Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 04/Sep/2014 às 17:25
53
Comentários

Pizzaria anuncia promoção para casais hétero e causa indignação

Promoção de pizzaria em Pelotas para casais hétero provoca a reação de internautas. Estabelecimento foi acusado de homofobia. Proprietário nega autoria do anúncio

pizzaria pelotas homofobia casais hétero
(Imagem: Reprodução/Facebook)

Uma promoção de uma pizzaria em Pelotas, no Rio Grande do Sul, provocou indignação entre usuários do Facebook. Na campanha divulgada na rede social, o estabelecimento anunciou desconto para casais heterossexuais.

“Hoje promoção noite do casal. Vindo o casal, a mulher paga meio rodízio. Observação: promoção válida somente para casais, a mulher acompanhada pelo homem.”, dizia a mensagem.

Internautas consideraram a campanha homofóbica. “Que abuso isso. Casal é casal, seja hetero ou homossexual”, comentou um usuário do Facebook. “Que observação infeliz e preconceituosa”, relatou outro internauta.

Pizzaria nega anúncio

De acordo com o proprietário da pizzaria, o estabelecimento nunca teria feito uma promoção com esse tipo de observação e acredita que o perfil do local foi invadido por hackers

O empresário ainda afirmou que os administradores da pizzaria não têm nenhum tipo de preconceito, seja sexual ou racial, e não concordam com a postagem.

com informações do Jornal Zero Hora

Recomendados para você

Comentários

  1. Pereira Postado em 04/Sep/2014 às 17:27

    É uma piada atrás da outra. Tem casa de swing que só aceita casais homen e mulher. Será que causará indignação também? É impossível levar o esquerdismo a sério !

    • bsap Postado em 04/Sep/2014 às 22:59

      Seu exemplo foi típico de um reacionario. vivem para defender 'bons costumes' ... para os outros; porque no fundo, adoram uma putaria.

  2. Pereira Postado em 04/Sep/2014 às 17:29

    Agora a patrulha do politicamente correto vai se meter até nas promoções de comerciantes. Parece piada !

    • Dhoco Postado em 05/Sep/2014 às 09:57

      se esse asunto tanto lhe encomoda, faz o que aqui? bem lá no fundo né, pode confessar, não se reprima amigo, viva a sua vida, seja feliz... :-)

  3. Danila Postado em 04/Sep/2014 às 17:32

    Como diria minha vó: sem cabimento um negócio desse, rsrs.

  4. Leandro Rodrigues Postado em 04/Sep/2014 às 17:41

    Gente,que bobagem! Ficar enxergando homofobia em tudo só piora as coisas e acaba queimando o filme dos militantes sérios!

    • Danila Postado em 04/Sep/2014 às 17:50

      Eu concordo. Não 3 um caso de homofobia... é um caso de discriminação. Se eu fosse gay e cliente do estabelecimento, me sentiria lesada como consumidora. Porque só os heteros tem direito a promoção?

  5. Daniel Postado em 04/Sep/2014 às 19:12

    E se a promoção fosse: pessoas brancas tem desconto de 30% no ridízio? Aí tbm seria algo normal?

    • Fabiano Postado em 04/Sep/2014 às 23:51

      O dono da pizzaria tem todo o direito de fazer o que quiser mesmo, porém, ele deveria responde por essa atitude na justiça. Por que heteros podem consumir e ganhar desconto? O que os heteros tem de especial que faz com que eles sejam contemplados para isso ? E pior, ele DITA o que é um casal: "Promoção válida somente para casais. A mulher acompanhada do homem". Desde quando um homem acompanhado de outro não caracteriza um casal ? E uma mulher acompanhada de outra? Segregar qualquer pessoa que não se enquadre a heteronormatividade agora é natural. Homofobicos.

    • Dhoco Postado em 05/Sep/2014 às 10:21

      Prezado Carlos, não é bem assim que as coisas funcionam, veja: Segundo o Art. 39. da LEI Nº 8.078, DE 11 DE SETEMBRO DE 1990. - É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas: (Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994) II - recusar atendimento às demandas dos consumidores, na exata medida de suas disponibilidades de estoque, e, ainda, de conformidade com os usos e costumes; V - exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva; IX - recusar a venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento, ressalvados os casos de intermediação regulados em leis especiais; Ou seja, o comerciante e/ou prestador de serviços, não pode negar te vender um produto, ou determinar que apenas X ou Y poderão adquirilo,e sim, mesmo ele sendo o proprietário, há uma lei que rege isso.

  6. Jonas Schlesinger Postado em 04/Sep/2014 às 20:16

    Os incomodados se retirem. Agora vão querer mandar no comércio dos outros.

    • Fabiano Postado em 04/Sep/2014 às 20:36

      Se postassem que aceitavam apenas casais brancos, seria também o caso de um negro se retirar, por estar incomodado? Ridículo o preconceito do mundo. Como se não existissem outras formas de casais diferentes do que a sociedade caga como regra. Preconceituosos nojentos.

      • Jonas Schlesinger Postado em 04/Sep/2014 às 21:16

        Nojento são aqueles que, se dizem a favor dos gays, e chamam os negros de macaco e nordestinos de burros. Se o estabelecimento é dele não tem nada que se meter.

      • Fabiano Postado em 04/Sep/2014 às 23:46

        Espero então que você não seja um dos que se dizem a favor dos direitos dos negros e outras minorias, pois isso seria hipocrisia e entraria no pensamento do qual você mesmo acabou de citar: é favorável aos direitos de alguns grupos marginalizados e simultaneamente é protagonista da opressão causada a outros.

      • Jonas Schlesinger Postado em 05/Sep/2014 às 10:12

        Vitimismo demais. Continuo a dizer os incomodados que vão comer em outro canto. Até pq o dono do restaurante disse que não foi ele, mas se for ali não diz "para gays não há desconto". E Fabiano menos meu caro, não é da minha conta a vida dos outros.

      • eu daqui Postado em 08/Sep/2014 às 13:28

        Nabo Bobo: ONDE É QUE O ANÚNCIO ESTÁ FALANDO QUE NÃO VAI ACEITAR TODOS NO ESTABELECIMENTO? Deixa de cultivar cabelo em ovo e vai procurar viver de trabalho, bolsista !

    • Flavia Postado em 05/Sep/2014 às 16:00

      "Os incomodados se retirem." e depois "E Fabiano menos meu caro, não é da minha conta a vida dos outros." E viva a coerência, né, meu filho? Imagina se o cara posta "Proibida a entrada de idiotas com nome alemão." E só pra terminar, a desculpinha de " foi hacker" é mais velha que as pirâmides. Quem ia querer hackear uma pizzaria de 5a? Fala sério, estupidez tem limite.

  7. Daniel Postado em 04/Sep/2014 às 22:40

    Carlos Prado, pela constituição, estabelecimentos comerciais não podem discriminar clientes. Ou seja, não existe essa de "vende pra que quiser", se tiver dinheiro é obrigado a vender.

    • eu daqui Postado em 05/Sep/2014 às 12:35

      Se fosse uma farmacia recusando vender remédio a alguém eu até entenderia o insulto e o dano.

      • Silney Costa e Silva Postado em 06/Sep/2014 às 09:00

        Você não precisa entender, tem apenas que aceitar o que diz a lei. Qualquer estabelecimento comercial é uma pessoa jurídica, ninguém é dono de pessoas, mesmo jurídica, apenas administra dentro de normas e lei. Se não o fizer comete crime, neste caso discriminação de gênero.

      • eu daqui Postado em 08/Sep/2014 às 11:48

        O entendimento das leis é um dos pilares da democracia, sim. Quem disse que não é importante? Com esse entendimento, haveria menos desrespeito e mais adesão à legalidade. Além do que, lei tem que condizer com a realidade e necessidades de uma população e validar os princípois democráticos. LEGALIDADE TAMBÉM TEM LIMITE, DO CONTRÁRIO, CHAMA-SE LEGALISMO E AS LEIS PERDEM A FUNÇÃO: DEIXAM DE SERVIR PARA SEREM SERVIDAS.

  8. André Postado em 04/Sep/2014 às 22:45

    Compra lá quem quiser. Será q não há outra pizzaria nq cidade? É só os gays e lésbicas comerem em outra pizzaria.

    • Daniel Postado em 04/Sep/2014 às 22:52

      Depois dos gays e lesbicas serão os negros, os extrangeiros. Depois serão ônibus para gays, para negros e para brancos. Vagões de metro, e etc. O velho bordão "Quem não conhece a história está fadado a repeti-la". Agora de facebook e instagram esse deve manjar tudo.

      • Daniel Postado em 04/Sep/2014 às 22:54

        opa, estrageiros

      • André Postado em 07/Sep/2014 às 20:45

        Volte lá e releia. Onde está escrito que ela proíbe casais homo comerem lá???

      • eu daqui Postado em 08/Sep/2014 às 13:31

        Onde foi dito no anúncio que gays são proibidos de entrar no estabelecimento? Quem fica criando cabelo em ovo tá é com muito tempo de folga. Vão viver de trabalho, bolsistas desocupados !

  9. leonardo Postado em 04/Sep/2014 às 23:51

    As mulheres normalmente comem menos que os homens. Agora se o "casal" for de dois homens vai dar prejuízo.

  10. Guilhermo Postado em 05/Sep/2014 às 01:42

    Gente, não se pode levar isso a sério. É o mesmo que reclamar quando as casas noturnas fazem descontos apenas para mulheres...

    • eu daqui Postado em 05/Sep/2014 às 08:39

      Se formos reclamar de tudo o que contém alguma discriminação no sentido mais amplo do termo, ninguém vai fazer outra coisa além de reclamar.

      • Guilhermo Postado em 05/Sep/2014 às 11:05

        Exatamente. Vamos deixar pra reclamar por coisas que realmente valem a pena.

      • eu daqui Postado em 05/Sep/2014 às 12:37

        Ao contrario: o que transforma qualquer lugar num inferno é o nazivitimismo daqueles que enxergam um grande dano até num simples olhar.

      • eu daqui Postado em 08/Sep/2014 às 12:08

        Senhor Nabo Solto: tudo tem limite: inclusive reclamação. E a forma de reagir à injustiça é que distingue o futuro e a transformação da vítima em vilão ou herói. Ambos foram vítimas um dia, só que o herói escolheu não permitir se ferir tanto: ao menos não por um simples olhar ainda que seja feio. O herói escolhe se fortalecer através da dor e não ficar tão debilitado a ponto de se deixar detonar por um simples olhar. Eu também já fui selecionada para revista e entrevista lá no exterior simplesmente por ter cara e sobrenome árabe. Os caras nem fizeram questão de disfarçar que o critério foi esse. Ficou gravado em minha memória, sim. MAS NÃO COMO UMA CICATRIZ, e sim como mais um pretexto par continuar investindo em meu heróismo. Vire homem, deixe de ser fraco, se resolva e pare de escolher o caminho mais fácil que é infernizar, por tão pouco, um país com problemas tão mais graves do que o daqui desse tópico.

  11. Bruno Guimarães de Castro Postado em 05/Sep/2014 às 10:05

    Acho que em Pelotas deve ter muitos casais gays (talvez até mais que os héteros) e a Pizzaria não tinha condições de suportar todos os casais gays de Pelotas...

  12. Pereira Postado em 05/Sep/2014 às 11:22

    A sociedade vai de mal a pior. Nem mandar no próprio comércio um cidadão pode sem ser patrulhado pelo politicamente correto. Espero que um dia isso acabe.

    • eu daqui Postado em 05/Sep/2014 às 11:29

      Vai acabar e vai acabar mal pq todo extremismo gera outro extremismo ainda maior como reação: é assim que surgem sites como o desfavor.com.br

  13. Pereira Postado em 05/Sep/2014 às 11:24

    Quer dizer que se chegar alguém malcheiroso ou pelado no estabelecimento o comerciante será obrigado a atender ? Caso contrário será acusado de preconceito contra naturistas ou moradores de rua.

    • KARINA BB Postado em 05/Sep/2014 às 12:04

      OPAAA ESSA EU RESPONDO,PEREIRINHA,ANDAR NU EM LUGARES PUBLICOS É CRIME DE ATENTADO AO PUDOR OK,SE ALGUM PELADAO ENTRAR EM SEU ESTABELECIMENTO CHAME A POLICIA BJS

      • Flavia Postado em 05/Sep/2014 às 16:03

        Mas antes de chamar a polícia ele vai ter que conter seus instintos homoeróticos (como todo mundo bem sabe, todo homofóbico é um viado enrustido).

  14. Pereira Postado em 05/Sep/2014 às 11:27

    Toda a torcida do Grêmio, que conta com 8 milhoes de pessoas, está sendo hostilizada por um ato de 10 torcedores. Isso que é "tolerância", tudo causado pelos malefícios do politicamente correto.

    • eu daqui Postado em 05/Sep/2014 às 11:30

      A torcida do gremio está infestada de skinheads extremistas. O que não significa que todos os gremistas sejam skinheads.

  15. Pereira Postado em 05/Sep/2014 às 12:03

    Eu nunca gostei dessa torcida Geral do Grêmio justamente por isso. tendo eu antepassados judaicos é triste ver símbolos como a suástica e foice e martelo. É totalmente injusto, autoritário e ditatorial um cidadão de bem não poder vestir a camisa do seu time no rio de janeiro por estar sendo ameaçado de morte e taxado de racista. Se a proposta de combater o racismo é válida, perde todo o seu sentido quando há generalizações e manisfestações de ódio justamente para "combater" o racismo. Lamentável.

  16. Pereira Postado em 05/Sep/2014 às 12:08

    Eu daqui, infelizmente esses extremismos são incentivados, pois o objetivo é justamente jogar um grupo da sociedade contra outro para criar o caos. Joga-se Negros contra brancos, mulhers contra homens, filhos contra pais, gays contra cristãos e por aí vai. Quando tudo estiver em estado revolucionário, aí vem a turma do neomarxismo e diz que tem a soluçõa para tudo instalando seu tão sonhado estado totalitário. A arma deles para isso é o politicamente correto.

  17. Pereira Postado em 05/Sep/2014 às 12:25

    "ANDAR NU EM LUGARES PUBLICOS É CRIME DE ATENTADO AO PUDOR OK". Depende, se uma mulher tirar a roupa em público por qualquer razão, no máximo será encaminhada para o psicólogo. Agora se um homen tirar a roupa em público será linchado, acusado de pedofilia, estupro e afins; por fim será processado e preso. A sociedade naturista não se sentirá discrminada ?

    • eu daqui Postado em 05/Sep/2014 às 12:38

      Se for um bonitão, eu vou é aplaudir...........

      • Jonas Schlesinger Postado em 05/Sep/2014 às 14:50

        Kkk eu tenho vergonhar de ficar sem camisa aqui em casa, imagine na rua. Na praia eu viro um camarão com certeza, é de espantar kkk

  18. Jean Postado em 05/Sep/2014 às 13:10

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  19. paulo Postado em 05/Sep/2014 às 14:21

    acho que ta faltando interpretação na metade da galera aque! claramente a promoção relata noite de casal (nao só amizade) o anuncio colocou essa condição de ser hetero penso eu, justamente para 2 amigos nao chegarem la e burlarem a promoção! ou duas amigas! aposto como se chegasse um casal propiamento dito seja gay ou hetero teria participado da promoção!

    • henders Postado em 05/Sep/2014 às 16:54

      Eu também acredito nisso, Paulo. Agora, eu se fosse o dono da pizzaria só dava o desconto depois do casal (homem e mulher, homem e homem, mulher e mulher) se beijar publicamente.

    • Fabiano Postado em 06/Sep/2014 às 00:20

      Não....Espera....Segundo a sua lógica, não existe no mundo amigos que sejam homem e mulher? Então todos os homens e mulheres no mundo ou são casais, ou não podem ser amigos? Conte-me mais sobre a sua coerência....

  20. Danila Postado em 05/Sep/2014 às 15:14

    Paulo a princípio eu também pensei nisso. Mas quem garante que um casal de amigos não pode se passar por namorados?? Se a idéia dele era não ser "passado para trás"... ele não pensou em todas as possibilidades.

  21. beto Postado em 05/Sep/2014 às 16:01

    Danila e caso o que voce diz acontecesse ele é o dono do estabelecimento dele e ele faz o que quizer.E ponto final.Chega deste ' e se ..." vao arrumar o que fazer e parar de cuidar da vida dos outros

  22. paulo Postado em 05/Sep/2014 às 18:25

    ah certeza voce sabe diferenciar um casal de namorados de um casal de amigo! e nenhum sistema é a prova de falha quem dira uma promoção de pizzaria mas, certeza o anuncio foi visando coibir esse tipo de atitude! o pessoal ta se incomodando com muita pouca coisa! jaja a pessoa vai ser obrigada a beijar alguem do mesmo sexo so pra provar que nao é homofobico!

  23. Joao Batista Postado em 11/Sep/2014 às 13:09

    Não há problema nenhum na promoção, desde que a pizzaria faça outras promoções para atender igualmente os demais públicos, ora! Ele pode fazer assim: segunda, promoção para os héteros, terça para os homos, quarta para os bis, quinta para os sem tesão, sexta para os sem-teto, sábado para os ciclistas... domingo para os avós... que que preferência sexual tem a ver com fome? Faça a promoção que quiser, mas sem deixar ninguém de fora, uai!