Redação Pragmatismo
Compartilhar
Desenvolvimento Brasileiro 08/Dec/2014 às 18:44
11
Comentários

Brasil se aproxima dos países desenvolvidos em Índice de Progresso Social

O economista Michael Green propõe o IPS - Índice de Progresso Social como padrão de valores para se medir o progresso real das nações nos dias de hoje. Ao analisar a atual conjuntura mundial, ele coloca em destaque o papel do Brasil como o líder do IPS entre os países emergentes

progresso social brasil
O Brasil está próximo aos países mais desenvolvidos em termos de IPS

O Economista britânico Michel Green propõe uma nova forma de calcular o progresso social a partir de três dimensões: acesso as necessidades básicas de sobrevivência; acesso as coisas básicas para melhorar a vida; e acesso aos mecanismos para melhorar as chances de se atingir objetivos pessoais. A partir dessa estrutura, GGreen desenvolveu o Índice de Progresso Social (IPS), onde o Brasil se aproxima dos países mais desenvolvidos do mundo.

Tradução da Palestra de Michael Green: Gustavo Rocha. Revisão: Romane Ferreira

O termo Produto Interno Bruto (PIB) normalmente é tratado como se tivesse sido “enviado por Deus em tábuas de pedra”. Mas esse conceito foi inventado por um economista na década de 1920. Nós precisamos de uma ferramenta de medida mais eficaz para satisfazer as necessidades do século 21, diz o economista Michael Green: o Índice de Progresso Social. Com simpatia e humor, ele mostra como essa ferramenta mede sociedades através das três dimensões que realmente importam. E revela a dramática reordenação das nações que surge quando ela é usada.

Michael Green, economista especialista em progresso social, criou o Social Progress Index, um padrão de medida para classificar sociedades baseadas na preocupação de ir ao encontro das necessidades dos seus cidadãos.

Em seu livro Philanthrocapitalism (escrito em coautoria com o jornalista de negócios Matthew Bishop), Michael Green define um novo modelo para a mudança social construída a partir de parcerias entre o mundo dos altos negócios sadios, os governos e as organizações comunitárias. Logo após a publicação por sinal muito bem sucedida da obra, Bishop lançou a ideia de um “Índice de Competitividade Social”, baseado na premissa de que, algum dia, as nações irão competir umas contra as outras para se tornarem as mais avançadas socialmente, da mesma maneira como hoje competimos para sermos os mais ricos. Green adorou a proposta e decidiu converte-la em realidade.

Vídeo da palestra de Michael Green no TED:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. jarau Postado em 08/Dec/2014 às 18:58

    Esta materia e para o aecio falar no senado ou os coxinhas de sao paulo e porto alegre irem as ruas protestar contra ha ha ha ha cambada de alienados.

    • Rocken Postado em 08/Dec/2014 às 20:20

      o tal índice de progresso social poderia ser simplificado medindo a proporção de coxinhas protestando, quanto mais protestos de coxinhas contra o "assistencialismo" e o "bolivarismo" maior o IPS, ultimamente cresceu muito nosso IPS com os absurdos do Reuni, Prouni, Ciencia sem fronteiras e ainda o ENEM com 8 milhões de inscritos, tudo isso tocou na ferida deles

      • Deisi Postado em 09/Dec/2014 às 08:11

        Esses índices só provocam mais recalque e ódio na coxinhada inconformada, principalmente à paulistana.

      • mercia Postado em 09/Dec/2014 às 17:47

        Falasses tudo o que eu queria falar, e foi com maestria. Por isso assinaria embaixo. Rocken

  2. silva Postado em 09/Dec/2014 às 19:20

    Carlos, é apesar dos pesares!

    • Yuri Postado em 10/Dec/2014 às 12:01

      Não alimente os trolls... nem perca o seu tempo. Esse Carlos, tem um tal cesar souza também... não adianta querer agregar cultura a elementos como esses, que dirá argumentar alguma coisa.

  3. Luiz Parussolo Postado em 09/Dec/2014 às 20:17

    Só que a matéria não trás dado algum, período medido, os tipos e as camadas beneficiadas e as camadas arruinadas a partir d o plano real pelo menos para serem argumentados e debatidos. No meu medíocre modo de pensar é meramente especulativa e politiqueira apenas para aqueles que desconhecem pelo menos um mínimo de Brasil em sua história geral.

  4. vilmar Postado em 10/Dec/2014 às 07:05

    passei pelo gonverno do José sarnei, passei pelo gonverno do fernando collor, passei pelo gonverno do itamar franco, passei pelo gonverno, do fernando henrrique cardoso, e com esses gonvernos eu falo como testemunha viva, nem um deles fizeram a metade dos benefícios que o lula fez em benefício da população, o povo brasileiro nunca tiveram na historia do país um momento tão favorável pra todos como agora. agora a corrupção e uma situação lamentavel que não podemos negar, os caras roubaram estão roubando e vão roubar! e a corrupção não é exclusividade apenas do gonverno lula, todos os governos roubaram, a corrupção dos gonvernos anteriores fez rombos muito maior por não ter sido investigados, e os bestas que se acham espertos parece não perceber, ou finge não perceber.

  5. Walter Postado em 11/Dec/2014 às 16:01

    Vamos comparar os governos de Sarney a FHC o de LULA e o atual apesar dos pesares o Brasil avança.

  6. Deisi Postado em 12/Dec/2014 às 11:37

    O segundo mandato da presidente Dilma, será melhor que o primeiro, 96,5% do PAC 2 concluídos, agora é só inaugurar. A coxinhada não aguenta, só ódio e recalque, vão para paulista protestar e urrar como loucos desvairados só lhes restam essa alternativa. Também chorar na cama que é quentinho.

  7. Carlos Postado em 25/Jan/2015 às 17:32

    kkkkkkkkkk, É um dos países mais miseráveis do mundo, só aqui mesmo.