Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 06/Nov/2014 às 18:59
28
Comentários

Jornalistas que cobriram ato golpista estão sendo perseguidos

Jornalistas que cobriram o ato pelo "impeachment" de Dilma para sites e jornais estão tendo suas vidas vasculhadas e estão sendo sistematicamente atacados por militantes conservadores

intervenção militar ato dilma impeachment
Profissionais da imprensa que acompanharam o ato contra Dilma e pela intervenção militar estão sofrendo perseguições (Foto: Fernando Zamora, Futura Press)

No último sábado um grupo de cerca de mil pessoas, segundo estimativas da Polícia Militar, ocupou um quarteirão da avenida paulista para pedir, entre outras bandeiras, a imediata deposição da presidenta reeleita Dilma Rousseff, seja por meio de um impeachment ou por “intervenção militar”. Os jornalistas que estiveram no ato reportaram o que viram, e o que qualquer cidadão pode verificar pelas fotos que foram publicadas. O evento foi composto por centenas de pessoas com adesivos do candidato Aécio Neves e cartazes e faixas contra Dilma, Lula, o PT e pedindo “ajuda” aos militares.

Após cobrirem a manifestação, os jornalistas que lá estiveram estão tendo suas redes sociais particulares vasculhadas pelos militantes insatisfeitos com a cobertura. Fotos e informações pessoais estão sendo usadas para atacá-los, compondo uma teoria da conspiração na qual todos os veículos são “petistas”. Segundo os manifestantes, os jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, a TV Globo, e o programa CQC, da Bandeirantes são, na verdade, veículos “petistas” ou “pró-Dilma”. Veículos que não estiveram no ato também estão tendo seus profissionais intimidados por meio da exposição de suas redes sociais.

O radicalismo dos participantes de tal “movimento” é tamanho que mesmo o ex-deputado federal Xico Graziano, um dos coordenadores da campanha de Aécio Neves na Internet, está sendo qualificado de “petralha” e “comunista” por criticar o pedido de golpe militar que os próprios eleitores de Aécio levaram às ruas.

A bandeira defendida pelos manifestantes da Avenida Paulista não é defendida nem pelo Clube Militar, que reúne ex-oficiais que participaram do regime militar. Em nota, a entidade afirmou: “A maioria decidiu. Não interessa que não seja a nossa opção. É a regra”. E completou: “Perder nunca é um fato facilmente aceitável, mas faz parte do jogo e da vida.”

O candidato tucano Aécio Neves, durante a campanha, levantou bandeiras deste grupo. Por duas vezes levou aos debates a questão do financiamento do Porto de Mariel –como uma “prova” da conspiração bolivariana-petista-Foro de São Paulo—e usou elementos como o “Godzilla cubano”. Aécio também não se opôs ao pedido de auditoria no resultado das eleições e, mesmo após o pleito, insiste em frases como “O Brasil perdeu o medo do PT”, instigando uma oposição entre o país e o partido.

VEJA TAMBÉM: O medo do comunismo e a paranoia de pessoas supostamente bem informadas

A Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo divulgaram na última segunda-feira 3 notas oficiais de repúdio às ameaças sofridas por repórteres que cobriram a manifestação. Segundo as entidades, trata-se de um “atentado à liberdade de expressão”.

CartaCapital

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 06/Nov/2014 às 19:19

    pera q n entendi: rede globo e folha de são paulo são vaículos pró pt??? oi?????????????????????????????????? essa gente perdeu o juízo, a sanidade??? qta estupidez vindo dessas pessoas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!??????????????? falam tanto em liberdade de expressão, e tão querendo proibir esse mesmo direito aos jornalistas q cobriram o evento!!!!!!!! vai entender! depois querem ser levados a sério!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • poliana Postado em 06/Nov/2014 às 19:25

      veículos*

    • Rosemeire Barreto Valente Postado em 07/Nov/2014 às 11:25

      Certíssima Poliana!!!

    • juliano Postado em 07/Nov/2014 às 14:13

      é difícil procurar coerência no discurso de gente que quer a volta da ditadura

    • bárbara Postado em 09/Nov/2014 às 11:44

      e o CQC então? hahauhauhau

  2. Seu Zé Postado em 06/Nov/2014 às 19:58

    Não se iludam. Isso é manobra. Essas manifestações de ódio são fruto da tentativa de enfraquecer a política. Quem vem fazendo isso? PSDB, grande parte do Judiciário e grande mídia. São esses os responsáveis por tudo isso. Se há violência, cobre-se dessas pessoas que incitaram esses movimentos.

    • Cristiane Carvalho Postado em 07/Nov/2014 às 11:09

      Concordo com você. O PSDB diz que não apoia, que não tem nada a ver com isso, mas quando a bomba estourar eles é que serão beneficiados.

  3. Eliane Ferreira Postado em 06/Nov/2014 às 21:01

    Parece que todo mundo enlouqueceu. Eu pensei que eles todos se adorassem, manifestantes conservadores e a mídia. Já virou paranoia. Agora já veem fantasmas até entre seus pares?

  4. Deisi Postado em 06/Nov/2014 às 22:19

    A mídia golpista só está colhendo o que eles plantaram principalmente nesses últimos doze anos, criaram os monstrinhos, alimentaram diariamente com notícias manipuladas, incitam ódio e o terrorismo deu no que deu. O PIG criou esses monstros por acaso esqueceu de educa-los, como são mimados e birrentos, a criação se revoltou contra criatura. Bem Feito!

    • Raimundo Postado em 07/Nov/2014 às 11:07

      Concordo! Vc disse tudo e um pouco mais.

    • Raimndo Postado em 07/Nov/2014 às 11:09

      Infelizmente, se não tivéssemos uma direita tão rancorosa, egoísta e socialmente inepta conseguiríamos avançar a passos bem largos a partir de agora. Mas vamos em frente, com força e sem desanimar que muitas coisas boas virão para este grande país e seu povo.

    • Neto Postado em 07/Nov/2014 às 11:10

      Os focos de ódio que vimos nessas eleições foram inflados por atos irresponsáveis e pouco profissionais de certos veículos midiáticos. Certamente eles foram os grandes culpados pela alienação desse grupo de eleitores e eleitoras que, devidamente desinformados e também confusos, protestavam sem saber direito porque o estavam fazendo. Faltou-lhes um bom livro de história que os protegessem das armações e mentiras de nossa mídia lesa-pátria.

    • Elaine Postado em 07/Nov/2014 às 11:16

      E ainda está fazendo

    • Rosemeire Barreto Valente Postado em 07/Nov/2014 às 11:26

      Assino em baixo Deisi!!!

  5. Alessandro Postado em 06/Nov/2014 às 23:15

    Cade a bala de borracha no lombo dessa corja de vagabundos????

    • Edvaldo Postado em 07/Nov/2014 às 22:04

      Não. Eles têm o direito de se manifestarem. Nós também temos. Vamos convocar todos os democratas deste país para juntos fazermos um manifesto em defesa do Estado Democrático. Que façamos a revolução no voto. Plebiscitos referendos já!

  6. Eva Postado em 07/Nov/2014 às 09:59

    Deixe-os. Estão se auto-destruindo.

  7. Oscar das Neves Eustachio Postado em 07/Nov/2014 às 10:36

    O Ovo da Serpente está posto e exposto.

  8. André Anlub Postado em 07/Nov/2014 às 11:08

    Deixem as pessoas reivindicarem o que desejam, militares no poder, todo mundo andar nu, Prozac grátis... etc. Só acho que deveriam criar um "passeódromo" para não atrapalhar o trânsito, o vai e vem de quem trabalha!

    • Rosemeire Barreto Valente Postado em 07/Nov/2014 às 11:27

      Falou tudo André Anlub!!!

  9. Neto Postado em 07/Nov/2014 às 11:13

    E não se enganem. Essa campanha odiosa movida pela mídia foi sustentada pelo PSDB e pelo capital internacional especulativo.

  10. Carlos Prado Postado em 07/Nov/2014 às 11:22

    E esse povo ainda acredita numa tal "mídia golpista"? Mas claro, principalmente quando o golpe é a favor de vocês.

  11. testemunha binocular Postado em 07/Nov/2014 às 11:40

    Só pra lembrar. O filho do Bolsonaro que disse coisas pesadíssimas nessas manifestação, também disse que é da polícia federal... Cabe procedimento disciplinar ou os superiores vão ficar olhando ?

  12. pedro Postado em 07/Nov/2014 às 11:54

    duas explicações plausíveis : 1-) Vivemos uma crise de saúde pública, e essas pessoas precisam urgentemente de tratamento psiquiátrico . 2-) É um movimento organizado pelo Foro de SP/Internacional Comunista/PT/Lula/Dilma/MST/FARC/Cuba/Bolivia/Venezuela/Islã/Palestina com o claro ímpeto de desmoralizar totalmente a direita brasileira. Pelo nível de insanidade, fico com a seugnda opção, hhahahhaha

  13. poliana Postado em 07/Nov/2014 às 17:31

    Kkkkkkkk! Filho..vc eh doente!!!!! Vá se tratar!!!!

  14. Celio Bernstein Postado em 07/Nov/2014 às 21:30

    Quem olhar direito em uma das placas na imagem, está escrito em letras miúdas: ~"Para civis e militares governarem democraticamente o país"~. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!! Fazer marcha para pedir mais livros de história ninguém quer!

  15. Márcio Reis Postado em 08/Nov/2014 às 13:12

    Seria interessante investigar se essas badernas que invocam intervenção militar tem alguma relação com "manifestantes de aluguel". Ver site: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/01/070116_manifestantealuguel_ac.shtml

  16. walter Postado em 17/Nov/2014 às 10:00

    MANIFESTAÇÃO LEGÍTIMA, composta pela união de pessoas descontentes, seja com o resultado das eleições ou por qualquer outra causa. O que há ali, não é um grupo querendo algo, mas grupos querendo coisas diversas que vão desde intervenção militar até uma democracia mais ativa. Querer rotular um grupo destes, como se fosse limitado a uma única causa é ignorância. Basta ver as fotos e ler as faixas. Abraço