Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 19/Nov/2014 às 18:28
3
Comentários

Julien Blanc está impedido de entrar no Reino Unido

Após ter o visto negado para entrar no Brasil, Julien Blanc também é barrado no Reino Unido. Petições online que recolheram milhares de assinaturas ajudaram a impedir a entrada do 'instrutor de sedução' nos países

julien blanc reino unido
Em seus cursos, Julien Blanc incentiva seus alunos a usar técnicas de violência, intimidação e humilhação para seduzir as mulheres (divulgação)

Após o governo brasileiro barrar a entrada do “instrutor de paquera” Julien Blanc, agora foi a vez do Reino Unido negar seu ingresso em seu território.

O autodenominado “mestre da sedução” para muitos não é nada mais do que um agressor machista que usa métodos comparáveis a estupro.

Em seus cursos, Blanc incentiva seus alunos a usar técnicas de violência, intimidação e humilhação para seduzir as mulheres.

Sua turnê pelo Reino Unido estava programada para começar em fevereiro de 2015, mas foi impedida por uma petição para proibir o “guru” que teve mais de 120 mil assinaturas, informou o site da rede britânica BBC.

Em entrevista concedida no começo desta semana à emissora norte-americana CNN, ele pediu desculpas e classificou suas atuações como “burrice”.

“Eu quero pedir desculpas às pessoas que ofendi. Nunca foi minha intenção. Pensei que seria engraçado, mas foi uma burrice”, afirmou.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 19/Nov/2014 às 22:53

    N sei pq deram tanta atenção a esse idiota! Só despertou a curiosidade do público sobre o "trabalho" dele. Espero q logo mais ele caia no esquecimento.

  2. Luís Fernando Postado em 20/Nov/2014 às 11:21

    Finalmente o governo brasileiro fez alguma coisa útil. Se esse idiota estivesse no Brasil, ia faturar um monte de dinheiro por causa dos trouxas que iam assistir a sua palestra.

  3. eu daqui Postado em 21/Nov/2014 às 10:20

    Quem acha, encaixa: enquanto tiver gente interessada em cursos de agressão, haverá professores de agressão.