Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 17/Nov/2014 às 22:14
34
Comentários

Cerimônia de mutilação genital provoca pavor e lágrimas em meninas no Quênia

Meninas choram em cerimônia de mutilação genital no Quênia. Veja imagens feitas por um fotógrafo que acompanhou o passo-a-passo do ritual

As imagens fortes revelam um pouco do que deve ter sentido cada uma das meninas da tribo Pokot que participou do ritual de mutilação genital de um vilarejo rural em Baringo, no Quênia.

A mutilação genital feminina (FGM, na sigla em inglês) é uma prática que consiste em retirar parte ou todo o órgão sexual de mulheres e crianças. Nos casos mais extremos, a mutilação total é realizada nos lábios vaginais e clitóris (processo chamado infibulação).

A ONU estima que, hoje, 150 milhões (eram 129 milhões no início do ano) de mulheres ao redor do mundo sofrem ou já sofreram com a prática. Embora a ‘tradição’ tenha sido declarada ilegal em muitos países africanos – o Egito é um exemplo – ela ainda sobrevive em comunidades menores e famílias.

Ao mutilar suas filhas, as mães acreditam que garantem um melhor futuro com melhores maridos a elas, já que a prática é vista como uma forma de “limpeza” das meninas. As imagens foram feitas pelo fotógrafo da Reuters Siegfried Modola. Veja.

Imagens:

mutilacao1
mutilacao2
mutilacao3
mutilacao4
mutilacao5
mutilacao6
mutilacao7
mutilacao8

Reuters e Terra

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Augusto Postado em 17/Nov/2014 às 22:35

    Europeus malditos, culpa dos USA!!!

    • Adriana Postado em 18/Nov/2014 às 00:24

      Oq tem os europeus com isso? Essa é uma pratica da tribo

    • Gustavo M. Gomes Postado em 18/Nov/2014 às 18:49

      "Europeus malditos, culpa dos USA"??? Cheirou maconha ou injetou cocaína você?

    • Carla Postado em 25/Nov/2014 às 01:25

      Surtou ?????

  2. leonardo Postado em 17/Nov/2014 às 22:56

    Nem um povo é superior ao outro!!! Tem que se respeitar à diversidade cultural de cada povo!!!

    • Juliana Postado em 17/Nov/2014 às 23:06

      Cortar seu pau fora p ver se vc gosta

      • Tahia Sarapo Postado em 18/Nov/2014 às 10:29

        não é necessária tanta indignação os judeus cortam e nós matamos gays e pedimos para haver intervenção militar para volta da tortura

      • eu daqui Postado em 18/Nov/2014 às 14:38

        Os crimes "culturais" de uns não justificam os de outros.

      • Betânia Pimentel Postado em 26/Feb/2016 às 13:47

        É mesmo Juliana, manda mesmo esse cara fazer isso e vê se faz. Cultura com violência não combina.

    • Bruna Postado em 17/Nov/2014 às 23:07

      Tem que respeitar os direitos humanos, isso sim!

    • sasasas Postado em 17/Nov/2014 às 23:22

      facil querer respeitar qnd não é o seu p que tá sendo arrancado né

    • helder Postado em 17/Nov/2014 às 23:28

      Não concordo....não se pode evitar a prática mas desde que as pessoas possa decidir de devem ou não fazer, acho que essas meninas não tem escolha.

    • jessica Postado em 18/Nov/2014 às 00:01

      Se igual mutilação ocorresse com homens aposto que irias entender o que se passa nesses lugares.

    • Daniela Ferreira Postado em 18/Nov/2014 às 00:11

      Porque não é os homens os mutilados, né, panaca? Não é porque é traço cultural que está certo. Poderíamos dizer que escravizar foi cultural durante muito tempo. Matar a pedada também. Andar pelado já foi também. Isso não quer dizer que está certo e que não possa ser criticado. É um atraso. É uma crença tola imposta por fanáticos que destrói a vida dessa meninas, que , se não morrerem, terão de suportar dor o resto da vida e nunca sentirão prazer em uma relação sexual.

      • eu daqui Postado em 18/Nov/2014 às 14:39

        Quando não morrem de infecção, o que é muito comum nesses casos..........

    • eu daqui Postado em 18/Nov/2014 às 14:37

      RELATIVISMO CULTURAL, COMO TUDO NA VIDA, DEVE TER LIMITE.

    • Gustavo M. Gomes Postado em 18/Nov/2014 às 18:50

      Diversidade cultural baseada em bestialidade não merece ser respeitada.

    • carla Postado em 25/Nov/2014 às 01:27

      Sou a favor do respeito aos povos, mas isso aí excede todos os limites!!!

    • talita Postado em 27/Jan/2015 às 17:30

      Gente temos que respeitar, mas isso é tão absurdo quanto aos terroristas que matam milhares pra que quando morrerem (em missão) vão para o céu com 40 virgens!!! Em quem mundo estamos? Onde vamos parar! Que crueldade!

  3. tiago Postado em 17/Nov/2014 às 23:05

    Leonardo, embora eu tenha estudado alguns anos antropologia e concordo que nossa visão de mundo não deve servir de imposição cultural. Isso não justifica aceitar a mutilação de genitálias. Isso é contra vontade das meninas e as mães as forçam por acreditar que assim arrumaram maridos e garantiram um futuro menos miserável. Devemos aceitar a cultura machista do estupro (como a nossa ocidental) como algo cultural sendo assim deixa como está?

  4. grace vignate Postado em 17/Nov/2014 às 23:11

    Elas foram trazer essa cultura aqui pra itália se fuderam , foram todas pra cadeia bem feito.

  5. Brubim Postado em 17/Nov/2014 às 23:43

    Leornado, eu concordo, então vamos cortar o seu órgão. Ok.

  6. Diego Postado em 17/Nov/2014 às 23:46

    Boa Brubim

  7. Juliano Motta Postado em 17/Nov/2014 às 23:55

    Olha, acho que toda essa polemica encima desse assunto é inútil, essa cerimonia e feita a seculo entre os povos africanos,temos que parar de olhar para outro povo(s) com o nosso olhar, eles tem outros costumes, é apesar da crueldade que nós vemos em tal ritual para eles é norma, assim como há tribos indignas aqui na America, que quando as crianças nascem com algum tipo de deficiência são enterradas vivas para que outra nasçam. Esse ritual é de passagem é assegura que a menina saiu da sua infância para a fase a adulta, vamos parar de olhar tudo pela nossa ótica. Não defendo a pratica, mas defendo sim a sua identidade é seu teor cultural.

  8. Douglas Postado em 18/Nov/2014 às 00:22

    Respeitar diversidade cultural de cada povo? Ta louco cara? Não tem como ter respeito com um povo que pratica tais atos. Vai la então respeitar o estado islâmico que decapita pessoas inocentes, afinal isso faz parte da "cultura" deles, se é que isso pode ser chamado de cultura

  9. Junior Postado em 18/Nov/2014 às 00:28

    Para maiores informações leiam o livro PSICANÁLISE DA CIRCUNCISÃO, de MOISÉS TRACTENBERG, que trata sobre as MUTILAÇÕES SEXUAIS FEMININAS E MASCULINAS.

  10. André Postado em 18/Nov/2014 às 00:41

    Eu não consigo entender como ainda existam pessoas que defendam tais práticas. Essa mutilação tem apenas um propósito: tirar da mulher a capacidade de sentir prazer, pois assim, acreditam tais povos, ela não se tornará "adultera". Lembro de ter sentido pavor ao ler o relato da modelo Waris Dirie, quando ela ainda era criança e passou por este sofrimento.

    • Deisi Postado em 18/Nov/2014 às 08:54

      Com certeza André, é muito triste que em nome da cultura tenha essa pratica desumana e cruel. não precisa cortar o órgão do Leonardo, uma castração química seria a solução. Quem sabe ele deixe de ser egoísta.

  11. val araujo Postado em 18/Nov/2014 às 03:29

    humanos fazendo humanices.

  12. Roger Postado em 18/Nov/2014 às 07:51

    Isso não é cultura, é imbecilidade.

  13. Alex Postado em 18/Nov/2014 às 11:30

    Tem que haver alguma intervenção de países civilizados para parar com essa prática, isso não é cultura, não pode chamar isso de cultura, isso é um crime. Por quê não cortam órgão masculino para eles vêem? Quanta crueldade, talvez seja por isso e por outras práticas até piores que a África é tão castigada por tantas doenças e atraso social, econômico e político.

    • leonardo Postado em 18/Nov/2014 às 19:43

      Fui ironico!!! Isso ai Alex. Tem muita que gente culpa os ocidentais por todos os males do mundo, mas são eles os que mais respeitam as liberdades individuais e os direitos humanos.

  14. JAQUELINE Postado em 18/Nov/2014 às 18:21

    O QUENIA TEM INFLUENCIA ARABE? NÃO CREIO QUE ESSA PRATICA VEM DE AFRICANOS E SIM DE INTERVENÇÕES, ACULTURAÇÃO. ALGUM HISTORIADOR PODE RESPONDER ESSA PERGUNTA? MEMSO QUE VENHA COM ESSE PAPO DE "CULTURA" É UMA VIOLENCIA CONTRA O CORPO DA MULHER! O CLITÓRIS É UM LOCAL DE PRAZER,SENSIBLIDADES...

  15. Danila Postado em 19/Nov/2014 às 10:52

    Para quem disse que devemos respeitar essa cultura, e parar de olhar pela nossa ótica... vai lá e pergunta se essas meninas estão felizes. Pra ser sincera... nem precisa tanto. Olha essas fotos. A resposta é nítida. Isso não tem nada a ver com ritual de passagem. Vai estudar um pouco mais. Isso é mutilação!!! Teve gente que comparou também com a circuncisção judaica. Essa, para quem não sabe, é para garantir o prazer total ao homem (cujo prepúcio do orgão genital na maioria das vezes é "fechado"). Nesse caso o negócio é exatamente o contrário: para privar as mulhes de prazer. Não dá pra comparar nada com esse gesto absurdo.