Redação Pragmatismo
Compartilhar
Bolsa Família 04/Feb/2015 às 15:00
54
Comentários

Contra o Bolsa Família, a favor do Bolsa Madame

A elite que odeia e combate o Bolsa Família é a mesma que não consegue ficar longe das tetas do estado

mulheres eduardo cunha bolsa família

Ana Helena Tavares, QTMD? (Quem tem medo da democracia?)

Um grupo de mulheres de deputados reúne-se num chá oferecido por uma delas. O convidado de honra é Eduardo Cunha. No cardápio, um pedido para que volte um benefício que garante às madames passagens de graça para acompanhar os maridos.

O que isso diz sobre a sociedade brasileira? Machismo em alto grau partindo de mulheres. Hipocrisia de uma elite carcomida que combate políticas públicas para os mais pobres, mas não se acanha em usar e abusar das mordomias do Estado.

A uma ex-catadora de papelão, que se tornou presidente da Petrobrás, não é permitido roubar. Se roubou ou não pouco importa. Não é com isso que as madames bem-nascidas estão preocupadas. Ela simplesmente não pode roubar. Os maridos iluminados podem.

Num mundo em que todos comam, onde todas as classes, cores e credos sejam julgados da mesma maneira, como madame poderá ser madame? Como aeroportos poderão ter o vazio sepulcral dos lugares reservados a privilegiados?

É dolorosamente atual a frase de Raymundo Faoro: “Eles querem um país de 20 milhões de habitantes e uma democracia sem povo”. E como dói constatar que, depois de tantas lutas por direitos iguais, elas também querem isso.

Não são todas, é claro, para alívio da nação, mas a composição do Congresso que toma posse neste domingo, 1º de fevereiro de 2015, não deixa dúvidas quanto ao caráter conservador, machista, preconceituoso, da maior parte da sociedade brasileira.

O dinheiro pode ser livre – para quem convém que seja livre. Seres humanos têm que viver presos. Presos à moral alheia, presos a dogmas. E, aqueles que “não deram certo”, presos a grades. Quiçá, mortos.

Num país de senzalas inconfessas, não é de se espantar que distintas senhoras não se contentem em viver à custa de homens. Querem mamar nas tetas do erário. Não lhes envergonha em nada receber o “bolsa-madame”. Faz parte da nossa tradição secular.

Se forem vistas por aí em alguma passeata contra a roubalheira na Petrobras e contra o bolsa família, dirão que estão lutando para salvar o Brasil. E serão capa da maior revista semanal, como já foi o “caçador de marajás”. A honestidade dos que dizem lutar contra a corrupção me comove.

VEJA TAMBÉM: Sobre o “nojo” a meninos negros e pobres e a covardia de uma elite vazia

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Norberto Postado em 04/Feb/2015 às 15:14

    queria saber aonde entra o Machismo...

    • Vellure Postado em 04/Feb/2015 às 15:32

      Cretinas praticando a noção patriarcal de que a esposa está lá pra viver às custas do marido, inclusive quando a grana deste vem da falta de vergonha do governo. Não, elas não podem ter profissão e ganhar o dinheiro das próprias passagens. Tem que vir tudo da teta em que o marido mama.

      • Ariadne Jacques Postado em 04/Feb/2015 às 16:45

        Bravo!

      • Fernando Postado em 03/Mar/2015 às 02:55

        Matou!!!

    • Patricia Postado em 04/Feb/2015 às 15:35

      Quando vc parte do princípio que a diferença entre gêneros pressupõe uma dependência por incompetência, fragilidade, inferioridade e/ou negligência, de um para o outro, vc pode justificar tudo e qualquer coisa a partir , por exemplo, da própria violência doméstica. Quando as madames se candidatam a privilégios e concessões por serem esposas - o que como bem sabemos não é cargo nem função pública - elas próprias estão apelando para uma distinção de gênero de insuficiência para justificar a concessão. Já se o caso for considerado no nível privado, particular, onde muitas vezes o acordo entre o casal resulta numa dependência transitória da mulher em relação ao homem , especialmente durante a época da reprodução, cabe então ao marido e não ao Estado, pagar a passagem!!

    • Vinicius Postado em 04/Feb/2015 às 15:49

      Entra quando a passagem delas parte do "trabalho " do marido, quando elas se contentam em acompanhar o marido provedor e quando os maridos de deputadas (poucas por sinal) não pleiteiam o mesmo benefício e certamente espantaria a sociedade se pleiteassem.

      • hellen Postado em 04/Feb/2015 às 17:09

        Espantariam? Será? O q ainda golpeia nossa massa encefálica a ponto de causar espanto?

    • André Postado em 04/Feb/2015 às 16:04

      depois de tudo isso supracitado, entendeu onde entra o machismo, amiguinho?

      • Alexandre Postado em 04/Feb/2015 às 16:29

        Meu não é questão de machismo ou feminismo, a questão é ética. Por qual razão o povo tem que pagar passagens pra elas?? Me dê uma explicação lógica sem ideologia e nem coitadismos viu?

      • eu daqui Postado em 05/Feb/2015 às 12:10

        Não. Não vi machismo. Só parasitismo e de ambos os lados: dos pobres e dos ricos.

    • Ariadne Jacques Postado em 04/Feb/2015 às 16:45

      Mulheres que, em pleno século XXI, ainda querem ser sustentadas pelos privilégios de seus homens. Será que não passa pela sua cabeça que elas poderiam ir à luta para comprar suas próprias passagens aéreas, como fazemos todas as outras mulheres que têm seus maridos trabalhando fora de seus domicílios? Machismo porque vivem ainda hoje às custas dos homens, e ainda defendem que isso deveria ser um direito. É mais que mero machismo, que pensa que mulher não tem de trabalhar, apenas para ficar à disposição do homem. É elitismo perverso! Como mulher, sinto vergonha dessas sinhazinha do século XXI.

      • Patricia Postado em 04/Feb/2015 às 21:57

        Falou bem!

      • Maria zelia Postado em 05/Feb/2015 às 10:15

        Também acho, que estas dondocas estão querendo muito.Vão trabalhar também para ajudar o marido se estão precisando...Assim,. fazem todas as outras esposas do país.....Por que esposa de "político" tem que ter privilégios?

    • daniella Postado em 04/Feb/2015 às 17:09

      Achar que mulheres devem ser sustentadas enquanto os homens trabalham. Nesse caso elas ainda acham que devem ser sustentadas pelo estado.

      • eu daqui Postado em 05/Feb/2015 às 12:12

        Ser sustentada unicamente pelos esforços do marido é problema do marido. Não justifica nenhum tipo de parasitagem com o dinheiro público, nem de pobre nem de rico.

    • Aquiles Postado em 04/Feb/2015 às 18:24

      Ruinzinho de interpretação, hein!

  2. Luis Postado em 04/Feb/2015 às 15:35

    PMDB é aliado do governo, não? O texto dá a entender que Eduardo Cunha e as 'madames' seriam da oposição, quando a realidade é o contrário. Mais um exemplo do governismo contorcionista da ex-querda?

    • Luis (2) Postado em 04/Feb/2015 às 15:49

      Não, xará. O PMDB derrotou o governo na eleição para a Câmara Federal. Quebraram o acordo que havia com o PT que dizia que, a cada dois anos, uma das legendas assumiria a Câmara. Eduardo Cunha, novo presidente da casa, é histórico opositor do governo (sempre foi assim, mesmo atualmente integrando um partido da base) e um dos mais ferrenhos entraves para a aprovação de projetos do interesse do executivo, como o Marco Civil da Internet, a Regulamentação da Mídia, entre outros.

      • Luis Postado em 04/Feb/2015 às 15:53

        "mesmo atualmente integrando um partido da base" isso não é oposição

      • R.R.Rocha Postado em 04/Feb/2015 às 17:00

        Então... deixe-me ver se eu entendi direito: TODOS os políticos do PMDB são aliados do atual governo??? Mesmo aqueles que abertamente votam contra qualquer proposta ou resolução vinda da "situação"??? Não seja tão ingênuo, Luis........

      • Marcos Postado em 05/Feb/2015 às 22:09

        Então agora que o PMDB rompeu o pacto com o PT, o partido dos pelegos se tornou malvadão... Até o mes passado eles eram legais, né ? Ainda me Lembro de ver Lula e a militancia petista sair em defesa de Sarney e Calheiros qdo estes formam atingidos por escandalos. O que é triste nessa militancia apaixonada é essa ótica passional, onde não importa o q se faça, o q importa é em q time se joga.

      • Havila Postado em 26/Feb/2015 às 19:53

        Luis, para de má vontade pra entender.

      • Felipe Postado em 26/Feb/2015 às 19:55

        deixa de ser burrico luis, Bolsonaro fascista, por ex, é de um partido da base. Ele e do governo?

    • Mauro Postado em 14/Feb/2015 às 11:25

      # O PMDB é o maior exemplo de parasitismo, oportunista , está sempre "com o governo" (as aspas siginificam :apenas quando interessa, para estar no poder) #

  3. valdencsantos Postado em 04/Feb/2015 às 15:37

    Seria bom divulgar os nomes dos maridos.

    • Vando Juvenal Postado em 04/Feb/2015 às 21:03

      De fato, seria!

  4. Walter Postado em 04/Feb/2015 às 15:53

    Urubus fêmea em cima da carniça ai quebra o estado.

  5. Silvia Postado em 04/Feb/2015 às 16:07

    No meu entendimento e conhecimento a bolsa família deveria ser em benefícios, por exemplo:- uma bolsa numa escola de inglês, convênio médico e outros. Aí seria o certo o dinheiro ser destinado. E não para ser gastos em futilidade, sustentado vagabundagem. Aí daria gosto de ver nosso dinheiro que suamos para ganhar ser bem empregado. #prontofalei

    • R.R.Rocha Postado em 04/Feb/2015 às 17:10

      "...uma bolsa numa escola de inglês..." Silva, faça um imenso favor a você mesma: não vomite sua ignorância alimentada a leite ninho sem uma mínima reflexão sobre o assunto. "Bolsa numa escola de inglês" para quem passa fome??? Poupe-me... poupe a você mesma... e poupe a todos os que querem contribuir com alguma opinião séria.

      • Edward Lanza Postado em 04/Feb/2015 às 17:56

        Bando de ratazanas travestidas de madames.

      • Patricia Postado em 04/Feb/2015 às 22:04

        R.R. Rocha onde está o seu foco democrático? Como é que pode insultar à moça por mais ingênua que possa ser? Ela está aqui tentando participar, não é isso que conta, a atitude mente aberta e corações dispostos, para na relação com o Outro (todos nós) poder crescer, poder mudar? Vc acha produtivo, feliz ou benéfico cercear assim as pessoas? Vc acha que isso vai provocar alguma mudança?

      • R.R.Rocha Postado em 05/Feb/2015 às 09:29

        Patricia, em comparação aos comentários posteriores, minha intervenção pode ser vista como algo bastante moderado e educado. =D

    • Lucas Carvalho Postado em 04/Feb/2015 às 18:05

      Não acredito que você escreveu tamanha bobagem. vou copiar e arquivar para estudos posteriores de o quanto certas pessoas são antas.

    • poliana Postado em 04/Feb/2015 às 20:56

      Ô estupidez! Sem comentários silvia..saia desse seu mundinho medíocre e egoísta, e tente entendera importância do programa bolsa família. Deixe de ser ignorante! Fiquei com vergonha por vc com esse seu comentário!

    • Arantes Postado em 04/Feb/2015 às 22:10

      Essa viu na TV que quem rcebe bolsa é vagabundo. Resumindo: que pobre é vagabundo.... E repete feito uma maritaca acéfala....... Inocente útil!

      • Fábio Postado em 04/Feb/2015 às 22:26

        Será que essa não é aquela Silvia Pilz, que gosta de vomitar seus preconceitos naqueles textos ridículos que escreve?

    • Ricardo Postado em 05/Feb/2015 às 05:59

      Nossa, Silvia! Sua inteligência é impresionante, viu? Onde você estudou?

  6. maria do carmo c castro Postado em 04/Feb/2015 às 16:12

    Seria bom divulgar os nomes e partidos dos deputados e das dgnissimas senhoras seria bom nao acho fundamental ja que elas nao tem vergonha de pedir e nem seus maridos se importam que elas pecam

    • Jorge Postado em 04/Feb/2015 às 20:22

      É fácil, é só ler uma reportagem sobre o mesmo conteúdo no O Globo. Lá eles mostram os nomes de algumas ratasanas. A maioria da base aliada do PT.

      • R.R.Rocha Postado em 05/Feb/2015 às 09:31

        Como sempre... "a culpa é do PT"!!! KKKKK

      • Victoria Postado em 27/Feb/2015 às 15:39

        O PMDB quebrou o acordo que tinha com o PT. Já não são tão amigos assim. O PMDB fica com qualquer partido, contanto que seja do interesse dele. Depois ele trai e muda de lado.

    • Marcos Postado em 05/Feb/2015 às 22:13

      Aqui isso nunca vai ser divulgado, pois trata-se da base aliada do governo. A maioria do PMDB.

  7. mauricio augusto martins Postado em 04/Feb/2015 às 16:33

    Mais um "Severino"(Severino Cavalcanti) da Vida, e olhem que naqueles tempos a Internet não era a Nº 1 de audiência, existem 22 Capivaras no STF para "chamar de Seu", e que lança somente mais uma pecha: "Jatinho, Sem Dono", mais parece "praga" da oposição do que algo para se levar a sério e/ou "Severinamente"...maumau

  8. Luiz Sassi Postado em 04/Feb/2015 às 16:56

    A comparação e tentativa de defesa da gestora da Petrobrás foi infeliz, o texto seria perfeito não fosse usado para justificar a corrupção de outros.

    • Marcos Postado em 05/Feb/2015 às 22:18

      Eu entendi errado ou o texto tenta aliviar os roubos na Petrobras pelo fato de a presidente da empresa ter sido uma ex catadora de papelão ? Esses articulistas chegam a ser engraçados...

  9. Cristiano Postado em 04/Feb/2015 às 17:14

    Sobre a reportagem, só é mais do mesmo, simples, infelizmente. Quanto ao tempo que este deputado ficará na presidência da Câmara Federal, acredito que ele vai ter que se equilibrar muito pra não cair (com o seu histórico) de sua cadeira.

  10. Thiago Teixeira Postado em 04/Feb/2015 às 20:49

    Elas acham que a opinião delas superam os 54 milhões de Brasileiros que votaram na continuação dos programas sociais.

    • eu daqui Postado em 05/Feb/2015 às 12:16

      Programa social pra mim é antonimo de coitadismo, vitimismo, oportunismo, parasitismo e banditismo. Programa social é o qeu desmotiva tudo isso. E não é a pobreza que faz o pobre menos parasita. A riqueza também não interfere no mérito do parasita. O parasitismo de um não justifica nem agrava o do outro.

      • Victoria Postado em 27/Feb/2015 às 15:40

        Pra mim programa social é mesmo antônimo de vitimismo. Até porque eu sei o significado de antônimo. ;)

    • Marcos Postado em 05/Feb/2015 às 22:32

      Estas mulheres são esposas de deputados da base aliada do governo. Elas fizeram campanha pra Dilma, elas não fizeram campanha contra o governo ou contra as ações do governo. O autor do artigo tentou confundir leitores menos cuidadosos, e parece q conseguiu.

  11. J. Andrade Postado em 05/Feb/2015 às 10:54

    Sou a favor! E que seja batizada de "bolsa escrotal".

  12. Jorge Camera Postado em 06/Feb/2015 às 11:32

    Como nessa foto só tem canhão, dá para suspeitar que foram os próprios maridos que cassaram essa bolsa.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 09/Feb/2015 às 10:48

      Machismo imbecil o seu.

  13. Targino Silva Postado em 21/Feb/2015 às 10:55

    Eles conseguem corromper a propria familia.