Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 01/Dec/2014 às 17:57
38
Comentários

Policial para homem negro por 'andar na rua com as mãos no bolso'

Homem negro é parado por policial no meio da rua por andar com as mãos no bolso durante um dia frio de inverno. “Você está deixando as pessoas nervosas”, explicou o oficial

O dia pode estar congelando na cidade de Pontiac, Michigan (EUA), mas se você for um homem negro caminhando nas ruas é melhor manter as suas mãos fora do bolso, do contrário correrá o risco de ser abordado pela polícia por estar ‘deixando as pessoas nervosas ou perturbadas’.

Parece inacreditável, mas foi o que aconteceu com Brandon McKean, homem negro que postou um vídeo em seu Facebook e no Youtube que mostra o seu diálogo com um policial que o abordou no Dia de Ação de Graças enquanto ele caminhava pela rua.

“Você está caminhando na rua… você está deixando as pessoas nervosas”, responde o policial ao ser questionado por Mckean sobre as razões da abordagem.

“Por caminhar?”, pergunta Mckean, indignado.

“Sim, disseram que você estava com as mãos no bolso”, responde o policial, que também começa a gravar o diálogo em seu celular.

“Uau, caminhar com as mãos no bolso provoca nervosismo nas pessoas a ponto de elas precisarem chamar a polícia quando se está nevando?”, questiona Mckean. “Sim”, responde o policial calmamente.

“Claro que sim. Por causa de toda essa situação policial acontecendo por todo o país”, respondeu Mckean, se referindo aos protestos em dezenas de cidades norte-americanas por conta do não indiciamento do policial branco que assassinou com 6 tiros o jovem negro Michael Brown, que estava desarmado.

O policial ainda pergunta a Brandon Mckean se ele considera que a conversa entre ambos está sendo “inconveniente”. Brandon diz que sim, mas o policial insiste em dizer que a abordagem é necessária: “Temos muitos roubos acontecendo, então estou apenas checando”.

Vídeo:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. sonia divina Postado em 01/Dec/2014 às 18:18

    O pais da Liberdade...da estatua só!

  2. Jonas Schlesinger Postado em 01/Dec/2014 às 18:18

    Nooossa dois meses fora daqui e o PP ainda posta sobre essas notícias triviais. Tá na hora de trocar de fornecedor hein. O cara anda com a cabeça baixa, fica encarando demais as pessoas e com as mãos nos bolsos. Pedindo ou pra ser reconhecido por uma vítima (porque o elemento roubara no passado) ou para ser confundido com um ladrão. Mas no nordeste tem esse tipo de coisa. Onde moro, Ceará, é tanto ladrão que se um bebê estiver com as mãos nos bolsos tá pedindo pra ser preso. Enfim até sei lá, próximo ano pra vcs. Abraço. To voltando....

    • Adriano Vito Postado em 01/Dec/2014 às 18:50

      Quando nevar ai no Ceará ai vc compara a situação das mãos no bolso. Acho bom esse tipo de reportagem por mostrar que isso, infelizmente, ainda é comum em vários países, e no nosso. Além de ser sempre importante observar quantas pessoas levam o racismo a sério e quantos acham trivial.

      • Jonas Schlesinger Postado em 01/Dec/2014 às 20:53

        Não gosto de neve e nem quero que neve no Ceará. Se eu quiser frio, nas minhas férias vou a Patagonia que é muito melhor que no Alasca. Dá até pra esquiar.

    • Ricardo Postado em 01/Dec/2014 às 19:09

      Cara,se tu tava há dois meses fora daqui, faça um favor e continue fora. O teu comentário foi totalmente desnecessário, visto que o que tu acabou de falar nem aparece no vídeo. Isso é típico das pessoas que querem negar a existência do preconceito e racismo.

    • Thiago Fs Postado em 01/Dec/2014 às 19:10

      Que bom que vc estava lá para saber exatamente como o sujeito estava se portanto JONAS! parabéns ao Pragmatismo Político pela contratação desse excelente correspondente internacional!

  3. Yrae Nascimento Postado em 01/Dec/2014 às 20:40

    Negros não podem sentir frio?

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Dec/2014 às 18:10

      Não. Alias, Negro não tinha nem que estar em convivência dos brancos, exceto dentro de uma quadra de basquete ou fazendo batucada (pelo que observamos no mundo afora). PS: aos reativos de plantão, esse é texto irônico.

  4. Jonas Schlesinger Postado em 01/Dec/2014 às 21:30

    Cara existem uns sujeitos que têm cara de meliante pqp. Nasce com cara de ladrão. Já fui assaltado duas vezes aqui e sei o que é a sensação. Quando o cara tava na bicicleta vinha um rapaz moreno na bicicleta e deduzi que iria me assaltar, na mosca! Ainda bem que tinha só o relógio de valioso. Na outra vez levaram o carro dum amigo meu e eu tava dentro. Uns manos com a cara mais feia do mundo. Nascer com cara de bandido aí é foda. Vc pode ser um santo, mas todos podem te confundir (ou não) com um meliante.

    • Paulo Postado em 02/Dec/2014 às 10:26

      Que bom que vc deve ter nascido com cara de anjo, né Jonas? Talvez anjo seja pouco. Talvez você tenha nascido com aspecto de semideus. Mesmo que não tenha essa feição, você pode usar seu sobrenome para demonstrar que tem "pedigree". Basta mostrar o RG para as portas se abrirem e os tapetes vermelhos se estenderem. Com todas essas dádivas você tem o direito de imputar crime nos pobres mortais, principalmente, negros e feios (na sua visão soberana). Fonte: Pesquisas by Jonas indicam que 100% dos sujeitos julgados bandidos por Jonas são, de fato, bandidos.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 02/Dec/2014 às 11:11

      Verdade,negro ter cara de negro é foda,o cara se fode pela feição,o mundo é assim né,felizmente tem negros que tem cara de branco,alisam o cabelo e são menos suspeitos. Se for um negro de olhos verdes então até da para se indignar se o cara for parado na blitz.

    • AQUINO Postado em 02/Dec/2014 às 12:09

      CARA NÃO FALE MAL DO MEU CEARÁ, ESTADO DE PESSOAS BATALHADORAS E ACIMA DE TUDO VENCEDORAS.

    • Fabio Postado em 02/Dec/2014 às 14:21

      É sei bem como é tem gente que tem cara de bandido mesmo não tem jeito. E tem gente que tem cara de viado assim como vc não tem jeito é bater o olho e certeza q é viado e não da outra .

      • Felipe Peters Berchielli Postado em 02/Dec/2014 às 14:51

        Amigo,não se combate preconceito com preconceito.

      • Jonas Schlesinger Postado em 02/Dec/2014 às 15:45

        Eu faço é rir desses caras. Meu vc só se mostrou mais um fraco, um frango que tenta discutir comigo levando para a baixaria kkkk mas cuidado. Não põe a mão no bolso não, vai por mim kkk

    • Rafael Martini Postado em 03/Dec/2014 às 21:04

      Só fala m%*#$@ hein, Jonas?

  5. Andre CdE Postado em 01/Dec/2014 às 21:30

    Militar do EB assassinado na Maré (RJ) com tiro de fuzil na cabeça, disparado por BANDIDOS! Cadê os esquerdistas para reclamarem pela morte do rapaz? Cadê os direitos humanos? Cadê Maria do Rosário? Cadê Benedita da Silva? Cadê Chico Alencar? Seus vermes! Seus lixos!

    • poliana Postado em 02/Dec/2014 às 15:24

      Vc n viu a a presidente da república divulgou uma nota de pesar pela morte do pm q vc esta citando? A imprensa nacional, toda ela tb repercutiu o caso. O q vc quer agora?

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Dec/2014 às 18:12

      E ai? Cadê a mensagem de apoio do seu Aloísio Nunes? Do seu Álvaro Dias? Do seu Ronaldo Fenômeno? E ai? Tucano de noticiário das oito.

    • poliana Postado em 02/Dec/2014 às 18:17

      E esse eh um risco inerente a profissão policial. Faz parte da rotina de quem trabalha com segurança publica. Agora vc acha q a morte de um policial dá direito à corporação de fazer justiça com as proprias mãos e por puro revanchismo cometer as varias chacinas nas favelas q comumente acontece qdo um policial eh morto? Dezenas ou centenas de pessoas das periferias são assassinadas pela corporação toda vez q um policial eh assassinado pelo trafico..vc acha isso certo? Razoável? Plausível? O qvc quer? Q com a morte desse policial, a sociedade lhes dê permissão pra sair dizimando a população das periferias brasil a fora? Por falar nisso, querido, kd o corpo do amaryldo?

    • Bruno Postado em 03/Dec/2014 às 16:07

      Isso é mais um robô!!!!Em toda noticia que leio esse mesmo comentário!!!!!

      • poliana Postado em 03/Dec/2014 às 22:53

        N eh n bruno. Eh apenas um pm amargurado!

  6. Waldez Postado em 01/Dec/2014 às 23:28

    Noooosssa mas esse espaço se presta para cada ignorância , reparem nessa bobagem que o postante Jonas coloca, não acredito que o sujeito seja tão onagro a ponto de não ter noção do mico que paga .isso é um verdadeiro atestado de parvoíce e dislate.

  7. Regia Freitas Postado em 01/Dec/2014 às 23:38

    Eu entendo o que você quis falar Jonas, apesar de você ter sido um pouco preconceituoso, morei em Fortaleza e fui assaltada 4 vezes em um ano só, infelizmente quem passa por esse tipo de situaçao, fica assustado e desconfia de tudo, ja passei por diversas situaçoes que juguei pessoas pelo o modo de se vestirem e se portarem, exatamente por isso. Em Fortaleza a marginalidade é muito grande, e como disse, marginal tem cara de marginal, isso cria um trauma muit o grande e acabamos sendo infelizes jugando pessoas inocentes.

    • Paulo Postado em 02/Dec/2014 às 10:34

      Marginal não tem cara. A TV é um dos principais propagadores de preconceitos com ridículos programas policiais como: Brasil urgente, Cidade Alerta etc etc etc. Programas como esses ajudam a criar a tal "cara de bandido" e a formar esse senso comum preconceituoso.

      • Rafael Martini Postado em 03/Dec/2014 às 21:10

        Precisão cirúrgica no seu comentário, Paulo. São essas porcarias policialescas de fim de tarde na tevê que fomentam tais bobagens como "cara de bandido".

  8. Valdete Lima Postado em 02/Dec/2014 às 08:01

    Meus caros Não me consta que nenhum dos empresários que roubaram a Petrobrás juntamente com quem propunha o roubo seja negro! Isto posto, seu comentário está fora de propósito. Ladrão não tem cara!

    • Paulo Postado em 02/Dec/2014 às 10:35

      Perfeito.

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Dec/2014 às 18:18

      Muito menos veremos Negros ocupando cargos de alto escalão nos serviços públicos. Nossos políticos são mais racistas que os empresários do setor privado. Hoje estive com uma gerente de vendas de uma grande concreteira de São Paulo, e ela era negra. Ela até se assustou comigo, e disse nunca ter imaginado que eu tinha a mesma aparência dela quando falávamos por telefone, pois geralmente Engenheiros são todos arianos.

    • poliana Postado em 02/Dec/2014 às 18:31

      APLAUSO! perfeito valdete!

  9. Fernando Postado em 02/Dec/2014 às 11:10

    A sociedade Americana está em pânico devido à guerra midiática promovida pelo governo paralelo nazi-sionsta que usa a estratégia do terror inter-fronteiras para amealhar apoio da sociedade em suas empreitadas belicistas desastrosas contra países muçulmanos e a Rússia. Até o genocídio Palestino é usado como exemplo de medida protetiva preventiva e saneadora para suas ações contínuas de cerceamento das liberdades civis individuais. Nos EUA não há homens-bomba e os inimigos são imaginários então eles tem que dar cara ao inimigo e os escolhidos para personificá-lo são os negros, historicamente um grupo minoritário segregado devido à cor de sua pele e um grande incômodo à "terra da liberdade" pois são a prova viva de quão discriminatórios, exclusivistas e usurários podem ser os cidadãos que se escondem por trás do cabedal de liberdades que norteia os pilares da sociedade norte-americana. Ao classificar o negro como um elemento a ser controlado em nome da paranóia da segurança, os agentes do sistema infringem contínua e sistematicamente os direitos civis destes cidadãos achincalhando-os, expondo-os ao vexame e ao ridículo e, não raro, matando-os. Isto gera ondas de protestos que são supervalorizados pela mídia judaico-sionista que, ao melhor do pior estilo Datena & cia., passam a promover o terror junto à sociedade e campanhas de vendas de armas a cidadãos comuns em nome da segurança. Juntamente a este fato some-se a militarização das polícias em todos os níveis - das municipais e estaduais até a guarda nacional que estão se convertendo em pequenos exércitos altamente letais contra a própria população que deveria proteger - exatamente como acontece com as PMs no Brasil - e delegando super poderes ao FBI e CIA para prender e manter em isolamento suspeitos sem que tenham direito à defesa e, claro, quem ganha com esta militarização do aparato policial são os lobbies da indústria bélica e os agentes do governo que estão por trás dos cursos de treinamento intensivo das polícias municipais e estaduais que ganham bilhões de dólares vendendo seus cursos baseados em táticas militares aprendidas em academias militares do governo e bancadas pelo dinheiro dos impostos pagos pelos contribuintes. Em suma: o maior dos países está copiando o Brasil no que tem de pior (militarização das polícias, corrupção de altos funcionários da área da segurança pública que fazem fortunas vendendo tecnologia militar às polícias e que são ligados à máfia das armas e o aumento significativo dos índices de crimes de morte contra negros e latinos que são quase sempre considerados atos de defesa que se chegam a ser julgados o são por um corpo de jurados brancos). Fica difícil saber quem é o mestre e quem é o discípulo nesta história porque entre os nazi-sionistas americanos e os fascistas coxinhas brasileiros não dá para saber quem é mais podre e tem mas know-how de sacanagem.

  10. marc Postado em 04/Dec/2014 às 01:57

    Me pareceu que o policial estava apenas fazendo uma verificação, quanto a ser por alguém negro andando com as mãos nos bolsos parece absurdo, mas mesmo assim ainda acho digno de verificação, não nota-se no vídeo nenhum tratamento racista por parte do policial. Na minha opinião, parece que os negros tentam forçar um pouco a barra, pra mostrarem serem vítimas algumas vezes, com todo o respeito não estou dizendo que não são vítimas, mas as vezes na intenção de mostrar algo errado, as vezes, e só as vezes, parecem provocar uma situação.

  11. Roberto Pedroso Postado em 04/Dec/2014 às 11:40

    A questão é simples: se fosse um homem branco nas mesmas circunstancias e situação,será que ele seria abordado?creio sem medo de errar que não.Agora triste e melancólico é constatar o discurso de ódio de alguns que querem justificar mortes sem sentido usando o discurso da falta da apoio aos profissionais da área da segurança pública querendo corroborar com as mortes nas periferias como uma forma enviesada de se fazer "justiça"como se dois erros justificassem um acerto pessoas estreitas de pensamento, escoria preconceituosas, só devemos lamentar por elas.

  12. Carlos Augusto Postado em 05/Dec/2014 às 01:01

    Não é pré conceito, policiais lidam com a violência de pardos e negros com muito mais frequência ou seja é mais do que normal esse tipo de reação de acordo com a "raça", a "cultura" negra vangloria o banditismo alguns brancos com mente fraca copiam essas merdas, isso ninguém diz.

    • Paulo Postado em 05/Dec/2014 às 21:39

      Né não, imagina. Espero que um dia você tenha a sabedoria para entender que só falou besteira nesse seu comentário. Que você perceba que são pensamentos como esse seu que perpetuam a cultura e a prática do racismo cotidiano, quase banal. Não tem nada de normal nisso. Procure pesquisar mais que talvez você entenda que todo esse arranjo racista fora construído durante o curso da história.

  13. Roberto Pedroso Postado em 05/Dec/2014 às 09:48

    A questão é simples talvez o mito da democracia estadunidense seja uma falácia pois vemos que mesmo após a luta pela igualdade de direitos civis o que se constata é que os agentes do estado que possuem o monopólio do uso da força para,em tese,manter a ordem pública ma s o que vemos são excessos por parte daqueles que deveriam proteger a população,em menos de uma semana uma criança foi alvejada e morta com seis tiros por estar portando um simulacro de arma de fogo,na mesma semana um homem com sobrepeso é rendido e asfixiado até a morte pelos policiais,que não responderam criminalmente pelo ato.Analisar as questões históricas as circunstancias e o caldo de cultura que fomenta este estado de coisas é de suma importância para a evolução da sociedade, agora negar que a postura dos agentes do estado é classista racista preconceituosa é negar a realidade dos fatos,talvez aqueles que defendem essa postura truculenta e precipitada deveriam conhecer mais de perto a realidade das periferias,daqui e dos Estados Unidos,e as razões históricas que estabelecem a postura racista das instituições enquanto isso os manifestantes nos Estados Unidos bradam em uníssono o clamor que reflete a situação dos negros pobres excluídos da sociedade: "não consigo respirar".

  14. eu daqui Postado em 05/Dec/2014 às 10:04

    Se fosse eu com essa cara de Oriente Médio que pasassse com as mãos nos bolsos teria sido então sumariamente queimada, imagino.

    • Roberto Pedroso Postado em 10/Dec/2014 às 11:53

      Respondendo ao comentário acima basta assistir ao documentário"Um Taxi Para a Escuridão" -Diretor:Alex Gibney Ano: 2007- e terá sua resposta.