Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 05/Feb/2015 às 16:17
17
Comentários

Mulher expõe na internet homem que lhe abusou em voo

“Por que sou uma garota você tem o direito de me tocar a qualquer momento, em qualquer lugar que você queira?” Mulher expõe abusador em vídeo publicado na internet

homem abusa mulher índia

Revista Fórum

Um vídeo [ver abaixo] publicado no Youtube em 31 de janeiro, que mostra um homem sendo filmado e acusado de abuso em um voo da companhia indiana IndiGo, se tornou viral nas redes sociais. Na gravação, uma mulher acusa o homem de ter tocado seu corpo sem permissão e com insistência. A jovem questiona: “Por que sou uma garota você tem o direito de me tocar a qualquer momento, em qualquer lugar que você queira?”. O homem tenta esconder o rosto e pede desculpas, mas a moça continua a gravação.

Na descrição do vídeo, o usuário do Youtube Shreyas Rao explica que o arquivo foi encaminhado pela vítima e reproduz o seu depoimento a respeito do fato: “Esse homem no assento atrás do meu colocou seus dedos no espaço do meu assento para me tocar! Por algum tempo, eu fiquei muito chocada para reagir. Mas então o voo entrou em modo de pouso e no momento que tocou o chão, levantei. Vi que sua mão estava novamente no espaço, pronta para me tocar a qualquer oportunidade! Eu criei uma enorme cena e o humilhei na frente de todos! Ele pensou, como de costume, que garotas ficariam quietas e ele poderia escapar sem punição”.

VEJA TAMBÉM: “Mulher é tudo vaca e gosta de dinheiro”, diz dono de Boate em SP

A vítima ainda relata que prestou queixa e descobriu que o agressor era um homem muito rico de Bhubaneswar, capital do estado de Orissa, na Índia. A companhia área confirmou o acontecido no vôo 6E 553, de Mumbai para Bhubaneswar em 27 de janeiro de 2015, e declarou que estava cooperando com as investigações policiais. Apesar de afirmar que o agressor se encontrava sob custódia da polícia naquele momento, a moça finaliza seu depoimento explicando que tirou fotos, fez vídeos e falou alto para que todos os passageiros do voo o vissem. “Tive certeza de que estava o humilhando tanto quanto fosse possível, já que eu sei que a lei não fará nada”.

Em um segundo vídeo, gravado no aeroporto de Bhubaneswar, o homem é novamente filmado pedindo desculpas e admitindo o que chamou de “grande erro”. A vítima não aceitou o pedido de desculpas do homem que dizia já ter sido punido com a exposição e vergonha. “Você decidiu a ação, eu decido a reação”, conclui a jovem.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Sah Veiga Postado em 05/Feb/2015 às 16:38

    E só assim, para quem sabe, começarem a parar com essa palhaçada. Meu corpo não é seu corrimão, amigo! :)

  2. Danila Postado em 05/Feb/2015 às 16:40

    kkkk... essa é porreta, como diria minha avó.

  3. Natália Postado em 05/Feb/2015 às 17:35

    Perfeito. Ele decidiu a ação e ela decide a reação. Velho nojento.

  4. Nilza Castilho Freitas Postado em 05/Feb/2015 às 17:42

    Esse deve se Grego!! Acabei de ver um filme Miss Violêncie que está passando nos Bancarios, um homem estrupla as filhas, os netos todos filhos dele. É apaviorante!!

  5. Joel Piccoli da Rosa Postado em 05/Feb/2015 às 17:43

    Olha o tipo do maluco, cara de lambão, de velho tarado. Ela fez bem e muito bem por sinal. Tem mais é que humilhar e punir gente assim. Caquedo...

  6. Cuca Beludo Postado em 05/Feb/2015 às 17:58

    acho que voces se equivocaram na data, está escrito " 27 de janeiro de 2014" no meio da noticia

  7. Ricardo Postado em 05/Feb/2015 às 18:13

    Corrijam a data do voo... =)

  8. bruno Postado em 05/Feb/2015 às 18:21

    Eu digo eh tome

  9. stella Postado em 06/Feb/2015 às 08:22

    Olha a cara da figura!!! Velho nojento. Infelizmente são muitos por aí. Espero que esse vídeo sirva de aprendizado para eles.

  10. Thiago Teixeira Postado em 06/Feb/2015 às 10:09

    Típica figura do HOME DE BEM, que nossa sociedade internacional padroniza como a perfeita: aparência de ocidental, bem vestido, cabelo curto, barba feita, caneta de marca no bolso da frente da camisa ... mas nada na cabeça. E se fosse um africano, asiático pobre, árabe ou latino?

  11. Walter Postado em 06/Feb/2015 às 11:57

    B.O nele pra ver a coisa engrossar na cadeia.

  12. Chico Lobo Postado em 07/Feb/2015 às 17:17

    os dois tem suas respectivas razões. ele por tentar ela por evitar o que não queria. Se fosse um garotão gostosão ela não iria nem ligar, ainda iria gostar... Se fosse uma mulher baranga feia, velha e decaída iria gostar do mesmo jeito... Ela tem o DIREITO de não querer Ele tem o DIREITO de investir MAS SÓ SE FOSSE UM GAROTÃO BONITO como qualquer outro cidadão. Pura hipocrisia.

    • Paola Postado em 10/Feb/2015 às 17:42

      Uma coisa é investir. Outramuio diferente é passar a mão sem permissão. Ninguém tem o direito de passar a mão em alguém que não tenha consentido. Nem mesmo um garotão bonitão.

    • Débora Postado em 09/May/2015 às 15:36

      Não, ele não tem razão nenhuma! Sendo ele um homem belíssimo ou ela uma baranga, ninguém tem o direito de violar o corpo de ninguém! Você só falou asneira... aliás, deveria responder criminalmente por se expressar assim!

  13. Hélio Postado em 09/Feb/2015 às 06:54

    Em momento algum quero defender a atitude desse individuo, mas tenho que comentar um evento bem desagradável que presenciei dentro de um ônibus, uma espécie de assedio moral que tem um pouco haver com seu comentário. “O ônibus estava enchendo e no fundo do ônibus uma tríade de companheiras discutiam amenidades, alheias ao incomodo que o burburinho causava, e mesmo a presença dos demais. Certa hora entrou um senhor, que aparentava uns quarenta anos, visivelmente abatido, por certo pelo trabalho. Estava usando roupas surradas, e calças que lhe serviam bem. Chinelos e uma camisa de botão, e um rosto com a barba por fazer, meio entristecido. Entrou e logo se apoiou na barra, para os passageiros em pé. Era muito magro e alto, quase caricato e na cabeça um boné lhe escondia o cabelo preto já por cortar. Há centenas de homens assim, vejo aos montes todos os dias. Um “peão”. Ao subir as jovens teceram comentário maldoso sobre a aparência e como deveria ser conviver com um homem assim, sobre suas qualidades físicas, estéticas, e até outras impossíveis de se medir com os olhos. Não gostei nem um pouco disso. Mas a coisa ficou realmente desagradável quando um sujeito mais jovem, com músculos evidentes e provável melhor condição de vida. Ao entrar, com ele mais algumas pessoas deram volume ao já abarrotado ônibus, fazendo com que os passageiros se acomodassem e espremessem ao fundo. Ao mesmo tempo em que ouvi uma espécie de uivo nada discreto em aprovação ao jovem que subia, reclamaram entre si, deste senhor que chegava perto delas, por tapar a “visão” como se referiam ao jovem. Este senhor se aproximou delas, e ora, elas eram também razoavelmente jovens e belas, e ao que parece chamou a atenção desse senhor. Aqui começa a parte desagradável: incomodadas com o olhar do homem a quem viam como uma caricatura, começaram a alvitrar as características físicas do rapaz que havia entrado, mas não por apreço. Queriam que esse senhor se sentisse mal, por ser que era. Falavam alto das coxas, da bunda, dos peitos e até da roupa, e com quem ele parecia, de uma forma quase infantil, mas que ainda sim parece ter causado efeito negativo a este senhor, que se pôs a olhar para a janela e para o chão com vergonha de si, como se quisesse desculpar por não ser um exemplo de beleza aos olhos das jovens. Parece que se deram o direito de fala o que achavam melhor e depreciar uma pessoas que evidentemente não conheciam, e pelos comentários pareciam estar propensas a aceitar qualquer sorte de flerte do individuo, quando o comentário incluiu suas prováveis qualidades na cama.” Quero dizer, há mulheres e mulheres. Algumas são vitimas, e outras são piores do que esse senhor que muito pouco fazem uma pessoa que sequer conhecem, se sentir um lixo.

    • tania Postado em 22/Jun/2015 às 20:34

      Ta, não entendi se a tua colocação é pra acusar garotas ou defender homens como o tal tarado do avição. Claro que há mulheres vulgares, moças mal educadas, há prostitutas que vendem o corpo, mas se eu ou qualquer mulher , seja quem for, senta em uma poltrona pela qual pagou , nenhum homem tem o direito de lá colocar a sua mão para tocar a nossa bunda. O senhor contando esta história sobre meninas bobas e mal educadas parece estar querendo dizer que podemos desculpar os tarados que tocam meninas sem premissão porque há meninas que ofendem porbres homens operários. O que uma coisa tem a ver com a outra???

  14. José Postado em 10/Feb/2015 às 15:54

    Já perceberam isso? Quanto mais conservador o país, menos direitos as mulheres tem. O conservadorismo mata!