Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 25/Sep/2014 às 09:54
22
Comentários

Sheherazade repudia ação contra o SBT: ‘absurda’ e ‘descabida’

MPF move ação contra Sheherazade e o SBT por apologia a tortura – o que é proibido pela Constituição – e violação do princípio da dignidade humana, além de ignorar a presunção de inocência

rachel sheherazade sbt justiça
Rachel Sheherazade diz que ação do MPF contra SBT é ‘absurda’

Rachel Sheherazade disse considerar ‘absurda’ a ação do Ministério Público Federal (MPF) contra o SBT por causa de suas declarações sobre as atitudes de ‘justiceiros’ que espancaram e amarram um jovem nu a um poste. Mais tarde, foi comprovado que os membros do grupo de justiceiros tinham diversas passagens pela polícia e longa ficha criminal (relembre aqui). As informações são do sítio Notícias da TV.

“O Ministério Público está no seu direito de propor a ação que julgar necessária. [O órgão] Pode alegar o que achar conveniente, em seu pedido, por mais absurdo e descabido que me pareça. Porém, a ação ainda precisa ser aceita por um juiz, e cabe ao magistrado acatar ou não as alegações do MP”, disse Sheherazade. A ação foi aceita pela Justiça nesta semana e já corre na 14ª Vara Federal.

Na ação, o MPF pede uma liminar (decisão emergencial e provisória) determinando que o SBT transmita um quadro com a retratação de Rachel Sheherazade, sob pena de multa de R$ 500 mil por dia de descumprimento. Na retratação, a jornalista deverá dizer que ações de justiceiros são ilegítimas e que, quando praticadas contra adolescentes, constituem crime ainda mais grave do que furtos. O MPF pede ainda que o SBT seja condenado, em caráter definitivo, a pagar uma indenização de R$ 532 mil por dano moral coletivo.

Para o procurador da República Pedro Antonio de Oliveira Machado, que assina a ação, o comentário de Sheherazade foi uma defesa da tortura, o que é proibido pela Constituição, e violou o princípio da dignidade humana, além de ignorar a presunção de inocência, já que ela considerou o menor culpado.

VEJA TAMBÉM: Marco Feliciano defende Rachel Sheherazade

Disse Sheherazade no SBT Brasil de 4 de fevereiro, após a exibição de reportagem sobre o crime: “O que resta ao cidadão de bem que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro! O contra-ataque aos bandidos é o que eu chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um Estado de violência sem limite”.

Para o procurador, ao veicular tal comentário, o SBT estimulou a prática de “justiça com as próprias mãos” e abusou do direito à liberdade de expressão e de manifestação do pensamento. Como concessão de frequências públicas, a emissora também violou o princípio constitucional de que a programação das TVs deve dar preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas.

Por fim, o Ministério Público Federal pede em liminar que o governo federal, que é concedente dos canais do SBT, seja obrigado a fiscalizar a programação das emissoras de TV e que adote medidas administrativas e judiciais para evitar abusos.

com informações de Portal IG e Notícias da TV

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Letícia Postado em 25/Sep/2014 às 10:11

    É claro que ela não apoia. Dessa vez o alvo dos justiceiros foi uma menina branca de classe média, não foi um negro pobre. É um absurdo queimarem a casa dela, e tal ato tem que ser amplamente repudiado, mas a indignação seletiva dessa senhora, e de muitas outras pessoas, é revoltante. Onde estavam eles falando sobre cumprir pena socio educativa quando o caso era sobre aquele cara que foi tentar roubar em uma praia turística do Rio de Janeiro? Cadê essa indignação com a justiça pelas próprias mãos quando pegaram um homem negro e o amarraram pelo pescoço em um estacionamento de bicicletas, como se ele fosse um cachorro? E ainda tem gente que tem a coragem de dizer que não existe racismo no Brasil.

  2. Ilha Postado em 25/Sep/2014 às 10:48

    O pior cidadão é aquele que age fora da lei e ainda se acha correto. Isto é uma síndrome de existe lei no país, mas eu estou acima da lei.

  3. Marcos Vinicius Postado em 25/Sep/2014 às 10:57

    Tantos programas policiais por aí que fazem a mesma coisa e fica por isso mesmo. Infelizmente, eles seguem impunes, vomitando a torta e a direita verdadeiros lixos.

  4. luis Postado em 25/Sep/2014 às 11:13

    Deixa eu ver se entendi: vão ditar as palavras para ela dizer no ar? não seria melhor ir um representante da moral e dos bons costumes dizer isso?

    • marcelo Postado em 25/Sep/2014 às 14:47

      ela se acha a representante da moral e dos bons costumes

    • marcelo Postado em 25/Sep/2014 às 14:48

      ela se acha a representante da moral e dos bons costumes

  5. Java Postado em 25/Sep/2014 às 12:12

    Eu vejo e revejo os comentários da Jornalista na qual o Ministério Público vê declarações que incitam a tortura e, não consigo sequer encontrar um resquício que aponte tal crime. Contudo, o que me leva a crer é, que os membros do MPF que levantam esta bandeira querem é mesmo aparecer.

    • José Postado em 25/Sep/2014 às 12:40

      Java, você precisa buscar o sentido mais profundo no discurso. Interpretar mesmo, sabe. Espancar e Amarrar pelo pescoço um ser humano nu passa tranquilamente por tortura. Uma jornalista dizer que isso é compreensível é dar apoio. Some os dois e você tem a justificativa para a ação. E faz tanto sentido isso, que foi registrado aumento significativo de linchamentos no 1º semestre desse ano.

      • Carlos Postado em 25/Sep/2014 às 19:02

        Então, seguindo a linha de "buscar o sentido mais profundo do discurso" penso que seria correto inferir que Lula, Dilma, Padilha, Haddad e todo o PT são coniventes com os atos criminosos praticados, por exemplo, pelo Paulo Maluf, já que o partido tem seguidamente se aliado a ele e a outros personagens de má reputação de nossa política. É isso, José?

    • blabla Postado em 25/Sep/2014 às 14:23

      Java vc é burro.

    • Douglas Postado em 25/Sep/2014 às 18:15

      para entender voce so precisa pensar em 3 coisas quando estiver reouvindo o discurso dela 1 - VINGANÇA não é a mesma coisa que JUSTIÇA 2 - A palavra "Legítima" (da expressao Legítima Defesa) só cabe para aquilo que é amparado em lei, guiado pelo senso comum, racional. 3 - O 'Comportamento de Manada' típico de linchamento está longe de ser racional. Com base nisso ouça de novo a declaração dela e reflita a respeito.

    • Carlos Postado em 25/Sep/2014 às 18:56

      Exato, Java. A busca pelos holofotes é tão descarada - se é que não há outros interesses embutidos na empreitada - que o procurador perdeu até a noção de tempo, pedindo uma liminar pra punir um suposto crime que aconteceu meses atrás e que não causou dano algum, além de indignação. Indignados ficamos todos os dias ao testemunhar a farra envolvendo corrupção e mal uso de dinheiro público. Esse procurador deveria justificar o quanto ele nos custa e procurar algo que realmente atenda aos anseios da sociedade.

  6. KARINA BB Postado em 25/Sep/2014 às 12:39

    A indignaçao de sherazade,faustao,huck,ana maria braga ,marcelo rezende,entre outros,é uma indignaçao seletiva,

  7. KARINA BB Postado em 25/Sep/2014 às 12:44

    Na verdade essas pessoas nao estao preocupadas com o Brasil e os brasileiros,so estao fazendo o que mandam seus patroes,e querem aparecer,estar na midia,como fez Joaquim Barbosa que se comportou como estrela a fim de alçar pisteriormente um cargo politico,rwsumindi essa vaca e o SBT tem que se ferrar mesmo

  8. André Anlub Postado em 25/Sep/2014 às 14:26

    Indignado todos nós estamos, mas há uma tênue linha dividindo a indignação e o populismo!

  9. mauricio augusto martins Postado em 25/Sep/2014 às 16:11

    Relendo o que disse a dita cuja, ela também prega a "Formação de Milícia Armada", um Crime contra Constituição e que afronta a Segurança Pública, pois não me parece "somente" um lobby PAGO(e bem) naturalmente pelas Indústrias de Armamentos, e sim a tentativa de Implantação de um novo Golpe, porque depois de "matarem" todos os "ladrões de galinhas" quem será a Próxima Vítima?...maumau

  10. Milton Manoel Postado em 25/Sep/2014 às 16:34

    Nem parece que o jornalista passa por uma academia e lá, houve falar em principio da auteridade! Agora me lembrei de que eu não preciso obrigatoriamente ter que passar por uma academia , para respeitar os direitos dos outros .

  11. Ester Spiazzi Postado em 26/Sep/2014 às 07:38

    Os defensores Sherazade, argumentam que o Brasil está indignado por causa da impunidade. Se fizerem um levantamento no sistema carcerário brasileiro vai comprovar que essa população carcerária são em sua maioria negros e pobres. Ficarmos indignados e sair matando nos faz ser tão bandido ou até pior que a vitima, e ai? Defender um crime cometendo outro crime, pra mim é injustificável.

    • Carlos Postado em 26/Sep/2014 às 13:48

      Provavelmente são sim, negros e pobres, até pq eles representam a maior parte da população. Se você for até a Dinamarca ou Nova Zelândia, verá que a maioria dos presidiários é constituída por loirinhos de olhos azuis. A pergunta correta a fazer é fazer é: os pretos e pobres brasileiros são maioria em nossas cadeias apenas por serem negros e pobres ou pq cometeram crimes? Se fizer uma pesquisa, verá que há mais negros e pobres fora da cadeia do que lá dentro, pois a maioria é honesta. O problema não está na cor da pele ou na condição social, mas sim na inexistência de uma legislação penal eficiente, capaz de realmente punir todos os que saírem da linha. Simples assim.

  12. Deisi Postado em 26/Sep/2014 às 08:55

    A Sherazedo prega justiça com as próprias mãos só para pobre e negro, mas quando é o Justin Bieber fazendo um monte de merda. Coitadinho são só coisas de adolescente! Essa mulher não passa de uma fundamentalista religiosa hipócrita, muito incoerente, sendo que o mandamento de Jesus é o amor. Não foi corajosa para falar merda, agora aguenta calada as consequências!

  13. Clara Postado em 01/Oct/2014 às 18:12

    E que essa ação judicial se estenda aos impropérios de Danilo Gentili.

  14. Generino Postado em 03/Oct/2014 às 12:58

    A única arma que existe no mundo contra a corrupção é a TANSPARÊNCIA. Sem transparência, democracia é roubalheira de um lado e inocência do outro. Quem não acreditar leia o livro “Um país sem excelências e mordomias”, da jornalista Claudia Wallin, sobre a Suécia!