André Falcão
Colunista
Compartilhar
Eleições 2014 08/Oct/2014 às 15:34
12
Comentários

Segundo turno: Agora pode ser ainda mais fácil

Segundo turno. Caberá no segundo turno confrontar a situação do Brasil antes de 2002, notadamente nos governos FHC, com a que o país se transformou a partir da chegada de Lula ao poder, em 2003

Dilma rousseff PT Aecio Neves PSDB
Comparações entre os anos de PSDB e PT no poder serão normais neste segundo turno das eleições 2014

André Falcão*

É que agora restará o embate entre o velho ― como era o Brasil até 2002, notadamente nos governos FHC (1995-1998 e 1999-2002) ― e o novo ― como é o país a partir de 2003, precisamente nos governos LULA (2003-2006 e 2007-2010) e DILMA (2011-2014). E a comparação, aí, diferentemente de quando havia Marina Silva na disputa (ela própria sob alguns aspectos uma incógnita, apesar de suas contradições, que restaram desnudadas, mas até por elas), fica muito mais fácil para formular ao eleitor.

Claro que não me refiro àquela parcela do eleitorado de convicções neoliberais (ou que dizem tê-las, embora pouco ou nada saibam acerca do que seja neoliberalismo) ―, que vota no Aécio Neves sonhando com a volta de um FHC mais jovem, sem a (discutível) veia intelectual que os fascinava, mas com o jeitão bon vivant de playboy mineiro requentador da noite e das praias cariocas que o rapaz tem ―, tampouco ao grupo dos que se dizem desiludidos com o PT, e por isto, alardeando-se indignados (juram de pés juntos, e ainda dando beijinho nos dedos em forma de cruz levados aos lábios), apoiam-se em verdadeira ojeriza a tudo que a ele se refira.

O embate entre o velho e o novo poderá render frutos, sim, mas exatamente entre os desinformados ou os superficialmente manipulados pela mídia e por seus reprodutores de opinião. Aqueles que votam contra, mas estão abertos a conhecer os fatos, e mudar.

Leia aqui todos os textos de André Falcão

Quanto à “corrupção”, por exemplo, ― para aqueles que, escorados na propaganda dos grandes grupos midiáticos, veem o governo Dilma como leniente com sua prática, ou mesmo cúmplice ―, poderá ser facilmente demonstrado o que os governos Dilma e Lula fizeram para combatê-la, e o que era feito no passado.

Observe-se, nesse norte, ainda exemplificativamente, as operações da Polícia Federal (órgão do governo federal) no combate à corrupção. O referido eleitor se surpreenderá ao saber que o número de operações da PF nos governos LULA/DILMA foi, pasme, cinquenta vezes maior do que nos de FHC. Ou em números: enquanto de 2003 a 2014 a PF realizou cerca de 2.220 operações, de 1995 a 2002 não chegaram a 50. Nestas, foram presas 536 pessoas; naquelas, 24.881 indivíduos (políticos, autoridades, milionários). Depois, explique-se a criação da Controladoria Geral da União, o que foi o Engavetador-Geral da República e jogue-se luzes sobre os escândalos tão bem submetidos à impunidade e à penumbra da grande mídia (Reeleição, Privataria Tucana…). Daí, vai-se a Minas.

O eleitor saberá agradecer.

*André Falcão é advogado e autor do Blog do André Falcão. Escreve semanalmente para Pragmatismo Político

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Jair Postado em 08/Oct/2014 às 16:02

    Esse é o verdadeiro choque do jeitão do arrocho: http://mudamais.com/divulgue-verdade/choque-de-gestao-de-aecio-em-mg-menos-recursos-em-saude-e-educacao-e-mais

  2. Salomon Postado em 08/Oct/2014 às 16:03

    Esse texto revela a regressão política do Brasil. Regressão causada pela pertubação por pânico da grande mídia. Essa eleição tem que ser conduzida de modo a fechar a porta a esses elementos emocionais, preconceituosos e psicanalíticos dos que querem de volta os juros altos, a recessão, o desemprego, a impunidade, a inflação, o racionamento de energia e outras tantas desgraças.

  3. Pablo Postado em 08/Oct/2014 às 16:28

    Sobre os números da polícia eu creio que terão uma aplicabilidade muito baixa. Poucos são os eleitores de lá que "querem ver". E há uma certa "fragilidade intelectual" numa grande parcela também. Conheço alguns ( senão todos ) que dirão que "foi merecido", ou que "não houve ação porque não tinha o que combater", e bobagens semelhantes. Já houvi isso sobre o gráfico do manchetômetro!!

  4. Thiago Postado em 08/Oct/2014 às 17:40

    Eu gostaria de ter tempo para contra argumentar, mas como não voto em Áecio, não vou perder meu tempo. Criticar Constantino e escrever desta forma é fácil! Um bom político não precisa ser intelectual se ele for Lula, não precisar ser bon vivant e gostar de uma bebida alcoólica, se ele for Lula. Mas se ele for mineiro e ainda mais tiver o risco de derrubar Dilma ... ele é tudo de ruim e mais um pouco ... espera mais desse blog. Desafio a escrever um artigo mostrando o lado positivo de eleger Áecio, se tiver sem criatividade, procure Renato Janine Ribeiro, que mesmo sendo de esquerda e votando no PT é muito mais lúcido! []s

    • poliana Postado em 08/Oct/2014 às 18:48

      Qual seria o lado positivo de se eleger aecio neves e o psdb? Indaga tua memória e volta um pouco num passado não tão distante, e veja o país nas mãos de fhc? Eh o estado mínimo e as privatizações q vc quer de volta? A submissão aos interesses dos eua? Os emprestimos constantes ao fmi? Me cite ao menos uma coisa boa q aecio fez por seu estado, minas gerais? Aliás, n foi em minas q o programa do psdb alegou q ele tinha 92% de aprovação do povo mineiro? No entanto perdeu pro pt logo no 1* turno o governo do estado. E na eleição presidencial, sequer ficou a frente em seu proprio berço político! Então, thiago, eu te perguntou: qual seria o lado "bom" de se eleger o aecio? Apenas a alternância de poder?

      • Thiago Postado em 09/Oct/2014 às 13:27

        Poliana são muitas perguntas. Mas vejo que vc só procura se informar a respeito dos aspectos positivos do seu candidato e dos aspectos negativo do adversário. Isso pode influenciar sua capacidade de avaliar os pontos positivos de Áecio. Como eu falei ainda não decidi meu voto, mas já li bastante a respeito do candidato. Não vou falar de FHC porque acho que o PT resolveu que ia criminalizar ele por conta dos ajuste que ele fez no estado brasileiro. Agora eu pergunto se não fosse FHC será que Lula teria feito tudo que ele fez? Ainda mais ... se Lula tivesse sido eleito antes, será que ele teria resolvido o problema da inflação e do controle de gastos do estado? FHC pegou uma batata quente, pode ter exagerado na dose, mas resolveu alguma coisa. Fez um bocado de besteira! Privatizou a preço de banana empresas públicas ... Não nego que tenha seus defeitos. Mas vamos falar de Áecio, leia um pouco sobre o governo dele: http://aecio-neves-2003-2010.com.br/ depois a gente se aprofunda nos detalhes. Vc está esquecendo que Áecio saiu do governo a 4 anos e elegeu seu sucessor, hoje senador Anastasia. Da mesma forma que acho saudável a alternância de poder em Minas acho interessante a alternância de poder no cenário nacional. O lado bom existe, nos dois lados, e eu não estou pensando só em mim. Como funcionário público sei que vou passar alguns anos sem aumento com um possível vitória de Áecio. Vamos em frente ... ainda temos alguns dias para apreciar cada candidato. Sei que não vou convencer vc a votar em ninguém, até pq vc já se decidiu. Mas o meu objetivo não é esse, é apenas fazer as pessoas refletirem. Essa semana estava na academia e as pessoas esculhambando o PT que não fazia nada, bla, bla, bla ... eu fui o único a questionar. Falei que tinha feito muita coisa, que vários programas do governo têm escala e atendem a população. Acha que eu tinha intenção de mudar o voto de alguém? Impossível! Queria apenas que as pessoas refletissem um pouco mais antes de chegar a conclusão que ninguém presta só pq não é do partido que apoio. []´s

      • poliana Postado em 09/Oct/2014 às 18:53

        thiago, continuo indagando-lhe: qual seria o lado bom de eleger aécio? vc é mineiro? apenas leia esse depoimento de uma professora mineira a respeito do governo aécio: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/10/professores-de-minas-alertam-sobre-riscos-de-eleger-aecio-neves.html

  5. eduardo Postado em 08/Oct/2014 às 22:16

    já procurei e não achei a razão que o adversário de Dilma quis censurar o GOOGLE.... vocês sabem porque????

  6. ademar Postado em 09/Oct/2014 às 08:31

    André Falcão critica FHC, mas acho que na verdade ele nutri uma admiração secreta pelo ex-presidente, inclusive imitando suas atitudes, FHC disse que os eleitores de Dilma e do PT são mal informados, André acaba de fazer o mesmo aqui ao revez, sempre com sua sempre humildade, como quem diz: vocês não sabem de nada, leiam meus textos e as luzes se abrirão.

  7. Carla Postado em 09/Oct/2014 às 21:17

    Não dá para entender como tem gente que ainda vota no PSDB depois de todo horror que o PSDB fez o povo passar até 2002. E o pior é saber que Aécioporto é igual ao FHC, afinal foi enxotado de Minas no primeiro turno, e pelo PT ainda. Aproveitem os poucos dias de vida boa pois com PSDB fome e miséria predominam, é o governo que institucionaliza a pobreza e combate com unhas e dentes a classe média.

  8. Onda Vermelha Postado em 10/Oct/2014 às 10:36

    Hehehe! A versão do Alberto Youssef de que a pauta do Congresso Nacional foi trancada para pressionar o Lula para a nomeação do Paulo Roberto Costa já caiu por terra porque a pauta no período não foi trancada por 90 dias. Muito pelo contrário, está repleta de votações! Inclusive de emendas que exigiam quórum altíssimo e inúmeras Medidas Provisórias de interesse do executivo foram aprovadas. O mentiroso vai ter que arranjar outra versão para justificar suas falcatruas. Resta saber se o "isento" JN da Rede Globo hoje irá apresentar essa contradição. Duvide-o-dó! Aliás, se essa parte do depoimento é falso, o que nos garante que o restante é verdadeiro?

  9. Carlos N Mendes Postado em 14/Oct/2014 às 22:12

    Vejo muito por aí, 'sou a favor da alternância de poder'... O quê que é isso! Algum tipo de desfile de moda? Politica tratada na base do superficialismo fashion parece artigo da 'Cláudia': chegou o tempo da estampa de flores... Tentando simplificar o altamente complexo: interromper o processo de construção de uma sociedade mais equalitária agora jogará o país 7, 8 anos no passado. Destruir o que foi edificado (muito imperfeitamente, diga-se de passagem) nesses 3 mandatos do PT seria de uma facilidade quase infantil para o PSDB. E não tenham dúvida alguma, eles retomariam seu tatcherismo stalinista no ponto onde deixaram, e com a avidez de quem acha que não terã amanhã. Não se trata de show de moda, é Shiva querendo zerar a conta dos karmas tupiniquins.