Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 16/Sep/2014 às 12:27
16
Comentários

O 'supersalário' de um candidato a Governador

Supersalário de candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) ultrapassa, em muito, o teto constitucional brasileiro de R$ 29.462,25, valor que é pago mensalmente a um ministro do STF

cássio cunha lima super salário
Senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador da Paraíba, recebe salário inconstitucional de R$ 52 mil (divulgação)

O senador Cássio Cunha Lima, candidato a governador da Paraíba pelo PSDB, confessou na última semana, durante debate promovido por uma emissora de tv local, em João Pessoa, que recebe um supersalário R$ 52 mil. A remuneração do parlamentar tucano ultrapassa o teto constitucional brasileiro de R$ 29.462,25, valor que é pago mensalmente a um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

A confissão de Cássio veio a público a partir do questionamento feito pelo seu principal adversário, governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição, que perguntou se era verdadeira a informação de que o tucano recebia mais que um ministro do STF.

Ao responder ao questionamento, Cássio confessou a informação, mas alegou que parte da remuneração que recebe é destinada ao pagamento da pensão de sua ex-esposa. “O senhor (Cássio) não pode pagar pensão com dinheiro do tesouro. O senhor está transgredindo a lei”, observou o socialista.

Visivelmente irritado com a revelação que foi instado a fazer publicamente, Cássio acusou Ricardo de ser oportunista. “Eu não estou agindo com oportunismo. Eu exijo respeito a minha pessoa e aos telespectadores que estão assistindo esse debate. A população merece respeito”, rebateu o socialista.

Inconstitucional

De acordo com o texto do artigo 37, parágrafo XI, da Constituição Federal, “a remuneração e o subsídio dos ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da administração direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos e os proventos, pensões ou outra espécie remuneratória, percebidos cumulativamente ou não, incluídas as vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza, não poderão exceder o subsídio mensal, em espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal”.

Suspensão e restabelecimento do pagamento

Em 2011, Cássio chegou a solicitar que o benefício da pensão fosse suspenso. À época, ele alegou que a medida havia sido tomada para respeitar o limite de remuneração de agentes públicos determinado pela Constituição Federal. Em 2013, no entanto, o senador voltou atrás e solicitou que o Governo do Estado retomasse o pagamento da pensão, destinando o valor diretamente para sua ex-esposa.

Documento

Veja abaixo cópia do ofício onde Cássio autoriza que a sua pensão seja debitada na conta da ex-esposa:

cássio documento super salário
O Senador Cássio teria pedido a suspensão do pagamento em 2011, mas voltou atrás em 2013, como comprova o documento [divulgação]

Cassação

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) foi cassado pelo TSE quando era governador do Estado da Paraíba pela prática de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2006. O atual senador foi condenado, à época, por distribuir 35 mil cheques a cidadãos carentes durante a campanha eleitoral daquele ano.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Odécio Postado em 16/Sep/2014 às 13:31

    Um bandido a mais ou um bandido a menos, esse é o retrato do Brasil. Lei é só para negros e desdentados.

  2. Alexandre Postado em 16/Sep/2014 às 13:53

    Quer saber o mais legal? Este cidadão está em primeiro lugar nas pesquisas para o governo da Paraíba. E depois reclamam quando somos ridicularizados nacionalmente.

    • Caio Postado em 16/Sep/2014 às 18:27

      Exatamente, é vergonhoso o estado politico da Paraíba.

  3. Caio Cartaxo Postado em 16/Sep/2014 às 14:26

    E o pior que a Paraíba provando ter uma população comprada e burra novamente vai elege-lo! Absurdo total.

    • Murilo Postado em 16/Sep/2014 às 15:33

      Sou Paraibano e nem toda população é comprada e burra e isso não ocorre apenas neste estado, agora o que há em todo Brasil é uma maioria de cidadãos analfabetos políticos. É um ciclo vicioso, o político não investe em educação e outras coisas básicas que formariam um cidadão consciente, mais tarde o próprio cidadão entra na política sem conhecimento e ai vai...

      • Caio Postado em 16/Sep/2014 às 18:27

        Então, somos Paraibanos. Amigo, visite estados vizinhos, quer um exemplo? Pernambuco, o estado anda, o estado consegue caminhar, apesar dos atropelos, o estado caminha, e o nosso? O paraibano infelizmente é comprado, todos nós sabemos que a família Cunha Lima está novamente comprando todos votos no interior e vários inclusive em nossa capital, como sempre fez. Família de bandido, e que novamente irá ganhar.

    • Adriano Vito Postado em 16/Sep/2014 às 20:34

      O Estado de são Paulo vai eleger um bandido réu no caso do Metro. A população de lá também é comprada e burra. Infelizmente isso não é só na Paraíba.

      • Alexandre / Porto Alegre Postado em 17/Sep/2014 às 09:57

        Pior Adriano, SP além de eleger Paulo Maluf procurado pela INTERPOL, elegem um palhaço TIRIRICA.

    • Cristiano Santos Postado em 22/Sep/2014 às 22:50

      Sou paraibano e não somos burros. Infelizmente isso não acontece só na Paraíba e sim, em todo o país… Ex: em São Paulo, o Paulo Maluf cometeu uns dos maiores roubos de verbas públicas e nem por isso deixaram de votar nele. Outro ponto a enfatizar, é elegerem o tiririca… pelo amor de Deus…

  4. Bruno Postado em 16/Sep/2014 às 16:37

    Engraçado.Porque quando é algum podre dos tucanos a reaçada some?

    • Poliana Postado em 17/Sep/2014 às 07:21

      Né Bruno? Já ia comenta isso! Cadê a coxinhada que acha que corrupto e ladrão só tem no PT!? Apareçam aí coxinhada... opinem a respeito! kkkkk

  5. Gustavo Postado em 16/Sep/2014 às 19:58

    E ele consegue ser o primeiro colocado nas pesquisas de intenção de voto... É triste ver que por mais que as evidências estejam claras contra um candidato corrupto, lábia e dinheiro (público) sendo distribuído em época de campanha calam qualquer grito de revolta.

  6. Deisi Postado em 17/Sep/2014 às 10:31

    São mais covardes que galinhas!

  7. Ramon Garcia Postado em 17/Sep/2014 às 11:45

    Tá, mas o TJPB e o TCE já declararam a legalidade das remunerações, o teto constitucional não se enquadra aqui, é uma questão legal. Pelo Senado o candidato recebe sua remuneração, pelo governo do Estado ele recebe uma APOSENTADORIA por já ter sido governador. Acha um absurdo essa aposentadoria? Então que mudem a lei e retirem esse benefício pra todos os ex-governadores. Estranho é o atual governador alegar isso, sendo que ele DEFERIU o pedido do candidato Cássio, ele poderia ter negado e forçado o requerente às vias judiciais... Oportunismo eleitoreiro, falácia que infla seus cabos eleitorais.

  8. Heloisa Postado em 18/Sep/2014 às 21:16

    E os trabalhadores recebem 1 salário mínimo e a grande maioria ainda vota em um bandido desse.

  9. Valeria coelho Postado em 19/Sep/2014 às 19:39

    Vai ganhar não, a Paraíba elegeu o melhor governador e vai dia 5 de outubro confirmar Ricardo Coutinho por mais 4 anos para avançar cada vez mais.