Redação Pragmatismo
Compartilhar
São Paulo 05/Feb/2015 às 13:38
18
Comentários

São Paulo: atestado de falência?

Caso as medidas se concretizem e São Paulo venha a ficar até cinco dias da semana sem abastecimento de água potável, esse poderá ser o atestado de falência do estado que um dia almejou ser um país independente do Brasil

água são paulo falência industria governo

Tiago Minervino*, Pragmatismo Político

Por décadas, São Paulo foi a capital brasileira a concentrar o maior número de migrantes que saiam da zona rural para a urbana em busca de melhores qualidades de vida. Hoje, o que se especula é bem ao contrário.

O estado enfrenta a maior seca de sua história. Os reservatórios que abastecem a capital e as demais regiões baixam a cada dia mais, impulsionados pela falta de chuvas, ausência de matas ciliares ao redor dessas reservas e, principalmente, por falta de planejamento do governo do estado.

As especulações sobre a possível seca que atingiria o “coração financeiro” do Brasil e da América Latina não vêm de hoje, muitos menos do ano passado. Há anos especialistas no assunto já alertavam a respeito dessa iminente catástrofe.

Mas nada foi feito. Se de um lado a população consumia de forma desenfreada, do outro, o governador continuava afirmando em declarações à imprensa que estava tudo sob controle.

Leia também: Presidente da Sabesp se calou por “ordem superior”

Em entrevista concedida à Folha de S. Paulo, Newsha Ajami, pesquisadora da Universidade Stanford, na Califórnia, culpa o governo do estado por ”descaso e ineficiência”.

Tem um rio passando na cidade e vocês estão sem água?” Declara, espantada, Newsha. “Nós (na Califórnia), realmente não temos água, não está chovendo e os nossos rios estão secos.” A pesquisadora faz referência ao rio Tietê que cruza a região metropolitana de São Paulo.

São 1136 km de água desperdiçadas. O projeto de despoluição do Tietê tem mais de 22 anos, desde seu início na Conferência Eco-92; foram mais de R$ 3,6 bilhões investidos dos cofres públicos e o Tietê continua sendo um dos rios mais poluídos do Brasil.

Saiba mais: ONU culpa governo de SP por falta d’água; Alckmin se irrita

Intimidada pela população a se manifestar publicamente, a Sabesp – empresa responsável pelo saneamento e abastecimento de água em São Paulo – informou que se a situação não melhorar, as medidas a serem tomadas serão mais drásticas que as já adotadas anteriormente.

Há um ano os moradores da capital sofrem com o racionamento diário da água entre os períodos do final do dia e à noite. Para o diretor da Sabesp, Paulo Massato, o jeito será apertar ainda mais as coisas como tentativa de reverter a atual situação hídrica de São Paulo, que beira o caos. Segundo Massato, a distribuição do líquido mais precioso para a sobrevivência humana poderá vir a ser realizada da seguinte maneira: dois dias com água; cinco dias sem.

Caso se concretize e a ‘terra da garoa’ venha a ficar até cinco dias da semana sem abastecimento de água potável, esse poderá ser o atestado de falência do estado que um dia almejou ser um país independente do Brasil. Sem água
suficiente para a produção, algumas empresas começam a direcionar seus investimentos para outras regiões do país.

Sem indústrias e sem água necessária para a manutenção dos seus habitantes, à cidade ficará à míngua. Na busca pela sobrevivência, a população começará a procurar uma nova alternativa de moradia, em outro estado ou país, dando-se início ao êxodo urbano. O maior da história do Brasil e aquele proposto por Paulo Massato Yoshimoto, no ano passado.

*Tiago Minervino é graduando em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi e colaborou para Pragmatismo Político.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. José Ferreira Postado em 05/Feb/2015 às 13:51

    Mais um pregando a "teoria do caos" e demonstrando o seu ódio à São Paulo. Como diz o poeta: Nóis trupica mas num cai.

    • juliano Postado em 05/Feb/2015 às 14:32

      ódio? aonde? num vi o.O

    • Sah Veiga Postado em 05/Feb/2015 às 16:52

      Não viaja, amiguinho! É basicamente isso! Mas, realmente para nós, é vantagem esse êxodo, pois sobra mais água! Nenhuma indústria é santa.

    • poliana Postado em 05/Feb/2015 às 17:39

      Quem gosta de pregar o caos eh o psdb, querido! Pra esse partido fuleiro, qto pior, melhor. O q importa eh tacar o terror na população, em conluio com o PIG, pra mostrar q estamos de mal a pior! Vide todo caos e terror q fizeram na epoca da copa...so pessimismo e terrorismo espalhado por esse partido podre e seu aliado PIG. E vc tem a cara de pau de dizer q eh o pp q prega a teoria do caos? Q cara de pau! Vai ver a especialista de stanford eh petista e o pt aparelhou a univ americana pra espalhar o caos contra a pobre sampa!!!!!

  2. Alessandro Postado em 05/Feb/2015 às 14:07

    Cidadão José ferreira dizendo de ódio a São Paulo? putz desde quando falar a realidade é ódio? daqui a pouco o alckmin vai sair distribuindo garrafas com areia e o paulista vai acreditar que é agua se o picolé de chuchu dizer que é agua, parem de ser partidários cobre essa cambada de vagabundos engravatados, não tem essa de psdb ou pt pmdb a culpa é do PSDB no estado e em breve irão ter que ficar sem tomar banho porque não foram feito investimentos...é cada uma, vem pra Itu ver como ta a situação, fora amigos que conheço em SP que não tem agua nem pra beber!!

    • José Ferreira Postado em 05/Feb/2015 às 14:10

      Dê uma olhada no que acontece nos outros estados. O povo do PP acha que só tem seca em São Paulo. No fundo tem muitas pessoas torcendo para que a água acabe, mas não vai acabar.

      • juliano Postado em 05/Feb/2015 às 14:34

        olha amigão, não sei onde você mora... mas já tem muito lugar que a água acabou faz tempo. não vai acabar nos jardins, não vai acabar no itaim bibi, não vai acabar onde tem madame. vai dar uma olhadinha na periferia e volta aqui comentar.

      • José Ferreira Postado em 05/Feb/2015 às 15:01

        Eu sou da periferia de São Paulo (capital). Realmente está tendo queda de pressão no sistema, mas tenho caixa de água e procuro economizar, assim como as pessoas de outros estados que também passam por essa crise.

      • Priscila Postado em 05/Feb/2015 às 15:56

        Olha... Aqui no meu estado não falta água! José Ferreira, acho que vc só quer defender o Alckimin... É uma pena, enquanto isso vários paulistas estão sendo prejudicados, principalmente os menos favorecidos... Vamos esperar até a "água bater na bunda" da elite!

  3. Thiago Teixeira Postado em 05/Feb/2015 às 14:30

    É impressionante o quanto a Hipocrisia anda de passos largos ao lado desses coxinhas. A mídia golpista, blogs de direita, políticos tucanos não passam 24 horas por dia pregando a "teoria do caos" contra o Brasil culpando 100% o governo federal?

    • Priscila Postado em 05/Feb/2015 às 15:57

      Só se pode falar do PT! Todas as "merdas" feitas por outros partidos, são apenas ilusões!

  4. Pedro Postado em 05/Feb/2015 às 14:32

    Faltando água ou não, ter um rio morto cruzando a cidade consiste em falha civilizatória

  5. Jonas Schlesinger Postado em 05/Feb/2015 às 14:55

    KKKKKKKKKK é inacreditável a decadência de um império. Só rindo mesmo, viu. É a verdadeira justiça que está acontecendo. Paulistas arrogantes se fudendo na própria terra. Depois falam que é a locomotiva do país. Bebam a água do rio tietê que devem estar mais limpo que a moral de vcs. E vi que muita gente quis me dar uma lição de moral... uma ova! Ninguém aqui paga as minhas contas, eu faço isso, por isso n preciso de conselho de verme algum. Passar bem.

    • José Ferreira Postado em 05/Feb/2015 às 15:04

      As pessoas podem falar mal dos paulistas, mas não podemos apontar os problemas de outras regiões que somos taxados de "preconceituosos". Impressionante o raciocínio de alguns.

      • Jonas Schlesinger Postado em 05/Feb/2015 às 15:16

        E sp não tá passando por um mal período? Eu critico é mesmo. Agora, quando os paulistas criticam as outras regiões na vdd é preconceito sim. A crítica paulista visa destruir uma nação inteira, principalmente os lampiões do nordeste e índios do sul. Vitimismo não, cara. O melhor é aguentar calado, pq são vcs mesmo que estão se fu...

      • Jonas Schlesinger Postado em 05/Feb/2015 às 15:19

        #Índios do norte

  6. Washington Postado em 05/Feb/2015 às 15:48

    É que somos vítimas de um sistema irracional que apenas se preocupa em produzir mais e acumular mais riqueza sem se preocupar o equilíbrio. Temos dois rios importantes na cidade, o Tietê e o Pinheiros, fora os inúmeros córregos. Os dois rios principais estão poluídos, os inúmeros córregos ou estão poluídos ou soterrados. Todos esses rios já foram limpos um dia. Em nome do progresso essas fontes de água foram assassinadas. Os governos que aí estão, principalmente o PSDB no caso de São Paulo apenas gerenciam um sistema montado pelos donos do capital. O dinheiro a frente de tudo. Entra governo e sai governo e não consegue implementar um projeto para despoluir os rios, tratar o esgoto.

  7. fernando Postado em 05/Feb/2015 às 16:19

    Qdo q os brasileiros vao entender que as acoes ou falta de acoes dos politicos afetam diariamente e negativamente a vida deles. Desde qdo saem p rua, violencia, educacao, transito infra estrutura, poluicao etc.