Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 20/Jan/2015 às 15:12
6
Comentários

Lava Jato: Os políticos até agora citados na Operação

PMDB, PP e PT são os partidos com o maior número de políticos citados na Operação Lava Jato. Mas nomes da oposição também apareceram nas investigações. Confira a relação completa dos citados até agora

operação lava jato políticos
Mais de 40 parlamentares já foram mencionados na Operação Lava Jato (Agência Câmara)

PMDB, PT e PP são os partidos com maior número de políticos citados na Operação Lava Jato. Entre os peemedebistas, três nomes na cúpula do poder nacional: os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e o vice-presidente Michel Temer. As acusações publicadas até o momento também atingem quatro partidos oposicionistas – PSDB, DEM, Solidariedade e PSB.

Deve-se registrar que todos os acusados negam qualquer envolvimento com práticas ilícitas na Petrobras ou em outras áreas governamentais

Veja a lista dos políticos citados até agora, por partido:

PT
Antônio Palocci, ex-ministro e ex-deputado federal
Cândido Vaccarezza (SP), deputado federal não reeleito
Delcídio Amaral (MS), senador
Dilma Roussef, presidente da República
Gleisi Hoffman (PR), senadora
Humberto Costa (PE), senador
João Vaccari (SP), tesoureiro do PT
Lindbergh Farias (RJ) Senador/ Paulo Roberto
Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-presidente da República
Tião Vianna (AC), governador
Vander Loubet (MS), deputado federal

PMDB
Alexandre Santos (RJ), deputado federal
Edison Lobão (MA), ex-ministro
Eduardo Cunha (RJ), deputado federal
Henrique Eduardo Alves (RN), deputado federal e atual presidente da Câmara dos Deputados
Michel Temer (SP), vice-presidente da República
Renan Calheiros (AL), senador, atual presidente do Senado
Romero Jucá (RR), senador
Roseana Sarney (MA), ex-governadora Sérgio Cabral (RJ), ex-governador
Sérgio Machado (CE), ex-senador e presidente da Transpetro
Valdir Raupp (RO), senador

PP
Aline Lemos Oliveira (SP), deputada federal
Benedito de Lira (AL), senador
Ciro Nogueira (PI), senador
João Pizzolati (SC), deputado federal
José Otávio Germano (RS), deputado federal
Luiz Fernando Faria (MG), deputado federal
Mário Negromonte (BA), ex-ministro e ex-deputado
Nelson Meurer (PR), deputado federal
Simão Sessim (RJ), deputado federal

PSDB
Antônio Anastasia (MG), senador eleito
José Aníbal (SP), deputado federal
Sérgio Guerra, ex-deputado e ex-presidente nacional do PSDB (falecido)

DEM
Jorge Maluly (SP), ex-deputado federal
Robson Tuma (SP), ex-deputado federal

PTB
Fernando Collor (AL), senador
Gastone Righi (SP), ex-deputado federal

PSB
Eduardo Campos (PE), ex-governador, ex-deputado federal e ex-presidente nacional do PSB (falecido)

PSDC
José Maria Eyamel, ex-deputado federal

SD
Luiz Argôlo (BA), deputado federal não reeleito

Sem partido
André Vargas (PR), ex-deputado federal, atualmente sem partido, foi cassado pelo envolvimento com o doleiro Alberto Youssef

VEJA TAMBÉM: A Suíça está perto de descobrir que a imprensa brasileira tem lado

informações de Congresso em Foco

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Jonas Schlesinger Postado em 20/Jan/2015 às 15:14

    Guantánamo neles, senhor.

  2. Rodrigo Postado em 20/Jan/2015 às 15:31

    Citados não quer dizer culpados. Não coloque o carro na frente dos bois.

    • Thiago Teixeira Postado em 20/Jan/2015 às 19:47

      Certamente, depois que apareceram os tucanos ... ai a conversa é outra, não é mesmo?

  3. Aline Gonçalves Postado em 21/Jan/2015 às 15:55

    Está faltando tucano nessa conta... Mas levando em consideração que a esposa do Juiz tem ligações com PSDB...

    • enganado Postado em 22/Jan/2015 às 22:45

      Cara Aline Não se engane, só vão aparecer o nome dos políticos que a CIA/NSA/MOSSAD quiserem. Se por acaso aparecer alguém ligado a corja do PSDB/DEM é porque já morreu e/ou está levando uma nota preta depositada no exterior para servir de laranja para aliviar os Ladrões de sempre: FHC/gRoubo/Aópio/...

  4. fernando Postado em 22/Jan/2015 às 04:19

    O sistema politico brasileiro esta completamente podre ! Prende-los e uma coisa,mas principalmente fazer uma reforma politica cidada eh fundamental.