Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 03/Oct/2014 às 15:19
30
Comentários

The Guardian comenta o favoritismo de Dilma Rousseff

The Guardian: por que Dilma Rousseff ainda é a favorita para vencer as eleições, mesmo com a oposição dos ricos e da aliança de desinformação das grandes mídias nacional e internacional?

dilma the guardian eleições 2014
De acordo com artigo do The Guardian, os 12 anos de avanços sociais e econômicos no Brasil podem garantir a reeleição de Dilma Rousseff (divulgação)

Vinícius Gomes, Revista Fórum

“Quando a candidata Marina Silva ultrapassou a postulante à reeleição Dilma Rousseff algumas semanas atrás, houve enorme empolgação dentro da imprensa de negócios e no mercado financeiro brasileiro”.

Assim Mark Weisbrot, diretor do Center for Economic and Policy Research em Washington DC, iniciou seu texto para o The Guardian sobre a possível reeleição de Dilma nas próximas semanas. Como continua Weisbrot, a sorte parecia favorecer os ricos e poderosos, que estavam prontos para uma mudança após 12 anos de PT, principalmente pela desaceleração econômica do Brasil, muito por conta da recessão mundial desde a crise financeira. “Ainda assim, Rouseff resistiu a cada pancada e agora aparece no topo das intenções de voto tanto no primeiro, como no segundo turno das eleições. Como isso aconteceu?”, ele questiona retoricamente.

Weisbrot argumenta que a vasta maioria dos brasileiros olha para os últimos doze anos e percebem as incríveis mudanças no país. No texto, o britânico cita algumas delas: redução da taxa de pobreza e extrema pobreza em 55% e 65%, respectivamente, por conta do aumento nos gastos sociais – principalmente pelo Bolsa-Família, programa que Weisbrot salienta ser reconhecido internacionalmente; o aumento no salário em 84% desde 2011; a queda no desemprego, que hoje é de 4,9% (em 2003, era 12,3%) e a diminuição na taxa de trabalhadores presos no setor informal da economia: de 22% para 13%.

VEJA TAMBÉM: Por que a mídia escondeu a notícia da redução da pobreza no Brasil?

O número mais significativo, no entanto, é que o PIB per capita no Brasil cresceu em uma média de 2,5% ao ano, desde 2003 até 2014 – três vezes mais do que os oito anos anteriores de presidência tucana com Fernando Henrique Cardoso, “que implementou as políticas do Consenso de Washington”, permanecendo assim “um estadista muito mais preferível [do que Lula e Dilma] na capital dos EUA”. Outro número impressionante apresentado por Weisbrot é que, apesar de possuir uma das sociedades mais desiguais do mundo, 40% da população abaixo da classe média praticamente dobraram sua renda, entre 2003 e 2012.

Por apontar que os pobres foram os que mais se beneficiaram com as transformações na economia brasileira (com aumento salarial, diminuição do desemprego e mais benefícios sociais do que na década passada), Weisbrot explica que a ideia de que o Brasil sob o PT está “no caminho para a ruína” foi alimentada pela mídia nacional – que é em sua maioria contra o governo – e a imprensa internacional. Os argumentos utilizados por ambos é que a economia diminuiu “porque o governo não é suficientemente amigável dos negócios” e por um tema recorrente nas eleições, “de que o Brasil deveria ser mais amigável aos EUA e sua altamente impopular política externa na região”.

Paradoxalmente, Weisbrot argumenta que “a realidade é que a política econômica brasileira, desde o final de 2010, passou a ouvir um pouco demais o mercado financeiro: aumentando as taxas de juros e cortando gastos, quando a economia estava muito fraca”. Para ele, se Dilma vencer será porque a maioria dos brasileiros recebeu muito pelo que votou em 2010 e os brasileiros querem mais. “E eles deveriam, mas provavelmente não optarão por um retorno ao passado”, conclui corretamente o britânico.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Salomon Postado em 03/Oct/2014 às 16:00

    Mark Weisbrot descreveu o abismo que separa as esperanças de um tempo da realidade de outro tempo...

    • nadja Postado em 04/Oct/2014 às 22:30

      isso é que é imprensa ...a ossa ainda é selvagem come com as mãos ainda

  2. krebys Postado em 03/Oct/2014 às 16:49

    Agora vai la tomar o seu todinho com trakinas, q a mamae ta chamando... Duro essa criançada leite com pera da elite aporrinhando em todo lugar...

    • Ricardo Postado em 04/Oct/2014 às 12:38

      Concordo, e uma visão de quwm e de fora, tem credibilidade, diferente desses mediático que se argumenta com memes pela internet

    • joao Postado em 05/Oct/2014 às 16:57

      Maduro é você, que se discordam de ti, fica bracinho e chama de criança.

  3. Gustavo Postado em 04/Oct/2014 às 03:36

    Guilherme, os ricos a apoiam. Os ricos e os rentistas,c omo diz a matéria. Ela escreveu um programa correndo pra dizer tudo que eles queriam ouvir. Se vc não é nenhum desses dois deveria rever seu voto mesmo.. Se vc comprou seu primeiro carro e não vai votar na DIlma é até ingratidão, hahha

    • Jessie Postado em 04/Oct/2014 às 10:56

      Pois num é... Galera diz que comprou carro recentemente é diz que não foi graças a Dilma, e quem foi que diminuiu o IPI mesmo hein?

      • Silney Postado em 04/Oct/2014 às 11:10

        Pior que não agradecer a Dilma é o cara dizer que foi deus que lhe deu....

  4. Daniel Postado em 04/Oct/2014 às 10:48

    Que discursinho chato esse de vcs da direita viu... pode chorar pois DIlma vai vencer novamente!

  5. Julio Postado em 04/Oct/2014 às 10:56

    Votaria no FHC, se fosse candidato.

  6. Silney Costa e Silva Postado em 04/Oct/2014 às 11:06

    Não cara você não é rico, é apenas um oprimido defendendo o opressor, sem saber, lamento ter que lhe trazer a verdade sobre si mesmo, mas é assim, algumas pessoas aplaudem seus "senhores" sem saber que fazem isto, perece uma síndrome ! - uma síndrome parecida com a de Estocolmo.

    • Sylvia Andrade Postado em 04/Oct/2014 às 11:28

      Perfeitoooooooooo

    • renata Postado em 04/Oct/2014 às 16:02

      Arrasou!!!

  7. kleiton Postado em 04/Oct/2014 às 11:09

    Andando de aviao, comprando carro, tv a cabo, viajando exterior, essa classe nao aprende.

    • Gabriel Postado em 04/Oct/2014 às 18:27

      "atingiu o teto da meta" quer dizer que ela está dentro da meta. quer dizer que está controlada. é exatamente isso que quer dizer. só pra lembrar que, em 2001 a inflação era de 7,7% e era considerada uma maravilha pela midia. hoje é 6,5% e virou 'inflação galopante'. isso pra não falar na inflação de 2002, que foi de mais de 12%, só que o psdb diz que a culpa foi da então provável eleição do Lula. o que eu acho uma explicação muito fraca, btw. resumindo, hoje pobre anda de avião SIM, faz faculdade (pública e privada) SIM, compra carro SIM, compra casa SIM. e a inflação está muito bem comportada.

    • PEDRO Postado em 07/Oct/2014 às 22:28

      Guilherme, não é só por causa do crédito, é por causa dos aumentos no salário mínimo, IPI reduzido, redistribuição de renda. E seu pensamento é tipico de classe oprimida que defense o seu senhor. Acha que a inflação deve ser contida proibindo a classe média e baixa de consumir, mas os ricos, esses sim podem andar de avião e comprar a vontade, porque eles não geram inflação. Então das duas uma, ou você é milionário ou é burro.

  8. Oráculo Postado em 04/Oct/2014 às 11:14

    Esse site é comprado só pode... fazendo campanha a essa altura minha gente... não sei porque ainda continuo lendo matéria de vcs, aliás, vou deixar de ler, não vale a pena ser leitor de uma mídia tão tendenciosa, não sou militante, também não acho que o governo PT é um caos, mas vcs vivem enaltecendo as conquistas como se fossem fruto de uma ação exclusiva do PT. O avanço economico nada mais é que fruto de políticas continuadas. Não há uma hegemonia PTista. Eles não são o que há de melhor para o país e já estão a 12 anos no governo, chega!!!!!

    • Isabel Postado em 04/Oct/2014 às 11:48

      O site pode até se comprado mas The Guardian e um jornal Inglês muito respeitado e para os inglês ( bancos), seria melhor fazer publicidade para a Marina e não Dilma!

    • poliana Postado em 05/Oct/2014 às 13:17

      então vaza daki querido. seu lugar é lá no site do fhc...tchau...n vai fazer falta aki! povo chato do caral*&¨%$#!!!!

    • PEDRO Postado em 07/Oct/2014 às 22:29

      Se fala bem da DIlma é midia comprada, se fala bem do Aécio é compromisso com a verdade ?

  9. Antonio Postado em 04/Oct/2014 às 11:17

    Pode nao ser rico, mas é excecao. A maior parte da mídia alimentada pelos empresários e donos das instituicoes financeiras faz ataques a Dilma em troca de fazer campanha pro PSDB. Vc pode nao ser rico, mas vc apóia eles.

  10. Isabel Postado em 04/Oct/2014 às 11:41

    Ou e rico ou pensa somente no umbigo próprio ou e desenformado!

    • Thiago Postado em 04/Oct/2014 às 14:43

      Desenformado????? Lamentável o nível das pessoas... Espero que, ao menos pudessem saber escrever Está aí o crescimento "social" deste governo mentiroso e manipulador

    • Paulo Postado em 04/Oct/2014 às 20:08

      que pena hein thiaguinho? vai ter q engolir mais desigualdade com a eleição da Dilma, vai continuar tendo que pagar toda a CLT para os seus funcionarios, porco elitista.

  11. Otto Lima Postado em 04/Oct/2014 às 12:51

    Típico representante da direita mortadela, também conhecida como direita pão com ovo, formada por alforriados, mucamos e capitães do mato que se julgam superiores aos escravos da lavoura e se chicoteiam em dívidas para fazer pose de sinhô e sinhá, pensando que assim serão aceitos como iguais pelos barões da casa grande.

  12. Cassiano Postado em 04/Oct/2014 às 13:01

    Eles quis dizer que os ricos verdadeiros não apoiam a Dilma. Não está falando de vc necessariamente. Mas dos ricos mesmo que vc sabe que existem. Aqueles que moram na Barra da Tijuca, Alphaville, Morumbi, Batel, etc. Informação mais esmigalhada impossível.

  13. Ellen Postado em 04/Oct/2014 às 16:03

    Concordo com a notícia pq sou pobre, só que agora sou menos pobre que 12 anos atrás. Sou uma pobre que em temor materiais tenho tudo o que era apenas para a classe média. Sou uma pobre com carro na garagem (portão automático), smartfone, notebook, casa reformada, tv por assinatura, etc. Apenas os serviços públicos como saúde e educação não mudam muito, mas isso é de obrigação dos governadores. Além do mais, o pessoa da elite, as 5mil famílias ricas que estão no poder não deixam os deputados votarem em projetos que favoreçam a população pelos seguintes motivos lobistas: 1- Se os serviços públicos forem de qualidade como saúde e educação. Quem vai ficar pagando particular? Ou seja, falência para as famílias ricas que são donas de particulares. 2- Se a segurança melhorar. Quem vai ficar pagando seguro de carro e enriquecendo seguradoras? 3- Se a saúde melhorar, os pobres vão durar mais e ficar mais tempo recebendo aposentadoria. É interessante para o Sistema que o povão trabalhe duro enquanto for jovem (gastando sua saúde para enriquecer a outros) e pague previdência e depois morra o quanto antes ao ficar velho e assim não gerar custos. Isso também contribui para evitar o problema de super população, de modo a sucumbir com os recursos naturais;

  14. Gabriel Postado em 04/Oct/2014 às 18:41

    camarada, inflação de 6,5 é ruim desde quando? em 2001, no graaaande governo FHC, estava em 7,7. em 2002, chegou a mais de 12%. hoje ela está controlada entre 5,5 e 6,5. a política econômica do Brasil é tão ruim que o país conseguiu passar quase ileso pela maior crise econômica mundial desde 1930. se a inflação estivesse em uma subida de, sei lá, 2%, 3% nos últimos anos, eu entenderia o teu pavor, mas estamos com a inflação estagnada em ~6% faz uma década. relaxa aí, brother. fala em lavagem cerebral e usa "...não sei o que Venezuela isso, não sei o que Cuba aquilo...". parece que tem um blogueiro da Veja no teu cérebro. o Brasil saiu, pela primeira vez, do mapa da fome da ONU... cara, eu podia ficar aqui o dia inteiro falando das melhorias que o país passou nos últimos 12 anos, mas tu parece aquele tipo de gente que defende a 'meritocracia' e a máxima 'não dê o peixe, ensine a pescar', mas que nasceu em classe média e nunca passou fome, teve o cursinho pago pela família... aí é fácil falar. enquanto o país estiver melhorando a olhos vistos, sendo reconhecido mundialmente o quão próspero é esse governo, seguirei votando no PT sim. se tu prefere continuar com os dogmas do "PTralha" que a Veja, Globo e essas outras mídias que apoiaram o Golpe Militar imprimiram na tua cabeça, quem não vai perder tempo sou eu. saudações, camarada

    • poliana Postado em 05/Oct/2014 às 13:20

      PERFEITO GABRIEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. PEDRO Postado em 07/Oct/2014 às 22:21

    comprou o carrinho com o IPI reduzido e com os aumentos reais do salário mínimo. Parabéns.