.

  25. Thiago Postado em 06/Feb/2015 às 16:41

    Ao meu ver não deve e não deveria haver qualquer limite ao humor. Mas há pouquíssimas pessoas que sabem fazer humor (mesmo o humor negro) e muita gente que não sabe e se mete a fazer.

    • Carla Postado em 06/Feb/2015 às 21:48

      Quando o nosso humor( Negro ou outro) ofende e desrespeita o outro há limites. Para tudo na vida há limites , não saimos por ai dizendo tudo o que nos apetece e fazendo tudo o que nos apetece. Temos sempre que ter em conta os outros por vivemos com esses outros e esta sra já tem idade suficiente para saber isso.

  26. André Postado em 06/Feb/2015 às 18:31

    Quanto mi mi mi. Vão chorar na cama que é lugar quente!!!! Não gostei do primeiro texto, mas há certa razão (gente que tem carro mais valioso que a casa, tv que não cabe na parede da sala de tão grande) - o que não quer dizer que seja algo útil a ponto de merecer uma coluna em qualquer lugar que seja. Mas esta crítica é picuinha demais... "de cara, crianças com Síndrome de Down também nos causam certo desconforto”" não me parece ridicularizar (nem percebo intenção) os portadores de Down. Se a frase fosse escrita usando as segunda pessoa do plural estaria perfeita. O máximo que eu posso perceber é que a fulana mora numa bolha! Eu sinto muito desconforto quando vejo alguém armado (mesmo que com a arma na cintura). Eu sinto muito desconforto quando passo por templos religiosos em que há gritaria. Eu sinto desconforto quando cruzo com gente que não respeita o espaço público. Esse meu desconforto ridiculariza alguém?

    • Vinicius Postado em 08/Feb/2015 às 23:43

      *Outro Vinicius Não é Mi mi mi como você igual a um papagaio sempre diz, é questão de respeito.

  27. Vinicius Postado em 06/Feb/2015 às 18:49

    *Outro Vinicius Essa mulher é muito infeliz.Não tem nada mais útil para escrever não e fica querendo pagar de humorista. Pior que a justificativa é sempre que não quis dizer isso..., que só estou exercendo minha liberdade de expressão.Esse tipo de coisa é repugnante,quero distância desses tipos de jornais.

  28. Aristóteles Postado em 08/Feb/2015 às 12:10

    Como dizemos aqui no Sul: os artigos dessa tal de Pilz, não valem um Pila($)!

  29. lucas cantino Postado em 13/Feb/2015 às 02:31

    " ter olhos claros”" rss não fui consultado , é bom assim ela mostra o quanto nossa elite é "jeca"

  30. Heloísa Coellho Postado em 22/Feb/2015 às 19:20

    xxx Eu não consigo qualificar uma pessoa como essa e ser educado ao mesmo tempo. Mas como disse o PapaFrancisco, se ela falasse o que escreveu para mim, sobre síndrome de down, eu terminaria violando algum artigo do Código Penal. xxx

  31. Heloísa Coellho Postado em 22/Feb/2015 às 19:24

    Sugiro que ela faça o prefácio da próxima edição de Mein Kampf. Autores neonazistas para mim são piores do que os nazistas antigos. Esse desprezo pelas pessoas com doenças mentais, síndrome de down, homossexuais, ciganos, anões, para mim é discriminação e caracteriza crime. Aí eu me pergunto: cadê a p&%¨$&¨* do Ministério Público, que não ajuiza ação penal e pede indenização por danos morais coletivos? Cadê os pomposos "Procuradores dos Direitos Humanos" do MPF? Para que serve essa cambada de gente que ganha mais de R$ 23 mil líquidos por mês? Tem medinho do Globo? São frouxos???