Redação Pragmatismo
Compartilhar
Ciência 12/Sep/2014 às 12:40
10
Comentários

Partícula de Deus pode destruir o universo, diz Stephen Hawking

O Bóson de Higgs (ou Partícula de Deus) foi proposto há mais de 40 anos para explicar a origem das massas das partículas pelo físico Peter Higgs

stephen hawking partícula de deus
Stephen Hawking: níveis energéticos muito elevados da partícula podem torná-la instável, diz o físico

O bóson de Higgs tem potencial para destruir o Universo.

Essa é a conclusão do físico teórico Stephen Hawking em prefácio do livro “Starmus”, uma coletânea de palestras de cientistas e astrônomos, como Neil Armstrong e Buzz Aldrin.

Segundo Hawking, níveis energéticos muito elevados da partícula podem torná-la instável.

Esse processo causaria uma decadência catastrófica do vácuo, o que levaria a um colapso do espaço e tempo.

Porém, um desastre como este é improvável. Isso porque os físicos não têm um acelerador de partículas grande o suficiente para criar um experimento desse tipo.

VEJA TAMBÉM: Revelado o mistério das ‘pedras que andam’ na Califórnia

Segundo Hawking, o potencial da partícula é preocupante apenas em níveis energéticos acima de 100 bilhões de GeV (giga elétron-volts, medida padrão para a massa de partículas subatômicas).

Mas uma máquina dessas precisaria ser maior do que a Terra e é improvável que seja financiada no atual clima econômico.

O LHC e a Partícula de Deus – Atualmente, o LHC, o Grande Colisor de Hádrons, do Cern (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear), é considerado o maior acelerador de partículas do mundo.

É nele onde os cientistas buscam resolver as lacunas da física moderna.

O acelerador é capaz de colidir partículas, como prótons, quando dois feixes de energia são disparados em direções opostas.

A máquina faz as partículas subatômicas viajarem a velocidade da luz para simular as condições do Big Bang, explosão que deu origem ao Universo há mais de 14 bilhões de anos.

Foi dessa forma que os físicos comprovaram a existência do bóson de Higgs, também conhecido como Partícula de Deus.

Segundo a teoria moderna do Modelo Padrão, essa partícula e o campo energético a ela associada foram responsáveis por conferir massa à matéria após o Big Bang.

O Bóson de Higgs foi proposto há mais de 40 anos para explicar a origem das massas das partículas pelo físico Peter Higgs. Ele sugeriu que todas as partículas não possuíam massa logo após o Big Bang.

Conforme o cosmos esfriou, um campo de força invisível, o “campo de Higgs”, se formou com seus respectivos bósons (um tipo de partícula subatômica).

O campo permanece no cosmos e qualquer partícula que interaja com ele recebe uma massa através dos bósons. Quanto mais interagem, mais pesadas se tornam.

Nota: o bóson de Higgs ficou conhecido como Partícula de Deus após a publicação do livro “A Partícula de Deus: Se o Universo é a resposta, qual é a pergunta?”, escrito em 1993 pelo físico Leon Lederman, ganhador do Prêmio Nobel.

Exame

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Postado em 12/Sep/2014 às 12:49

    Apenas um registro: O termo utilizado pelos cientistas em relação à partícula sempre foi "God Damn Particle", e não é correto traduzi-la como Partícula de Deus....

  2. Peterson Silva Postado em 12/Sep/2014 às 12:58

    Podem colocar a nota que for, ainda vou pedir pra que PAREM de chamar essa merda de partícula de deus. Isso só causa confusão.

  3. Maurício Postado em 12/Sep/2014 às 15:36

    O que significa a "decadência catastrófica do vácuo"? rsrs

  4. KARINA BB Postado em 12/Sep/2014 às 16:38

    O Peterson ta certo,isso confunde mesmo os incautos

  5. Ariana Postado em 12/Sep/2014 às 16:43

    O problema é que o nome original não é partícula de Deus, em inglês ela se chama Goddammed particle, ou seja, partícula maldita. Alguma pessoa sem noção é que tirou o dammed pra ficar só Deus. Isso sim causa confusão, parece que o cientista tá provando a existência de Deus e isso não é verdade. Então, concordo com o Peterson, é melhor botar o nome de verdade...

    • testemunha binocular Postado em 14/Sep/2014 às 13:46

      O Peterson tá certo... Se informa, cambada...

  6. Rocken Postado em 12/Sep/2014 às 19:10

    calma gente, ninguém vai acreditar em deus só por causa do nome da partícula, isto é só mais uma futura decepção para os já crentes fanáticos e seu mundo de hipocrisia

  7. Antimatéria Postado em 12/Sep/2014 às 23:02

    {{{ Porém, um desastre como este é improvável. Isso porque os físicos não têm um acelerador de partículas grande o suficiente para criar um experimento desse tipo. }}} ..... Acontece que raios cósmicos podem ter 10 vezes mais energia do que “100 bilhões de Gev”. Ou seja, se nessa energia ocorresse o colapso do universo não estaríamos aqui lendo essa baboseira.

  8. Renan Postado em 13/Sep/2014 às 04:54

    Além de mais de se referir à tal partícula, como particula de Deus, eu ainda li isso "Mas uma máquina dessas precisaria ser maior do que a Terra e é improvável que seja financiada no atual clima econômico." Tipo depois disso tu para de ler, por que certamente iriam financiar um acelerador de partículas mesmo numa economia aquecida! sauhsiuahsiuahsaiushaiusauishaiusha

  9. joão Postado em 13/Sep/2014 às 23:59

    dibabastards, esse nome não foi dado pelo físico