Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 12/Sep/2014 às 20:38
53
Comentários

Torcedora do Grêmio tem casa incendiada: justiçamento não é solução

Casa da torcedora do Grêmio foi incendiada nesta sexta-feira. Patrícia Moreira ganhou as manchetes após ser flagrada proferindo xingamento racista contra goleiro do Santos

torcedora grêmio casa incendiada
Casa da torcedora do Grêmio Patrícia Moreira foi incendiada nesta sexta-feira (12) | Edição: Pragmatismo Político

Glauco Faria, Blog do Rovai

Há pouco a casa onde residia a torcedora do Grêmio Patrícia Moreira foi incendiada. Ela foi uma das autoras dos insultos racistas contra o goleiro do Santos Aranha, episódio que se tornou símbolo da luta contra o racismo no futebol e na sociedade em geral.

O racismo é algo inominável, mas o justiçamento e o linchamento também são. Assim como a prática do racismo, é o tipo de atitude que desumaniza, na qual não se enxerga o outro.

VEJA TAMBÉM: Por que é racismo chamar um negro de macaco?

Patricia, assim que seu ato foi descoberto e divulgado, passou a receber toda sorte de insultos, muitos deles preconceituosos, machistas, sexistas, e que atingiam não só a ela, mas a todas as mulheres. Sua família também passou a ser alvo, já que, para uma parte da sociedade, não basta condenar alguém. É preciso que todos os que estão próximos paguem por isso.

Os agressores virtuais de Patricia Moreira não eram militantes dos direitos humanos. Como não devem ser aqueles que incendiaram sua casa. Eram pessoas que têm por hábito linchar. Não querem justiça, querem justiçamento.

Parte dessa sede pela agressão como forma de justiça é alimentada pela própria mídia tradicional, que incentiva esse comportamento por meio de seus e suas “Sherazades”. A mesma mídia que, nesse episódio, ao invés de aproveitar o momento e discutir o racismo, preferiu o caminho fácil da espetacularização.

Nessa história, o único correto parece ser o goleiro Aranha. Denunciou quando foi preciso, registrou a ocorrência e se recusou a colaborar com a tentativa de transformar um caso triste em espetáculo, rejeitando um encontro com Patricia e destacando que a perdoava, mas que exigia que ela respondesse ao que fez legalmente. Legalmente. Parece que essa parte muitos não ouviram. São os que costumam não escutar nunca.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. mario Postado em 12/Sep/2014 às 20:52

    BEM FEITO PARA ESSA BURGUESA representante das eiltes brancas. Se fizessem isso com todos os racistas duvido que continuaria esse desrespeito ao povo afro brasileiro

    • Amanda Postado em 12/Sep/2014 às 21:17

      Acho que o importante não é botar as pessoas na linha incitando medo ("se eu chamar ele de macaco serei presa"), mas conscientizando. É isso o que a matéria afirma que está faltando.

    • Alessandro Postado em 12/Sep/2014 às 21:27

      Sim. Transformar o Brasil - uma república constitucional e democrática com várias leis e instituições que garantem a gradual e progressiva assimilação de minorias nos estratos mais altos da sociedade - em um misto bastardo de Zimbabwe com Camboja Vermelho é definitivamente a solução.

    • Valenhil Postado em 12/Sep/2014 às 22:35

      Estou vendo que compreensão de texto é um de seus pontos fortes.

    • Karina Postado em 12/Sep/2014 às 22:41

      mario, a violencia não é o que vai resolver o racismo nem qualquer outro tipo de preconceito. Comece por você e tenha sensibilidade pelas pelas pessoas. Nada justifica tal ato. Sejamos mais conscientes.

    • Leandro Rodrigues Postado em 12/Sep/2014 às 22:46

      mario,você acabou de mostrar que tem preconceito com qualquer pessoa branca que tem mais dinheiro do que você.

    • Charles Postado em 24/Sep/2014 às 06:16

      Pelo visto Mario, você revela um grande preconceito contra quem é branco ou contra que é de "elite" (você quis dizer rico, o que não parece ser o caso desta menina). Um xingamento (foi isto que ela fez) é crime de injúria racial, deve ser sim punido, dentro da lei. Agora, esse pessoal que ameaça não só ela como toda a família dela, que até queima a casa (algo totalmente desproporcional ao xingamento) é muito mais criminoso que ela. Não é a violência que combate o preconceito, é a cultura, apoiada no Estado de direito, na lei.

  2. Elson Postado em 12/Sep/2014 às 21:00

    Pois eu creio que foi neste blog mesmo que em matéria no início desse acontecimento tratou a moça de meliante, e o tom era de incitamento, o que agora estão condenando. Mas vocês ajudaram a acirrar os ânimos, o que foi seguido por um punhado de comentaristas ignorantes...

    • GabrielG Postado em 13/Sep/2014 às 07:09

      Amigo, o fato de marginais terem queimado a casa dela, não anula o fato de ela ser racista. O que aconteceu com a casa dela, eu chamo de "efeito sheherazade".

    • poliana Postado em 13/Sep/2014 às 12:41

      Elson..vc sabe o q significa o termo meliante? Se n sabe, consulte um dicionario online e veja o seu conceito. N houve qq erro do pragmatismo politico ao chama-la de meliante. Com seu comportamento no estadio, ela se encaixou perfeitamente no conceito de meliante. Isso n significa, em nenhum momento, q o site do pp estava incitando violência contra essa moça. Vc precisa saber interpretar direito o q lê. Pelo amor...

  3. Matheus Magalhães Postado em 12/Sep/2014 às 21:09

    Não sejamos tão inocentes... Todo mundo sabia que iria acabar com algo assim, pelo menos não atacaram a integridade física dela ou da família. No momento em que decidiram que ela era a própria encarnação viva do racismo e ficaram repetindo ad nauseam seu nome por tudo que é lado (como sempre fazem, tratando o racismo como problema apenas de caráter e não um fenômeno de raiz profunda fincada na cultura brasileira), era de se esperar que algum frustrado com a sua vida sequestrasse o fato para colocar para fora a violência que guarda dentro de si. Eu diria que se não existe um monitoramento agudo da polícia acerca dela e de sua família, todos correm risco de morte. É a forma como escolhemos para encarar o racismo: jogamos no colo de alguém, matamos esta pessoa, enterramos ela e silenciamos o debate. Sempre foi assim e seguirá sendo.

    • Alessandro Postado em 12/Sep/2014 às 21:56

      Bem no melhor estilo Jesus Cristo né? hahahah

    • Rodrigo Postado em 13/Sep/2014 às 10:44

      ótimo ponto de vista, Matheus!

    • poliana Postado em 13/Sep/2014 às 12:44

      Perfeito matheus.

  4. Deisi Postado em 12/Sep/2014 às 21:18

    Não concordo com que fizeram com a casa da moça, muito menos por todas ameaças pela internet que ela vem sofrendo. Concordo que ela deva ser punida e também aguentar as consequências dos seus atos. O delegado disse que nem por um momento durante o depoimento ela chorou, vejo que diante da imprensa ele espreme mas não cai uma lagrima por mais que se esforce. Também acho absurdo toda retaliação que ela vem sofrendo inclusive tendo que sair de casa com a família.

  5. Olga Postado em 12/Sep/2014 às 21:39

    Racismo é sinônimo de ignorância, justiçamento é sinônimo de ignorância, assim como outras coisas permeiam as classes sociais, também certas condutas, como a da moça o dos incendiários respondem a preconceitos que não deixam de ser ignorantes, A pessoa pode ser diplomada, formada, ter educação terciaria ou não ter ido a escola; é preconceituosa? é racista? é homofóbica? Isso é ignorância. Isso é violência. Isso é crime.

  6. Jonas Schlesinger Postado em 12/Sep/2014 às 21:59

    Mas é isso que os vitimistas querem. Justiça com as próprias mãos. Parabéns brasil, avançou três passos e regrediu dois e meio!!

  7. Ricardo Rodrigues Postado em 12/Sep/2014 às 22:13

    Olhem, muita gente vai levar a mal, mas deixo desde já claro que admiro o Brasil, a sua cultura, a sua liberdade de expressão e a capacidade de auto-questionamento que vai mais além que no país onde nasci, Portugal. Mas este tipo de gesto, dá a impressão no exterior de um país extremamente violento, onde a justiça não impera e tudo pode acontecer. Acontecimentos como este afectam um país. O investimento externo pode se afastar por considerar que uma, duas, três notícias como esta indiciam que o país não é estável e podem se gerar conflitos étnicos/raciais. Os expatriates (eu sou expatriate na China) vão procurar outros países buscando mais segurança e estabilidade. Já para não falar que estimula uma cultura de violência entre os jovens e a população em geral. E não tenham dúvidas: violência gera mais violência numa espiral ascendente e exponencial. O que se passa em Israel e com o Estado Islamico é o exemplo acabado. Este tipo de actos prejudicam a vocês próprios e o vosso país muito mais do que podem imaginar. Tudo de bom para o Brasil e para este mundo.

    • Jonas Schlesinger Postado em 12/Sep/2014 às 22:41

      Ricardo a diferença é que em Israel pode parecer perigoso, mas um parente meu já foi pra Tel Aviv e disse que é muito seguro, já no brasil pode parecer perigoso E É. Você não pode andar a pé na rua, mesmo em bairro nobre, que a chance de ser assaltado é grande. Pior fica na periferia onde 99% da criminalidade das cidades é oriunda. O mal daqui é meter o nariz nos terrenos alheios e se esquecer do próprio. E puxa você mora na China é uma surpresa! Mesmo assim tenho pé atrás com esses países autoritários sabe, prefiro os democráticos como os da Europa, a exemplo de Portugal onde minha mãe nasceu hehe... flws..

    • KARINA BB Postado em 13/Sep/2014 às 14:57

      Ricardo rodrigues,ja que o Brasil é tao ruim eu sugiro q os paises ricos e civilizados parem d importar produtos brasileiros ,ja que vc acha q aqui nao tem nada que preste e OK nenhuma riqueza natural,enfim vivam sem nada do Brasil

    • poliana Postado em 13/Sep/2014 às 22:40

      portugal!!!??? kkkkkkkkkk! faz-me rir!!!! sem mais!!!!!!!!!!!

  8. Anne Postado em 12/Sep/2014 às 22:24

    Incendiar a casa dos outros não é justiça, é crime. No Brasil, a justiça é uma instância regulada pelo legislativo. Tem que parar de confundir as coisas. Tem que parar de chamar crime de justiça. Vingança não é justiça. Linchamento não é justiça. E "justiçamento", nesse caso, é mais uma máscara. Vamos dar os devidos nomes às coisas? Porque não adianta esperar que as pessoas que praticam esse tipo de coisa entendam que se trata de crime se continuamos chamando de justiça.

  9. José Ferreira Postado em 12/Sep/2014 às 22:33

    A reportagem aponta o Aranha como certo, mas ele está mostrando que não possui humanidade. A moça quis encontra-lo e ele recusou, e ele poderia combater os ataques que ela está sofrendo se desse um depoimento para as câmeras desestimulado esse tipo de ataque. A casa da moça está destruída, mas a mansão do "coitado" do Aranha está muito bem protegida contra qualquer pessoa que possa injuria-lo.

    • poliana Postado em 13/Sep/2014 às 12:47

      Ah ta bom jose ferreira. A culpa agora é do aranha pq ele se recusou a dar um abraço singelo nakela q o chamou de MACACO ne? Como vc é hipocrita..ou cruel seria a melhor definição? Pelo amor de deus...qta hipocrisia!

      • José Ferreira Postado em 14/Sep/2014 às 23:56

        Não foi isso que disse. Eu disse que ele poderia ajudar, afinal não foi ele que teve o sinalizador encravado em sua cabeça e os seus algozes impunes. O Kelvin não pode mais perdoar: primeiro porque morreu, e, segundo, porque ninguém pegou os culpados.

      • Bruno Postado em 15/Sep/2014 às 11:30

        José Ferreira o que alhos tem a ver com Bugalhos?José Ferreira sempre defendendo os opressores.Ainda dizem que não há luta de classes.O Aranha não tem que perdoar mesmo.Ela tem que ir em cana.Segundo queimar a casa dela é errado sim concordo e quem fez deve ser punido da mesma maneira.O racismo só vai se combater com mobilização e punição não só dos racistas de pequeno porte como ela.Mas racistas de grande porte como a Globo,Pastor Feliciano,Bolsonaro

  10. Leandro Rodrigues Postado em 12/Sep/2014 às 22:59

    Ela já foi punida mais do que merecia.A essa altura,a moça já não deve mais nada à ninguém,nem ao "pobre" jogador,e muito menos à esses carniceiros que usam qualquer pretexto para descarregar violência.

    • KARINA BB Postado em 13/Sep/2014 às 14:53

      Genteee,segundo o leandro rodrigues os negros devem ser todos castigados por reclamarem quando sofrem o racismo,os negros sao os criminosos entao e quem ofende sao vitimas

      • José Ferreira Postado em 14/Sep/2014 às 23:57

        Não força. Não foi isso que ele disse.

    • Bruno Postado em 15/Sep/2014 às 11:32

      Foi punida um caralho essa moça tem que ir em cana!!!!!!!!!!!!!!!

  11. juliano Postado em 12/Sep/2014 às 23:53

    ta ai o que a globo e a opiniao publica queriam. trasformaram um caso de racismo em odeio sem limites.

  12. Carlos Postado em 13/Sep/2014 às 00:54

    O futuro do Brasil é tenebroso, brancos contra negros, bandidos contra policiais, mais crimes e mortes, passaremos dos 100.000 homicídios anuais graças a esquerda e sua politica.

    • poliana Postado em 13/Sep/2014 às 12:49

      Ahhh..agora é culpa da esquerda???? Kkkkkkkkkkkk..tá perdi o fôlego agora! Kkkkkkk

    • KARINA BB Postado em 13/Sep/2014 às 14:50

      Carlos,a culpa nao é da esquerda,a culpa é de sujeitos hipocritas e sem noçao como vc,ontem vi um coment q dizia o seguinte "se tirar o PT do poder acaba a corrupçao" gente fiquei bege ,nunca vi tamanha falta de nexo e noçao,o cara q escreveu isso é um alienado igual a vc carlos

  13. Jonas Schlesinger Postado em 13/Sep/2014 às 01:09

    Voltando ao assunto da Patrícia e do Aranha. Realmente o que ela fez foi injúria racial, mas a justiça com as próprias mãos não é justiça. Infelizmente esse caso pode ir longe demais. E concordo com o Pelé que é de outra forma que deve se coibir o racismo. Porém tenho que concordar com todos que o sul do brasil é a região onde se há mais racismo, talvez porque a concentração de negros por lá seja menor ou por N fatores que eu desconheço no momento. Mas o problema do brasil não é só o racismo, mas a misoginia como agora que estão fazendo com a Patrícia. Da mesma forma como existe extrema misoginia no sudeste e em especial em São Paulo onde os maridos e companheiros matam de forma brutal suas mulheres por causa de ciúme. Vale lembrar também que em SP (estado) há o preconceito contra os nordestinos e o nordestino que decidiu ir pra lá é prosélito desse preconceito, ou seja, todos, TODOS os paulistas são preconceituosos com o nordeste e os que se dizem sem preconceito têm preconceito velado. Isso quer dizer que sem exceção em SP existe bairrismo contra os nordestinos. Ainda bem que só fui uma vez, não gostei e pretendo nunca mais ir pra lá. Nojo de sp e dos 44 milhões de imperialistas que lá vivem. Mas enfim esse e outros preconceitos existem no país, mas a mídia circense só faz alarde pra um tipo. Só espero que esses vadios sejam punidos, pois linchamento não é justiça, é crime, como misoginia entre outros.

  14. Caio Postado em 13/Sep/2014 às 01:38

    A lógica de fazer o que um racista faria com um negro só mostra como a moral é uma lógica drástica.

  15. Carriel Postado em 13/Sep/2014 às 11:29

    O advogado e ex-secretário da segurança pública de São Paulo foi certeiro em sua crítica a Pelé. Se ele, enquanto jogador, tivesse paralizada uma única partida quando foi chamado de macaco, o racismo no Brasil seria menor.

  16. Gilmar Postado em 13/Sep/2014 às 11:59

    O que é pior? Falar palavras racistas ou fazer violência (por fogo) racista? Começando uma guerra racial em 3,2,1...

  17. KARINA BB Postado em 13/Sep/2014 às 14:46

    Justiçamento é inadmissivel,barbarie,mas daí a vc dizer q mayara petruso é uma coitada e que nao merecia ser esculachada vc ja esta sendo ckonivente entao com tudo que ela fez,,,,se liga luis ,daqui a pouco vc vai dizer::: malditos nortistas e nordestinos deixem a mayara em paz,coitadinha,,,,ahhh VSFDR LUIS

  18. Jonas Schlesinger Postado em 13/Sep/2014 às 16:54

    Pô meu não defende Mayara Petruso não isso é o cúmulo. Todo mundo sabe que TODOS os paulistas são nojentos preconceituosos contra nordestinos por natureza. Um bebê paulista já nasce com preconceito. São 44 milhões de hipócritas.

    • Luiz Souza Postado em 14/Sep/2014 às 01:46

      Ué? Negros não são vitimistas? Mas quando é no SEU calo, aí não pode? Aí o senhor vai para o ataque. Farinha pouca meu pirão primeiro.

    • Jonas Schlesinger Postado em 14/Sep/2014 às 02:25

      Negros são vitimistas? Você que diz isso. Eu digo que há vitimistas entre os negros, gays e essas minorias que pregam a justiça com as próprias mãos. E outra que que já vi comentários absurdos de paulistas dizendo que eu, um nordestino, estava com preconceito com o pobre e sofrido povo paulista. Aqueles mesmos paulistas que dizem que a desgraça da terra deles é por culpa dos prosélitos nordestinos. Enfim,,, é o paulista o imperialista dentro do brasil. Dá pra se notar a anos-luz quem é o chefe do governo estadual que vai se reeleger hehe agora dizer que nortistas e nordestinos estão de preconceito... É BRINCADEIRA.

    • Luiz Souza Postado em 14/Sep/2014 às 03:39

      Mayara Petruso fez você ter seu dia de preto. E me fez ter um duplo dia de preto, pois, além de preto, no mínimo 75% do meu DNA é nordestino. Ou seja, tanto ela quanto Patrícia Moreira ofenderam a minha pessoa.

    • Luiz Souza Postado em 14/Sep/2014 às 03:41

      E conheço muito nordestino preto que odeia pretos.

  19. testemunha binocular Postado em 14/Sep/2014 às 13:41

    Execuções da lei ? Porque racismo é crime INAFIENÇAVEL nesse país ! E isso graças à esquerda, "charlie"... Paciência com a torcida do Grêmio, conhecida por chamar os rivais, e outros, de macacada, acabou...

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 15/Sep/2014 às 10:15

      Ela não foi processada por racismo mas por injuria racial que é realmente o que caracteriza seu crime.

  20. Luiz Souza Postado em 14/Sep/2014 às 17:12

    Que comece pelo torturadores de direita.

  21. Carlos Postado em 14/Sep/2014 às 20:09

    O Brasil vai fica cada vez mais violento graças a esse governo, e o pior com uma população desarmada que não pode se defender.

  22. Rodrigo Postado em 14/Sep/2014 às 22:55

    Prenderam o SUSPEITO de atear fogo na casa da gremista. Gremista xinga negro de macaco perante o país: está livre e impune. Está certinho o posto de vítima dela.

    • José Ferreira Postado em 15/Sep/2014 às 00:01

      Livre? Nem tanto com esse povo a amolar. Os outros que cometeram injúria racial estão anônimos e com as casas intactas.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 15/Sep/2014 às 10:16

      Ela está livre porque não é para ser presa mesmo,ohh esquerda contraditória,de um lado defende penas alternativas para crimes mais livres,de outro esquece tudo que defende e vai pegar a foice e o martelo para dar na cabeça dela. E outra,ela cometeu injuria racial,é diferente do crime de racismo.

      • Rodrigo Postado em 15/Sep/2014 às 16:18

        Independentemente disso. Está ai outra coisa ridícula: injúria racial. Lei alternativa para branquinhos vomitarem o seu racismo e ficarem impunes. E obrigado por lembrar, José Ferreira, como pode ver, não só ela está impune mas o resto da corja de racistas. Enquanto o cara do incêndio.......he he, Racismo liberado gente, bora praticar.

  23. Maurício Ruiz Postado em 15/Sep/2014 às 07:28

    Que se faça cumprir a lei contra esta moça que xingou o goleiro de macaco e também que encontrem os incendiários e que cumpra-se a lei também. O Racismo existe e isso é inegável. Nem todo branco é racista.Não se deve generalizar tudo mas sim tentarmos separar o joio do trigo. E o Pelé de boca fechada é um poeta.