Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 12/Nov/2014 às 10:49
105
Comentários

Hino de Faculdade de Medicina da USP chama negras de "imundas"

Bateria de faculdade de medicina da USP Ribeirão Preto é acusada de racismo. Hino cantado por alunos chama negras de ‘fedorentas’ e ‘imundas’

faculdade medicina usp racismo
Bateria de faculdade de medicina da USP Ribeirão Preto é acusada de racismo (reprodução)

Denúncias de racismo, xenofobia, sexismo, homofobia e outras formas de violência em uma das mais importantes faculdades de medicina do país foram apresentadas nesta terça-feira (11), na Comissão de Direitos Humanos da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), que realizou uma audiência pública para tratar de casos de violações supostamente praticados na FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

A “morena gostosa”, a “loirinha bunduda” e a “preta imunda”. É assim que um hino da bateria da faculdade de medicina da USP Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), chamada Batesão, se refere às mulheres.

A música, que fala de de loira e morena, fica mais agressiva ao se referir à mulher negra, que é tratada como “preta imunda” e “fedorenta”. A música cantada em jogos universitários e durante festas da faculdade e foi divulgada neste ano em um manual para calouros do curso, junto com camisetas da atlética da medicina.

A letra na íntegra não é passível de publicação por causa de seu alto teor sexual.

Ninguém da Atlética Acadêmica Rocha Lima, da medicina, quis se pronunciar sobre o material e as acusações. A Bateria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (Batesão) publicou uma nota de retratação em sua página no Facebook.

USP repudia discriminação

A USP São Paulo afirmou em nota que é contra qualquer forma de violência e discriminação. De acordo com a universidade, “a cultura da instituição é baseada na tolerância e respeito mútuos, valores que são passados aos seus alunos”.

A instituição ainda diz que foi formada recentemente uma Comissão com docentes, alunos e funcionários com o objetivo de propor ações para resolver problemas relacionados às questões de violência e preconceito, além do consumo de álcool e drogas.

O vice-diretor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Hélio Cesar Salgado, afirmou, em nota, que está surpreso com a existência dessa letra de música. De acordo com Salgado, essa atitude é repudiada e que o fato será devidamente examinado pela direção da faculdade.

com Folha e R7

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. mary Postado em 12/Nov/2014 às 11:08

    Imaginem agora ,como uma pacienta negra fedorenta e imunda( na visão desta escória) seria atendida por um destes sujeitinhos de jaleco branco(médicios) num Pronto Socorro, numa maternidade enfim num hospital onde ela tivesse o azar de cruzar com um lixo deste .Só imaginem

    • sandra Postado em 12/Nov/2014 às 15:48

      Deus nos livre dessas bestas fazendo procedimentos em um paciente, eles não vão ter dó de ninguém em hospital público a maioria dessas pessoas são negras e pobres. Depois dos juizes se considerarem Deuses, os médicos devem se achar semi-deuses.

    • petunia Postado em 12/Nov/2014 às 20:02

      Almas fedorentas..isso sim! Jesus nos livre de cair nas mão desse ratos de laboratório.Que os bons médicos me desculpem, não estou generalizando.

    • Rodrigo Postado em 13/Nov/2014 às 12:35

      (Outro Rodrigo) Imaginem agora que não te contaram que o hino não é da Faculdade de Medicina. Esqueceram de dizer, quiçá maliciosamente, que esses ignorantes e racistas são, sim, membros da atlética, ou seja: alunos da faculdade de medicina, que se unem (supostamente) para a prática de esportes e, esse grupo de alunos, monta essa sofrível, para se dizer muito pouco, "bateria" - estudei na cidade em questão e via que essas atléticas, de universidades públicas e particulares, contando com homens e mulheres, de todas as "cores", infelizmente, contam, em maior parte, indivíduos interessados em brigar nos jogos estudantis, por isso muitos outros estudantes decidiam não acompanhar tais jogos (eu nunca me dei ao trabalho de acompanhar). Então, a Faculdade de Medicina, como um todo, não é representada por esses ignorantes de cânticos racistas. Deve, contudo, ser instada a tomar uma providência, mediante a competente denúncia. E, caso não tome providência alguma, valorando o corporativismo, igualando-se a partidos políticos que não expulsam os definitivamente condenados criminalmente, que seja feita a competente denúncia ao MPF, à Polícia e mesmo ao MEC, a fim de avaliar não apenas a conduta dos alunos desse grupo, mas também daquele(s) que, após a devida denúncia, se abstenham de punir devidamente. P.S.: sou incisivo quanto a denúncias porque, em momento anterior, em postagem quanto a vereador gaúcho que teceu "discurso" racista, creio ter sido o único do site a fazer a devida denúncia à Câmara respectiva, via site - cheguei a indicar a página, mas creio que ninguém mais se interessou em denunciar, ficando a minha isolada e sem resposta. Aparentemente as pessoas aqui, com as devidas exceções, preferem dar-se a bradar e vociferar, tendo ação de mesma intensidade e em sentido contrário, combatendo ódio com mais ódio, em vez de se valerem das medidas legais cabíveis (denúncias devidamente feitas e em conjunto, surtem efeito). Repensemos nossas atitudes e vejamos se, realmente, queremos melhoria, ou apenas tomar o lugar do agressor, para nos "vingarmos".

      • Rodrigo Postado em 13/Nov/2014 às 17:08

        (Outro Rodrigo) Adendo: "Atléticas" existem em quase todas as faculdades, independentemente do curso.

  2. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 11:10

    olha aí a que maravilha que é o QG da esquerdopatia brasileira !!!! Daí que sai os black blocks da vida, bem como "intelectuais". Aquele pessoalzinho que protesta "democraticamente" quebrando propriedade pública e privada. Toda essa anti-cultura esquerdista vem dessa coisa chamdaa USP.

    • Dani Oliveira Postado em 12/Nov/2014 às 11:18

      Não diga besteiras. Dificilmente você irá encontrar alunos de medicina em qualquer manifesto " esquerdo patas", ou lutando por causas sociais. Repúdio. Esses são aqueles que chamam médicos cubanos de macacos.

    • raphael_subversivo Postado em 12/Nov/2014 às 11:18

      vai se tratar garoto, esse pensamento psicotico que se lastreia na extrema direita é um conservadorismo medieval que tem motivações patologicas, não visão progressista/critica do mundo. Procure ajuda psiquiatrica ugente, o problema não é o mundo e seus questionadores, é vc que não consegue aceitar a realidade do século XXI

      • André Anlub Postado em 12/Nov/2014 às 11:31

        "O inferno são os outros!" (Sartre)

    • Fred Policarpo Postado em 12/Nov/2014 às 11:26

      Tem que ser muito ignorante para alinhar esquerdistas e black blocks. Black Blocks são anarquistas, não são esquerdistas e nem direitistas. Não seja ignorante, pense antes de dar enter.

      • Edna Postado em 15/Nov/2014 às 22:23

        Quando li teu comentário, pensei em escrever "pense antes de respirar". Mas daí eu seria denunciada por incentivo ao suicídio... :P

    • Eduardo Postado em 12/Nov/2014 às 11:31

      o que tem a esquerda com isto... se não me engano a USP é de São Paulo, que é governado a anos por um governador de direita neo liberal, e você vem me dizer que isto é fruto da esquerda.... au au au e os camelos vão longe....

    • Daniel Postado em 12/Nov/2014 às 12:26

      Caro palhaço, seu comentário beira o absurdo relatado pelo texto, pelo jeito foi uma porcaria feito vc que compôs a letra do tal "samba" (Que aliás, é um ritmo genuinamente NEGRO né?)

      • eu daqui Postado em 17/Nov/2014 às 14:02

        Ritmo negro ou ritmo brasileiro? Olha aí a raça como centro de tudo, critério absoluto e primordial. E depois o outro é que é racista............

      • Iverson Medeiros Carneiro Postado em 13/Sep/2015 às 22:15

        Ô, eu Daqui! Ritmo negro sim, porque originário da África, dos batuques das tribos africanas, embora nascido no Brasil.

    • Valenhil Postado em 12/Nov/2014 às 12:36

      Meu deus, rindo alto aqui. Esquerda? Não dá pra ficar muito mais pra direito do que a Medicina na USP. Na verdade, praticamente a USP inteira, com exceção da FFLCH, é alinhada à direita. Afinal de contas, eles recebem financiamento privado, enquanto a FFLCH recebe quase exclusivamente dinheiro público.

    • Priscila Postado em 12/Nov/2014 às 13:50

      A USP esquerdista?? Com aquele monte de filhinho de papai mimado que estudou em escola particular a vida toda? Oi?!

      • Se liga Postado em 24/Nov/2014 às 00:14

        Eu não estudei a vida toda em escola particular, e estudo Medicina na USP.

    • Priscila Postado em 12/Nov/2014 às 13:51

      E isso aqui  é só mais um dos varios casos de abuso e discriminação dentro da universidade que são abafados. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/11/1546868-alunas-denunciam-estupros-em-festas-da-faculdade-de-medicina-da-usp.shtml?cmpid=%22facefolha

    • André Alves Postado em 12/Nov/2014 às 13:54

      Sua afirmação demonstra extremo desconhecimento do posicionamento político dos estudantes da USP. O pensamento de esquerda está concentrado nos cursos de Humanas. Além disso, generalizar é bem complicado, não?

    • Dylan Postado em 12/Nov/2014 às 14:49

      Teu crânio é o QG da merda. Vc não aprende mais nada de positivo e nem mudará de ideia, pq vc é intelectualmente comprometido com a desgraça humana. Gente (reluto em utilizar essa palavra) como vc tem que ser combatido até a morte.

      • Edna Postado em 15/Nov/2014 às 22:25

        "QG da merda"... mitou no comentário"

    • Lena Postado em 12/Nov/2014 às 15:35

      Só uma correção, a classe média é das mais direitistas das carreiras. A entidade que os congrega até mandava e-mail para que não só votassem no 45 como para fazerem campanha junto aos pacientes. No restante do seu texto, tudo ok, são uma categoria snob, que odeia pobres e qualquer um que queira que haja mais equilíbrio social no pais. São a "elite" que não gosta de se misturar.

    • Tatiana Postado em 12/Nov/2014 às 19:44

      Amigo, talvez você não saiba, mas as faculdades da USP amplamente conhecidas por serem de direita são a medicina e a engenharia. O "antro da esquerdopatia" se chama fflch e é a faculdade com maior produção acadêmica. Só to te informando, assim, pra você parar de falar besteira.

    • Clara Oswald Postado em 12/Nov/2014 às 21:21

      As atleticas (e os cursos de medicina como um todo) em geral são basicamente o oposto de esquerdistas. São, quase sempre, os redutos mais conservadores da universidade. Ou seja, nao fique vociferando sobre aquilo que você não tem a minima noção. Obrigado.

    • Monica Postado em 12/Nov/2014 às 23:18

      Pereira,vc nao sabe do q esta falando. Nao mesmo. Vc copiou isso d alguma postagem? So pra saber.

    • Márcio Postado em 13/Nov/2014 às 07:23

      PEREIRA = TROLL

    • Edna Postado em 15/Nov/2014 às 22:22

      Pereira, se você observar, verá que na maioria das universidades os cursos de medicina, direito e odontologia praticamente não existe o que você chama de "esquerdopatas" ou "black blocks". Aqui no RS, na UFRGS, o curso de direito e de medicina (UFCSPA) é recheado de direitistas, assim como na PUC-RS, PUC-SP, UFPR, que são as públicas que conheço. O mesmo acontece na USP. Passeie por lá e conheça os cursos antes de falar. Você está completamente equivocado quanto ao curso. Mas certamente vai encontrar esquerdistas em cursos de humanas - em todas as faculdades que mencionei. E muitas outras... mas faça o favor de observar e se informar antes de tecer comentários destituídos de razoabilidade e cérebro.

  3. Cruz Postado em 12/Nov/2014 às 11:16

    E o diretor não sabia da existência da música ....

    • Se liga Postado em 24/Nov/2014 às 00:18

      Eu também não... é uma música muito antiga. Eu recebi esse cancioneiro, e nunca tinha lido, pois as maiorias das músicas não são mais cantadas, como essa.

  4. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 11:17

    "A letra na íntegra não é passível de publicação por causa de seu alto teor sexual" Isso é alguma piada ????? Os caras defendem liberação sexual para crianças, citam a suécia como exemplo de quebra de tabu sexual(pelas mais absurdas políticas para com esse tema, como kits de masturbaçõa para adolescentes na rede pública de farmácias). Defendem depravação homossexual na TV e aplaudem novelas da globo que põem sexo explícito no horário nobre. E agora vêm com essa "caretice" !!!! Ahhhh pára !!! Pragamtismo !!! é de rir !!!

    • Anônimo Postado em 12/Nov/2014 às 14:02

      Se eles postassem conteúdo explicitamente pornográfico, eles teriam que colocar um botão de 18+ pra entrar na página. Isso não é questão de opinião, é a constiuição mesmo.

    • Tomás Ferreira Cury Postado em 12/Nov/2014 às 16:35

      Eu coloco pra você então. Você acha que uma letra dessa é "caretice"??? Pra mim se chama preconceito mesmo, seu retardado!! https://www.facebook.com/photo.php?fbid=982846255063292&set=p.982846255063292&type=1&theater

      • Larissa Postado em 13/Nov/2014 às 15:40

        nossa!!!! não imaginaria nunca uma letra de música tão baixa e nojenta! não sou careta nem nada, mas fiquei horrorizada com essa letra de "música".. aff... vergonha alheia

  5. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 11:24

    "é vc que não consegue aceitar a realidade do século XXI" Esta aí a realidade do século XXI, uma sociedade educada na cultura do prazer. Não importa como, o prazer tem que ser soberano sobre qualquer coisa. Esses caras aí só estão colocando pra fora o que aprenderam nesse modelo de "educação" esquerdista. "Tudo pelo prazer". Afinal, coisas como família, castidade e hierárquia é coisa de burguês atrasado e de cristão fanático. Agora aguentem os monstros que a doutrinação esquerdista cria.

    • Marcelo "Russo" Ferreira Postado em 12/Nov/2014 às 12:35

      Esquerdista??? Já citaste algumas vezes isso aqui, para associar à essa elite médica da USP... De onde tiras essa relação???

      • Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 13:25

        A "elite médica" da USP também recebe a massiva propaganda cultural que vocês fazem. A elite esquerdista, a intelligentzia brasileira acha lindo e maravilhoso ver gente fazendo sexo em clipes de funk, em filmes, na televisão. Vota a favor de lançar kit de sexualidade para crianças de 5 anos, ensina crianças a colocarem camisinha em bananas logo aos 7 anos de idade. Chamam todo mundo que critica isso de coxinha, reaça, atrasado, fundamentalista, etc. Agora aguentem. Se tirasse a parte da mulher negra, teríamos uma letra de funk e certamente vocês estariam aplaudindo e dizendo "oh! que maravilha! é a expressão da periferia! é a classe baixa expressando sua sexualidade! que cultura!" Só dou risada da cara hipócrita de vocês mesmo.

    • Liberato Postado em 12/Nov/2014 às 13:14

      vai aprender o que é burguesia primeiro..depois fala alguma coisa -.-'

    • Thiago Lopes Postado em 13/Nov/2014 às 00:23

      Gente, sério, esses comentários do Pereira me fazem ficar com um ódio enorme dele. Nunca vi alguém tão burro, alguém tão mergulhado em merda. O cara é doente, doente!!! Pereira,vc é o cara mais burro do Brasil!!!

    • Se liga Postado em 24/Nov/2014 às 00:21

      Eu garanto que a maioria não é esquerdista aqui.

  6. Felipe Peters Berchielli Postado em 12/Nov/2014 às 11:25

    Pereira,voce é doente mental,sério. Liberdade sexual não quer dizer ser incoveniente,são coisas diferentes,todos são livres para fazerem sexo como quiserem com quem quiserem,desde que lógica ambas as partes concordem e não tenha nenhum vulnerável envolvido como crianças e animais. Não é por defender liberdade que as pessoas querem ler absurdos.

  7. Fatima Postado em 12/Nov/2014 às 11:25

    Desculpe Pereira, mas estes ratos imundos não fazem parte da esquerda e sim da direita extrema. Se você tem filhas, netas, esposas peça a elas para fazer uma consulta com esses depravados e tarados, quem pensa dessa maneira só pode ser um maniaco sexual. O que vc acha?

  8. Beuno Postado em 12/Nov/2014 às 11:27

    Alunos da faculdade de medicina da USP são da esquerda? Faça-me rir.

  9. Priscila Postado em 12/Nov/2014 às 11:27

    Quanta baboseira Pereira. Não tem mais o que fazer? Por que não muda de país? Raphael está certo, pessoas como vc precisam de tratamento psiquiátrico, pois é uma ameaça à sociedade!!!

  10. André Anlub Postado em 12/Nov/2014 às 11:28

    Infelizmente tenho a impressão de que isso é para chamar atenção, conseguir repercussão (mesmo que negativa) e ganhar algum ibope. Com o advento da internet apareceram todos os tipos de exposições, desde piadas de cunho racista, antissemita, homofóbicas, (ofendendo credos, raças e sexo) até crianças sendo ridicularizadas visando gargalhadas de desconhecidos.

  11. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 11:33

    "Liberdade sexual não quer dizer ser incoveniente,são coisas diferentes". É ?!!! então como se explica para crianças de 8 anos que aprendem a colocar camisinha em bananas, que as outras pessoas tem o direito de dizer não ? Como dizer para um adolscente de 15 anos que vê pornografia na TV que ele não pode sair por aí atacando todo o mundo ? Como explicar para um adolescente que coisas como castidade e casamento pode ter seu lado bom e positivo ? Me explique isso, e daí talvez eu procure um tratamento.

    • Nataniel Postado em 12/Nov/2014 às 14:15

      Porque antes não existia estupro, eles surgiram a partir do momento em que a sexualidade passou a ser explorada na mídia, né? E onde estão ensinando crianças de 8 anos a usarem camisinha? Educação sexual está aí desde sempre, e nem por isso eu me transformei em im maníaco.

    • Francine Postado em 12/Nov/2014 às 17:20

      As respostas das suas perguntas só seriam positivas se todas as pessoas do mundo que pensam igual a você morressem...

      • Thiago Lopes Postado em 15/Nov/2014 às 01:39

        Boa resposta, Francine

  12. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 11:34

    "o que tem a esquerda com isto". A doutrinaçõa esquerdista está por toda a educação no Brasil, e um dos seus ensinamentos é a "liberdade sexual".

    • Renan Postado em 12/Nov/2014 às 12:30

      O que tem a ver liberdade sexual com racismo?? Vai se tratar, deves ter algum tipo de problema mental.

      • Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 13:36

        Na verdade quem tem problema mental é você. Essa letra demonstra CLARAMENTE a perda dos limites para a obtenção de prazer, ao ponto de expressar uma sexualidade primitiva. O racismo dessa letra foi SOMADO (ele não é a motriz principal do que a letra está querendo dizer) à sexualidade animalesca que a permeia. Aí vem a pergunta: Quem defende um certo estilo de música conhecida por conter letras de sexualidade animalesca, por objetificar a mulher é quem mesmo? Você, como bom hipócrita, só olhou o racismo, que provavelmente é a única coisa que te incomoda aí, mas é incapaz de (ou não quer) perceber que a partir do momento que você remove a barreira entre a obtenção de prazer a QUALQUER custo (frisa-se essa parte) e o respeito à dignidade humana, que é o que a elite esquerdista vem fazendo sistematicamente, casos como esse ocorrerem é apenas questão de tempo. O que ocorreu nesse caso foi o racismo contra a mulher negra, que é um tipo de barbárie que a esquerda não gosta, se fosse, sei lá, uma apologia ao assalto, como nas letras de funk que os esquerdistas adoram, passaria batido.

  13. ruan Postado em 12/Nov/2014 às 11:39

    "E os médicos de Cuba não merecem vir para o Brasil pois são fracos e o governo esta desmerecendo os nosso médicos brasileiros" é isso produção?????? Esses médicos fazem pouco caso do povo brasileiro, e os cubanos????

  14. Rafael Postado em 12/Nov/2014 às 11:44

    Alguém envia o texto na íntegra?

  15. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 11:45

    Esses caras apenas estão expressando sua vontade de sentir prazer. Afinal eles já são de uma geração que aprendeu que ter prazer está acima de qualquer coisa. Acima de hierarquia, da família , dos pais dos ensinamentos religiosos e do respeito as leis. Monstrengos criados pelos ensinamentos que vem desde que a esquerda começou a ler caras como Herbert marcuse.

  16. Felipe Postado em 12/Nov/2014 às 11:56

    Pereira, você vive uma realidade paralela, provavelmente provocado pelo uso de entorpecentes. O que a reportagem julga é a atitude dos universitários da atlética de medicina na usp, e não as pessoas que apoiam o atual governo progressista de Lula/Dilma. Se liga!

  17. João Roberto Postado em 12/Nov/2014 às 11:58

    Enquanto isso aqui em Cravinhos-SP a tão mal falada (por aqui, pois a África agradece copiosamente) Medicina Cubana tem dado um SHOW em atendimento humanizado. Minha mãe foi tratada de uma maneira impar nunca vista na saúde pública. Uma médica nomeada pelo programa Mais Médicos, Dra. Yodelkys Paz, que além de muito educada e muito humana, muitíssimo capacitada. Em uma consulta de 38 minutos cravados minha mãe foi examinada dos pés a cabeça, esclarecida de várias dúvidas e a pra fechar essa médica pediu um check-up de baterias de exames, assumindo o que, por 6 anos protelaram: Uma médica que acompanhasse a saúde da minha mãe em primeira pessoa na saúde pública. Enquanto isso, nossos futuros médicos brasileiros, que também estagiam nas Unidades de Saúde de todo Brasil, entoam cantos de estupros, violência e racismo. Se for pra ser assim QUE ESSA PORRA VIRE CUBA!

    • dinho Postado em 12/Nov/2014 às 12:23

      "Pq no te calas?! "

  18. Rafael Martini Postado em 12/Nov/2014 às 12:10

    Não generalizando, mas ô lugar pra ter babaca essas atléticas de faculdades, viu.

  19. Danilo Postado em 12/Nov/2014 às 12:11

    Pereira, você é um doente mental. Não queira impor seus valores ao mundo. Castidade, casamento, podem ser bons. Podem não ser. Respeito e educação, não, sempre são bons. O artigo trata de uma faculdade de medicina que, convenhamos, são locais que passam longe de qualquer doutrinação esquerdista. O que se deve atacar é o discurso racista, misógino, machista. É esse discurso que legitima o sentimento de posse, pelo homem, sobre o corpo da mulher, é esse discurso que imputa ao negro a pecha de imundo, ao homossexual o status de aberração. Esse discurso não foi construído pela esquerda, muito pelo contrário, a esquerda busca a desconstrução de tal discurso. Esse discurso foi construído por quem está em situação de privilégio (brancos, heterossexuais e homens), para a manutenção do status quo. Não começou hoje, não é uma criação da Rede Globo. Olha, vou te dar uma informação que talvez lhe falte: escravas eram estupradas por senhores de engenho brancos, católicos, pregadores da castidade, do casamento. Mulheres eram estupradas por militares em nossa ditadura, por conservadores brancos, católicos, pregadores da castidade e do casamento. Vai se tratar.

    • Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 15:20

      Danilo, você é um doente mental. Não existe diferença prática entre fim da moralidade sexual (e da separação entre a vida sexual privada e a vida profissional, acadêmica, social, etc.) e o fim do respeito ao ser humano. A sexualidade descontrolada é tão e somente um passo anterior à bestialização total do ser humano; que é o que aconteceu nesse caso, que é o que aconteceu no caso dos "ativistas" enfiando objetos religiosos em seus orifícios, que é o que aconteceu/acontece nas esporádicas invasões de reitoria feitas por alunos da FFLCH, que é o que acontece nas escolas públicas, que é o que acontece em quase todos os lugares deste país. As únicas pessoas que estão impondo seus valores ao mundo são pessoas como você, Danilo, que querem que todo mundo viva a libertinagem sexual irrestrita que você defende, mas que ironicamente sobem nas tamancas quando a coisa sai do controle. É engraçado porque você acha que pode "direcionar", "controlar" uma força cuja maior característica é justamente a falta de controle. Só rindo. Você pelo visto é incapaz de perceber que o seu relativismo moral é o berço desses problemas no contexto moderno. Vou te dar uma informação que talvez lhe falte: MESMO na época colonial a coisa não era como é hoje. Nem mesmo a sexualização da mulher negra chegava nesse nível patético a que chega hoje. A coisa não chegava aos níveis primitivos a que chegam hoje. Isso aí é obra da "nova esquerda", a da "revolução sexual", que hoje mentora boa parte dos aspectos da vida intelectual e influencia cada vez mais cedo os jovens. A faculdade de medicina não é um mundo à parte como você está pensando, todo mundo que está ali recebeu a mesma influência cultural que a sociedade "plebeia" recebe. O sujeito católico, conservador quando fazia essas coisas estava cometendo algo ERRADO de acordo com a própria matriz cultural a que ele pertencia -- se ele queria fazer era problema dele, isso não era INCENTIVADO como é hoje. Tudo isso que você citou de ruim só piorou com as ideias modernosas de libertinagem sexual, porque isso é mera consequência delas. Você só está reclamando porque são médicos (brancos e ricos, a malvada "elite reacionária") que estão falando esses absurdos. Se fosse um adolescente funkeiro eu GARANTO que ou você, ou seus colegas estariam achando lindo e maravilhoso, e pedindo dinheiro público para financiar esse lixo. Como já pedem, aliás.

      • Anti-Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 17:33

        Nem compare a boçalidade neo-liberal com a revolução sexual. Vá ler Reich, Roberto Freire. O indivíduo reprimido sexualmente é mais fácil de ser controlado. E é só disso que se trata esse discurso de que "A repressão é preciso". O sexo não é um descontrole, é um instinto. Quando fala-se de INCENTIVO, estamos falando da besteirada neo-liberal dos programas de televisão ELITISTAS. A revolução sexual trás o fim das neuroses com base na desrepressão medieval dos controladores mentais teocratas. Esses programas neo-liberais pregam a hiper-sexualidade, a-sentimental, desrespeituosa. Dão a doença para oferecer a cura: Salvação religiosa e então, mais servidão. Revolução sexual é a libertação dos desejos. O amor e a fraternidade como princípios básicos a serem ensinados. A repressão é a gênese da violência (Compare os números de violência em países fundamentalistas e países com grande parte de irreligiosos como vários da Europa).

      • Gabriel Postado em 13/Nov/2014 às 13:23

        "Neo-liberal" parei de ler aí. Vai estudar, seu retardado.

  20. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 12:29

    O que os médicos cubanos que na verdade são militares e agentes secretos da ditadura castrista tem haver com isso ?

    • Celio Bernstein Postado em 12/Nov/2014 às 14:17

      Médicos cubanos são militares e agentes secretos??? huahauhauhauhauhauhau. Chorei de rir do seu comentário! Você deveria mandar um currículo pro Danilo Gentili, kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  21. Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 12:32

    Estou é me divertindo vendo a esquerda se revoltando com a cultura da libertinagem sexual, da grosseria e da barbárie que ela mesma promove. Não existe nenhuma diferença substancial entre essa letra da "Batesão" e uma letra de funk. Mas a última vcs acham lindo não é mesmo? Risos, assumam o filho que ele é teu.

  22. eu daqui Postado em 12/Nov/2014 às 12:39

    Porfissional da saúde brasileiro, não só médicos, nunca me enganou: a mioria vomita empáfia e não é de hoje.

  23. felippe ricardo Postado em 12/Nov/2014 às 12:40

    Sou estudante de medicina em são Paulo capital e sou comunista, a classe médica esta sendo usada nesses ultimos tempos, como os judeus foram usados na segunda guerra mundial... e ao contrario do que meus companheiros possam pensar nao estou sendo corporativista, estou só lhes mostrando q dentro do capitalismo esse tipo de atitude de preconceito e exclusão eh mais do que esperada e me surpreende que vocês não entendam ou nao saibam disso... ao invés de lutarem por uma revolução de raiz, de bases amplas, ficam cutucando, quase como alcoviteiras, um grupo de seres humanos que eh inocente do ponto de vista marxista... afinal eles nao leram o capital e estao seguindo uma tradição... vcs realmente esperam que haja uma quebra de todas as tradições sem que haja uma revolucao? Acho inocência de vocês pensarem assim, mas foi justamente por conta dessa inocência que me desvinculei de qualquer bandeira. Vcs acreditam no livro "o capital" como um xiita acredita em, pasmem, suas tradições e matarão c o mesmo fervor se aquilo lhes for ordenado... Parabéns aos novos nazistas que na verdade sao tolos inocentes... vcs estao fazendo muito bem o seu papel. E lembrem-se essa musica é uma tradição, conheço muito bem o povo dessa faculdade e tenho certeza q entre eles existe muito menos preconceito do que entre voces q elegeram os médicos como os novos judeus. Att, um "novo judeu".

  24. felippe ricardo Postado em 12/Nov/2014 às 12:43

    E tem de aguardar liberacao? Kkk parabens goebbels, admiro sua frieza e compreensão da natureza humana.

  25. Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 12:56

    Pereira, você é o famoso alienado, "comunistas comem criancinhas", tudo que corrompe o mundo vem da esquerda. Você sente-se uma autoridade intelectual ao falar que os esquerdistas criaram o caos defendendo a liberdade sexual, para esse tema te indico "a história da sexualidade" escrito por Michel Foucault, ele defende que o maior momento de liberdade sexual fora na Grécia antiga (malditos comunistas de toga). Ou melhor os médicos cubanos que são na verdade militares e agentes da ditadura, "oh honey", então me explique o que esses militares foram fazer na África em surto de ebola? Sabe, na realidade sou a favor de um sistema de direita, acima de tudo pq quero menos poder nas mãos dos políticos. Todos tem direito a uma opinião, mas meu querido, opinião e alienação são coisas distintas. Não é preciso transformar o outro lado em estupradores, racistas, safados para que você possa defender o sistema que lhe agrada, apenas mostre seus pontos.

  26. Bruno Moreira Lima Postado em 12/Nov/2014 às 13:03

    Tem uma medida simples a tomar, nesse caso: EXPULSA DA FACULDADE!

  27. Debora Postado em 12/Nov/2014 às 13:04

    Esse Pereira come merda.. só pode. Que criatura neurótica! A Guerra fria já acabou, colega.

  28. Fernando Novelli Postado em 12/Nov/2014 às 13:07

    Puro preconceito ! Que médicos serão estes ? Tem de estudar cidadania para dar valor a vida! Vergonhoso !

  29. Matee Postado em 12/Nov/2014 às 13:15

    isso existe a anos!

  30. João Roberto Postado em 12/Nov/2014 às 13:23

    Enquanto isso mais uma NOTA DE RETRATAÇÃO. Até quando eles vão achar que notas de retratação "desumilham", "desestupram", "desofendem"? Expulsão, Inquérito Policial e Cadeia nesses caras. A começar pelo Alto Escalão, que há tempos apenas emitem Notas de Retratação.

  31. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:14

    "escrito por Michel Foucault, ele defende que o maior momento de liberdade sexual fora na Grécia antiga (malditos comunistas de toga)." Olha aqui meu filho, eu já falei sobre esse vigarista chamado "fucô". Esse sujeito está longe de ser confiável, pois uma pessoa que morre em decorrência de Aids por causa de seu homossexualismo não é o melhor exemplo de coerência. Puxa que exemplo de "liberdade sexual", onde a pedofilia era coisa normal e até benéfica para o desenvolvimento humano. Na grécia antiga foi onde se inventou praticamente a pedofilia, homossexualismo entre outras práticas nocivas que foram barradas com o advento da ética cristã.

    • Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 19:26

      Quem defendeu a Grécia? Você diz que a homossexualidade surgiu na Grécia, assim como a pedofilia, eu apenas afirmei que nada disso surgiu da esquerda, então não entendo seus ataques a esquerda nesse fato, e você por via escrita confirmou o que eu disse. E sobre Foucault, você pode não gostar de suas escritas, pode discordar, mas dizer que não é confiável por ter contraído aids, equivocado é a única palavra que usarei.

  32. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:20

    "então me explique o que esses militares foram fazer na África em surto de ebola? " De onde você tirou isso ? a maioria dos médicos que lá se encontram são da cruz vermelha e da médicos sem fronteira que contam com médicos de diversas nacionalidades. Essas ongs e organizações falcatruas, como a OLAS, que existem ao redor do mundo sequer pisaram por lá. Ongs essas que são sustentadas por metacapitalistas como george soros e fundações americanas como rockfeller.

    • Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 19:29

      Você afirmou que os médicos cubanos são militares da ditadura, agentes secretos, esse mesmo país foi responsável pelo maior contingente de médicos para tratar da ebola na África pelos programas como MSF, então volto a dizer, o que esses militares tem de interesse na África?

  33. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:29

    "Não é preciso transformar o outro lado em estupradores, racistas, safados para que você possa defender o sistema que lhe agrada, apenas mostre seus pontos." Esses esquerdistas adoram citar a Suécia como exemplo, quando o assunto é liberdade sexual. Pois bem, a Suécia é o país com maiores taxas de estupro e violência sexual no mundo(dis ditos países civilizados). Isso se deve a educação sexual cada vez mais cedo. Só idiota acha que liberar uma coisa vai fazer com que essa coisa se mantenha com um melhor controle. Como exemplo podemos citar a liberação das drogas e a liberação sexual. Hoje em dia, um garoto de 8 anos tem acesso a qualquer conteúdo sexual sem o menor controle. O que acha que vai acontecer com esse garoto quando for adulto ? na melhor das hipóteses será um compulsivo por sexo. Hoje toda essa porcaria de funk que a esquerda chama de cultura popular incentiva a sexualidade cada vez mais cedo. Sem falar na escola que está tomada por doutrinação de esquerda, ensina meninos e meninas a por camisinha em bananas. Como se camisinha salvasse de tudo.

    • Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 19:34

      Bom meu querido novamente você esqueceu de argumentar no que você acredita. apenas derramastes ódio em suas palavras, sobre aquilo que você não gosto, como disse nessa frase, você não precisa transformar o outro lado em estupradores "Pois bem, a Suécia é o país com maiores taxas de estupro e violência sexual no mundo(dis ditos países civilizados). Isso se deve a educação sexual cada vez mais cedo. Só idiota acha que liberar uma coisa vai fazer com que essa coisa se mantenha com um melhor controle" tente argumentar para o seu lado, tu pareces nossos tristes e medíocres debates políticos, onde apenas se trocavam acusações, e não propostas, não sou a favor de conteúdo sexual para menores, porém isso é feito na maioria dos países, como os EUA por exemplo, berço do capitalismo, tem aulas de educação sexual. você tem todo o direito de acreditar no que quiser, o seu problema é a maneira de argumentar, exalte seu lado, para de tentar transformar aqueles que não acreditam no mesmo que você em monstros para validar seus raciocínio. abraços.

  34. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:33

    Aí toda a argumentação que esse pessoal daqui consegue contra mim é : "vai procurar tratamento" , "para de falar merda" , "caga pela boca".... É só isso. Eu ja li mais livro que toda essa gente daqui junta. Falo 3 idiomas e tenho mestrado. Para esquerdista título é importante, então aí está os meus.

    • Wagner Postado em 12/Nov/2014 às 14:59

      Tem mestrado e fala 3 idiomas (porcamente - aí está os meus? Acentos faltando em todo lugar...). Tem toda essa pompa, mas parece estar desempregado pra gastar tanto tempo aqui rebatendo críticas. É triste te ver sofrendo assim, no desespero do ego, se agarrando a uma ideologia sem sentido pra sentir-se alguém de valor, superior a outros. Você precisa de um bom tratamento.

  35. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:47

    "escravas eram estupradas por senhores de engenho brancos, católicos, pregadores da castidade, do casamento. Mulheres eram estupradas por militares em nossa ditadura, por conservadores brancos, católicos, pregadores da castidade e do casamento. Vai se tratar." É, foram os brancos e católicos "hipócritas" que fizeram os movimentos abolicionistas na américa latina. Joaquim nabuco que era o principal apoiador do fim da escravidão era um FDP, machista e reacionário também. Nos EUA ningu´me lutou mais que a igreja católica pelo direito dos negros a formar família. Apartir do século 8 quando africanos muçulmanos invadiram a europa para escravizar os povos brancos que lá habitavam, imporam um sofrimento muito maior ao que os negros sofreram na américa. Claro sem os movimentos abolicionistas que os brancos FDP e racistas católicos fizeram no Brasil para libertar os negros. Sugiro a leitura : White slaves, africam masters. Essa obra fala da escravidão imposta na europa pelos africanos.

  36. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:50

    Os militares estupraram mulheres na ditadura ???? e os guerrilheiros ??? que matavam pessoas indiscrminadamente ? pessoas que não tinham a menor posição política. Quantas mulheres che guevara estuprou ? quantas mulheres, homens e crianças mao tse tung estuprou e matou ???

  37. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 14:56

    Na américa os escravos mais procurados eram homens para trabalhar na lavoura, enquanto na europa as mulheres eram as preferidas pelos senhores muçulmanos para se tornar escravas sexuais. Tal qual o EI faz hoje com mulheres cristãs e curdas. O EI aquele pessoalzinho legal que a presidenta guerrilheira quer conversar. Na china comunista de hoje, o povo é escravizado e vendido como mão de obra barata para metacapitalista(grupo bilderberg) e quem fala alguma coisa ??? ninguém, além da direita conservadora e cristã pelo mundo.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 12/Nov/2014 às 16:11

      Minha mãe tem uma bike rosa e meu cachorro é azul,pergunto-me,como os indios não pousaram na lua após tamanho avanço? O ex-presidente Dwight Eisenhower ja dizia,"Não acredito em nada que ver na internet",meu avó que ouviu dele seguia o conselho ,isso em 1976!!!!! Imagina em 1543,como é que vai ser?

  38. Gabriel Postado em 12/Nov/2014 às 15:00

    "A letra na íntegra não é passível de ser publicada devido ao seu alto teor sexual" - discordo completamente. Por pior que seja a letra, a matéria é justamente sobre ela!! Por pior que seja a letra, ela é fundamental para que a reportagem seja completa. Ora, o público-alvo aqui é adulto.

  39. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 15:03

    imporam = impuseram. corrigindo.

  40. catia Postado em 12/Nov/2014 às 15:06

    São esses mesmos estudantes de boas e tradicionais famílias paulistas e paulistanas, que vão atear fogo em moradores de rua,indios,e garotas de programa, são eles que daqui a pouco vão estar fazendo residência nas redes publicas onde nos corredores estão as negras " fedorentas e imundas" os "Gays" as vitimas de violências sexuais, e ai qual será a atitude a ser tomada por eles? Só lembrando que o salario que irão receber é proveniente dos impostos pagos também pelas " NEGRAS IMUNDAS E FEDORENTAS " pelas "VITIMAS DE VIOLENCIA SEXUAL" entre outras.

  41. Maria vera prestes Postado em 12/Nov/2014 às 15:54

    Toda esta inflamação demagógica nos leva a crer que:sim,de fato nossas escolas geram monstros e os amontoam nos hospitais falidos dos estados.! E a população humilde,os chama Dr...preciso fazer a cirurgia??Sim minha senhora,faça! Aí,entra no centro cirurgico para operar a prostata..saí feito cesariana!!!KKKKKKK Palhaça????QUEM,EU????

  42. KARINA BB Postado em 12/Nov/2014 às 16:11

    NOSSAAAA ,PEREIRA HOJE TA INSPIRADO,ta vendo comunistas comedoresde criancinhas pra todo lado kkkkkkkkkk e da mesma escola q Lobao,olavete e Jabor kkkkkkk pelo menos o pessoal da esquerda e os q votam no PT nao tem preguiça de pensar,nem vao pela ideia dos outris,nao sao os eleitores dO PSDB Q VIRARAM ROBOZINHOS DA MIDIA E VIVEM REPETINDO CLCHES E MAIS CLICHÉS,Q NEM SABEM O Q SIGNIFICAM ,,HAHA É RIR pra nao chorar

  43. Pereira Postado em 12/Nov/2014 às 16:32

    Esquerdista é assim, uma mentira atrás da outra. A gente responde 3 aparecem 10. Uma mentira contada em 1 linha precisa pelo menos 5 para ser desfeita. A menos que o cara escreva uma enciclopédia por mês para desfazer tanta mentira. A gente acaba sendo vencido pelo cansaço mesmo. O cara que vai ler, por exemplo, vladimir safatle, lá pela página 10 o cara ja não aguenta mais tanta enrolação e falsidade.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 12/Nov/2014 às 17:47

      Verdade,por isso nunca aceitei a pecha de canhoto ou que chute com a perna esquerda,no que se refere ao lado de lá(<---) só digo que é o outro lado ou digo "O lado que não deve ser nomeado"

  44. Paulo Postado em 12/Nov/2014 às 18:07

    Nossos alunos universitarios ingressam nas faculdades com "cabeça feita". Estao lah para receberem a certificaçao de ensino superior que lhes confere acesso a industria escolhida (saude, justiça, seja o que for). A Universidade brasileira é incapaz de mudar a mentalidade da classe média brasileira, até porque é fruto dessa mentalidade.

  45. Inger Berit Harrington Postado em 12/Nov/2014 às 18:29

    Infelizmente esses filhos de papai ridiculos e limitados de cultura e intelligençia vao ser medicos que a gente vai ter que encontrar" tomando conta de nos" Sera que e çiumes do orgao reprodutor dos homens pretos e por isso eles tem que diminuir a raça preta.? Vive os Cubanos pretos ou nao que podem se gabar de ser gente e medicos de gabarito superior! Nojo desses filhos de papai!

  46. wilton Postado em 12/Nov/2014 às 19:20

    Sao todos um bando de burguesinhos filhinhos de papai que estao denegrindo a imagem da universidade no brasil e no mindo. Nojo

  47. Danilo Postado em 12/Nov/2014 às 20:16

    Ei Pereira, coloca ai o link do teu mestrado pra gente ver! Deve ter o título: eu sou um perfeito idiota e tenho medo dos comunistas.

  48. Indignada Postado em 12/Nov/2014 às 22:23

    Um bando de "playboy" racistas! Escória do Brasil!

  49. renato Postado em 13/Nov/2014 às 08:21

    e adivinhem em qual partido esses racista playboys votam...

  50. Marcelo Postado em 13/Nov/2014 às 11:50

    Não me surpreende mesmo esses playboys terem essa visão das mulheres negras, são criados a leite com pera, doutrinadinhos e alienados em seu mundinho mauricinho... Não ousam experimentar nada além do que são ensinados a gostar... Já quem gosta de mulher e já pode se relacionar com uma negra, meu irmão, não conheço um que não as ame... Se um dia esses playboyzinhos se tornarem homens talvez se arrependam de terem sido tão imbecis um dia...

  51. Ana Mary Postado em 13/Nov/2014 às 12:32

    É vergonhoso, imoral, quase que inacreditável. Mais uma vez actedito no projeto Mais Médicos e Médico sem Fronteiras. Nosso homem de jaleco branco não generalizando, faz parte da grande e terrível escória da humanidade. Sem conhecimento científico, sem ética, sem respeito ao outro, para mim é lixo.

    • Deisi Postado em 17/Nov/2014 às 09:31

      Concordo plenamente Ana!

  52. Diego Carlos dos Santos Postado em 13/Nov/2014 às 12:46

    Gente não é só na USP, em todas universidades federais tem racismo principalmente no Curso de Medicina, não é de hoje nem de ontem, porquê a surpresa? E vem a USP lançando nota de que não estava sabendo, logico que não estava.. Não querem nem saber, podem receber denúncias, estão nem aí para os negros e pobres! O lugar mais racista do mundo é aqui, depois nego vai para Europa e América sente racismo não sabe o que fazer porque se achava branco e é tratado pior que um negro!

  53. aquino Postado em 15/Nov/2014 às 22:45

    Porqueira esses medicozinhos.se cuidem senão ficam sem clientes.