Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 25/Feb/2015 às 13:05
28
Comentários

Einstein precisa se explicar sobre agressão a Mantega, diz Barbara Gancia

Barbara Gancia escreve carta para o presidente da Sociedade Israelita Albert Einstein. A jornalista cobra um posicionamento sobre o episódio de intolerância contra o ex-ministro Guido Mantega

O ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi alvo de um ataque no fim da tarde desta segunda-feira (23/02), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (veja aqui). Reconhecido logo ao chegar na lanchonete do hospital, o ministro começou a ser alvo de insultos. “Vai para o SUS”, foi uma das frases ditas pelos frequentadores. Em minutos, ele deixou o local. Um vídeo com o incidente foi postado na internet. Mantega estava no hospital para acompanhar sua mulher, Eliane, que está se tratando de um câncer na instituição.

Nesta quarta-feira, a jornalista Barbara Gancia cobrou do hospital um posicionamento sobre as agressões sofridas pelo ex-ministro. Confira o texto publicado por Barbara:

Para o dr. Claudio Lottenberg, presidente da Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein, que, no último domingo, na modestíssima opinião desta datilógrafa que vos fala, ocupou o espaço da página 3 da Folha de S. Paulo (Tendências/Debates) com a distribuição de ufanismos a instituição que dirige, estatísticas soporíferas e metáforas de gosto duvidoso sobre saúde do corpo e vitalidade do país (“cancro da corrupção”; “ganância fiscal que aumenta a obesidade de órgãos públicos esclerosados” -fala a verdade?-; “Brasil precisa de terapia intensiva com o apoio de todos que possam colaborar para sua recuperação”), pois então, para este discípulo de Hipócrates tão cioso do seu dever sagrado e tão averso ao exercício do poder por meio da política, para ele eu tenho algumas questões incisivas (uia!):

Caro senhor doutor presidente:

1) Já foram identificados os indivíduos que hostilizaram ao ex-ministro Mantega e sua mulher, que foi ao hospital na terça-feira para ser submetida a tratamento contra o câncer?

2) Que providências os senhores estão tomando, foi registrado Boletim de Ocorrência?

3) A direção do hospital está ciente de que, caso este comportamento brutal for tolerado e nenhuma medida tiver sido tomada contra quem o praticou, isto irá significar que a Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein compactua com a irresponsabilidade, a escalada da violência e o desrespeito à ordem pública?

O senhor entende, dr. Claudio, que o Einstein não pode consentir, porque isso significa que ele se colocará do lado dos inconsequentes que querem ver o circo pegar fogo sem medir as consequências para as instituições?

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. Felix Postado em 25/Feb/2015 às 13:22

    Muitos médicos estão até hoje nesta choradeira por causa do Mais Médicos. Falam de Revalida, que os estrangeiros não falam bem nosso idioma, que não possuem boa formação, etc, etc. Alguém já fez a conta de quantos atendimentos, quantas vidas já foram salvas pelos médicos do programa? Porque relutam em focar nos resultados?

    • Arica Postado em 25/Feb/2015 às 15:16

      Porque as pessoas de classe média alta acham que medicina, como educação e lazer, é privilégio, não direito!

  2. Ewerton Postado em 25/Feb/2015 às 13:26

    O presidente do Albert Einstein dr. Claudio Lottenberg emitiu um e-mail para todos os funcionários se mostrando contra tal tipo de atitude, não sei se essa mensagem irá à público.

    • enganado Postado em 25/Feb/2015 às 23:20

      Essa nota deve ser no sentido que como o Sr. Mantega não é caloteiro, e paga suas contas; então dá lucro e vai encher mais o bolso de grana do Sr. dr. Claudio Lottenberg. Puro capitalismo do PSDB/DEM/iSSrael/EUA, o que importa é que paguem a conta, mesmo que o paciente morra. Só pode ser! Sabem por que? Perguntem a Família Collor qto cobraram pela estada de d.Leda no Einstein? Pra pagar a briga foi feia! Dr. Claudio não se esqueça o dízimo da AIPAC=HASBARA=MOSSAD.

  3. Thiago Teixeira Postado em 25/Feb/2015 às 13:32

    Duvido muito que algo será feito por este hospital, pois 99% de seus clientes são coxinhas.

    • claudio Postado em 25/Feb/2015 às 13:55

      O pior Thiago, é q o próprio SUS repassa fortunas ao Einstein.

    • Batman Postado em 25/Feb/2015 às 15:40

      uhauhau bem nessa

    • Carlos Postado em 25/Feb/2015 às 15:53

      Este comentário é tão deplorável quanto às atitudes dos que estavam no Hospital.

  4. Carla Postado em 25/Feb/2015 às 13:38

    Chega de tratar o povo e seus escolhidos com desrespeito.

  5. ana porto Postado em 25/Feb/2015 às 14:08

    Selvageria pura. O Einstein é um lugar seguro? Acho que não.

  6. Celeste Costa Postado em 25/Feb/2015 às 14:26

    É isso que nos tornamos? Criaturas sem respeito e sem consideração pelo próximo, uma pessoa que está sofrendo de câncer? Meu Deus, que vergonha, que falta de humanidade, antes de qualquer coisa! E o que muito não sabem é que desde 2002, 97% dos transplantes feitos nesse hospital foram feitos pelo SUS. #vergonha #ignorancia Esse é meu primeiro comentário.

  7. jarau Postado em 25/Feb/2015 às 15:41

    Eu me sinto com vergonha, em meu nome e de milhões de Brasileiros, pedimos desculpa ao Sr. Mantega e que sua esposa e milhares de pessoas que sofrem, com este maldito câncer, desejo que a cura venha logo a todos, independente de ser do SUS ou das REDES PARTICULARES de hospitais. Para aquelas pessoas que vaiaram o Sr. Mantega, deveriam estar passeando dentro de um hospital e este também tem que tomar todas as providencias pelo fato ocorrido.

  8. Carlos Postado em 25/Feb/2015 às 15:52

    Bárbara, Admiro muito seu trabalho e sou seu fã na Badnews. Não tenho certeza se alguma Instituição tem como controlar este tipo de mainifestação, mas concordo que foi deplorável a atitude daquelas pessoas, principalmente se levarmos em conta o ambiente em que estavam.

  9. Deisi Postado em 25/Feb/2015 às 16:30

    O mundo atual padece de falta de compaixão, vivem e acham que jamais ficarão doentes, ou terão qualquer familiar com uma doença tanta triste e dolorosa como câncer. Esse incidente ultrapassou todos os limites da racionalidade. Mas o que esperar de um povo sem sensibilidade, que acham que só porque tem dinheiro para frequentar tal hospital, estão acima do bem e do mal. Uma tremenda falta de educação, tomara nunca passem por um momento tão doloroso que é ter alguém com câncer na família. Acho que o hospital deveria punir responsáveis por tal ato, mas duvido que aconteça. Realmente a Pauliceia desvairada é caso perdido e sem solução!

  10. Jonas Schlesinger Postado em 25/Feb/2015 às 16:37

    Ele saiu por que quis? Deveria ter ficado e ter se mostrado superior. Até parece que uns insultos vão colocar sua vida em risco... ou ele tem vergonha de algo. Quem não deve não teme, rapá.

    • Cintia Ruiz Postado em 25/Feb/2015 às 19:45

      Jonas Schlesinger manifesto todo o meu repúdio ao seu comentário. "Quem não deve não teme" ? De onde vem sua família, seus antepassados, sr Schlesinger? Ficaram? Fugiram? Temiam? "Quem não deve não teme"? Que nojo do senhor. Que nojo.

    • Antonio Palhares Postado em 26/Feb/2015 às 12:29

      Jonas. " Quem não deve não teme". Muitos não deviam nada, foram tirados dos seus familiares e paises, e tiveram um tratamento super "civilizado" em Guantánamo.Em qual lugar e sociedade voce vive?

  11. José Postado em 25/Feb/2015 às 16:57

    Queremos saber o nome dessa "médica" e exigimos sua demissão imediata, uma pessoa como essa representa um perigo para os pacientes. E que ela seja processada e que seu nome seja divulgado em todos os locais, pois é um direito nosso saber o nome dessa "profissional", pois jamais aceitaria ser atendido ou ter alguém de minha família atendido por uma pessoa dessas. E todos os médicos que são contra o Mais Médicos deveriam ser proibidos de exercer a profissão, quem é contra o Mais Médicos é contra a saúde e contra povo e deveria ir atender em Miami, se é que vai ter emprego por lá, agora com a abertura, todo americano vai é tratar em Cuba, uma medicina exemplar, humana e acessível a todos. A máfia do jaleco branco lá dos States está com os dias contados.

    • Ilson R. Napoleão Postado em 25/Feb/2015 às 19:31

      Sabe aquela médica do hospital protestante do Paraná, aquela mesmo que supostamente decretava a morte de pacientes? Não duvido nada se esse senhora que não foi identificada não faça o mesmo com pacientes pobre.

  12. Cintia Ruiz Postado em 25/Feb/2015 às 17:28

    Jonas Schlesinger manifesto todo o meu repúdio ao seu comentário. "Quem não deve não teme" ? De onde vem sua família, seus antepassados, sr Schlesinger? Ficaram? Fugiram? "Quem não deve não teme"? Que nojo do senhor. Que nojo.

  13. marcos menezes Postado em 25/Feb/2015 às 18:44

    Se pudesse o sr. Jonas Schlesinger colocaria uma marca (estrela) no paletó do ex ministro e o mandaria para o GUETO.

  14. marcos menezes Postado em 25/Feb/2015 às 19:09

    http://www.einstein.br/einstein-saude/tecnologia-e-inovacao/Paginas/transplantes-einstein-chega-a-1500-transplantes-pelo-sus.aspx

  15. leonardo Postado em 25/Feb/2015 às 20:32

    Bem eu nasci nesse hospital espero que não fique vituperado igual a Síria, a decadência começa assim, não me espantaria lá terem tornado tudo um negócio, má notícia !!

  16. Ângela Postado em 25/Feb/2015 às 22:44

    Parabéns a jornalista que sua atitude seja vista por muitos e entendida por todos o povo esta confundindo falta de respeito com aversão política isso tem que mudar.

  17. Ângela Postado em 25/Feb/2015 às 23:00

    Nós mulheres tem que defender as mulheres do nosso país é nosso dever até agora só vimos o escândalos envolvendo corrupto macho e a presidente sofrer calúnias nos comentários absurdo de mulheres depende de corrupto.Eu quero que as investigações continua firme e forte e que o povo respeite a si próprio. Respeita suas família e a decisão dos outros. Cada um fazendo sua parte para um Brasil melhor.

  18. Sergio Salvador Postado em 26/Feb/2015 às 00:30

    . E tanto ódio por conta do quê? Que motivação racional acobertaria tamanha insanidade mental? Pelo Mantega sem ex-ministro? Algum outro sócio para tentou agredí-lo antes quando foi ministro por três mandatos? Então, sociopatas; Mantega só fez com competência e foco no Brasil brasileiro tudo que fez como técnico orientado pela condução política de Lula e Dilma.

  19. Vitor Postado em 26/Feb/2015 às 01:13

    A maior fonte de arrecadação deste hospital é o SUS,eu não sei o porque dessa discriminação

  20. Pedro Postado em 26/Feb/2015 às 04:53

    A que ponto chega a inocência da esquerda? O Dr. Claudio, assim como os demais membros e frequentadores de um templo da elite paulistana como o Hospital Albert Einstein (deve have um tunel que conecta esse hospital ao clube Pinheiros) nao dao a minima para as opinioes e questionamentos vindos da esquerda. Mas quando eu vejo membros desse hospital e seus frequentadores gritarem "vai pro SUS", sabendo que a maioria desses doutores se formam em universidades publicas, onde treinam e erram nos pobres, usuarios do SUS, para entao exercerem nos ricos, sou tomado de um antigo desejo de efetivamente privatizar o ensino de medicina no pais, ou ao menos exigir que o estudante de medicina PAGUE pelo custo real do curso. Eles recebem, por privilégio de poderem estudarem nas melhores escolas, e passarem muitas vezes anos em cursinhos preparatorios, a oportunidade de formarem-se médicos inteiramente de graça. Antigamente, recebia até um pequeno salario para o internato: ou seja, eram pagos pelo estado para aprenderem! Estatismo quando usado para beneficiar a elite nao é questionado. Esse estatismo impressor de diplomas foi em grande parte a contrapartida que a elite recebeu para apoiar a ditadura militar.