Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 09/Oct/2014 às 11:04
39
Comentários

Jean Wyllys: 5 razões para votar em Dilma no 2º turno

O deputado reeleito pelo PSOL Jean Wyllys divulgou carta aberta intitulada “para além do muro (ou por que Dilma agora)” apontando 5 razões pelas quais votará na atual presidente no 2º turno das eleições

jean wyllys dilma aécio 2014
O deputado Jean Wyllys explicou o voto em Dilma e apontou inúmeros razões para não votar em Aécio (divulgação)

O deputado federal reeleito pelo PSOL do Rio de Janeiro, Jean Wyllys, declarou seu voto a presidente Dilma Rousseff em uma carta publicada no Facebook. Ele diz que o presidenciável tucano Aécio Neves representa o retrocesso. Leia a seguir:

Carta para além do muro (ou por que Dilma agora)

O muro não é meu lugar, definitivamente. Nunca gostei de muros, nem dos reais nem dos imaginários ou metafóricos. Sempre preferi as pontes ou as portas e janelas abertas, reais ou imaginárias. Estas representam a comunicação e, logo, o entendimento. Mas quando, infelizmente, no lugar delas se ergue um muro, não posso tentar me equilibrar sobre ele. O certo é avaliar com discernimento e escolher o lado do muro que está mais de acordo com o que se espera da vida. O correto é tomar posição; posicionar-se mesmo que a posição tomada não seja a ideal, mas a mais próxima disso. Jamais lavar as mãos como Pilatos — o que custou a execução de Jesus — nem sugerir dividir o bebê disputado por duas mães ao meio.

Sei que cada escolha é uma renúncia. E, por isso, estou preparado para os insultos e ataques dos que gostariam que eu fizesse escolha semelhante às suas.

Por respeito à democracia interna do meu partido, aguardei a deliberação da direção nacional para dividir, com vocês, minha posição sobre o segundo turno. E agora que o PSOL já se expressou, eu também o faço.

Antes de mais nada, quero dizer que estou muito feliz e orgulhoso pelo papel cumprido ao longo de toda a campanha por Luciana Genro. Jamais um/a candidato/a presidencial tinha assumido em todos os debates, entrevistas e discursos — e, sobretudo, no programa de governo apresentado — um compromisso tão claro com a defesa dos direitos humanos de todos e todas. Luciana foi a primeira candidata a falar as palavras “transfobia” e “homofobia” num debate presidencial, além de defender abertamente o casamento civil igualitário, a lei de identidade de gênero e a criminalização da homofobia nos termos em que eu mesmo a defendo; mas também foi a primeira a defender, sem eufemismos, as legalizações do aborto e da maconha como meios eficazes de reduzir a mortalidade da população pobre e negra, a taxação das grandes fortunas, a desmilitarização da polícia e outras pautas que considero fundamentais. O PSOL saiu da eleição fortalecido.

Agora, no segundo turno, a eleição é entre os dois candidatos que a população escolheu: Dilma Rousseff e Aécio Neves. E eu não vou fugir dessa escolha porque, embora tenha fortes críticas a ambos, acredito que existam diferenças importantes entre eles.

A candidatura de Aécio Neves – com o provável apoio de Marina Silva (e o já declarado apoio dos fundamentalistas MAL-AFAIA e pastor Everaldo; do ultra-reacionário Levy Fidélix; da quadrilha de difamadores fascistas que tem por sobrenome Bolsonaro e do PSB dos pastores obscurantistas Eurico e Isidoro) – representa um retrocesso: conservadorismo moral, política econômica ultra-liberal, menos políticas sociais e de inclusão, mais criminalização dos movimentos sociais, mais corrupção (sim, ao contrário do que sugere parte da imprensa, o PT é um partido menos enredado em esquemas de corrupção que o PSDB) e mais repressão à dissidência política e menos direitos civis.

Mesmo com todos as críticas que eu fiz, faço e continuarei fazendo aos governos do PT, a memória da época do tucanato me lembra o quanto tudo pode piorar. Por outro lado, Aécio representa uma coligação de partidos de ultra-direita, com uma base ainda mais conservadora que a do governo Dilma no parlamento. Esse alinhamento político-ideológico à direita entre Executivo e Legislativo é um perigo para a democracia!

Vocês que acompanham meus posicionamentos no Congresso, na imprensa e aqui sabem o quanto eu fui crítico, durante estes quatro anos, das claudicações e recuos do governo Dilma e do tipo de governabilidade que o PT construiu. Mas sabem também que eu tenho horror a esse anti-petismo de leitor da revista marrom, por seu conteúdo udenista, fundamentalista religioso, classista e ultra-liberal em matéria econômico-social. Considero-o uma ameaça às conquistas já feitas, que não são todas as que eu desejo, mas existem e são importantes, principalmente para os mais pobres. As manifestações de racismo e classismo que eu vi nos últimos dias nas redes sociais contra o povo nordestino, do qual faço parte como baiano radicado no Rio, mais ainda me horrorizam!

Por isso, avançando um pouco em relação à posição da direção nacional do PSOL, que declarou “Nenhum voto em Aécio”, eu declaro que, nesse segundo turno das eleições, eu voto em Dilma e a apóio, mesmo assegurando a vocês, desde já, que farei oposição à esquerda ao seu governo (logo, uma oposição pautada na justiça, na ética, nas minhas convicções e no republicanismo), apoiando aquilo que é coerente com as bandeiras que defendo e me opondo ao que considero contrário aos interesses da população em geral e daqueles que eu represento no Congresso, como sempre fiz.

VEJA TAMBÉM: PSOL libera militantes, mas desaconselha voto em Aécio Neves

Hoje, antes de dividir estas palavras com vocês, entrei em contato com a coordenação de campanha da presidenta Dilma para antecipar minha posição e cobrar, dela, um compromisso claro com agendas mínimas que são muito caras a mim e a [email protected] @s que me confiaram seu voto.

E a presidenta Dilma, após argumentar que pouco avançou na garantia de direitos humanos de minorias porque, no primeiro mandato, teve de levar em conta o equilíbrio de forças em sua base e priorizar as políticas sociais mais urgentes, garantiu que, dessa vez, vai:

1. fazer todos os esforços que lhe cabem como presidenta para convencer sua base a criminalizar a homofobia em consonância com a defesa de um estado penal mínimo;

2. fazer todos os esforços que lhe cabem como presidenta para mobilizar sua base no Legislativo para legalizar algo que já é uma realidade jurídica: o casamento CIVIL igualitário. (Ela ressaltou, contudo, que vai tranquilizar os religiosos de que jamais fará qualquer ação no sentido de constranger igrejas a realizarem cerimônias de casamento; a presidenta deixou claro que seu compromisso é com a legalização do CASAMENTO CIVIL – aquele que pode ser dissolvido pelo divórcio – entre pessoas do mesmo sexo);

3. fazer maior investimento de recursos nas políticas de prevenção e tratamento das DSTs/AIDS, levando em conta as populações mais vulneráveis à doença;

4. dar maior atenção às reivindicações dos povos indígenas, conciliando o atendimento a essas reivindicações com o desenvolvimento sustentável;

5. e implementar o PNE – Plano Nacional de Educação – de modo a assegurar a todos e todas uma educação inclusiva de qualidade, sem discriminações às pessoas com deficiências físicas e cognitivas, LGBTs e adeptos de religiões minoritárias, como as religiões de matriz africana.

Por tudo isso, sobretudo por causa desse compromisso, eu voto em Dilma e apoio sua reeleição. Se ela não cumprir, serei o primeiro a cobrar junto a vocês!

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Danila Postado em 09/Oct/2014 às 10:27

    Ahhh sim, claro!! Ela não conseguiu "fazer todos os esforços que lhe cabem como presidenta" nos últimos 4 anos. Mas agora tudo será diferente, afinal... terá que convencer a bancada "mais conservadora dos últimos tempos". Ahan, sei!!!

    • Rodrigo Giraldi Postado em 09/Oct/2014 às 10:36

      Danila, e você acha que Aécio conseguiria? Ele faria pior, irá ignorar qualquer causa progressista que não seja de interesse da direita.

    • Peterson Silva Postado em 09/Oct/2014 às 10:39

      Toda essa última parte da carta poderia ser resumida em: eu sei que tá foda, mas o PSDB é pior. Ela pode não cumprir, mas o que você espera do Aécio?

    • Seu Zé Postado em 09/Oct/2014 às 10:56

      Certamente o Aécio fará, né?

    • Danila Postado em 09/Oct/2014 às 11:37

      Rodrigo, Peterson e Seu Zé... o comentário de vcs resumem bem nossa situação atual: pra justificar o voto em "fulano", criticamos o "sicrano". Isso é triste. E respondendo à vcs... ele terá que cumprir suas promessas, e não essas q são da Dilma. Deixo claro q não acho q ele seja boa opção, mas não sou inocente de acreditar em todas essas promessas pré 2° turno. Estamos para escolher entre o sujo e o mal lavado. E sinceramente: ainda não me decidi.

      • Rosangela Coelho Postado em 09/Oct/2014 às 12:51

        Danila, tenho certeza de que você é uma pessoa inteligente, capacitada e terá um olhar carinhoso para o nosso povo brasileiro, não permitindo que o pouco consigo não seja desfeito...vamos ter esperança para que o nosso Brasil possar melhor sempre mais...pense com carinho,querida...bjo

      • Camila Postado em 09/Oct/2014 às 13:08

        Deixa de hipocrisia, Danila!Diz que nós pra justificarmos o voto em "fulano", criticamos o "sicrano". Vocês da oposição ao governo são os primeiros a isso. O que me diz da hastag: #ForaDilmaeleveoPTjunto? E que pela "lambança" dela votam em Aécio, pela mudança e bla-bla-bla? Me poupe! Pra vocês (a maioria), pouco importa o plano de governo de Aécio, o negocio é tirar Dilma. E vem aqui falar que é triste justificar o voto em fulano, criticanco sicrano? Senta lá! (já encheu o saco essa de #foracorrupção #foraDilma quando pouquissimos argumentos coerentes levam de fato a votarem a Aecio pelos seus projetos.) Me poupe também dessa de mudança... Aecio (a não ser por intervenção divina em sua gestão) será sim um retrocesso.

      • Camila Postado em 09/Oct/2014 às 13:11

        Honestamente, voto em Dilma mas com certeza ela não cumprirá 100% tudo isso! Porém uma coisa é certa: Aécio, se cumprir é 10% e olhe lá... Então voto em que me dá um pouco mais de confiança ou segurança, e não em quem não me traz nenhuma.

      • Mercia Postado em 09/Oct/2014 às 14:16

        Quem estudar a história desse país nunca votará em 45!

      • KARINA BB Postado em 09/Oct/2014 às 17:08

        Camila,,,,Danila é um caso perdido Nao da pra argumentar com ela,é uma pessoa que se acha superior a todos aqui,planando soberana e inteligente enqto nos somos todos burros e idiotas

      • Vânia Postado em 09/Oct/2014 às 17:58

        Danila, estamos todos juntos nisso. Mas procure avaliar que no meio desse governo corrupto o tanto de gente que foi beneficiada? Quanta coisa foi feita para as pessoas que realmente precisavam? Tem um ditado popular que cabe bem ao momento: Dos males o menor. Abs e boa sorte na sua decisão.

    • Danila Postado em 09/Oct/2014 às 17:02

      Camila eu não me referi à eleitores desse ou daquele partido. Eu falei num modo geral. Quem vota 45 justifica isso criticando a Dilma e o PT. E quem vota 13... fala mal do Aécio e PSDB. É só uma contatação. Nossos políticos estão tão desqualificados que só nos resta criticar o outro.

      • Eva Postado em 09/Oct/2014 às 17:46

        Danila, eu sou estudante de história e aprendi o que significa liberalismo, estado mínimo e meritocracia. Mas, não me engano, há muitos estudantes de história que votarão no 45. Acredito que seja uma questão de caráter. Quem, em sã consciência, sendo assalariado, quer outro tempo de liberalismo?

    • Fátima Tardelli Belegante Postado em 09/Oct/2014 às 17:32

      Existe uma grande diferença entre conseguir e tentar; Dilma compromete-se a tentar, mas sabemos que quaisquer êxitos dependem, também, do Congresso Nacional. Devemos, portanto, tomar cuidado e mensurar as reais possibilidades de êxito nessa tentativa, haja vista termos eleito o congresso mais conservador desde 1964. Todavia, imperioso anotar, também, que Dilma tentará, enquanto que seu opositor possível e provavelmente não fará esforço algum neste sentido, já que compromisso algum tem com as minorias. Nossa escolha, portanto, se restringe a: quem tem a potência de fazer O PIOR? Os apoiadores de Aécio dão a resposta.

  2. Felipe Peters Berchielli Postado em 09/Oct/2014 às 10:37

    Excelente carta,penso mais ou menos da mesma forma,entre Aécio e Dilma,prefiro Dilma com restrições,é importante ele ter ressaltado o anti-petismo latente e que vai fazer oposição mesmo votando na Dilma no segundo turno.

  3. Rogerio Postado em 09/Oct/2014 às 10:42

    Danila, sempre haverá o que fazer. Em 4 anos não se faz tudo... Sempre surgem novas demandas.

    • Weslei Prado Postado em 09/Oct/2014 às 11:37

      O que são 12 comparado com 24 de SP né? Aliás, nas minhas contas, 8 de presidência e mais 24 de governo estadual são 32 anos sem ao menos OLHAR pra classe menos favorecida. Procure pesquisar quantas UNIVERSIDADES foi fundada dentre esses 12 anos, agora pega os 8 (antecedente aos 12 anos) e os 24 (incompletos) e veja quantas "míseras" (MÍSERAS ENTRE ASPAS) escolas - eu disse ESCOLAS - foram feitas.

    • Fellipe Postado em 09/Oct/2014 às 12:18

      No governo do PT foi aprovado casamento civil igualitário, o que já é um grande avanço! Aprovação esta, que o PSDB foi categoricamente contra.

  4. Áurea Braz Postado em 09/Oct/2014 às 10:48

    As pessoas estão cegas? Por mais que tudo se mostre de forma clara não adianta. Só ouvem suas próprias mentes obtusas e manipuladas. Posturas como a de Jean Willis me estimulam a continuar votando. O conservadorismo bate à porta do mundo e ninguém pode votar só por ser contra. O deputado valoriza cada dia mais os votos que recebeu. Vamos acompanhar e dar apoio à oposição que vem em benefiício do povo. Aécio Never!

  5. julio cesar montenegro Postado em 09/Oct/2014 às 11:00

    comparo as ponderações do jean com o histerismo dos golpistas-udenistas-colonialistas-globalizados-INvejoSOS anti petistas

  6. sleiman Postado em 09/Oct/2014 às 11:06

    Que a vida nos seja leve... Apesar da ignorância dos milhares que vociferam repetindo a frase "o país precisa de mudança". Oxalá os que representam a verdadeira mudança não permitam, no congresso, que o retrocesso seja mais intenso do que as centenas de conquistas promovidas pelo Partido dos Trabalhadores.

    • Doris Postado em 10/Oct/2014 às 15:28

      Gente Não sou PT nem PSDB mas deviam investigar quem foi este Aécio para o bem dos brasileiros !!( Sugestão Amaury Ribeiro Jr. solta o verbo) escreveu o livro que não o deixam publicar !!Só acessar no Google. O jornal francês Le monde dá informação do Brasil que os jornais daqui não fornecem a população inclusive da Privataria Tucana é de arrepiar !!!! Desejo sorte a todos

  7. Olga Postado em 09/Oct/2014 às 11:07

    É logico que depois de tantos e tantos anos de governos de direita, ditadura, conservadorismo, tem muitas coisas para se fazer e arrumar...o tempo não da mesmo depois dos governos do Lula y Dilma, 12 anos são poucos para recuperar, fazer e consertar tantos anos de desfeito, descaso, omissão...Eu sinto também que falta ainda muito para fazer, mais reconheço que Dilma esta no caminho, fazendo, trabalhando, querendo mais para o povo. Quem não entender isto, fica perdido querendo sem saber o que quer!! fazendo escolhas a cegas, para se arrepender depois, escolhendo por descarte mais sem consciência do que escolhe!!!.

  8. Marisa Postado em 09/Oct/2014 às 11:14

    Olhe, respeito a liberdade ideológica do sr. Jean. Porém, acho estranho ele confiar em promessas de uma pessoa, a sra. Dilma, tão enredada nas manobras de um partido que, desde 2002, vem sujando o Brasil com níveis de corrupção jamais encontrados. Acho prudente que o sr. Jean tenha tais promessas por escrito, como assim o fazemos em qualquer contrato, vez que a sra. Dilma já teve 4 anos para `` consertar´´ o País, logo após o mandato do sr. Lula, que também o ``consertou´´ em 8 anos....

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 09/Oct/2014 às 12:31

      Se ler o texto todo verá que se ela não cumprir ele a cobrará como ja cobra o PT.

    • Simone Souza Postado em 09/Oct/2014 às 12:49

      MARISA é importante lembrar que se é como vc mesmo diz: " níveis de corrupção jamais encontrados", certamente não é que eles jamais tenham existido e sim por que antes destes 12 anos o Brasil sempre esteve nas mãos da mesma panelinha, que não tinha interesse algum que as falcatruas de seus partidos e aliados fossem descobertas pelo povo então jogavam tudo pra de baixo do tapete. Como agora o governo é do PT, esses que agora estão afastados do poder central fazem questão de apontar todas as corrupções, que digo sem medo, realmente existem, porém não menos do que sempre existiu desde que Brasil é Brasil!

    • poliana Postado em 09/Oct/2014 às 18:18

      mais uma leitora da veja! lamentável! qta ignorância!

  9. Erico Postado em 09/Oct/2014 às 12:01

    Falou o super decente, esse dai defendeu o salario dos deputados em entrevista dizendo a seguinte perola "não acho que deputado ganhe muito, pois o que ganho tirando contribuições e impostos são uns 15 mil reais, não acho que seja muito, já que como professor carreirista eu iria ganhar isso"( que professor ganha 15 mil reais liquido ou 22 mil reais bruto), ele esqueceu também de dizer que com as verbas de gabinete ele não gasta com nada, alimentação e tudo no cartão pago pelo governo, gasolina também e aluguel de moradia idem, alem do que sabemos que os senhores deputados trabalhão somente dois dias a três no máximo na semana, fora que todo mundo sabe por exemplos de alguns deputados honestos que essa verba de gabinete é estratosférica, se for usada corretamente ela sobra e muito, esse é só mais um que gosta de mamar nas tetas do governo!

  10. KARINA BB Postado em 09/Oct/2014 às 12:19

    Jean willys sempre coerente....boa sorte deputado,sera uma guerra mais sangrenta o que vc ira enfrentar no atual congresso ,repleto do mais puro fascismo,nazismo e conservadorismo hipocrita das bancadas que la estão,,BOA SORTE JEAN

  11. Gabriel Postado em 09/Oct/2014 às 12:24

    Não há mais o que fazer! Aécio NEVER!

  12. Sandra Postado em 09/Oct/2014 às 12:35

    De todo o texto, o que mais chamou minha atenção foi essa frase: "sim, ao contrário do que sugere a imprensa, o PT é um partido menos enredado em esquemas de corrupção que o PSDB). Parabéns, pela coragem de dizer. Não precisamos retroceder à época do FHC. Quem vive sob os governos tucanos sabem muito bem o que é isso. Em Minas, passem um pente fino na copasa, cemig, mineirão, mas infelizmente aqui o Judiciário não funciona, pelo menos por enquanto. Não sei se vai mudar, mas tenho esperança. Acho muito triste as pessoas enxergarem as coisas boas que foram feitas em 12 anos apenas ( ignorados durante 500 anos), mas votarem em outro candidato só porque não é do PT. Falar que o PSDB tem retrospectivas favoráveis de governo, onde? quando? É só mostrar. Um exemplo: o que tem para ser mostrado em Minas: 96 mil servidores efetivados sem concurso público, 4 bilhões desviado da saúde, aeroportos particulares, educação/saúde de má qualidade, inúmeros cargos comissionados nos serviços públicos, greves decretadas inconstitucionais pelos desembargadores, não há apuração dos fatos, o que dizer da imprensa mineira, questão das drogas. É isto que eu quero para o Brasil? Por favor, façam uma reflexão. Os mineiros foram sacrificados, mas vamos deixar isso acontecer com o Brasil.

    • Elisa Maria Postado em 09/Oct/2014 às 21:50

      Parabéns Sandra, sou mineira, vivo aqui e o que vi desde Eduardo Azeredo até a atual in-gestão PSDB foi a corrupção, o uso da máquina pública em favor dos mandatários do dito partido, o retrocesso, a mordaça na imprensa, a privataria... Também sempre digo que a corrupção, as grandes oportunidades, a grande fatia da economia para poucos nos acompanham a 500 anos, e quando, em 12 anos, as coisas são mais bem distribuídas, os pseudo classe-média e elite se mordem de raiva afinal, tudo que foi produzido nesse país sempre ficou para eles. Por isso, AEcin Never, o negócio é Dilma!! 13eijos!

  13. Sandra Postado em 09/Oct/2014 às 12:54

    A democratização não acontece como um todo. Não tem como. Melhorias foram feitas. Olhem a situação dos deficientes, que nunca tiveram seus direitos reconhecidos. Avançou, mas ainda tem muito para ser feito. Concursos públicos federais, olhem a quantidade que foram feitos nos últimos anos. Nos governos anteriores esses cargos eram apadrinhados. Temos melhorias em várias questões, que o pessoal nem lembra como era antes. Agora, é logico que não acontece tudo de uma vez. Mas cada um pode olhar para si e vê que a sua vida melhorou e que os seus direitos hoje são mais respeitados. O que não acontecia antes.

  14. FERNANDA HENRIQUE Postado em 09/Oct/2014 às 14:25

    JEAN FELIZ POR SUA POSIÇÃO E SUAS PALAVRAS , FELIZ EM SABER QUE O NOSSO PAÍS TEM POLÍTICOS RESPONSÁVEIS COMO VOCÊ. NO DIA 26 ALÉM DE EXERCER NOSSO DIREITO, TEMOS A RESPONSABILIDADE DE VOTAR EM QUEM TEM COMPROMISSO COM O NOSSO PAÍS. PARABÉNS POR TRANSFORMAR O SEU VOTO EM POESIA E RESPONSABILIDADE. NO PRIMEIRO TURNO TAMBÉM PEDI AOS AMIGOS QUE TINHAM DIVERGÊNCIAS COM O MEU PARTIDO ( PT) VOTAREM EM LUCIANA GENRO LEGITIMA REPRESENTANTE DAS POLITICAS AFIRMATIVAS. FERNANDA HENRIQUE

  15. lucia Postado em 09/Oct/2014 às 14:57

    Fico impressionada quando vejo alguem defendendo o PS DB, com o argumento ref . Corrupçao..eh muita falta de conhecimeno ,ou ma fe...va ao google e veja ranking da corrupçao. e ficha sujas..dados TSE...vai se surpreender. O primeiro da lista eh o DEM, o segundo eh PMDB o terceiro eh o PSDB. e so em nono llugar esta o PT..,Aecio da um Aeroporto. De 14 milhoes de presente ao Tio, e ainda paga um milhao por isso...e o corrupto eh Dilma. Aecio roubou mais de 4 bilhoes da saude de Minas. Mas Dilma e que eh corrupta? Aecio e tao bom que perdeu em Minas pra Dilma e perdeu para o PT o governo do Estado. Se Minas conhece Aecio e nao o quer, por que vou querer ? O odio ao PT nao pode ser maior que razoabilidade...

  16. rosangela Postado em 09/Oct/2014 às 15:25

    e o que foi que o Aécio Never fez em 8 anos no governo de Minas? E depois mais 4 com o seu vice Anastasia? Vcs n sabem de nada pq não são daqui. Esse Never é um Coronelzin. Todas as obras estruturantes que tem em Minas é repasse do governo Federal e esses incompetentes ainda fazem obra de papel como a do viaduto da copa em BH, caiu como farinha molhada. Esse impostor e impositor e sua turma só ferrou os funcionários públicos de Minas. Bem feito! Demos o troco ao Aecioporto.

  17. André CdE Postado em 12/Oct/2014 às 23:12

    É esse aí que acha que ganha pouco e compara o salário dele ao de um executivo de empresa privada? Nosso dinheiro realmente é capim e esse cidadão é o retrato da vermelhada: hipócrita, lobo em pele de cordeiro. Obs: se apagarem meu comentário de novo, colocarei de novo.

  18. eu daqui Postado em 13/Oct/2014 às 09:27

    BASTA UMA RAZÃO PRA VOTAR NELA: O OUTRO, ELE, É AINDA PIOR.

  19. Gianni Postado em 13/Oct/2014 às 11:13

    Como se estes 5 motivos fossem suficiente para ofuscar e apagar os escândalos de corrupção que envolvem o PT. Desculpe, sou Gay e não vejo a Dilma como uma figura representativa em favor da classe LGBT. Até porque o PT está há 12 anos no governo e nunca se falou em políticas deste gênero. Esse discurso de favorecer a classe LGBT é mais que eleitoral, é falso! Não votei no Aécio no 1º turno, mas voto no 2°. Infelizmente e felizmente ele é no momento, a única oportunidade de varrer essa corja de bandidos que estão por traz do PT. A cada dia um escândalo de corrupção na mídia, tá mais que vergonhoso, está acabando com a misera credibilidade do País interna e externamente. Dizer que o PSDB defende somente os ricos e o PT defende os pobres é argumento de ignorante. Os empréstimos que o atual governo (PT) fez e faz para as grandes empreiteiras e consórcios com taxas mínimas e longos períodos para pagar, só retrata cara que este partido, o PT ajuda os ricos. Óbvio, que em troca de financiamento de campanhas e apoio politico. Mas infelizmente essa lógica é complicada para o povo entender. Argumentar com o discurso de direita e esquerda também não cola, já que o PT há anos passou a ser partido centro-direita, tendo em vista que os seus beneficiários (grandes empresas, fazendeiros, empreiteiras e tudo mais) estão se perpetuando cada vez mais. Seriam necessários ao menos uns 10.000 motivos, ou seja, impossível no caso do PT.