Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 27/Feb/2015 às 12:35
22
Comentários

"Oportunista", diz Jean Wyllys após Cunha estender cota aérea a deputado gay

Jean Wyllys: Cunha é “cínico e oportunista” ao estender benefício a deputado gay. Único congressista homossexual assumido vê oportunismo em posição do presidente da Câmara de que parceiro de deputado gay também poderá voar com cota parlamentar

jean wyllys eduardo cunha
“Eduardo Cunha, raposa ladina da política, é capaz – para limpar sua barra e ter uma trégua da enxurrada de críticas – de reconhecer a existência de casais homoafetivos e a validade da união estável homoafetiva, realidades que, antes e em outros momentos, ele nega e ataca”, desabafou Jean Wyllys

Único parlamentar homossexual assumido, o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) chamou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de “cínico” e “oportunista” ao estender aos deputados gays o direito de transportar com verba parlamentar cônjuges, a exemplo dos heterossexuais. “Eduardo Cunha, raposa ladina da política, é capaz – para limpar sua barra e ter uma trégua da enxurrada de críticas – de reconhecer a existência de casais homoafetivos e a validade da união estável homoafetiva, realidades que, antes e em outros momentos, ele nega e ataca”, escreveu o deputado em sua página no Facebook.

SAIBA MAIS: Eduardo Cunha aprova cota de passagem aérea para esposas de deputados e outros benefícios

Em entrevista nesta quinta-feira (26), Eduardo Cunha disse que os critérios utilizados pela Câmara para liberar o transporte aéreo de esposas ou maridos de parlamentares é o mesmo adotado pelo Ministério das Relações Exteriores para a concessão do passaporte diplomático. Ou seja, na prática, vale o reconhecimento da união do casal em cartório – independentemente do sexo das pessoas. “A gente estabeleceu o seguinte critério: é o mesmo que o utilizado pelo Itamaraty para concessão de passaporte diplomático. Tem de ser registrado em cartório”, declarou.

Jean Wyllys, assim como a bancada de seu partido, o Psol, abriu mão do benefício. Também lideranças do PPS e do PSDB anunciaram que seus parlamentares não recorrerão ao expediente. Segundo Jean, com a liberação da cota aérea para esposas dos parlamentares, Eduardo Cunha cumpriu mais um de seus compromissos com a bancada evangélica, que o ajudou na eleição para a presidência da Casa.

“Ainda que Cunha agora seja capaz de imaginar uma bancada de parlamentares gays e lésbicas, o benefício foi criado para atender principalmente à bancada evangélica. Que ele não tente pôr em minha conta – já que sou o único gay assumido – esse descalabro! Não nos esqueçamos de que Cunha é autor de projetos de lei contrários à cidadania e à dignidade LGBT”, protestou Jean Wyllys.

Heterofobia

Evangélico, Eduardo Cunha acelerou a discussão do projeto de lei que, na prática, impede a adoção de crianças por casais gays ao reconhecer exclusivamente como família a união entre um homem e uma mulher. Trata-se do chamado Estatuto da Família. O deputado desarquivou este ano dois projetos de sua autoria em provocação aos homossexuais – um que institui o Dia do Orgulho Heterossexual e outro que torna crime a discriminação de heterossexuais, a “heterofobia”, em alusão à homofobia.

Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pereira Postado em 27/Feb/2015 às 13:08

    Coisas de ex BBB. Cunha tem sido um bom opositor ao governo, embora essas cotas e o dia do "orgulho hetero" sejam umas bobagens. Tem bolsa perua, bolsa crack e bolsa celebridade; uma bolsa a mais uma a menos não faz diferença para eles.

    • Mol7 Postado em 27/Feb/2015 às 13:49

      Gosto de ler os comentários e ver quanto chorume jorra, aos borbotões, de cabeças tão não-pensantes. Enquanto inúmeros países no mundo rumam para a igualdade de direitos e o respeito às diferenças, temos representantes de Deus na Terra que nada mais fazem além de fomentar o ódio e a discriminação. Pr'aqueles que pensam, realmente, que isso é fazer oposição, o que tenho a dizer é que oposição se faz com argumentos sólidos, meu caro, e não sob a égide de um livro, que, com muito respeito digo, foi escrito há milhares de anos e proibiria o Sr., inclusive, de fazer metade das coisas do seu cotidiano. Mas, desejo paz e esclarecimento, apenas. Entre na fila, pegue sua bolsa frase-feita e seja feliz.

      • antonio Postado em 28/Feb/2015 às 18:08

        Ainda bem que você teve a paciência e se deu o tempo de responder tamano nonsense, Mol7. Eu não iria tão longe! Mas parabéns, anyway.

      • Camila Postado em 01/Mar/2015 às 02:01

        Parabéns!!! Gostaria muito de ver mais comentarios como o seu, mas a intolerância está devastadora aqui no Brasil. É uma pena!

    • Thiago Teixeira Postado em 27/Feb/2015 às 15:27

      Nossa? Que coerência? Se existe bolsas para usuários de crack, porque as esposas dos deputados não? Estão no mesmo patamar de direitos e necessidades, acredito eu ...

      • Elaine Postado em 28/Feb/2015 às 18:31

        Thiago, talvez porque doentes usuários de crack precisem e as esposas de parlamentares não. Você chegou a pensar nisso?

      • fatima medeiros Postado em 28/Feb/2015 às 19:43

        Porque a bolsa crack e para ajudar estes seres a sairem de sua miseria, qual e a miseria destas madames, seus maridos ja ganham aos borbotoes podem muito bem pagarem pelas viajens de suas familias, isto e bolsa madame, foi extinto porque estavam fazendo uma farra nas suas viajens futeis, vc quer pagar para as madames que viajam no minimo na classe executiva, ou de 1 classe, vc sabe qto custam estas passagens?

    • poliana Postado em 27/Feb/2015 às 17:22

      Bobagens?! Eh só isso q vc tem a dizer sobre esse disparate feito por cunha?! Kd a sua indignação costumeira como semore vemos aki, diante dessa "bobagem", pereira!?

    • Jonathan Postado em 28/Feb/2015 às 17:24

      Pode não fazer diferença para você mas para mim e para o dinheiro público faz toda diferença essa postura é um acinte ao povo brasileiro especialmente em épocas de crise.

    • Jhony Postado em 28/Feb/2015 às 17:37

      Discordo! Os parlamentares tem benefícios exorbitantes, queria ver se VOCÊ fosse GAY, se essa seria sua opinião. Preconceito porque ele é ex BBB, mas temos vários parlamentares quase analfabetos que tem glória por serem meros pesos inúteis. Lamentável ver comentários como o seu julgando alguém por ter participado de um reality show sendo que a maioria que lá estão muito mal tem segundo grau completo.

    • Elaine Postado em 28/Feb/2015 às 18:33

      De que planeta vieste?

  2. Ana Maria Postado em 27/Feb/2015 às 20:05

    gosto do Jean Wyllys porque é assumido enquanto na Câmara e no Senado existe UM Monte de enrustidos

  3. Fabio A Postado em 28/Feb/2015 às 11:19

    Jean Wyllys não perde a oportunidade de maltratar o próprio esfíncter. Se dão beneficios aos gays ele reclama.. Poxa, não resta outra coisa se não mandar ele t..... embora seja inútil, pois é justamente isso que ele quer...

    • Lucas MBS Postado em 28/Feb/2015 às 17:16

      Meu caro, será que é tão difícil compreender que o tema da matéria são as manobras políticas e oportunistas feitas pelo Eduardo Cunha para atender aos interesses da bancada fundamentalista?! Como diria Silvio Santos: "Você tem ensino fundamental?"

    • Fabio Miele Postado em 28/Feb/2015 às 17:39

      Mais um animal escrevendo merda na internet! Comentários como o seu deveriam aparecer em rede nacional, como um ser humano pode ser tão retardado como você???

    • João Postado em 28/Feb/2015 às 18:05

      Fico indignado com alguns posts, não sei se é caso de imbecilidade ou se a pessoa é mesmo rasa em termos de cultura política. Não se trata de reclamar a toa Fábio, se não tem benefício reclamam, se tem também reclamam. O que falta a você, o deputado em questão tem, que é a coerência. Ele sempre criticou descalabros praticados por vários políticos, em nome da coisa pública e da ampliação dos direitos sociais e esse discurso dele vai nessa direção, coerência política e ao invés de nos pautar na sua coerência você vem com esse discurso podre, não escamoteando, muito pelo contrário, escancarando seu preconceito. O deputado luta pela ampliaçã de direitos sociais e repudia qualquer forma de privilégio e o que tal política quer, é ampliar privilégios para a elite política, e em muitos casos, são parasitários, sem escrúpulos com a administração da coisa pública. Ele está repudiando privilégio e não como você pensa, fazendo mi mi mi.

    • Hirlam Seabra Postado em 28/Feb/2015 às 18:36

      Meu caro a questão é não receber benefícios escabrosos à custa da sociedade. Isso não interessa ao DEP. Jean. A pauta levantada pelo deputado fundamentalista é que o Dep Jean pode calar-se diante de tamanho escândalo com dinheiro público por poder também beneficiar-se do bolsa-aviao. O Jean está lá pelo bem comum da classe a quem ele defende e não para legislar em causa própria.

  4. Lucas MBS Postado em 28/Feb/2015 às 17:25

    O que mais me preocupa é que esse Eduardo Cunha já se manifestou pela "reforma política" mantendo as doações privadas às campanhas eleitorais, ou seja, quer legalizar umas das piores formas de corrupção hoje existentes no Brasil. Umas das únicas formas de diminuir a corrupção seria a Reforma Política, mas como sempre, alguns (e especialmente Eduardo Cunha) já articulam para fingir uma "reforma política". E eu ainda tenho que ler comentário de gente (que tipo de gente?) apoiando um cara como esse, apenas porque ele é evangélico.

  5. Beth Andrade Postado em 28/Feb/2015 às 17:30

    É o fim da regalia das passagens para mulheres de deputados! Deputados vocês não nos representam! XÔ!!! Assine já!: https://secure.avaaz.org/po/petition/Ao_Congresso_Nacional_Fim_das_regalias_para_as_esposas_de_deputados/?dgAbTib

  6. Alexandre Postado em 28/Feb/2015 às 18:18

    lendo alguns comentários percebe-se porque nesse país parece uma cloaca, não vou nem dizer que esses leitores tem m.. na cabeça seria uma ofensa aos dejetos.

  7. Luiz Parussolo Postado em 28/Feb/2015 às 20:46

    Esse tal de Cunha leva jeito, mesmo, de cunha e parece começo da reencarnação do Paulo Maluf, embora ainda em carne vivo. Sabe-se lá como é o outro lado da vida. Aqui os milênios passam e os personagens só mudam a decoração externa para não levantar suspeitas.

  8. Luiz Postado em 02/Mar/2015 às 00:37

    Não sabe quem ele é, cara vc viaja Jean é um Icone nas universidade públicas na área das humanas e também em questão de genêro e sexualidade, tenho certeza que seus eleitores são mais heteros que gays, em questão de universidade pública, vc deve ter passado bem longe, porque vem com esse discurso bem senso comum.