Redação Pragmatismo
Compartilhar
São Paulo 19/Feb/2015 às 17:37
116
Comentários

Fernando Haddad enfrentou Rachel Shehezarade e Marco Antonio Villa

A apresentadora Rachel Sheherazade e o historiador tucano Marco Antonio Villa sabatinaram o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. A entrevista foi marcada por um festival de gafes, falta de informação e despreparo

fernando haddad rachel sheherazade
Fernando Haddad foi entrevistado em programa de Rachel Sheherazade. Entrevista foi abafada pelo feriado de carnaval (Imagem: Pragmatismo Político)

Na quarta-feira da semana passada (12/02), Fernando Haddad esteve no programa “Jornal da Manhã”, da rádio Jovem Pan. Para entrevistá-lo foram convocados dois antipetistas assumidos, o historiador tucano Marco Antonio Villa e a apresentadora de telejornal do SBT Raquel Sheherazade (ouça a íntegra da entrevista aqui).

A disparidade de preparo intelectual entre os entrevistadores e o entrevistado ficou escandalosamente evidente. Villa foi quem mais sofreu, apesar de que, em nenhum momento, Haddad o desrespeitou. Apenas mostrou quão desinformado é o historiador sobre os assuntos que pretendeu debater com um administrador que demonstrou dominar cada aspecto da administração que comanda.

Sheherazade ficou aparentemente intimidada e pegou mais leve. Villa, porém, apesar de muito mais agressivo, ficou tão perdido que começou a apelar à ironia como forma de suprir sua falta de informações e de argumentos.

Nos primeiros minutos da longa entrevista (foram 80 minutos) que Haddad concedeu, o prefeito já deu um “chega-pra-lá” em Villa. Confira abaixo:

Marco Antonio Villa – O senhor já percorreu mais da metade do mandato. A última avaliação Datafolha do senhor não foi positiva. Quando é uma avaliação no primeiro mês, no primeiro semestre, no primeiro ano, sempre há uma justificativa do mandato anterior; historicamente é no Brasil assim. Mas o senhor já cumpriu mais da metade do mandato e a avaliação ruim e péssimo é extremamente alta para os padrões inclusive de São Paulo, onde os prefeitos inclusive também foram mal avaliados; é de 44%. Como é que o senhor avalia? Quem é que está errado, a gestão do senhor ou os eleitores.

Fernando Haddad – Acho que você…

Marco Antonio Villa – É? Os dados estão errados?!

Fernando Haddad – Não, você. Vila, você é historiador…

Marco Antonio Villa – Sim…

Fernando Haddad – …Então você tem que fazer análise de série histórica…

Marco Antonio Villa – Sim…

Fernando Haddad – …Se fosse pegar o primeiro semestre do terceiro ano da gestão da Marta e do Kassab, vai ter, exatamente, a mesma avaliação…

Marco Antonio Villa – Sei, sei… Eu precisava consultor esses dados… Então o senhor acha normal ter 44% de ruim e péssimo depois de dois anos de gestão?

Fernando Haddad – Dependendo da conjuntura, sim.

Marco Antonio Villa – E que conjuntura que o senhor tem que o senhor pode explicar que a gestão… Que os eleitores estão errados, que eu estou errado, que o senhor está certo?

Fernando Haddad – Não, eu não estou dizendo que os eleitores estão errados…

Marco Antonio Villa – Sei…

Fernando Haddad – Estou dizendo que a sua análise está errada. Você falou que é a primeira vez que isso acontece e eu estou dizendo que não…

Marco Antonio Villa – Sim…

Fernando Haddad – Estou dizendo que na gestão da Marta aconteceu, na gestão do Kassab, antes da reeleição, aconteceu e, portanto, não é uma novidade em São Paulo…

Marco Antonio Villa – E por que que isso acontece?

Fernando Haddad – Olha, tem várias razões. Por exemplo, tarifa de ônibus. É uma coisa que afeta muito a popularidade no Brasil, mas, em São Paulo, em particular…

Marco Antonio Villa – Sim…

Fernando Haddad – Se você pegar os quatro anos de mandato da gestão da Marta e os quatro anos de mandato da gestão Kassab – o segundo mandato, porque o primeiro não houve reajuste e, no segundo, um reajuste muito acima da inflação – você vai ver que as pesquisas que foram feitas na sequência dos reajustes de tarifa, deram indicadores [negativos] superiores a esse que você acabou de se referir…

Raquel Sheherazade – Prefeito Haddad…

Fernando Haddad – … Em março de 2003, a Marta estava no terceiro ano de mandato, como eu. Teve 45% de ruim e péssimo. Imediatamente depois do reajuste da tarifa. Se você pegar os dois reajustes do Kassab no segundo mandato, chegou a 46% de ruim e péssimo. Basta você [Villa] pegar a série história – você é historiador, sabe fazer leitura de números – e vai ver que a coisa é bem diferente […]

Ainda no início da entrevista, Rachel Sheherazade ironizou o fato de ter demorado para chegar ao trabalho naquela manhã. A jornalista, que mora em Barueri, afirmou que, por conta do trânsito, leva muito tempo para chegar da sua casa até os estúdios da Jovem Pan.

“Você vem de Barueri? Uma hora até aqui é razoável, não?”, respondeu prefeito, lembrando que Barueri já é uma outra cidade e que a locomoção até a capital passa por rodovias que não são de competência da prefeitura.

Ouça a íntegra da entrevista: http://soundcloud.com/codex-politicae/sets/entrevista-haddad-jovem-pan-120215

O jornalista Paulo Nogueira tratou da entrevista do prefeito Haddad ao programa da jovem pan em um texto publicado no Diário do Centro do Mundo. Leia abaixo:

Só ouviria a Jovem Pan sob a mira de um revólver. Não seria a presença de Haddad na rádio que me levaria a sintonizá-la.

Não dou a minha audiência às mídias que entendo fazerem mal ao Brasil. Aproveito melhor meu tempo.

Acho quase patético que críticos da Globo, por exemplo, não saiam da emissora. Você frequentemente encontra nas redes sociais alguém que ataca o JN, e depois o jornal da noite, e depois a Globonews – e entre tudo isso a CBN.

Você contribui com o inimigo.

Mas razões jornalísticas me fizeram ouvir a gravação da entrevista com Haddad. A repercussão foi grande.

De resto, minha amiga Priscila Sérvulo me mandou o link do programa, com uma recomendação para que visse e comentasse.

Pensei comigo: vou experimentar.

Acabei vendo a entrevista toda.

Duas coisas opostas me chamaram a atenção: o preparo calmo e sereno de Haddad e o despreparo bufão dos entrevistadores Villa e Sheherazade.

De uma forma geral, foi uma coisa parecida com o Roda Viva em que Piketty passeou diante de uma bancada hostil e inepta comandada pelo economista André Lara Resende.

As más intenções da Jovem Pan apareceram antes mesmo da entrevista.

Sherezade disse que demorara duas horas para ir de casa para o trabalho. Culpa de Haddad, naturalmente.

Logo aí Haddad também mostrou suas armas. Ele quis saber de onde ela vinha, e se era assim sempre.

Pressionada, ela admitiu que em geral leva uma hora. E disse a Haddad que mora no Barueri. Fora da cidade, portanto. Se morasse em São Paulo, lembrou Haddad, ela perderia menos tempo no trânsito.

Villa foi logo abatido também.

Ele falou na taxa de reprovação de Haddad no meio do mandato como se fosse um fato novo na história dos prefeitos de São Paulo.

Haddad disse a ele que, como historiador, ele deveria consultar o passado. Marta e Kassab passaram por situações semelhantes, e logo depois de aumentar a tarifa dos ônibus, como ele próprio.

Haddad mostrou a relação entre aumento de tarifa e popularidade do prefeito.

Pego de surpresa, tudo que Villa conseguiu dizer é que iria pesquisar o assunto.

Isso quer dizer o seguinte: ele não fez a lição de casa.

Segundo algumas versões, Patrícia Poeta foi afastada do JN por supostamente não ter se preparado convenientemente para a entrevista com Marina Silva.

Um editor rigoroso afastaria Villa, mas imagino que isso não vá acontecer por uma razão: espera-se dele, apenas, que fale mal continuamente do PT, e não que se prepare para entrevistas. E ele entrega – em sua maneira caricatural, confusa e frequentemente imbecil — o que esperam dele.

Numa de suas grandes frases, Euclides da Cunha, ao tratar de Floriano Peixoto, disse que ele chegara à presidência não porque se elevara, mas porque se operara uma depressão em torno dele.

Haddad se destacou, em parte, pela depressão a seu redor na entrevista na Jovem Pan.

Imagine alguém que, em pleno 2015, consegue atacar ciclovias numa metrópole como São Paulo.

É Villa.

Suas observações, se fossem feitas em cidades como Londres ou Paris, o levariam ao ridículo e ao ostracismo imediatamente.

Mas no Brasil isso lhe dá microfones como o da Jovem Pan.

Haddad contou suas conversas com prefeitos de fora do Brasil a respeito das ciclovias.

Disse que é consenso que elas vem antes dos ciclistas. Sem as ciclovias, as pessoas não vão se arriscar em ruas perigosas.

Nem Sheherazade e nem Villa tinham a menor ideia sobre o assunto. Sobre nada, aliás – de semáforos quebrados ao preço do metro quadrado de uma ciclovia.

Ali estava, diante de Haddad, a ignorância enciclopédica personificada em dois entrevistadores sem a menor condição jornalística de sabatinar alguém.

Villa, a certa altura, jogou o Petrolão para cima de Haddad. Chegou a citar Gilmar Mendes, como se a opinião do meritíssimo valesse alguma coisa.

Haddad desarmou-o imediatamente. Afirmou que, como todo mundo, anseia pela punição de quem quer que tenha desviado dinheiro público na Petrobras.

E devolveu a Villa: “Você não quer que os corruptos do Tremsalão sejam presos? Você não quer que o conselheiro do TCU de São Paulo indicado pelo Covas sofra consequências pela conta na Suíça com dinheiro da corrupção?”

Villas balbuciou apenas, a voz mortiça: “Sim.”

Maluf também foi posto na conversa. Haddad disse que faz aliança não com pessoas, mas com partidos, e à luz do dia. Lembrou que Serra foi buscar o apoio do mesmo Maluf na calada da noite. “E você não disse nada”, completou.

Fora do campo objetivo, Haddad também enquadrou Villa com bom humor.

Ao responder a uma colocação, ele foi interrompido abruptamente. E então disse: “Puxa, Villa, vocês me atacam todos os dias. Deixa hoje pelo menos eu me defender.”

Haddad fez o que se espera de um político que sabe o que quer.

Villa e Sheherazade fizeram aquilo que é inevitável em entrevistadores que não sabem entrevistar.

Deu no que deu: nocaute.

com Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania; SpressoSP e Rádio Jovem Pan

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Le Alves Postado em 19/Feb/2015 às 18:03

    O Mestre em Sociologia e Historiador (kkkkkkkkkkkk) Marco Antonio Villa ganhou seus 15 minutos de fama... Vai ficar conhecido pelo ridículo que passou nessa entrevista!!!

    • Mariane Ster Postado em 20/Feb/2015 às 01:07

      Le Alves, não né mate de desgosto. Sério q esse pulha do Marco Antônio Viola é mestre em Sociologia? Conte se revirando no túmulo. Haddad matou!

    • Lucas Cantino Postado em 20/Feb/2015 às 21:29

      e é isso mesmo , é o que ele quer , ser um heroi , um super star

  2. Le Alves Postado em 19/Feb/2015 às 18:04

    Sherazedo deu aula de incompetência e ignorância!!! Bonitinha e ordinária!!! Ela é o Bolsonaro formam um lindo casal!!!

  3. GabrielG Postado em 19/Feb/2015 às 18:32

    Esse povinho da JP é medíocre, principalmente a Sheherazade.

    • Daniel Maia Postado em 19/Feb/2015 às 22:34

      Quando João fala de Pedro aprendo mais sobre João do que sobre Pedro. Sou de João Pessoa - PB, não somos povinho, embora nos falte a megalomania que lhe sobra.

      • Bela Postado em 20/Feb/2015 às 00:22

        Acho que JP = Jovem Pan, né?

      • Juarez Postado em 20/Feb/2015 às 00:43

        Acho que Gabriel se referia a Jovem Pan e não a João Pessoa quando usou o JP. Neste caso, parece que entre João e Pedro lhe faltou um pouco de interpretação do texto e sobrou preconceito.

      • gustavo Postado em 20/Feb/2015 às 00:44

        JP= Jovem Pan

      • Rafael Pinheiro Postado em 20/Feb/2015 às 00:47

        Cara, eu acho que com o JP, ele se referia a Jovem Pan.

      • Ítalo Postado em 20/Feb/2015 às 00:56

        Caro Daniel, sou paraibano também mas acho que o rapaz está se referindo a Jovem Pan :) Abraço

      • João Postado em 20/Feb/2015 às 00:57

        Daniel, acho que você interpretou erroneamente o comentário do Gabriel que quando mencionou JP se referiu à Jovem Pan e não à cidade de João Pessoa, que, aliás, é belíssima!

      • Fabiano Postado em 20/Feb/2015 às 01:02

        Daniel, não me pareceu que o JP do comentário se referisse a João Pessoa, mas à Jovem Pan. Se for mesmo esse o caso, ele está coberto de razão: o povinho da Jovem Pan é medíocre

      • Luiz Felipe Postado em 20/Feb/2015 às 01:05

        Será que não foi só uma infeliz coincidência de JP significar ao mesmo tempo João Pessoa e Jovem Pan? Sei lá... Acho que João Pessoa não seria exatamente o que o camarada queria dizer.

      • Wagner Postado em 20/Feb/2015 às 01:08

        Oi? JP no contexto aqui é Jovem Pan, a rádio que transmitiu a entrevista.

      • Roberto Medina Filho Postado em 20/Feb/2015 às 01:39

        Jovem Pan

      • Nathan Bergara Postado em 20/Feb/2015 às 01:53

        Affff... Aí mais um neurótico... Pedro Maia.. O JB em questão é JP = Jovem Pan. João Pessoa é uma terra maravilhosa e de pessoas magníficas, ninguém quis atacar a Paraíba. Lembre-se que nem tudo gira ao seu redor, e que nem toda abreviação quer dizer sobre você ou sua origem. Preste atenção no texto.

      • giba Postado em 20/Feb/2015 às 02:00

        JP= Jovem Pan, cidadão... Kkkkkk

      • Pedro Z Postado em 20/Feb/2015 às 03:09

        Ele tava falando da Jovem Pam, nao de Jampa....

      • Felipe Postado em 20/Feb/2015 às 03:13

        hahaha claro q foi sobre a Jovem Pan Daniel. Ps miha mãe é de jampa e eu de sampa.

      • Vitor Postado em 20/Feb/2015 às 10:41

        Ahahaha... Dupla confusão. Aceitável, claro. Além de JP poder ser João Pessoa, o Gabriel citou a Sheherazade, que também é paraibana.

      • João Postado em 20/Feb/2015 às 11:11

        Pô Daniel,eu também sou paraibano e lógico que o gabrielG falou da JP (da Jovem Pan) desarme-se

      • Rafael Postado em 20/Feb/2015 às 12:14

        Acredito que a rixa Sudeste x Nordeste, não acabará tão cedo... Infelizmente. Daniel Maia gostei de sua citação a Freud. Pensando nisto, aprendemos mais, neste caso, sobre GabrielG do que de Sheherazade. O preconceito de GabrielG está implícito, não se deixem enganar... Abraço.

      • João Joventino Junior Postado em 20/Feb/2015 às 14:03

        JP - João Pessoa Daniel, viva a Paraíba!!! Sou de Campina Grande - PB

      • Tania Postado em 20/Feb/2015 às 18:30

        haha É jovem pan. A única coisa ruim da paraíba é a Sheherazade, o restante é maravilhoso.

      • Petronio Postado em 21/Feb/2015 às 01:56

        Aí complicou... JP = Jovem Pan = O programa com a Sheherazade JP = João Pessoa = A cidade natal da Sheherazade Fica a cargo da proposição diferenciar... Esse povinho "da" JP.

    • Gabriel Postado em 20/Feb/2015 às 16:56

      Comentário infeliz. Esse tal "povinho" de JP é trabalhador e muito competente. A meu ver, ela se comporta como uma Paulistana legítima em suas colocações. Ps: sou da região sudeste e acho muito feia a forma como nos referimos aos nordestinos.

    • Felipe Petes Berchielli Postado em 20/Feb/2015 às 18:17

      Esse Daniel quis aparecer,é óbvio e ululante que ele quis dizer Jovem Pan. Até porque empregou o "da JP",e não "de JP".

  4. Pedro da SIlva Postado em 19/Feb/2015 às 18:36

    Não houve despreparo algum! Você não é obrigado a deter o conhecimento de, até mesmo, quanto custa um material ou outro. Haddad conduziu bem a entrevista, mas afirmar que os jornalistas foram despreparados, é no mínimo uma hipocrisia guiada por um tropeço partidário. Aprenda a politicar meu caro.

    • Gilberto Dias Postado em 20/Feb/2015 às 00:52

      Um jornalista se mostra incompetente ao conduzir uma entrevista de forma tendenciosa como esta foi conduzida. Bons e qualificados jornalistas fazem o contrário. Não se pode falar A se você entende apenas B. Um bom jornalista tem que se preparar quando se propõe a abordar algum assunto que não lhe é comum, como parte de seu oficio, isto é uma obrigação. Grande abraço, caro e nobre sabedor do ato de politicar.

    • Rodrigo Postado em 20/Feb/2015 às 03:21

      Estavam totalmente despreparados, quando se quer desconstruir algo, um argumento, tem que saber exatamente sobre o que fala e não somente usar palavras ao vento. Se não sabe, se não conhece profundamente não questione como um idiota presunçoso, diga que não sabe e pergunte, eles foram presunçosos e tiveram uma lição para a vida toda, mas só aprende quem quer.

    • Mário Postado em 20/Feb/2015 às 07:42

      é mais do que claro que houve despreparo sim, ninguem é obrigado a saber quanto custa um metro de ciclovia, mas ninguem é obrigado a ouvir um monte de bosta só porque o cara não sabe nada sobre o assunto

      • Deisi Postado em 21/Feb/2015 às 17:35

        É que citou a Veja como sua fonte de informação, são tão burros que acreditam nesse panfleto escroto. Bem feito!

    • Larissa Postado em 20/Feb/2015 às 09:01

      è obrigação dele como historiador saber fazer analise histórica, houve despreparo enquanto historiador sim.

    • Aline Postado em 20/Feb/2015 às 09:27

      ô meu filho!!! você é jornalista? qualquer um que é, sabe da importância de se preparar para qualquer entrevista...o jornalista não é obrigado a saber de tudo!!! mas se vai a uma entrevista, com objetivo de informar ao público, é prudente que ele saiba do assunto né! me ajuda aiiii

    • Kleiton Albuquerque Postado em 20/Feb/2015 às 10:02

      Houve mt preparo hahahahahaha... Villa e Sheherazade são fracos msm.

    • Gabriela Postado em 20/Feb/2015 às 10:04

      Quando se vai entrevistar alguém sobre temas específicos espera-se que o entrevistador tenha o minimo de conhecimento sobre o tema tratado, é o trabalho deles. Sendo assim, seu comentário é estupido e você tão desinformado quanto esses dois.

    • Maria Postado em 20/Feb/2015 às 10:11

      Meu caro não sei se vc sabe mas para sabatinar alguém vc tem que ter o mínimo de bagagem cultural, estudo e pesquisar bem sobre o assunto. Ir a um debate sem esses requisitos é despreparo sim, falta de ética pra não falar superioridade medíocre, tem que se ter o mínimo de propriedade sobre o assunto é argumentos bem fundamentados.

      • Rosa L. Postado em 20/Feb/2015 às 12:35

        Já articipei de várias bancas de apresentação de monografias acadêmicas e dissertações de mestrado. O minimo que se espera do examinador é que conheça a produção intelectual o do acadêmico, INCLUSIVE aquela que que está sabatinando, de modo a aferir inconsistências, imprecisões, contradições, honestidader cientifica, inovação e criatividade. Por esses parâmetros, Villa mostrou-se o suprassumo da mediocridade. Sherazade é outra conversa: é hours concours..Ambos me fizeram lembrar Forest Gump, o idiota bem sucedido profissionalmente,

    • Elias Theodoro Postado em 20/Feb/2015 às 11:38

      Concordo com o fato de não precisarem saber de tudo, mas poderiam ter se preparado melhor. O que houve foi uma tentativa de desconstruir o prefeito que tem conhecimento, preparo e sabe o que quer. O despreparo aconteceu nos argumentos do ataque que eram sempre de fontes duvidosas ou opiniões pessoais dos entrevistadores. Se tivessem se preparado com mais fontes teriam argumentos para pelo menos não saírem ridicularizados.

  5. Flávia siqueira Postado em 19/Feb/2015 às 18:39

    Excelente matéria! Vocês do pragmatismo são a salvação para nova geração, passem a verdade adiante antes que a grande mídia termine a lavagem cerebral e tucanize o Brasil inteiro

  6. Luis Postado em 19/Feb/2015 às 18:41

    Essa Raquel cheiroazedo não da uma dentro alias estão a serviço das elites e são pessoas muito mal informadas e pior mal educadas!

    • Elias Theodoro Postado em 20/Feb/2015 às 11:42

      É legal ter esse tipo de gente quebrando a cara em público. Mostra a quantidade de formadores de opinião despreparados que temos. Triste a JP dar voz a eles.

  7. sleiman v m n Postado em 19/Feb/2015 às 18:43

    Ouvi toda a entrevista. Foi angustiante! Esses jornalistas, sempre tendenciosos e despreparados, são uma vergonha para esta nação. O que fazer diante disso, se são as leituras deles que figuram nos jornalecos? Mãos atadas é pouco para nós... Torço para que a máxima "um dia tudo acaba" seja uma realidade em favor dos verdadeiros brasileiros... É que, por enquanto e aparentemente, os vira-latas é que estão podendo mexer no lixão sem ser incomodados.

    • sara medeiros de oliveira Postado em 19/Feb/2015 às 20:21

      Gostei dessa imagem"os vira-latas é que estão podendo mexer no lixao sem ser incomodados". Parabéns. ...

    • Antonio Idevano dos Santo Postado em 19/Feb/2015 às 22:57

      Trogloditas, quando falam sozinhos são ferozes, quando alguem capacitado ao debate e sabedor do que está sendo feito apresenta os argumentos, é isso que se vê, idiotas boquiabertos.

  8. Bolívar Postado em 19/Feb/2015 às 18:43

    O péssimo nível dos entrevistadores ajudou Haddad. Villa e Charizard quiseram atropelar o prefeito, que foi mais esperto, aproveitando a falta de argumentos da dupla pra usar a entrevista como propaganda política. A Jovem Pan queria detonar Haddad, mas acabou servindo 50 min de sua programação de horário eleitoral gratuito pro petista.

  9. Marilia Oliveira Postado em 19/Feb/2015 às 18:45

    O melhor prefeito que São Paulo já teve

  10. Bhalij Postado em 19/Feb/2015 às 18:50

    Os meus testículos são mais politizados que essa dupla que se diz jornalista. Gente assim só desacredita a já tão cambaleante imprensa "oficial".

  11. poliana Postado em 19/Feb/2015 às 18:53

    O haddad n enfrentou esses dois lixos, ele simplesmente os HUMILHOU!!! E a análise dessa entrevista feita pelo paulo nogueira foi bastante lúcida e pertinente. Adorei!

  12. Juari Postado em 19/Feb/2015 às 19:05

    o interessante é que quem da audiencia a estes tipos de programas são sempre a militancia kkk tanto jornal nacional a Jovem pam e eu aqui assistindo o meus Animes

  13. jonas Postado em 19/Feb/2015 às 19:29

    ouvi a entrevista inteira e realmente os jornalistas são muito tendenciosos. Uma pena a mídia ainda prestar esse desserviço à sociedade.

  14. Mario Lucio Postado em 19/Feb/2015 às 19:43

    Nosso prefeito conciso eloquente e educado diante de tanto despreparo e má fé desse Villa , um tucano declarado e a " Sherazade " um zero a esquerda . Hadadd mostrou que esta preparado p/ contrapor qq retórica infundada apenas voltada a criítica politica .

  15. Ailton Postado em 19/Feb/2015 às 19:57

    Grande Prefeito Haddad, se sobressaiu com extrema competência, da entrevista com os lobos da direita, com suas indagações pré moldadas pelos canais midiáticos tendenciosos.

  16. Fábio Alves Postado em 19/Feb/2015 às 19:59

    Droga! E eu nem fiz pipoca antes de vir ler a matéria!

  17. Luciano Postado em 19/Feb/2015 às 20:11

    Gente, falar o que destes jornalistas....incompetência no seu mais alto patamar. Medíocres.

  18. sara medeiros de oliveira Postado em 19/Feb/2015 às 20:22

    Tolo invejoso.

  19. Gustavo Postado em 19/Feb/2015 às 20:36

    Pelo celular só consegui ouvir o primeiro bloco. Preciso baixar o soundcloud para ouvir o restante?

  20. Alexandre Postado em 19/Feb/2015 às 20:41

    Se algo foi "nada veridico", que tal provar seu ponto com fontes? Tornar isso em um debate? Não? ....Pois é. Só pra gritar "fora PTralhas" e "vai pra Cuba" é fácil. Aprender algo, se informar e estudar já é outro papo.

    • Robson Postado em 20/Feb/2015 às 12:46

      Alexandre, lembre-se: não é possível tirar leite de pedras. Não conheço um só coxinha que não tenha mais de dois neurônios, desidratados por VEJA,Estadáo, Globo, Folha de São Paulo, etc. São facílimos de se detectar. sempre te insultam,depois juram que tudo que você diz é mentira. Fazer o que? Só mesmo propiciando-lhes um transplante de cérebro e mandando-os pro Mobral.

  21. Luisa Postado em 19/Feb/2015 às 20:42

    Ele argumentou. Cade os seus argumentos?

    • Helena Postado em 19/Feb/2015 às 21:33

      Mas, Luisa, você já viu quem ataca o PT, ter argumentos? Eles simplesmente repetem o que a grande mídia publica, sem questionarem.... tipo, papagaio de pirata....

    • anônimo Postado em 20/Feb/2015 às 00:19

      Argumentou o que? Atacar o PT não é argumento de nada.

  22. Pedro Postado em 19/Feb/2015 às 20:52

    Típico argumento insustentável esse seu. Justifica tudo com frases feitas e oportunistas. Nada verídico é sua falta de argumentação, simplesmente idiota. Kkkk cada um que me aparece aqui.

  23. Junio Postado em 19/Feb/2015 às 20:55

    Triste ver no que se tornou o jornalismo da rádio Jovem Pan! Mais triste ainda, ver jornalistas da antiga se vendendo a este projetozinho medíocre liderado por esta espetaculosa paraibana! Não ouço o Jornal da Manhã mais nem pra ouvir o "repita" de Roberto Muller.

  24. Renan Esteves Postado em 19/Feb/2015 às 21:03

    Atoleimado desprovido de reflexão e conhecimento. Tudo o q ele disse é embasado em dados, pesquisas e estatísticas, quando utilizam as mesmas contra o PT é aceito, porém quando um prefeito as utiliza é inválido.

  25. Paulo Rozendo Ferreira Postado em 19/Feb/2015 às 21:40

    A pessoa quando está com a verdade, ela fala com consistência , a verdade não se abala, é incrível como a verdade é forte, a verdade é luz e as trevas vai embora se apaga foi o caso desses dois jornalistas.

  26. billcanovas Postado em 19/Feb/2015 às 21:58

    "Descentralização da mídia e não Censura" - Fernando Haddad Adooooooooreeeeeeii

  27. Isabela Postado em 19/Feb/2015 às 22:14

    Também ouvi toda entrevista: que delícia! Já era fã do Haddad desde a época do ministério da Educação e torço muito por ele, por São Paulo, pela mudança no Estado: Haddad governador de SP!!

    • Isabela Postado em 19/Feb/2015 às 22:23

      Sheherazade mostrou sua santa ignorância, my God!!!

  28. Leandro De Lima Vilela Postado em 19/Feb/2015 às 22:41

    A entrevista foi a coisa mais linda que eu fiz hoje! Como eu senti orgulho de Haddad. Como eu senti agunia por notar o quanto tentavam o encurralar e o quão bem ele argumentou sobre TUDO. Um programa feito para acabar com a imagem dele o ELEVOU enquanto pessoa e político. Rachel querendo desmerecer o pequeno programa que visa dar + possibilidade às transexuais que querem sair da vida marginalizada vivida sob a sombra da prostituição as trazendo para o mercado de trabalho e ainda comparar a renda deste com a que se investiria construindo creches é por demais ridículo. Lindo ver o quão humano e pé no chão Haddad é! A questão dos transportes, da água, da polícia... até o TOCO dado em Rachel quando ela diz q demorou 2 horas, mas acaba revelando que além de morar longe, encontrou um acidente no caminho que a causou o atraso atribuído ao prefeito!

  29. Nayara Postado em 19/Feb/2015 às 22:47

    Haddad para presidente! Muito sensato

  30. Paulo Postado em 19/Feb/2015 às 23:07

    Quais são os argumento inverídicos César, mostra pra nós a verdade dos fatos então. Faça oposição, mas honesta.

  31. João de Carvalho Postado em 19/Feb/2015 às 23:21

    Como que um sujeito, no século 21, valoriza o uso de carros?

  32. Herbert Henrique Postado em 19/Feb/2015 às 23:22

    Cesar souza, nesse comentário vc acaba de fazer oque criticou, pior, vc se quer deu um argumento que validasse seu pensamento. Ou seja, não falou nada com nada.

  33. Getulio Rodrigues Moutinh Postado em 19/Feb/2015 às 23:40

    Por falar em SBT, e4la fez uma acordo com o ex´presidente lula n o vr de 4.500.000.000 de reias para abafar um rombo numa das empresas de Silvio Santos , oque tem ela a dizer? com a palavra a Rachel sherereca.!

  34. José Ferreira Postado em 20/Feb/2015 às 00:17

    Petista é que nem pombo no xadrez: Gaga todo o tabuleiro, derruba as peças, e ainda estufa o peito para dizer que é vencedor. Bater em bêbado é mulher é fácil, quero ver bater em um outro acadêmico da USP que faz oposição ao nosso "querido prefeito".

    • Fabiano Postado em 20/Feb/2015 às 00:58

      Pombo no xadrez é a direita querer dizer que "venceu" este debate - não tente fazer isso, fica feio. Villa é historiador, portanto acadêmico, e foi vergonhosamente desmascarado como farsante. Você está dizendo que ele é tão medíocre que não conta como intelectual? (Se for isso, concordo plenamente.) E qual seria este "outro acadêmico da USP que faz oposição"? FHC? Ótimo, vamos convocar um debate entre os dois! Mal posso esperar. Quem sabe o pirata consiga se sair um pouco melhor do que seu papagaio. Aliás, se este tal acadêmico é tão bom, por que não foi ele o convocado, então?

      • José Ferreira Postado em 20/Feb/2015 às 10:53

        Seria ideal outro acadêmico, mas não ligado a política. Devem ter muitos na USP que fazem oposição, na Faculdade de Direito, ou nos poucos da FFLCH que não são petistas. Os jornalistas deveriam ter se preparado, pois o Haddad não é que nem o Lula. Ainda sim seria melhor que outros o entrevistasse.

    • Rodrigo Postado em 20/Feb/2015 às 03:25

      Essa sua ai é tão, tão mas tão que me deixa com vontade de vomitar. O filhote do astrólogo 171 vai dormir vai. Não deve nem ter ouvido a entrevista e está ai repetindo um argumento idiota igual papagaio de pirata.

    • Marinaldo gervasio Postado em 20/Feb/2015 às 08:14

      José Ferreira vc deve ser aquela coruja que só observa, e olha de um lado para o outro.....dizendo mais claro qual atitude vc vê em uma coruja a não ser essa??? pois bem, vc é exatamente igual a ela e mais vc na verdade é o tabuleiro o Psdb é as peças...

    • Fran Postado em 20/Feb/2015 às 21:44

      Estranho esse seu argumento, até pq que eu saiba Marco Villa é doutor em história pela USP e professor na UFSCAR, ou seja, acadêmico. Faça um favor a todos, continue essa sua papagaiada mas em outro lugar, pq tentar dizer que o Haddad "gagou" nessa entrevista é no mínimo falta de bom senso!

  35. maria Postado em 20/Feb/2015 às 00:32

    Arrasou Haddad :D

  36. Eduardo Guimarães Postado em 20/Feb/2015 às 01:04

    A primeira parte do post foi escrita por mim e publicada originalmente no Blog da Cidadania. Favor dar o crédito

  37. Deisi Postado em 20/Feb/2015 às 07:41

    Eu como o jornalista Paulo Nogueira, só ouço a Jovem Pan com revolver na cabeça, "menos calibre 45", talvez 32, kkkk. A cada dia me convenço mais, que o pior para o Brasil é nossa mídia golpista e oportunista, tanto falada, escrita e televisionada, não se salva ninguém. O prefeito Haddad com educação, serenidade e competência, deixou os dois como baratas tontas, depois do raid. A rádio que acha que é top, mas não passa da "Portuguesa" de SP, a tempos se tornou um antro de reacionários. Piorou depois de trazer Sherazedo, Vila e o talzinho da Veja, que me enojo só de pensar. Em poucos minutos os dois foram a nocaute, pensaram que estavam entrevistando, um qualquer sem preparo e sem conhecimento, mas Haddad é um professor da USP, no Ministério da Educação, não desistiu do Enem, hoje sabemos tão importante é, uma porta ampla de oportunidades. Com argumentos e números, colocou os jornalistas do ódio e burros no chinelo, não se prepararam porque sua arrogância não permite, pagaram um tremendo mico.Na entrevista o Haddad, me fez lembrar Leonel Brizola, que jamais se curvou à Platinada Sonegadora, que no seu tempo tinha muito mais poder que hoje. O que essa mídia golpista não quer é a continuidade de um Brasil preocupado com o social, com mais oportunidades, não para poucos, mas para todos. Parabéns prefeito pela surra nos pinguetes cheios de soberba!

  38. Marcos Postado em 20/Feb/2015 às 09:09

    Indiferente de ja ter acontecido antes ou não, o fato é que continua "ruim ou péssimo",,, governantes despreparados!!! Corruptos!!

  39. Miriam Postado em 20/Feb/2015 às 09:41

    Imprensa sem vergonha ! Sherazedo ridícula ! Villa, tendencioso , insensato!

  40. Edna Faustino Postado em 20/Feb/2015 às 10:18

    Meu Deus, em todos esses anos acompanhando debates e eleições eu nunca vi dois entrevistadores tao atrapalhados. Em um certo momento eu tive a impressao que a mocinha "entrevistadora" em questão era uma atriz de novela mexicana.......opa me desculpem os mexicanos, mas vcs não merecem essa "jornalista" nem como atriz de suas novelas.....E o pior disso tudo é que eles não se acanham......ela realmente acha que é jornalista e o outro se intitula historiador sem conhecer a história........Parabéns Haddad.....Show de competência.....

    • Thiago Teixeira Postado em 20/Feb/2015 às 11:36

      Entrevistadores Golpistas.

  41. Rodrigo Postado em 20/Feb/2015 às 11:28

    Queria ver ele enfrentar o Bolsonaro

  42. Edna Postado em 20/Feb/2015 às 11:59

    A Sheranazi e esse Villa só leem a revista Veja. Ridículos!

  43. carlos lacerda Postado em 20/Feb/2015 às 12:00

    Depois que descobriram a palavra golpista, parecem papagaio repetindo, Gol do Santos foi golpe, é golpismo...

  44. Luis Postado em 20/Feb/2015 às 14:08

    O prefeito que SOMENTE acredita nos dados da CET algo está errado.... Onde ele meteu a pau??? O entrevistador estava certinho sobre o comentário do trânsito. A CET sim tem que ser questionada. NINGUEM ACREDITA NA CET. Se ela é a melhor do País, realmente não queremos conhecer a pior....

  45. Pereira Postado em 20/Feb/2015 às 14:32

    A gestão haddad tem apenas 20 % de aprovação, sendo que ele citou prefeitos anteriores da base governistas e aliados do partido dele. E ainda tem esquerdista que diz que hadad venceu o debate. é Pra mata !!!!!

    • Cissa Postado em 20/Feb/2015 às 16:04

      Pereira, política não é ciência exata. E não é só porque hoje o Kassab é ministro de Dilma significa que ele seja aliado às diretrizes do PT paulista. E quando Kassab foi prefeito ele era do DEM, partido de direita, aliás, talvez a melhor representação da direita no país (falo isso enquanto simpatizante de esquerda)

    • Fran Postado em 20/Feb/2015 às 21:51

      Fonte dos dados por favor, já que até a mídia tendenciosa da Jovem Pan apresentou dados de 44% de rejeição. A prepotência de certas pessoas é tanta que prefere negar o que está embaixo de seus narizes do que ter o mínimo e bom senso de, ao menos uma vez, ficar quieto pra não passar vergonha.

  46. Pereira Postado em 20/Feb/2015 às 14:42

    MArta suplicy 28 % de aprovação, Serra 41 % de aprovação ,Kassab 81% de rejeição, Haddad 20 % de aprovação. O pior desempenho mesmo entre os correligionários. E ainda querem dizer que hadadd venceu marco antonio villa, ora vai para o diabo !!! O pior desempenho dos ultimos mandataso é de HAdad foi isso que vila perguntou.

    • Cissa Postado em 20/Feb/2015 às 16:06

      Olha a desonestidade! Kassab teve 81% de rejeição? Então teve menos de 20% de aprovação, certo?

    • Fernando Postado em 20/Feb/2015 às 21:53

      Dados imaginários, má interpretação, esses coxinhas não perdem a chance de passar vergonha.

  47. jose carlos savassa Postado em 20/Feb/2015 às 15:21

    Cara - Muito bom - Hadad Parabéns - este cara chamado Villa, é um Tucano hipócrita, que nos ataca todos os dias. Na TV cultura, é um absurdo o que esta coisa fala. Quero ver ele falar do pessoal que pôs grana na Suíça ilegalmente, vamos esperar para ver...

  48. Alfredo De Vita Postado em 20/Feb/2015 às 15:32

    Assisto a JP das 6,00 hrs até 7,30,pq depois entra a sharazade e o Villa, e ai meu velho, meu ouvido não é pinico.,Tem 4 comentaristas que deveriam antes da emissora entrar no ar tomar vacina anti-ÓDIO, para eles devem fazer bem. São eles: REINALDO AZEVEDO, NÊUMANE (esse no tempo da ditadura, lambeu as botas dos militares para ele todo cidadão contra a ditadura era comunista) , VILLA e SHARAZADE,

  49. Alfredo De Vita Postado em 20/Feb/2015 às 15:44

    Gostaria de saber: Como o Jornal Nacional tem acesso as investigações da Polícia Federal.?

  50. Tony Postado em 20/Feb/2015 às 16:26

    Meu deus, CET, horrível. Só estão na rua para multar. Por favor que cidade é esta que nosso prefeito mora, que quero morar nela. Eu moro na parada de Taipas meu amigo, sabe quanto tempo eu demoro pra chegar a Lapa. Se for de carro, saindo às 7h da manhã chego às 9h no terminal da Lapa. De carro. Nada contra o PT, mas a administração não condiz com o que o senhor diz.

  51. Holanda Postado em 20/Feb/2015 às 20:17

    Nunca vi um cara se apanhar tanto.

  52. Welder Almeida Postado em 20/Feb/2015 às 20:53

    Muito bom o debate e mais uma vez eu me convenço que de nada adiante ser dotô se o dito erudito se curva à paixão e engajamento político. Parece até que são antagônicos, mas a verdade é que esse tal Vila, demonstrou todo seu despreparo, apesar de tantos canudos.

  53. Eber Postado em 20/Feb/2015 às 20:57

    O nivel da discussão esta baixo demais, é jornalista desqualificado entrevistando politicos vazios, é midia alternativa divulgando qualquer noticia. Defender este representante do estado, que sempre esteve de mãos dadas com o capital e contra o trabalhador, que trabalha e defende as grandes empresas em detrimento da vida da população, não me parece nada inteligente, alias soa como patético defender o indefençavel. Sugestão é colocar noticias mais formativas desconstrução desta midia golpista. a de exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=MtQTejGeL4M

  54. carlos trigueiro Postado em 20/Feb/2015 às 23:35

    Sheherazade e Villa juntos, é muita merda prum ambiente só! Haddad os colocou no bolso!! "Prefeito, vc teme uma CPI?"... kkkkk... nem uma colegial faria uma pergunta tão bisonha!

  55. Rodrigo Lobo Postado em 21/Feb/2015 às 02:48

    E fazer o que? as pessoas estão mais interessadas na disputa, em quem tem mais intelectualidade, em quem é melhor pra se apoiar, e a real preocupação disso tudo, alias uma delas que seria o aulmento da tarifa de ônibus só serviu como mais um dado numérico de aumento passado em branco, que em questão não será nada feito a respeito!

  56. Thiago Teixeira Postado em 21/Feb/2015 às 16:50

    Achei uma falta de respeito essa JP colocar no ar um sem vergonha, desrespeitoso e arrogante coxinha se dirigindo ao prefeito como "... esse prefeito Haddad ai ...". Quem essa babaca pensa que é? Se ele falou dessa forma é porque sabia que estava blindado pela mídia golpista, quero ver ele se dirigir a prefeitura e tratar uma autoridade pública desse jeito. São covardes ... Ahhh no tempo do glorioso General Costa e Silva ... coitados da JP ...

    • Bernardo Postado em 22/Feb/2015 às 11:37

      Eu poder me expressar livremente e ter, como cidadão, garantias que me possibilitem enfrentar em pé de igualdade o Estado são marcos civilizatórios ELEMENTARES. Consegue imaginar como seria se qualquer figurão do governo pudesse fazer o que quisesse contigo por causa de algo que você disse que o deixou todo ofendidinho? Ou é muita coisa pro seu pequeno cérebro? Aposto que no caso daquela mulher, uma simples funcionária de trânsito que disse que "juiz não é deus" você concordou com a decisão dos magistrados de obrigá-la a pagar uma indenização. Afinal, na sua cabecinha, quem ela pensa que é pra falar assim com os dotô juiz , importante, inteligente 'di terno", né?

      • Thiago Teixeira Postado em 23/Feb/2015 às 11:52

        Caro "inteligente", sua comparação é ridícula, pois a moça fez uma crítica ao judiciário, não a pessoa. De nenhuma forma ela foi desrespeitosa, e pior, não tinha blindagem ou proteção da mídia, tanto é que foi condenada. Ao contrário desse babaca que não utilizou de liberdade de expressão coisíssima nenhuma, pois jamais a JP iria colocar o microfone a disposição de uma segunda opinião, e sim em quem compartilha dos interesses golpistas deles.

  57. Ricardo Perez Postado em 21/Feb/2015 às 17:01

    Vamos para de discutir partidos, o problema esta na forma que a politica esta montada, devemos pensar e mudar: - Não pode ter verba para campanha politica, gasto zero em campanha!!!! - Não pode ter reeleição pra nenhum cargo!!! - Não gosto dos EUA, mais é certo os estados serem independentes, descentralizando todo o poder do presidente, hoje um prefeito municipal tem mais poder que o governador. - E outros pontos que devemos “PENSAR” em melhorar o sistema para nortear nosso pais. Ao contrario vai mudar sempre as pessoas, os partidos, os ladrões e o povo continuará sendo enganado. Temos que acreditar, mais acredito neste caminho...

  58. Danilo Postado em 21/Feb/2015 às 22:50

    Me sinto envergonhado pelo estado político em que o país chegou! As pessoas defendem bandeiras partidárias, ao invés de defender a verdade e o melhor para o país, parecem até integrantes de torcidas organizadas. É claro que cidades do porte econômico de SP possuem ciclovias em vários outros países, vale dizer que só a grande SP possui a mesma quantidade de habitantes de Portugal, e que nossa extensão territorial é imensamente maior que a de Amsterdã ou Berlim, por exemplo. Além disso grande parte da população mora em bairros distantes e trabalha na zona central. Precisamos investir em outros modais de transporte, para a grande massa, popular a região central e levar empregos às regiões mais afastadas do centro, somente assim iremos melhorar a mobilidade de nossa cidade. Não adianta tropicalizar as soluções do primeiro mundo.

  59. Flávia Postado em 21/Feb/2015 às 23:28

    Diante dessa entrevista, a conclusão que chego é: Os entrevistadores foram tão RUINS a ponto de ofuscar o brilho merecido do Prefeito Hadad. Ele falou de vários trabalhos que a Prefeitura realizou e está realizando, como: Desbarate da máfia do ISS, faixas exclusivas de ônibus, ciclovias, programas sociais... Mas só se fala no despreparo dos jornalistas.

  60. [email protected] Postado em 22/Feb/2015 às 00:36

    que surraaaaaa! È uma vergonha este jornalismo medíocre e agitativo.

  61. João Filipe Postado em 23/Feb/2015 às 01:56

    Chupa essa do haddad!