Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 22/Jan/2015 às 12:48
36
Comentários

Paracatu – o maior envenenamento em massa do Brasil

Algo estranho está acontecendo em Paracatu, cidade mineira de pessoas humildes e hospitaleiras. Cresce anormalmente o número de casos de câncer. Médicos e cientistas já detectaram a causa do problema: o arsênio liberado pela mineração de ouro a céu aberto

paracatu arsênio veneno evenenamento
Paracatu: quem vai impedir o maior envenenamento em massa do Brasil? (Imagem: Pragmatismo Político)

Paracatu é uma cidade mineira de pessoas humildes e hospitaleiras. Nos últimos anos, algo estranho está acontecendo com a saúde dessa população. Cresce anormalmente o número de casos de câncer no município, especialmente entre a população mais jovem. Em Paracatu, o número de pacientes com câncer, em relação à população em geral é muito maior que em outras regiões do estado, do país ou do mundo. Como as condições de atendimento à saúde na cidade são precárias e a maioria da população é pobre, os pacientes buscam tratamento em hospitais filantrópicos em outras cidades de Minas Gerais, Distrito Federal e São Paulo, como o Hospital de Câncer de Barretos.

SAIBA MAIS: Revista Ciência Hoje trata dos perigos do arsênio e do cenário em Paracatu

Para médicos e cientistas, a causa do problema é o arsênio liberado pela mineração de ouro a céu aberto na cidade. A solução do problema é paralisar a liberação deste veneno para o ambiente e diagnosticar e tratar as pessoas expostas ao arsênio. A EPA, agência de proteção ambiental do governo norte-americano calculou que as perdas e danos causados pelo arsênio variam entre US$1.5 milhão e US$6 milhões por cada vida humana. Desde 1987, os mais de 80 mil habitantes de Paracatu estão diariamente expostos à intoxicação crônica pelo arsênio liberado pela mineradora canadense Kinross Gold Corporation. Este é o maior envenenamento em massa de que se tem notícia na história do Brasil.

Os custos estimados com diagnóstico, tratamento e indenização das vítimas alcançam bilhões de dólares. Os impactos para a saúde das pessoas e a economia são desastrosos. Desde 2009, uma Ação Civil Pública de Prevenção e Precaução pede que o poder público ofereça exames clínicos e laboratoriais a toda a população de Paracatu e obriga a mineradora a pagar todos os custos com diagnóstico e tratamento de todos os habitantes da cidade. Esta Ação Civil Pública encontra-se paralisada no fórum de Paracatu.

VEJA TAMBÉM: Vento pode levar arsênio de Paracatu para as regiões mais povoadas do Brasil

Pedimos aos nossos Promotores Públicos que desengavetem a Ação Civil Pública de Prevenção e Precaução e ao Prefeito da cidade de Paracatu e seus auxiliares que tomem as medidas de proteção às milhares de vidas humanas de Paracatu. Como o arsênio de Paracatu está se dispersando pelo ambiente através da atmosfera e da água, pode-se afirmar que a contaminação de Paracatu é um problema de saúde pública local, regional, nacional e internacional.

SAIBA MAIS SOBRE O ENVENENAMENTO EM MASSA DE PARACATU:

Ação Civil Pública de Prevenção e Precaução por Dano Ambiental e à Saúde Pública Decorrente de Carga Contínua sobre o Meio Ambiente com Pedido de Cautela Liminar, proposta pela Fundação Acangau contra a Kinross Gold Corporation e Prefeitura Municipal de Paracatu (http://www4.tjmg.jus.br/juridico/sf/proc_resultado.jsp).

http://sosarsenic.blogspot.de/…/canadian-kinross-gold-corpo

http://sosarsenic.blogspot.de/…/stop-invisible-mass-killing

Ono FB, Guilherme LR, Penido ES, Carvalho GS, Hale B, Toujaguez R, Bundschuh J. 2011. Arsenic bioaccessibility in a gold mining area: a health risk assessment for children. Environ. Geochem. Health 34:457-65.

Arsênio liberado pela Kinross em Paracatu já está bioaccessível, revela estudo. (http://alertaparacatu.blogspot.de/…/arsenio-liberado-pela-k…s\ )

Professor da USP diz que incidência de câncer em Paracatu está acima da média. (http://paracatu.net/…/4148-professor-da-usp-diz-que-inciden… )

Incidência de câncer em Paracatu é altíssima, afirma médico especialista. (http://alertaparacatu.blogspot.de/…/incidencia-de-cancer-em… )

Le taux de cancer à Paracatu est très élevé. (http://www.brasileirosparaomundo.blogspot.de/…/le-taux-de-c… )

Envenenamento lento pelo ‘pó da herança’ descoberto em Heidelberg. (http://alertaparacatu.blogspot.de/…/envenamento-lento-pelo-… )

______________________________________________________

Promotor de Justiça de Paracatu: Paulo Campos Chaves

Promotora de Justiça de Paracatu: Mariana Duarte Leão

Promotorias de Justiça de Paracatu

Av. Olegário Maciel 193, CEP 38600-000 Paracatu MG

Tels.: (038) 3671-5719 / -6170 / -5313/ -6584/ -5543

Fax: (038) 3671-1761 / -4033 / (038) 3672-1599

Procurador-Geral de Justiça de Minas Gerais: Carlos André Mariani Bittencourt

Ministério Público do Estado de Minas Gerais

Av. Álvares Cabral, 1690, CEP 30.170-001 Belo Horizonte MG

Tel.: (031) 3330-8100/-8263. Fax: (031) 3330-6362

Secretárias:
Rosângela Borges, Tel. (031) 3330-8001, [email protected]
Cynthia Lopes, Tel. (031) 3330-8007, [email protected]
Chefe de Gabinete : Roberto Heleno de Castro Júnior (Promotor de Justiça)
Secretária: Renata Villela, Tel. (031) 3330-8220, [email protected]
Secretário-Geral : Élida de Freitas Rezende (Promotora de Justiça)
Assessora: Christiane Puliti, Tel. (031) 3330-8319, [email protected]
Secretária: Maristela, Tel. (031) 3330-8319

Procurador Onésio Soares Amaral

Procuradoria da República em Minas Gerais

Av. Brasil, 1877, CEP 30140-002 Belo Horizonte MG

Tel.: (031) 2123-9000

PRM Uberaba
Av. Gabriela Castro Cunha nº 340, CEP 38.066-000 Uberaba MG
Tel.: (034) 3319-7900

[email protected]

Prefeito de Paracatu: Olavo Remígio Condé

Vice-prefeito de Paracatu: José Altino Silva

Av. Olegário Maciel, 166, CEP 38600-000 Paracatu MG

Tel.: (038) 3679-0905

[email protected]

Secretário de Saúde de Paracatu: Agostinho Martins de Oliveira

Av. Romualdo Ulhoa Tomba 157, CEP 38600-000 Paracatu MG
Tel.: (038) 3671-3555

Defensor Público do Município de Paracatu: Rodolfo Ramos Caldeira

Av. Olegário Maciel 166, CEP 38600-000 Paracatu MG

Tel.: (038) 3679-0905

SAIBA MAIS: Arsênio de Paracatu não escolhe vítimas

com Ecodebate, Portal Paracatu, Alerta Paracatu e Mamapress

Recomendados para você

Comentários

  1. julia Postado em 22/Jan/2015 às 13:19

    cade o nosso MP prevaricador?

    • Pedro Costa Postado em 22/Jan/2015 às 14:50

      Obviamente ela faz essa pergunta por saber que a Justiça nesse Estado não atua contra os interesses dos poderosos; não é necessário, para um caso tão notório, uma leitora do site aqui acionar o MP, que você parece defender.

    • Carlos Postado em 22/Jan/2015 às 15:13

      MP é tão bom que tem que esperar publicar na internet pra ficar sabendo.

    • Enaura Postado em 22/Jan/2015 às 20:14

      Onde está Joaquim Barbosa, paladino da justiça?Ele é filho dessa cidade!

    • Rodrigo Postado em 23/Jan/2015 às 11:36

      (Outro Rodrigo) A pergunta, então, valeria para o Governo Estadual e o Federal; para a Secretaria do Meio Ambiente e para o Ministério do Meio Ambiente. Para a Secretaria de Saúde e para o Ministério da Saúde. Aliás, alguém já procurou se informar, a fim de saber que o Código de Mineração (DECRETO Nº 62.934, DE 2 DE JULHO DE 1968) estabelece que a autorização para exploração ("Portaria de Lavra") e manutenção ou não da exploração ("Caducidade e Revogação da Portaria de Lavra"), decorrem de ato administrativo do Departamento Nacional de Produção Mineral, órgão Federal, ligado ao Executivo Federal (por óbvio). Mais, o Decreto no97.632/89 estabelece que "os empreendimentos de mineração estão obrigados, quando da apresentação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), a submeter o Plano de Recuperação de Área Degradada (PRAD) à aprovação do órgão estadual de meio ambiente competente". Mais, "é de competência do CONAMA o estabelecimento das normas, padrões e critérios para o licenciamento ambiental a ser concedido e controlado pelos órgãos ambientais estaduais e municipais competentes, integrantes do Sistema Nacional do Meio Ambiente (SISNAMA), e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), em caráter supletivo". Assim, prezados, não fiquemos apenas a empurrar, para ali ou para aqui, a responsabilidade, que, como demonstro, é de muitos - Governos Estadual e Federal, autarquias Estaduais e Federais, bem como comportam a intervenção, concordo, mesmo do Ministério Público, seja o Estadual, seja o Federal. Então abandonemos o "ativismo do mouse" e promovamos a devida denúncia - ou efetivamente nos lançamos à ação ou ficamos apenas a bradar "ah, é sempre assim, não adianta eu fazer nada... Vou só reclamar, de modo não efetivo, pra não perder o costume". P.S.: vou pesquisar aonde mais pode ser feita a denúncia (já que a matéria se esqueceu dos órgãos Federais, também competentes) a farei e depois apresentarei o link aos demais, quanto aos órgãos competentes.

  2. Célio Postado em 22/Jan/2015 às 13:38

    Ta explicado: https://www.youtube.com/watch?v=NqcqQ9naGXI

  3. Riaj Postado em 22/Jan/2015 às 14:12

    Por que o MP, Ministério do Trabalho, Ministério do Meio Ambiente e demais autoridades não se opõem a essa barbárie? Acorda MP. Só agem quando é para figurar nas grandes emissoras?:

  4. Felipe Postado em 22/Jan/2015 às 14:13

    Seria interessante avaliar o impacto causado pelo garimpo indiscriminado que aconteceu em Paracatu durante décadas. É sabido que os garimpeiros usavam mercúrio no processo de extração e que este é altamente toxico. Em uma exploração em escala industrial, as emissões são mais controladas e acredito que uma multinacional não daria este "fora" que ameaçaria sua produção.

    • Geraldo. Postado em 22/Jan/2015 às 16:03

      Venha aqui e confira... pois as emissões não são controladas e a névoa de poeira é visível..

    • Guilherme Ricchini Leme Postado em 22/Jan/2015 às 17:19

      Felipe, o problema é que nessas escavações ocorre a liberação não só de arsênio, mas também de gases nocivos ao homem que estão presos nas rochas da crosta terrestre e nas demais camadas da geosfera. Por isso, as emissões que você diz "mais controladas" com certeza não são controladas a ponto de prevenirem a população de outros males relacionados ao garimpo. A política de controle industrial dos países em desenvolvimento é fraquíssima, o que dá brecha para situações como a de Paracatu.

  5. nicole Postado em 22/Jan/2015 às 14:44

    O primeiro link nao funciona!

  6. Alexandre Bolfarini Postado em 22/Jan/2015 às 14:58

    Caros, a tragicomédia: http://www.kinross.com.br/index.php/responsabilidade-corporativa/projetos-socioculturais/

  7. Jurema Chagas Postado em 22/Jan/2015 às 15:44

    Os lucros são dos canadenses, os doentes são mossos e os custos com a doença são do poder público, ou seja, dos contribuintes brasileiros! Mineração no Brasil é uma beleza! Como é que não temos uma legislação que proteja nossas riquezas no solo e subsolo??

    • Misia Postado em 22/Jan/2015 às 17:14

      Eh a politica do FHC, desvalorizar nossos recursos como estao fazendo com a Petrobras pra depois vender para os "americanos".

  8. Pedro Postado em 22/Jan/2015 às 16:32

    Mas a manteiga que eu compro vem dessa cidade. Será que eu vou me foder por causa disso?

    • Miguel Postado em 22/Jan/2015 às 17:56

      Muito provavelmente. O melhor é deixar de consumir essa manteiga imediatamente e fazer exames o mais rápido possível.

      • Paulo Postado em 23/Jan/2015 às 01:21

        O que tem a ver a manteiga com a mineradora cara? A cooperativa é em um canto da cidade e a mineradora é no outro, nem tem produtor de leite perto da mineradora. Não fala besteira.

      • Paulo Postado em 23/Jan/2015 às 13:13

        Já deve estar contaminado, que Deus o abençõe e que vc não sofra muito!!!

  9. guess who i am Postado em 22/Jan/2015 às 16:49

    Não vai dar em nada. Só mesmo no 3* mundo, q uma empresa internacional consegue abrir suas portas, obter lucros exorbitantes e acabar com a saúde e a vida das pessoas ao seu redor. Triste, mas essa é a realidade do brasil. Ou vcs acham q essa empresa canadense vai fechar as portas e ir embora pq está fazendo com q a população local tenha câncer!? N vai dar em nada!!! Tá pensando q vai surgir uma erin brocovith, super heroína brasileira, q vai lutar pelos direitos dessas pessoas e fazê-las ganhar milhões em indenização? Judiciário brasileiro condenar uma empresa em milhões por danos morais e materiais? Em q sonho? E tenho dito...só mesmo no brasil pra uma barbaridade dessas acontecer e n dar em absolutamente NADA! N vai dar em NADA! Pobre das pessoas da região q estão condenadas ao câncer!!!

  10. João Postado em 22/Jan/2015 às 16:55

    Esse povo tá querendo é dinheiro.... Tantas pessoas que trabalhando na empresa a mais de 30 anos e não tem nada.... poeira? Que lugar não tem poeira? Engraçado, fizeram um estudo envolvendo mais de 70 PROFISSIONAIS a fim de avaliarem a situação e foi confirmado que tudo está NORMAL.... Mas da Votorantin ninguém fala nada, será por que? E a agricultura que destroi não só Paracatu mais e Brasil inteiro e ninguém faz nada.... é pivô... desmatamento de mata ciliares, contaminação de córregos e rios, degradação de nascentes... e os agrotóxicos.... simplesmente agente está acostumado por causa de marxismo que impera a falar mal de quem toma atitude, cadê os bons brasileiros para invertir em mineração sustentável como a Kinros tem feito lá em Paracatu??? Falar dos gringos é facinho demais.... mas cadê nós brasileiros com competência para fazer por onde? Quando fizemos foi por garimpo manual e inrresponsável.... preferimos ganhar bolsas famílias do que alavancar nossos próprios resultados...... triste.

    • Luís Postado em 22/Jan/2015 às 17:49

      Há cidadãos brasileiros vítimas de contaminação por arsênio e vc culpa o marxismo? Além disso, vc enaltece a mineração industrial e ridiculariza o método manual, como se isso desculpasse uma eventual contaminação? Sua argumentação não faz o menor sentido e revela apenas um extremismo ideológico de direita. Não direi que vc deve estudar ou se informar pq nada disso serviria pra vc. Só não se iluda acreditando que seu discurso picareta possa influenciar qq um que já não seja tão reacionário qto vc.

    • Maria de Lourdes Cardoso Postado em 22/Jan/2015 às 20:22

      João, precisas comentar um assunto por vez, porque fazer perguntas do tipo: "Que lugar não tem poeira?" parece que oras concorda e oras discorda. Leia em http://mexendocomlivros.blogspot.com - EL CAPITAL - Carl Marx - Um trabalho feito por mim, depois de traduzir o filósofo e aponto para o que achei importante e que nos diz respeito. Entre tudo que falou, ele cita crematística, já abordada por filósofos a.C.

    • cassim Postado em 22/Jan/2015 às 20:31

      caro joao voçe deve ser um um funcionario desa empresa voçe fala de desmate nascente de rios matas ciliares etc voçe entao nao conhece bem o que a empresa kinros faz com a natureza para defender assim

    • O Verdadeiro Postado em 22/Jan/2015 às 20:38

      Dentro desse estudo se tivesse alguma anormalidade vc acha que vc ficaria sabendo né, para de besteira! Eu conheço gente que foi afastada da área por causa do nível de arsênico a mais no sangue... e tenho como provar e nunca vi falando sobre isso dentro da empresa por algum funcionário, e conheço outras pessoas que continuou trabalhando nas areas mais com um um nivel de arsenico a mais do permitido!

    • Caio Gonçalvesde Carvalho Postado em 23/Jan/2015 às 01:23

      "Esse povo tá querendo é dinheiro"?!?!?!?!!! Quem é vc pra falar tamanho absurdo? Sou de Paracatu. Meus pais, avós, bisavós, tataravós nasceram, viveram e morreram aqui. Meus familiares vivwm aqui. Moro na Bahia - mas volto a Paracatu anualmente para rever meus inúmeros familiares. A matéria - e as fontes citadas - relatam a verdade, sem exagero, sem parcialudade. A realidade daqui é trágica. Quanto à sua "opinião", tenho algo a dizer: é um comentário eivado de preconceito, pre-julgamento e "achismo"; portanto, me enojou. Simples assim.

    • Matias Postado em 23/Jan/2015 às 11:30

      Meu Deus!!! Sobrou para o bolsa-família!!!

  11. Mary Postado em 22/Jan/2015 às 17:13

    Que absurdo! Tantos brasileiros expostos, pode ser qualquer um! E o nosso ouro enriquecendo empresarios estrangeiros adoecendo nosso povo.

  12. Osvaldemir Postado em 22/Jan/2015 às 23:30

    Trabalhei na empresa quase 20 anos. A empresa era comandada por ingleses, sempre teve muitas ações de mitigação no trato do meio ambiente como nem uma outra no Brasil. Acredito que os canadenses tenha continuado com o controle/tratamento dos reagentes antes de lança-lo no canal de rejeitos. Na época era muito alta a incidência de ocorrência da doença de chagas. Outro ponto negativo e de controle complicado era a invasão de garimpeiros no canal de rejeitos, este contingente sim pode mostrar alguma incidência de problema de saúde. Outro ponto é que sempre existiu algumas pessoas da cidade querendo tirar proveito indevido lutando contra a mineradora. Enfim, se passaram 10 anos e não sabemos como os canadenses se relacionam com a comunidade, da forma que se apresenta a reportagem acho que não estão bem nessacompetência.

  13. danielle Postado em 22/Jan/2015 às 23:48

    Vergonho, essas empresas vem para á levam nossa riqueza, contaminam nosso meio ambiente e escravizam e prejudicam as populações locais e as autoridades ficam totalmente omissas.

  14. Osvaldemir Postado em 22/Jan/2015 às 23:49

    Para constatação de algum problema de saúde relacionado com a emissão de arsênico é deve-se estudar os funcionários que trabalham na empresa desde o início de suas operações. As organizações multinacionais possuem níveis elevados de controle de seus funcionários com exames periódicos. Mas pode ser questionado, eles usam equipamentos de proteção? Sim, somente os que operam diretamente equipamentos. Os funcionários das áreas administrativas então devesse ser uma outra amostra para estudo.

  15. vivi Postado em 23/Jan/2015 às 01:52

    qual foi a reação do MP ate agora .ate quando vamos favorecer os invasores de nossas riquezas qual a reação do governo federal.aguardamos uma resposta

  16. Aline Faria Postado em 23/Jan/2015 às 02:21

    Cadeia alimentar humana!!!!

  17. Gabriel Postado em 23/Jan/2015 às 06:14

    Existem estações de monitoramento da qualidade do ar que são inclusive operadas por pessoas da comunidade de Paracatu. Um trabalho desenvolvido pela Kinross em parceria com a cidade. E o pior, a empresa paga um salario pro cara sequer fazer o trabalho dele direito, pois ja tivemos relatos de pessoas fumando maconha no local e por algumas vezes não indo ao local de monitoramento. Poeira visivel tem em todo lugar, sou da capital mas moro em Paracatu à trabalho. Em Belo Horizonte no final do dia é possivel ver uma mancha de poluição no horizonte, pq ninguem fala nada?

  18. Thiago Teixeira Postado em 23/Jan/2015 às 09:32

    Vai o governo federal construir uma estrada, ponte ou barragem para o MP, IBAMA, MT aparecer em 5 em 5 minutos na obra para embargar tudo por simples picuinha partidária e atendimento a mídia.

  19. jose alberto Postado em 23/Jan/2015 às 10:14

    pra quer falar algo ,que já sabemos que no Brasil não vai dar em nada hahaha isso so me deixa e mais estressado Brasil covarde desigual @#$%*

  20. Patric Postado em 23/Jan/2015 às 18:02

    Ninguém faz nada! Prefeito e vereadores da cidade devem receber muita grana desses assassinos internacionais. O ouro vale muito mais que as vidas de gente miserável.... Bando de assassino sem vergonha!