André Falcão
Colunista
Compartilhar
Direita 12/Nov/2014 às 16:22
12
Comentários

Golpe, não! Intervenção. Hein?

intervencao militar golpe brasil
Imagem: Pragmatismo Político

André Falcão*

Passadas as eleições, impressionante sucessão de tolices — algumas inaceitáveis, porque crime —, mais ou menos histéricas, mais ou menos coletivas, vindas de parte da parte branquela do país, assolaram as redes sociais e televisivas, ensandecidas com a vitória da presidenta Dilma.

Leia aqui todos os textos de André Falcão

De cabeça, sem pensar muito, teve o vídeo da loura sebosa do sul, que irresignada (eufemismo para enlouquecidamente patética”) com os nordestinos, pela acachapante vitória conferida à Dilma — para minha alegria e satisfação, até pela minha Maceió —, tachou-nos de toda a ordem de impropérios, para ao final, secundando-se em papai “rico” que moraria em Orlando (já comecei a rir), avisar que estaria deixando o Brasil.

Alguns dias depois, já com alguns processos nas costas, veio desculpar-se, dizendo que não foi bem assim, e que sequer pensa em deixar o país. Oh, que pena! Outra, esta do sudeste, cabelos lisos e negros cortados rente ao pescoço, esgoelava-se feito louca, dirigindo-nos os mais rasos adjetivos, ao tempo em que vaticinava (rindo mais), que a presidenta legitimamente reeleita do país não iria tomar posse em janeiro, ou porque sofreria impeachment, ou porque haveria intervenção militar. Mas não seria empossada!, gritava. Louco, aqui no texto, bem entendido, é como fdp. Você não xinga pensando na mãe do filho. O xingamento meio que já adquiriu identidade própria, entende?

Veja também: O ódio político-eleitoral no Brasil pela ótica de Slavoj Zizek

Aliás, na seara dos reclamos por novo golpe militar — que alguns mais “engraçados” ressalvam não se tratar de golpe, mas de “intervenção militar” (ai, Jesus, desculpa, eu rio muito quando os vejo realizando esse histriônico salvo-conduto) —, as mais estapafúrdias verbalizações foram produzidas. Tão impressionantemente surreais que se você não estivesse assistindo, ainda que não presencialmente, nem o mais arredio adversário de S. Tomé se atreveria a crer. Afinal, como se pode desejar a volta ao país do período mais terrível de sua história? Sem liberdade de expressão (os imbecis protestam pela volta de golpistas que jamais lhes deixariam fazer o que estão abiloladamente praticando), sem liberdade de ir e vir, sem imprensa verdadeiramente livre, sem garantias individuais e coletivas, sem combate à corrupção; mas com tirania, tortura, crueldade e covardia com os que pensam diferente.

Pirralho, meu avô Togo me dizia que educação vai muito além de estudar para ser um bom profissional. E que a ignorância era o pior dos defeitos. Passado algum tempo, entendi perfeitamente o que ele me queria dizer.

*André Falcão é advogado e autor do Blog do André Falcão. Escreve semanalmente para Pragmatismo Político

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Sandra Postado em 12/Nov/2014 às 17:03

    Vejo apenas umas peruas de cara pintada doidonas para aparecer na mídia. Nada mais.

  2. Salomon Postado em 12/Nov/2014 às 17:06

    O choro é livre.

  3. Renato Z Postado em 12/Nov/2014 às 17:49

    Esses que se julgam os "mais esclarecidos" falam em intervenção militar como se esta fosse possível sem ser por um golpe.

  4. Deisi Postado em 12/Nov/2014 às 18:18

    Fico tentando entender o que se passa na cabecinha dos ditos manifestantes fascistas que pedem intervenção militar. A característica principal dos protestos é um discurso apavorante da intolerância, truculência e falta de respeito com a democracia. As manifestações de ódio, pro ditadura que estamos vendo são crias do psdb e da campanha de desinformação da mídia. Não passam de debiloides fascistas, adolescentes tardios na casa dos 20 ao 50 anos, que não conhecem nada da ditadura. O Lobão, comandante mor dos coxinhas nega querer a volta da ditadura, outro representante filho do Bolsonaro covarde que vai com arma na cintura em manifesto pacífico. Triste ver essa geração miolo mole ter tais tipos como formadores de opinião. Muito preocupante e apavorante!

  5. Pereira Postado em 13/Nov/2014 às 12:28

    Uma intervenção militar já se faz constitucional. A venezuela acaba de firmar acordo com o MST para treinar guerrilheiros em solo brasileiro. Isso configura ato de guerra, e se o governo sabe e não faz nada é conivente e por consequência deve ser deposto. Com esse cenário uma intervenção militar não só se faz constitucional, como se faz urgente, necessária para a manutençaõ da soberania nacional.

  6. Pereira Postado em 13/Nov/2014 às 12:35

    Não só guerrilhieros estão sendo treinados no Brasil, como também há parcerias entre o crime organizado e terroristas do mundo islâmico se alastrando pelo território nacional. Terroristas muçulmanos estão usando a tríplice fronteira Brasil, paraguai e argentina para fazer tráfico de armas, drogas e lavagem de dinheiro. A PF já descobriu uma infinidade de crimes que esse pessoal está cometendo bem nas barbas do governo federal.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 13/Nov/2014 às 13:56

      De onde voce tira essas merdas?

  7. Pereira Postado em 13/Nov/2014 às 12:41

    " A característica principal dos protestos é um discurso apavorante da intolerância, truculência e falta de respeito com a democracia". OS black blocks de esquerda são uns anjos. Quebraram e depredaram propriedade pública e privada, queimaram veículos e mataram um jornalista. Isso deve ser "democracia" na visão da esquerda. Eu não sei o que tem na cabeça desse pessoal de esquerda, talvez algum dejeto ainda não analisado. A única coisa que sinto é pena de ler comentários como dessa Deisi, Meu deus quanto atraso e falta de conhecimento.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 13/Nov/2014 às 13:56

      O rapaz que matou esta preso,juntamente com ele deveriam estar os torturadores de estado e seus mandantes.

  8. Pereira Postado em 13/Nov/2014 às 14:14

    http://ucho.info/ministro-venezuelano-cuja-baba-foi-presa-com-arma-no-aeroporto-de-guarulhos-sela-acordo-com-o-mst

  9. Pereira Postado em 13/Nov/2014 às 14:16

    "O rapaz que matou esta preso,juntamente com ele deveriam estar os torturadores de estado e seus mandantes." E o Quartin de moraes está preso ? Aquele que mandou matar o capitão Charles Chandler na frente da família em 1968.

  10. Pereira Postado em 13/Nov/2014 às 14:17

    Sem contar que para o black block que matou o jornalista, o tal de freixo arrumou advogado através das ongs falcatruas do PSOL.