Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 21/Feb/2015 às 10:00
78
Comentários

O racismo impune de Davina Castelli, uma senhora tomada por ódio

Davina Apparecida Castelli racismo

Maria Frô, Revista Fórum

Em 2012, Davina Apparecida Castelli foi flagrada pelas câmeras de tv em plena avenida Paulista cometendo racismo contra policiais, porque eles eram negros e se recusaram a tirar um deficiente físico da calçada a quem Davina, à época com 72 anos, chamava de “lixo”, “macaco”.

Veja o vídeo:

Como se não bastasse este flagrante, ela já havia feito isso antes e tem 6 processos na Justiça (veja a matéria abaixo). Em 2014 ela finalmente sofreu uma condenação, embora a defensoria pública tenha recorrido e ela permanece em liberdade.

Livre e impune, ela se sente no direito de continuar a praticar seu racismo usual, agora com descendentes de orientais e em outro estado, no Paraná, na cidade de Curitiba. Detalhe, ela não se constrange diante das câmeras de tevê. As autoridades paranaenses, assim como os advogados das vítimas podem consultar a Justiça paulista. A ficha corrida da senhora racista é extensa.

a

O que será que a Defensora Pública que conseguiu habeas corpus para esta senhora desequilibrada acha disso?

Juíza condena e multa idosa por chamar negros de ‘imundos’ em SP (O Globo)

A Justiça de São Paulo condenou e determinou a prisão de uma aposentada de 72 anos por discriminação racial contra três negros em um shopping em novembro de 2012. Há uma semana, a magistrada Giovana Furtado de Oliveira sentenciou Davina Apparecida Castelli, que é branca, a pena de quatro anos e 39 dias de prisão em regime semiaberto e multa de R$ 28.960 de indenização por danos morais a cada um dos ofendidos.

De acordo com a sentença, Davina xingou a corretora Karina Chiaretti de “macaca” e ofendeu outras duas pessoas, a vendedora Suelen Meirelles e o supervisor predial Alex Marques da Silva, dizendo a elas que “os negros são imundos”.

A Defensoria Pública recorreu da decisão no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que nesta quarta-feira (26) concordou com o pedido de habeas corpus para que a condenada não vá para a cadeia e continue recorrendo em liberdade.

Segundo sua defesa informou no processo, a condenada negou o crime de racismo. Entretanto, Davina não compareceu ao julgamento e foi condenada à revelia.

A equipe de reportagem também não conseguiu localizar Davina e a responsável por sua defesa, a defensora pública Regina Bauab Merlo para falarem do caso.

Não é a primeira vez que Davina responde a um processo na Justiça. Há seis ações contra ela no site do Tribunal e Justiça. No YouTube existe ainda vídeos títulos parecidos com “Racista da Paulista”, no qual a idosa ofende um policial enquanto se apoia num andador com rodinhas. Naquela ocasião, ela havia cobrado do agente de segurança que retirasse da sua frente um deficiente físico.

Vítima diz ter sido xingada de macaca

Duas das três vítimas falaram. Elas contaram que sofreram atos racistas no dia 30 de novembro no Top Center, na Avenida Paulista, região central da capital. A assessoria do shopping infomrou ao G1 que “não se pronunciará a respeito”.

“Achei a atitude da juíza brilhante. Foi a primeira vez que eu fui vítima de preconceito racial, mas soube que não foi a primeira vez que essa senhora ofendeu negros no shopping”, disse Karina, que é formada em publicidade e trabalha como corretora de imóveis.

Aos 36 anos, casada com um branco, com o qual tem dois filhos, Karina falou que foi xingada por Davina quando comprava esmalte para a filha. “Do nada, ela olhou para mim e disse que negros não deveriam entrar no shopping, que eu era ‘macaca’”, afirmou ela. Karina diz que pretende dar a maior parte da indenização, caso a receba, para uma instituição que cuida de adolescentes drogados.

O supervisor predial Alex Marques da Silva, de 23 anos, conta que ele e Suelen foram chamados de ‘negros imundos’ pela aposentada quando tentaram defender Karina dos insultos.

“Chamamos a polícia, que infelizmente não a deteve e nem a levou para a delegacia, onde estávamos para fazer um boletim de ocorrência de injúria racial contra ela”, lamentou. “A mulher falou que passou mal, os policiais a levaram para casa. Ela só apareceu na delegacia depois do flagrante”.

Defesa

No processo, a defensora de Davina alegou que a acusação de racismo contra a idosa coloca em choque a palavra das supostas vítimas contra a da aposentada, que teria negado as ofensas quando compareceu ao 5º Distrito Policial, na Aclimação, para dar sua versão.

“Excelência, tudo que pesa contra a ré são as declarações dos ofendidos, evidentemente interessados no deslinde do processo. Temos apenas a versão das vítimas. Por outro lado, em que pese a ausência da ré em juízo, na fase inquisitorial a acusada negou veementemente as acusações”, afirmou a defensora.

A advogada continuou apontando que Davina disse ter sido hostilizada. “Esclareceu que fora hostilizada por um grupo de mulheres quando ia para sua casa, na avenida Paulista, e que não sabe declinar as razões de tal hostilidade. Assim, tudo que temos são as declarações das vítimas contra a declaração da acusada”, rebateu a defensora Regina no processo.

Sentença

Mas diante do fato da acusada não ter comparecido sequer a sua própria audiência na Justiça, a juíza a julgou e a condenou à revelia. Considerou ainda que a ré “mostrou completo descaso com seres humanos, em razão de sua raça ou cor, e também com a Justiça.”

“No caso vertente, depreende-se claramente dos autos os danos morais sofridos pelas vítimas, decorrentes das ofensas realizadas pela acusada, que lhes causaram indignação, humilhação e constrangimento, abalando-as íntima e psiquicamente. E nisto consiste, exatamente, o dano moral indenizável. Relativamente ao valor da indenização pelos danos morais, deve-se considerar, primordialmente, a natureza mais compensatória, porém também punitiva do instituto”, escreveu a magistrada na sentença.

“Sei que surge essa discussão: ‘coitada, ela tem 72 anos.’ Mas ela sempre fez isso e nunca ninguém falou nada por medo ou desconhecimento”, afirmou Carmen Dora de Freitas Ferreira, advogada de Alex e Suelen e presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em São Paulo.

“Foi por causa da idade da acusada que a juíza deu a prisão para ela em regime semiaberto”, disse Carmen. “Mas infelizmente a Defensoria recorreu e a Justiça deu um habeas corpus para a dona Davina continuar em liberdade podendo ofender mais pessoas que encontrar no seu caminho”, diz a defensora das vítimas de racismo.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Fabiano Barnart Postado em 21/Feb/2015 às 11:51

    Acho um equívoco da redação ao intitular essa criminosa como "senhora desequilibrada", acredito que ela é bem equilibrada e lúcida, por isso merece punição com todo o rigor da legislação, de louca não tem nada. Apenas mais um ser humano racista, cheio de ódio e preconceito como milhares de outros que existem nesse mundo.

  2. Tammy Postado em 21/Feb/2015 às 12:28

    Responde em liberdade pq a lei permitiu. Pau que bate em Chico tem que bater em Francisco.

    • Roberta Postado em 21/Feb/2015 às 19:14

      Essa senhora é casada?? Vão ver que foiuitp desiludida a vida toda dela. Por isso tanta repugnacao com as pessoas? Mas, olha a vida dela continua. Um negão bem grande pra tirar essa velha rs

    • olivires Postado em 22/Feb/2015 às 19:16

      O duro é que no Brasil, para os amigos, tudo, para os inimigos, a lei. Sabemos como funciona esse argumento do "vale o que está escrito". Não é pra todos. Sobre a condenação, seria muito mais educativo do que a prisão, a pena alternativa de trabalhos assistenciais em ONGs de defesa de minorias. Essa senhora precisa de um choque de realidade, antes de morra achando que viveu no século XIX.

  3. Antonio Palhares Postado em 21/Feb/2015 às 12:29

    Racista não aprende.

    • Gabriel Gabo Postado em 23/Feb/2015 às 08:48

      Essa é pra quem acha que o racismo da vovó e do vovô é normal e aceitável por terem sido criados em uma outra geração. Não deixem de advertir quem exala esse tipo de comentário, não importa quem!

  4. Tammy Postado em 21/Feb/2015 às 12:31

    Racistas, assassinos, estupradores, assaltantes, corruptos, corruptores... Não paro de topar com essa gente na esquina.

  5. Salomon Postado em 21/Feb/2015 às 12:35

    Preconceito é uma coisa e racismo é outra. O racismo é muito mais grave. Esses casos de racismo são efeitos da ignorância (no sentido de ignorar). Basta assistir ao documentário científico "eva mitocondrial" e ler Casa Grande e Senzala e a pessoa estará "curada" . A metáfora bíblica de que viemos todos do mesmo pó e do mesmo sopro divino é a pura verdade.

    • Neloy Postado em 21/Feb/2015 às 13:40

      E ficamos discutindo racismo dessa forma, no final das contas. Ela claramente tem problemas mentais, fruto de uma época em que o racismo era livre e a classe social determinava abertamente quem tinha prioridade a quem. Hoje temos tudo isso, mas de forma velada. Ou seja, ela está fazendo o que a grande maioria da nossa "elite financeira" gostaria de poder fazer, mas deixam reservado no seu interior por conta das leis atuais. Acho totalmente injusto classificá-la de racista apenas, é um caso muito pior. Imagine o dia-a-dia dessa senhora, claramente não soube se adaptar aos novos tempos. Alguém duvida que ela tenha sido altamente beneficiada na ditadura militar? Que sua família era rica e ela tinha empregados e mais empregados na infância? Ninguém nasce assim do nada, é uma construção. Investiguem a família dessa senhora e vejam se não é.

  6. Escavador Postado em 21/Feb/2015 às 12:36

    "Uma senhora de 65 anos disse que vai processar a empresa de bolos e paes Pullman, após passar mal com um bolo de limao com sementes de papoula fabricado por esta marca. Davina Apparecida Castelli passou a noite em claro após ingerir o bolinho Muffs e se deitar. Ela ainda afirmou que ouviu vozes e portas se abrindo. "Era um tormento. Via pessoas abrirem o guarda-roupa e ouvia barulhos por toda a casa. Perdi a noçao do tempo", disse a advogada, que mora sozinha." http://www.dgabc.com.br/Noticia/144048/idosa-passa-mal-ao-ingerir-bolo-e-vai-processar-pullman

  7. Orgulho branco. Postado em 21/Feb/2015 às 12:50

    Ela não tinha nenhum cacho de bananas pra subornar os pm's na ocasião, pobrezinha.

    • Davi dos Santos Postado em 23/Feb/2015 às 14:00

      outro racista de merda falando... pq nao fala quem es? por que nao assume as reponsabilidades do que esta escrevendo? seu lixo..

    • Vinicius Postado em 23/Feb/2015 às 20:35

      Cadê a moderação do site ??

  8. Janine Postado em 21/Feb/2015 às 12:52

    Acho que ela é doente, sério!

  9. Vila Justa Postado em 21/Feb/2015 às 13:04

    Bandida boa é bandida morta!

  10. mariana Postado em 21/Feb/2015 às 13:19

    Tenho muita dó dessa senhora, corroida pelo ódio. Digna de pena, um ser atrasado. Nem consigo sentir raiva . Vai sofrer muito depois que morrer.

  11. Ilton Postado em 21/Feb/2015 às 13:27

    Até a hora que ela topar com um negro armado, bandido e/ou homicída, e será a sua ultima injúria. Essa cena eu queria mito ver.

  12. Thiago Teixeira Postado em 21/Feb/2015 às 13:30

    Ela estava procurando livro da editora Abril ou fundação Roberto Marinho, certamente.

  13. Mariclara Ol Postado em 21/Feb/2015 às 13:37

    Na verdade ela representa o que boa parte da população pensa e sente. Conheço gente que diz as mesmas coisas e sem o menor constrangimento. É bom que se divulguem essas coisas pra gente ficar atenta e pra que elas não se repitam. No caso dela, ela não chamou o morador de rua de macaco por ser negro. Ele não é negro. Ela o chamou assim, pq o considera um bicho e, pelo jeito, independentemente da cor que tenha. Na verdade, ele é portador de deficiência, e isso mais estar na rua é o que ela entende por "ser bicho", um bicho que estava "atrapalhando" o seu caminho. Mas foi ela quem agiu feito bicho.

  14. Thiago Teixeira Postado em 21/Feb/2015 às 13:43

    KCT!!!!!!!!!!!!! É a mesma mulher que xingou os Policias negros num dia desses????? Então a moça é da KKK mesmo!!!! kkkkkkkkkkkkkkkk Imagina os filhos, netos e bisnetos dessa cidadão? Tiveram uma educação racial de primeira.

    • poliana Postado em 21/Feb/2015 às 19:31

      thiago, vc duvida q logo mais virão aki defender essa senhora com um discurso demagógico, tentando minimizar ao máximo a discussão acerca do racismo? duvida q ainda vão dizer q é besteira, q n há racismo no brasil? vc vai ver..vamos aguardar...

  15. Sereno Postado em 21/Feb/2015 às 13:53

    Ela tem é muita sorte de alguém não ter capotado ela no soco ainda.

  16. Olímpio Alves de Menezes Postado em 21/Feb/2015 às 14:33

    A DEFENSORA PÚBLICA ESTÁ LÁ APENAS EXERCER O DEVER DE OFÍCIO DE DEFENDER QUALQUER PESSOA DESDE QUE ESTA SE DECLARE POBRE NA FORMA DA LEI ! O RACISMO É O RESULTADO DE UMA SÉRIE DE IGNORÂNCIAS ADQUIRIDAS DESDE CRIANÇA,FICANDO TÃO IMPREGNADO NA PESSOA QUE ELA NÃO CONSEGUE ESCAPAR SEM UMA AJUDA PROFISSIONAL DEMORADA E, MUITAS VEZES, ATÉ SEM RESULTADOS! O correto é ensinar as crianças desde pequeninas a não julgarem ninguém e nada, pois não julgando você economiza energia, não adquire a massa crítica adiposa nos lados, na cintura, e não acaba ficando esta mácula horrível grudada no seu caráter e no seu corpo para sempre!

    • Marcus Vinícius Postado em 23/Feb/2015 às 15:43

      Concordo! Pergunta totalmente infeliz no final da material.

  17. Mirian Neppel Postado em 21/Feb/2015 às 14:44

    Quem não vê que essa senhora tem problemas mentais?

  18. Jace Postado em 21/Feb/2015 às 15:03

    'Vivemos em uma sociedade, onde todos são iguais, perante a lei." Infelizmente esta fala do jornalista representa uma falsa realidade, pois a realidade é outra, em nosso país...

  19. Cristiano Postado em 21/Feb/2015 às 15:05

    "Todos são iguais perante a Lei". Será mesmo? Porque o que se vê é somente na teoria! Agora uma coisa foi bem dita pelo apresentador, embora pouco ou quase nunca combatida e ou punida: " há muitas pessoas assim, como essa senhora, com esse mesmo tipo de sentimento e pensamento, na sociedade". Pessoa que praticam, que fomentam, que aplaudem o preconceito, o racismo, a intolerância e a violência de todas as espécies para como o ser, seja por cor, etnia, sexualidade, classe, etc. E isso precisa acabar! Isso precisa ser combatido de todas as formas! E tem de haver punição efetiva para que haja uma mudança real no que concerne essa importante questão social.

  20. Pedro Postado em 21/Feb/2015 às 15:18

    Claramente essa senhora sofre algum transtorno mental. Mais me espanta é que esses pasquins da internet, que nem o Pragmatismo e o Brasil247, promovam cruzadas a la Inquisiçào contra cidadãos comuns. Poderiam empregar essa energia toda para colocar os envolvidos da Lava Jato no xilindró!

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Feb/2015 às 16:58

      A desculpa coxinha para racistas agora é transtorno mental ... E seguindo a lógica, racistas sendo senhoras de pele branca são "cidadãos", e não merecem criticas pois é "inquisição". Meu, passe uma maquiagem preta na sua pele e fique um dia na sua vida sendo negrão, para se dar ou luxo de entender o que é racismo. E repercussão da lava-jato, com toda a energia, estão em 99,9% da mídia brasileira, pena que não está dedicada na mesma proporção para o SUIÇALÃO do HSBC.

    • Roger Postado em 21/Feb/2015 às 16:59

      Larga mão de ser 'mala'! O que é que esse assunto tem a ver com Lava-Jato? Transtorno mental o escambau! É transtorno de caráter, isso sim. Se não quer ver esse 'pasquim' deplorando o racismo, vai ler Veja e pare de encher o saco.

    • Ronaldo Postado em 21/Feb/2015 às 17:16

      Em caso de qualquer delito, lembre-se: Se o suspeito for muçulmano é terrorista, se for negro é ativista, se for branco é transtorno mental. SQN....

    • tem mais Postado em 21/Feb/2015 às 20:15

      Mais uma de D. Davina: http://www.dgabc.com.br/Noticia/144048/idosa-passa-mal-ao-ingerir-bolo-e-vai-processar-pullman

    • Mauricio Postado em 21/Feb/2015 às 21:07

      Pedro as injustiças começam assim pequenas e tornan-se grandes..

    • marcio t. steiner Postado em 22/Feb/2015 às 12:54

      Vc e um debil mental...nao confunda as coisas...idiotas como vc estragam nosso pais....o papo aki e sobre uma velha praticando racismo..

    • talitha Postado em 22/Feb/2015 às 13:52

      Vc é ridículo. "cidadãos comuns", fala sério! Quem considera era mulher cidadã comum com certeza é como ela, racista, ignorante, nojento e etc. Vergonha de você. Só sabem falar em lava jato nada mais.

  21. mateus Postado em 21/Feb/2015 às 15:46

    Nao podemos ir julgando assim, uma senhora dessa idade provavelmente tem algum problema psquiatrico ou disturbio mental pra sair falando essas coisas.

  22. pedro s Postado em 21/Feb/2015 às 15:58

    Acho q essa detestavel senhora é doente psiquiátrica. é preciso mais calma e menos sensacionalismo no jornalismo. Assim, massacrando o marginal, nos igualamos a bestialidade da veja.

  23. Ronaldp Postado em 21/Feb/2015 às 16:00

    Quando um muçulmano provoca assassinato em massa é terrorista. Quando um branco faz o mesmo, como aquele caso da Suécia, é transtorno mental. Basta de acobertar, tem que denunciar sim. Não dizem que os tais Direitos Humanos não valem para bandidos, mas para o cidadão comum? Essa senhora não é uma cidadã comum, é bandida e merece estar na cadeia. E chega de usar Lava Jato como desculpa para desviar atenção das barbaridades cometidas por conservadores odiosos. Já tem mídia suficiente cobrindo o caso do Lava Jato.

  24. Luci Postado em 21/Feb/2015 às 16:17

    Doidona haha, joga ela no lixo, ou como eu poderia usar ela como "atração" e ganhar dinheiro em cima e dpois jogava no lixo haha??? tou pensando aqui...

  25. Cristina Postado em 21/Feb/2015 às 17:57

    Acho um absurdo chamá-la de senhora.

  26. Mauricio Postado em 21/Feb/2015 às 18:24

    Essa coitada nunca teve um orgasmo, nunca recebeu uma lambida na perereca.

  27. Salomon Postado em 21/Feb/2015 às 19:32

    Os comentários dessa turma de coxinhas espanta pela falta de argumentação lógica. São rasteiros no argumentar. É um emaranhado de palavras sem nenhum conteúdo, sem nexo. Justiça seja feita: Coxinha, você é o que você lê.

  28. Robson Postado em 21/Feb/2015 às 19:37

    Esta senhora é sem dúvida alguma uma criminosa. Porém, não entendi a alfinetada à Defensoria Pública, cujo trabalho é defender o réu. Mesmo que os advogados concordem sobre a culpa do réu, estão lá para defendê-lo. Cabe à Justiça acatar ou não os pedidos.

  29. Isaac Postado em 21/Feb/2015 às 21:14

    Qual livro procurastes? Mein Kampf minha senhora?

    • Gabriel Postado em 21/Feb/2015 às 23:42

      Foi exatamente o que pensei.

  30. Jack Salles Postado em 21/Feb/2015 às 21:20

    Essa velha já esta perto de morrer , ainda bem !

    • Francisco Oliveira Postado em 21/Feb/2015 às 22:41

      Pior de tudo isso é que quando ela morrer se for para o céu, vai encontrar Jesus Cristo Negro, São Pedro negro, a mãe de Jesus negra, acho que ela vai desrespeitar a todos e todas. Agora se for para o inferno nem vai dar tempo pra discriminar ninguém,vai cair direto no fogo ardente, vai se arrepender tarde demais.!!!heheheheheheheh!!!!ahahahahahahahahaha!!!!

    • Fábio Postado em 22/Feb/2015 às 00:35

      Concordo!!!!!

    • poliana Postado em 22/Feb/2015 às 12:09

      vai por mim..isso ainda vai viver muito...infelizmente!

  31. Mari Postado em 21/Feb/2015 às 21:55

    Esse lixo que vocês chamam de senhora???? Isso é um lixo humano que se acha acima do bem e do mal, a "rainha" que tem que ter seu caminho aberto para poder passear sem "obstáculos". Gostaria muito que a lei contra o racismo fosse aplicada e essa coisa ficasse trancafiada com várias detentas, infelizmente a maioria negra, e, quem sabe percebesse que ela não é superior as demais, muito pelo contrário. Não duvido nada que ela e seu andador de rodinhas saiam para se juntar a outros coxinhas pedindo a volta dos militares. Essa "véia" tem toda a pinta!!!! (Desculpem, mas não tolero pessoas deste naipe, seja de que idade for).

  32. thiago Postado em 21/Feb/2015 às 22:04

    Quero ver quando pegar um num dia atravessado e sentar a mão na fuça dessa velha!!! Coitada, está fadada a dar um pivôzinho na África na próxima encarnação, pra morrer bem velhinha, num corpo bem negro, do jeitinho que ela abomina!!! O negro é a raça mãe, cultura magnífica, pessoas excelentes, boníssimas!!! Só orgulho por tudo o que sofrem e mesmo assim sustentam um belo sorriso no rosto! Exemplo pra todos os reclamoes de hj em dia!!!

  33. Paulo Veiga Postado em 22/Feb/2015 às 00:24

    Prende ou interna, solta esse verme não pode ficar.

  34. Nicholas Postado em 22/Feb/2015 às 01:24

    Por mim, 3 dias que a deixarem numa cela com umas 3 funkeirinhas pretinha já estaria bem pago a condenação. Tenho certeza disso.

    • Aristóteles Postado em 22/Feb/2015 às 10:14

      Me desculpa, senhor, mas essa sua colocação também é racista!

    • talitha Postado em 22/Feb/2015 às 13:54

      Que comentário preconceituoso. Atenção! Parece com a velha medonha da reportagem.

  35. Jeferson Santos Postado em 22/Feb/2015 às 01:34

    Numa só palavra: VAGABUNDA!

  36. stella Postado em 22/Feb/2015 às 07:21

    Que vergonha, Brasil!!! Que vergonha!!! Fico extremamente indignada ao ver casos como esse, principalmente por saber que a impunidade é rotina no nosso país. Isso é revoltante. A senhora pode fazer o que quiser e como quiser por ter certeza de que nada de ruim vai acontecer. São 74 anos de grosseria, de ignorância. A mulher caça vítimas em todos os lugares e até destrata a polícia. Fico imaginando a quantidade de pessoas que já sofreram nas mãos dessa megera ao longo desses anos. Infelizmente, ela fará mais vítimas e vai morrer sem pagar pelos crimes que cometeu. Por quê, Brasil?

  37. Joaquim Postado em 22/Feb/2015 às 09:40

    Ridícula essa senhora, ela se parece com um personagem do Chaves, a Dona Florinda. kkkk...

    • Vinicius Postado em 23/Feb/2015 às 20:38

      Não ofenda a Dona Florinda KKK *Outro Vinicius

  38. Aristóteles Postado em 22/Feb/2015 às 10:12

    Essa senhora é completamente um caso de "fora da casinha". Assim sendo, a culpa por ela continuar pintando e bordando pelas ruas de Curitiba, é da Justiça (daqueles e daquelas que teriam de dever de fazê-la cumprir), que não funciona, não trabalha e só vive atrás de aumento de seu já polpudo salário. E, tenho dito!

    • Ricardo Postado em 22/Feb/2015 às 18:34

      Não, eu não posso ter lido isso...

  39. Daniel Postado em 22/Feb/2015 às 12:07

    Um belo tapa no pé do ouvido ajuda a minimizar essa arrogância toda. Comportamento típico dessa elite modorrenta e decadente que vive em algumas regiões de SP. Se procurar em Pinheiros, Pompéia, Jardins, Sumaré, etc vai encontrar dezenas de pessoas assim, que foram criadas achando que são o supra-sumo da humanidade. Eu quando me deparo com situações assim não exito, desço o braço!

  40. Roberto Pedroso Postado em 22/Feb/2015 às 12:49

    Prova de que a lei e a justiça não são iguais para todos e sabemos que ninguém é punido com rigor por pratica de racismo no Brasil e infelizmente nem todos são iguais perante a lei,talvez por esse motivo chegamos a este atual estado de coisas no qual vivemos hoje.

  41. Eliana Postado em 22/Feb/2015 às 13:07

    Pissual... Eu vi nesses dois vídeos uma pessoa preconceituosa... mas totalmente desequilibrada e com mania de perseguição. Imagino então que ela deva sofrer muito por ser portadora desses sintomas. Creio que ela precise mais de ajuda do que apedrejamento...!!!

  42. Adir Claudio Campos Postado em 22/Feb/2015 às 19:06

    Alguem aqui duvida que tipo de governo e que tipo de candidato essa criatura fascista deve apreciar?

  43. Diego Santana Postado em 22/Feb/2015 às 21:12

    Acho que é a mesma pessoa dessa reportagem kkkk http://www.dgabc.com.br/Noticia/144048/idosa-passa-mal-ao-ingerir-bolo-e-vai-processar-pullman

    • Vinicius Postado em 23/Feb/2015 às 20:43

      Gente, ela tem é que ir para o hospício. *Outro Vinicius

    • stella Postado em 24/Feb/2015 às 07:59

      Nossa!!!!! Ela é completamente louca.

  44. Bernardo Lepore Postado em 22/Feb/2015 às 22:04

    Lamentável a insinuação com a Defensora Pública, que apenas cumpre seu dever constitucional. O direito de defesa vale para todos. A condenação desta senhora - e de qualquer pessoa - jamais será legítima sem exercício pleno da defesa.

  45. José Afonso F. Marques Postado em 22/Feb/2015 às 22:56

    Da uma passagem para Marte para ela, para que possa refletir, sozinha, já sabemos que não tem volta....

  46. Likelii Postado em 22/Feb/2015 às 23:10

    Bom... Que ela seja racista ou preconceituosa, okay. Mas tem que ficar quietinha... Pessoa amarga, infeliz... Pq não vai morar na Suíça? Já que ela tem po$$e$ suficiente!!! Triste.

  47. EVANDRO RAPOSO Postado em 22/Feb/2015 às 23:19

    Esta senhora com certeza é uma eleitora do PSDB.

  48. Felipe Peters Berchielli Postado em 23/Feb/2015 às 10:26

    E pensar que uma moça no estádio que gritou macaco teve sua vida destruida. Não é uma defesa a moça,é apenas uma amostra do absurdo,o que essa senhora faz é muito mais grave e a repercussão e a porrada que ela leva é 1/100 do que a moça gremista levou. Parece que quando se trata de idosos ficamos meio com dó...mas dó eu tenho é de quem ouve o descalabrio dessa imbecil.

  49. Paulo Postado em 23/Feb/2015 às 13:01

    Os policiais levaram ela pra casa porque passou mal e aí não houve flagrante? Então se eu cometer algum crime digo que estou passando mal e me levam pra casa, é isso? E se estava passando mal, é para um hospital que deveria ser levada e depois para delegacia ou não? Idoso cometendo crime tem tratamento diferenciado?

    • Ricardo Moura Postado em 23/Feb/2015 às 16:59

      Ao conhecer a avó da minha ex-mulher, uma senhora negra ja bem idosa, recebi uma pérola: Oxi mas é um nêgo? Preconceito é foda!!!

  50. Chamugo Postado em 23/Feb/2015 às 15:39

    Canalhas também envelhecem! E nessa condição se sentem livre para fazer o que desejaram durante a juventude e por algum motivo, seja familiar (marido, esposa ou filhos) ou por medo da lei, não o faziam. Mas agora sabe que não vai presa por causa da idade então...

  51. Rodrigo Lopes Postado em 24/Feb/2015 às 09:47

    Pra mim está bem claro que essa mulher tem problemas mentais e deve ser tratada. Veja no final que diz a chinesa quer matá-la.

  52. Nicolau Postado em 16/Aug/2015 às 18:30

    Seus panacas! Não estão vendo que no Brasil só os Racistas Judeus não se casam com negros! Me mostre aí um único judeu casado com uma negra, não exite!