Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 29/Dec/2014 às 19:02
32
Comentários

Revista Veja tenta explicar "nota zero" a Aécio

Dois dias depois de classificar Aécio Neves como o pior senador do Brasil, com nota zero, Veja tenta se explicar. Aécio foi o único senador do país a não pontuar. Explicação da revista foi considerada uma das grandes piadas do ano

aécio neves ranking veja
Ranking da UERJ e da revista Veja aponta Aécio como o pior senador do Brasil. Tucano foi o único parlamentar a não pontuar no ranking (reprodução)

Candidato derrotado em segundo turno à sucessão presidencial, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece com nota zero no ranking de avaliação da atividade parlamentar divulgado neste fim de semana pela revista Veja. O ex-governador mineiro foi o único, entre os 77 senadores avaliados, a não pontuar em 2014 e aparece na última colocação do chamado Ranking do Progresso, produzido em conjunto pela revista com o Núcleo de Estudos sobre o Congresso (Necon) do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Iesp­Uerj).

Os senadores Eduardo Amorim (PSC-SE), com 10 pontos, Lindbergh Farias (PT-RJ), com 9,53, e Armando Monteiro (PTB-PE), com 9,32, foram os mais bem avaliados. Na Câmara, os três primeiros colocados foram: Marcus Pestana (PSDB-MG) e Antônio Imbassahy (PSDB-BA), empatados com 10 pontos, e Gabriel Guimarães (PT-MG), com 9,98.

Revista tenta se explicar

Em nota, Veja informa que o desempenho de Aécio Neves foi afetado pela campanha presidencial, que teria provocado seu afastamento das atividades parlamentares. “Os mais de 51 milhões de votos obtidos por Aécio na disputa presidencial vencida por Dilma Rousseff, com vantagem de pouco mais de 3 milhões de votos, indicam a relevância e a aprovação por um imenso grupo de brasileiros do trabalho parlamentar do senador mineiro desde fevereiro de 2011, respeitado tanto por companheiros de partido como por opositores”, diz a revista. “Sua posição no Ranking do Progresso em 2014 é, portanto, um ponto absolutamente fora da curva.”

No entanto, os dois primeiros candidatos nesse ranking elaborado por Veja, os senadores Eduardo Amorim (PSC-SE) e Lindbergh Farias (PT-RJ), também foram candidatos a cargos majoritários em 2014, aos governos de Sergipe e Rio de Janeiro, sem que isso afetasse seus desempenhos parlamentares.

Uma análise possível para o zero de Veja em Aécio é uma eventual sinalização para 2018, ano em que as elites paulistas apoiariam o governador Geraldo Alckmin ou o senador eleito José Serra para a presidência da República.

LISTA

Os dez senadores com melhor colocação no “Ranking do Progresso”, de Veja em 2014

1º Eduardo Amorim (PSC-SE) – 10
2º Lindbergh Farias (PT-RJ) – 9,53
3º Armando Monteiro (PTB-MA) – 9,32
4º Aníbal Diniz (PT-AC) – 8,23
5º Eunício Oliveira (PMDB-CE) – 7,75
6º Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) – 7,72
7º Zezé Perrella (PDT-MG) – 7,48
8º Waldemir Moka (PMDB-MS) – 7,12
9º Randolfe Rodrigues (Psol-AP) – 7,04
10º Gleisi Hoffmann (PT-PR) – 7

com Congresso em Foco e 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Silva Postado em 29/Dec/2014 às 19:09

    "elites paulistas" nossa!!! quanta criatividade.

    • Ana M Postado em 29/Dec/2014 às 19:37

      O "povo" é que não vai ser...

      • Tchekowski Postado em 29/Dec/2014 às 21:06

        Poderia ser "nobreza paulista".

      • Iolanda Postado em 30/Dec/2014 às 08:00

        Vai sim,,,AÉCIO NEVER!

    • Eduardo Postado em 29/Dec/2014 às 23:43

      os que tomam água Dom Perrier, enquanto o povão que elege quem os condena a beber água de esgoto tratado em primeiro turno, e ainda falam nele como um eventual candidato a presidente do Brasil.... aliás já foi e já perdeu, e vai perder de novo, pois em 2018 é Lula de Novo nos braços do Povo!!!!

      • Ricardo Rangel Postado em 30/Dec/2014 às 08:16

        Olha o Naro Solbo (Bolsonaro) aí outra vez, voltou filho ou eu que estou afastado? Essa milicada não desiste nunca.

      • poliana Postado em 30/Dec/2014 às 10:38

        E vc tem alguma dúvida qto a isso naro?

      • Guilhermo Postado em 30/Dec/2014 às 12:31

        Aah não! Dilma até dá pra aceitar, mas Lula? Credo.

    • testemunha binocular Postado em 02/Jan/2015 às 12:17

      Que tal "paulicentristas"...

  2. Marcelo Postado em 29/Dec/2014 às 19:16

    Pow, até o Perrela ficou na frente do Aécio...e olha que eles dividiram o Helicoca...

  3. Samuel Postado em 29/Dec/2014 às 20:10

    Lógica da Veja: "O pior Senador será o melhor Presidente!" Ótimo kkkkk

  4. Daniel Santana Postado em 29/Dec/2014 às 20:20

    Em 2013, no mesmo ranking, o senador Aécio Neves esteve em 30º lugar, com nota 3,8 de 10. Naquela ocasião também foi culpa das eleições de 2014?

  5. poliana Postado em 29/Dec/2014 às 20:23

    Kkkkkkkkkkk..imagina esse indivíduo presidente da república! Só de pensar dá frios na espinha! E com certeza a elite paulistana n quer q ele seja o candidato a presidência em 2018...c certeza sera geraldo alckimin...seria burrice o psdb tentar outra x com o jose serra...com certeza o geraldo alckimin..so quero ver se o filhinho de papai playboyzinho mineiro vai aceitar ser descartado pelo partido. Rsrs..vou me divertir com essa novela em 2018.

    • Eduardo Postado em 29/Dec/2014 às 23:48

      quinta feita pela Rede TV as 15 horas, posse ao vivo da Presidenta Dilma Roussef.... não tem ninguém aqui triste ou aborrecido, somos vencedores, nossos votos são de quem elege.... e por falar nisso que plano da direita, só se for o de pedir para que haja uma nova interferência dos militares no pais..... e agora sobre a matéria, cite um projeto desse senador.... se houver.

    • José Ferreira Postado em 30/Dec/2014 às 00:00

      Tem um projeto do Aécio que faz o Bolsa Família estar na LOAS o tornando permanente, e assim, não existindo mais a ameaça do fim do benefício, mas a bancada do PT (e a Dilma) não deixaram que ele fosse aprovado. É estranho esse negócio de "Elite Paulista", pois quase 70% dos habitantes votaram no PSDB para o governo do Estado e para a Presidência. Somos muito ricos, não?

    • Silva Postado em 30/Dec/2014 às 09:57

      Eu já estou me divertindo com as contradições da Dilma. Dizer que não iria mexer em direitos trabalhistas "nem que a vaca tussa" e ontem assinar medidas que restringem a concessão de benefícios previdenciários e trabalhistas, aumentar a SELIC 72 horas após as eleições para controlar a inflação (durante as eleições afirmou que a inflação estava controlada), criticou o Armínio durante as eleições e convidou o presidente do Bradesco para ser Ministro da Fazenda, em 2010 defendeu a autonomia do BACEN e em 2014 criticou. Porque o Pragmatismo Político não fala sobre as contradições da presidente?

      • Paulo Figueira Postado em 30/Dec/2014 às 17:44

        Quais dos direitos trabalhistas foram suprimidos ou mexidos?

      • Silva Postado em 30/Dec/2014 às 19:12

        Paulo Figueira - Seguro-desemprego (concordo com a alteração, mas não muda o fato do "nem que a vaca tussa"), abono salarial, pensão por morte, auxílio doença e seguro-pescador. Isso responde a sua pergunta? Só para reforçar caso você não tenha entendido, ela caiu em CONTRADIÇÃO rapaz. Já estava esquecendo-se da volta do Cide, poxa vida que coisa.

    • eu daqui Postado em 30/Dec/2014 às 10:43

      Será que a diferença iria ser tão grande assim? O trabalhismo há muito já perdeu para o banditismo. E não é da Petro que estou falando.

    • poliana Postado em 30/Dec/2014 às 21:00

      Ahhhh..então agora vc assume q o psdb eh de direita né? Conveniente!

    • Thiago Teixeira Postado em 05/Jan/2015 às 08:13

      Também não consigo imaginar esse "ser" presidente da República. Muito menos o nosso candidato a vice presidente Aloísio PQP recebendo uma delegação Africana, Chinesa ou Latina.

  6. Eduardo Postado em 29/Dec/2014 às 23:45

    não foi nem preciso ler... foi manchete em todos os blogs que leio na internet.... e esta coisa não é para ser lida, pois não duvido muito que isto seja para tirar ele do caminho para satisfazer alguém....

  7. Rodolfo Postado em 30/Dec/2014 às 01:20

    "... ano em que as elites paulistas apoiariam o governador Geraldo Alckmin ou o senador eleito José Serra para a presidência da República." Obs: pqp

  8. Priscila Postado em 30/Dec/2014 às 11:10

    Não sei porque algumas pessoas mudam o foco do assunto discutido aqui!! É difícil admitir que o Aécio é um péssimo senador, imagine candidato a Presidente. Não resta dúvida que a Era Aécio acabou! Mas esta desculpa da veja é muito absurda! Estou rindo até agora, não somente da Editora, mas do público alvo desse lixo!

  9. Alex Postado em 30/Dec/2014 às 12:03

    Para quem não conhece a política do PR, saibam que temos um novo "Aécio Neves" é o Gov. Beto Richa que está sucateando todo o Estado, as Universidades Estaduais (instituições que eram referência em Educação) não conseguem pagar contas de água, luz e energia, os alunos estão sem água nos banheiros, fez um tarifaço aumentando a água, luz, todos os impostor (ICMS, IPVA), acabou com as tarifas sociais do antigo Gov. Requião, carros da polícia volte e meia ficam sem gasolina, os cachorros da polícia sem ração, vivemos um verdadeiro caos no Paraná. Divulguem, pois este indivíduo em breve vai aparecer para o Brasil. Quem quiser saber mais veja: http://www.esmaelmorais.com.br/

    • poliana Postado em 30/Dec/2014 às 13:52

      Alex, sucateamento eh a palavra q define o psdb! Essa corja tucana acaba com todo serviço prestado pelo estado de proposito, já pra criar na população o sentimento de q o estado n tem condições de prestar os serviços e o melhor eh privatiza-los e entregar tudo nas mãos da iniciativa privada. Eh de uma má fé impressionante! O psdb eh um lixo! Essa eh a visão da corja tucana! Triste!

      • Alex Postado em 02/Jan/2015 às 00:03

        Também acho o PSDB um lixo, quanto aos recursos que o Estado do PR recebe é devido a péssima administração, o Gov. do PR não tem projeto, é recordista em cargos comissionados, não cumpre a Lei de Resp. Fiscal, por isso não tem como receber recursos.

  10. Jonas Schlesinger Postado em 30/Dec/2014 às 13:28

    Eu li isso na segunda no 247. Aeção, Aeção, sai dessa. (PP tá atrasado nos posts)

  11. Rafael Postado em 31/Dec/2014 às 09:07

    Mesmo com esse Al Capone como candidato a Dilma quase perdeu...a coisa ta feia mesmo.

  12. Paulo Postado em 31/Dec/2014 às 17:29

    A nota parece ter sido escrita pela assessoria de imprensa do Aécio.

  13. jarau Postado em 03/Jan/2015 às 21:52

    No Rio Grande do Sul O novo governador Sartori ( o tosco) já esta recebendo apoio do diário oficial do estado chamado RBS. Para lembrar os gaúchos, os professores serão atendidos pelo secretario da educação Vieira da cunha, não sei quando trabalhou como promotor, este ira no lugar do governador atender os professores no TUMELEIRO.

  14. Priscila Postado em 05/Jan/2015 às 11:12

    Pois é Alex, que tristeza. E o candidato Beto Richa se relegeu novamente. E o Aécio Neves teve a maioria dos votos no Paraná!! Não consigo entender tamanha cegueira dos Paranaenses!!