Redação Pragmatismo
Compartilhar
Esquerda 28/Jan/2015 às 18:23
6
Comentários

A música antifascista que embalou a campanha do Syriza na Grécia

'Bella ciao, bella ciao'. Partido de esquerda Syriza embalou sua vitoriosa campanha entoando tradicional música antifascista. Canção emblemática tornou-se um dos mais conhecidos hinos comunistas e tem origem na resistência de camponesas italianas contra a opressão dos capatazes

syriza bella ciao esquerda grécia
‘Bella ciao, bella ciao’: tradicional música antifascista embalou campanha da esquerda grega

Joana Monteleone, Opera Mundi

Vencedor das eleições gerais na Grécia, o partido de esquerda Syriza fez a campanha entoando uma das mais conhecidas canções comunistas, a “Bella Ciao”. Com uma história intimamente ligada às lutas da esquerda em todo o mundo, a canção adquiriu um significado claro durante a corrida eleitoral. Não há europeu que não saiba o que significa este hino contra o fascismo e a opressão dos trabalhadores e camponeses.

Em meados do século XIX, camponesas italianas compuseram uma das mais belas canções de protesto popular contra a opressão. Nos arrozais ao redor do Padania, trabalhadoras temporárias, colhedoras de arroz, cantavam ao longo do dia uma música contra seus capatazes:

E entre insetos e mosquitos, o bela, ciao, um duro trabalho devo fazer.
O capataz em pé com seu bastão, o bela, ciao,
e nós, encurvadas, a trabalhar!
Trabalho infame, por pouco dinheiro, o bela, ciao!
e a consumir a tua vida !
Mas virá o dia em que todas nós, o bela, ciao, trabalharemos em liberdade.

Algumas décadas mais tarde, durante a Primeira Guerra Mundial, a letra da música foi refeita como uma forma de protesto contra o conflito. Mais alguns anos e o Partido Comunista italiano fez uma nova versão da letra, desta vez contra o governo fascista de Mussolini e a invasão alemã. A canção tornou-se um símbolo da resistência italiana e inspirou o cineasta Roberto Rosselini em seu clássico Roma, cidade aberta (ainda que a música não faça parte da trilha sonora).

Reformulada, a letra dizia o seguinte:

E se eu morrer como resistente
Minha querida, adeus, minha querida, adeus, minha querida, adeus! Adeus! Adeus!
E se eu morrer como resistente
Tu deves sepultar-me
E sepultar-me na montanha
Minha querida, adeus, minha querida, adeus, minha querida, adeus! Adeus! Adeus!
E sepultar-me na montanha
Sob a sombra de uma linda flor

Em maio de 1968, novamente a música foi entoada por operários e estudantes nos protestos como forma de rebelião e hino comunista. Desde então, diversos músicos a entoaram em protesto pelo mundo e muitas versões circulam em diversas línguas, entre as mais conhecidas está a do artista francês Manu Chao. Desta vez, foram os gregos que comemoram a vitória com “Bella Ciao”.

Abaixo, a versão de Manu Chao da canção ‘Bella Ciao’:

Aqui, a versão original da canção:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Roberto Postado em 28/Jan/2015 às 19:16

    A versão de Bella Ciao no vídeo entoada pela vitória do Syriza é da banda Modena City Ramblers, excelente por sinal. Eis a versão...é de arrepiar! https://www.youtube.com/watch?v=55yCQOioTyY

  2. Olga Postado em 28/Jan/2015 às 23:33

    Esta manhã, acordei Linda, adeus, linda, adeus, linda, adeus, adeus, adeus Esta manhã, acordei E encontrei o invasor Oh, guerrilheiro, me leve embora Linda adeus, linda adeus, linda adeus, adeus, adeus Oh, guerrilheiro, me leve embora Pois sinto que vou morrer E se morro como guerrilheiro Linda, adeus, linda, adeus, linda, adeus, adeus, adeus E se morro como guerrilheiro Você deve me enterrar Enterrar lá em cima, na montanha Linda, adeus, linda, adeus, linda, adeus, adeus, adeus Enterrar lá em cima na montanha Embaixo da sombra de uma bela flor E as pessoas que passarão Linda, adeus, linda, adeus, linda, adeus, adeus, adeus E as pessoas que passarão E dirão, "Que bela flor" É esta a flor do guerrilheiro Linda, adeus, linda, adeus, linda, adeus, adeus, adeus É esta a flor do guerrilheiro Morto pela liberdade VIVA GRECIA...!!!

    • Dorva Postado em 29/Jan/2015 às 12:53

      Viva!!!

  3. Ana Paula Postado em 29/Jan/2015 às 07:31

    Roberto, belíssima e emocionante a versão do Modena. Valeu!!!

  4. Paulo Eduardo Postado em 29/Jan/2015 às 12:36

    Excetuando as euforias juvenis e os sonhos sobre o próximo Governo, me pergunto quem pagará as dívidas...

  5. Isadora Postado em 30/Jan/2015 às 21:36

    Linda, lindíssima!!!! Viva a luta dos trabalhadores de todo o mundo por mais direitos e menos direita!