Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 29/Sep/2014 às 15:02
40
Comentários

Levy Fidelix deveria sair preso do debate

Homofobia de Levy Fidelix é bancada com dinheiro público. Seu partido não representa ninguém, mas já recebeu mais de 6,1 milhões de reais do fundo partidário

levy fidelix homofobia debate
O candidato Levy Fidelix

As declarações homofóbicas do candidato à presidência da República, Levy Fidélix (PRTB), no debate de ontem (28), realizado pela TV Record, causaram revolta na comunidade LGBT e em defensores dos Direitos Humanos em geral.

Ao ser questionado pela candidata Luciana Genro (PSOL) a respeito da criminalização da homo-transfobia e casamento igualitário, Levy Fidélix iniciou dizendo que se tratava de “um assunto pesado” e que era preciso “reagir” contra a população LGBT. “O Brasil tem 200 milhões de habitantes, daqui a pouquinho vai reduzir para cem. Vai para a Paulista, anda lá e vê, é feio o negócio, né? Então, gente, vamos ter coragem. Nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria. Vamos enfrentá-los. Não tenha medo de dizer que ‘sou pai, uma mãe, vovô’, e o mais importante é que esses que têm esses problemas realmente sejam atendidos no plano psicológico e afetivo, mas bem longe da gente, bem longe mesmo porque aqui não dá”, declarou.

Debates

A insistente presença de Levy em todos os debates deste ano entre os candidatos à presidência da República se deve à eleição de um único deputado federal pelo partido em 2010 (o carioca Áureo, hoje no Solidariedade). Com esta vitória, as emissoras foram obrigadas a chamá-lo para todos estes encontros.

Representatividade nula

Levy não representa ninguém, o que é claro na sua incapacidade de conseguir qualquer votação expressiva após dez eleições a cargos como prefeito, governador e presidente. Apesar da falta de respaldo, o candidato é beneficiado pelo dinheiro do fundo partidário. Desde 1996, foram 6,1 milhões de reais entregues ao PRTB de Levy. Além disso, a sigla também é ajudada com espaço gratuito na televisão, comprado pelo governo, e com o rateio de multas da Justiça Eleitoral.

Acusações

O candidato também sofre diversas suspeitas. Aliados de Levy já afirmaram que ele cobraria 400 mil reais de quem quer se desfiliar do partido e de manipular as eleições do partido, em que sempre foi o presidente. Ele também foi acusado de envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, que citava seu nome em escutas feitas pela Polícia Federal. Segundo as investigações, o PRTB era um dos alvos de Cachoeira, que buscava “comprar” um partido. Levy nega todas as acusações e se mostrou indignado ao ser questionado sobre essas denúncias no debate organizado pelo SBT e pela Folha de S.Paulo.

Protesto

Logo depois da resposta homofóbica de Levy Fidelix, o assunto viralizou na rede. Várias manifestações foram organizadas e, indignados, ativistas questionavam a possibilidade de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) punir o candidato por discurso de ódio e incitação à violência. À reportagem da revista Fórum, a assessoria de comunicação do TSE declarou que, para o Tribunal agir, é necessário que ele seja acionado externamente.

De acordo com a ativista do Coletivo de Feministas Lésbicas (CFL), Irina Karla, mais de 200 pessoas já estão mobilizadas para encaminhar uma ação judicial coletiva e acionar o TSE. Como o debate foi realizado no estado de São Paulo, os ativistas também pretendem enquadrar Levy Fidelix na lei estadual 10.948/02, que pune atos homofóbico; entre eles, discursos de ódio. Um beijaço também está marcado para o próximo domingo (5) na Avenida Paulista.

Criminalização

Se Levy Fidelix fosse julgado pela criminalização da homofobia, ele teria saído preso do debate da TV Record.

com informações de CartaCapital, Agência Brasil e Revista Fórum

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. Serginho Postado em 29/Sep/2014 às 15:15

    Estou indignado! O estúpido do Levy Fidelix foi mesmo o "pior do piores" neste debate da Rede Record de Televisão! Foi estarrecedor ouvir dele aquela pregação para que a maioria da população "hétero" se insurja contra os já superdiscriminados e minoritários que compõe a população mais fragilizada, ou seja, os LGBT's. Vítimas constantes e já rotineiras de violação de sua dignidade, e da própria vida! Foi a coisa mais grotesca e reacionária que já vi um candidato fazer em um debate desta importância. Um horror! Se a homofobia já estivesse criminalizada ele seria, sem dúvida, o condenado "Número Um" somente por fazer aquela pregação intolerante. Eu diria que foi algo "selvagem" até, e profundamente preconceituosa! Repugnante! O que somente confirma que esses "nanicos", com raríssimas exceções, pouco ou nada tem mesmo a contribuir para o avanço do debate público no país. E daí decorre mesmo sua inanição, mas que infelizmente ainda se prestam a insuflar segmentos ou "franjas" ultraconservadoras da sociedade e algumas camadas médias muito ativas nas redes sociais. Sou mais Dilma para o Brasil seguir mudando com segurança, justiça social, distribuição de renda, tolerância religiosa e com RESPEITO aos direitos civis das minorias!

    • wagner Postado em 01/Oct/2014 às 20:43

      Respeitar o público LGBT's é uma coisa, agora incentivar é outra bem diferente. Esse excesso de direitos e "respeito" que essas pessoas solicitam vai chegar a um único caminho: grupos que são contra (héteros) vão se organizar, se armar e sair matando e assassinando aleatoriamente, ou seja, algo próximo de uma guerra civil. Se esse grupo quer tanto o "respeito" que lhe é devido, primeiro mostrem algum respeito e parem com o sexo em praça pública nas paradas gays, parem com os kits gays em escolas e tantas outras leis que servem somente para incitar o ódio aos demais. Torço para que consigam atingir seus objetivos, mas que também tenham um mínimo de coerência em suas reinvindicações.

  2. KARINA BB Postado em 29/Sep/2014 às 16:55

    Naro vc tem razao nesse item,mas quanto ao post é realmente revoltante q os LGBTS sejam tratados com tanto desrespeito,eu q sou hetero me senti muito mal,imagine os LGBTS sentados em suas xasas com suas familias,serem reteatados d tal maneira em rede nacional

  3. Murilo Postado em 29/Sep/2014 às 17:33

    Então se respeitar os LGBT, a população Brasileira ira se dissipar? então quer dizer que o heterossexual também é homo e só não assume por causa por causa de "leis" e da sociedade?

  4. Rogerio Postado em 29/Sep/2014 às 17:51

    Envolvimento com Carlinhos Cachoeira? Mas não escapa um, nem esse nanico. Política é podre.

  5. Pastor Postado em 29/Sep/2014 às 17:55

    Porque não se pode ser contra o homossexualismo? Eu tenho que torcer para meus filhos serem gays e lésbicas? Educar para isso? Aceitar tudo bem, mas incentivar nunca.

    • flavio figueira dos santo Postado em 30/Sep/2014 às 00:47

      Não se pode ir contra a individualidade de cada um. Essa é a questão. O que esse otário fez foi um crime e merece perder todos os direitos eleitorais.

    • Leo Dias Postado em 30/Sep/2014 às 01:17

      Seu discurso já mostra que a sua visão funciona na base do oito ou oitenta: ou se é terminantemente contra, sendo inclusive favorável a violência, ou se é a favor a ponto de "educar os filhos para serem gays". A simples tolerância, que seria a medida mais ponderada, não surge como possibilidade na sua fala. Marca de plena ignorância. E outra, não se educa ninguém pra ter essa ou aquela orientação sexual. Pais e educadores devem se limitar a educar indivíduos para que sejam capazes de aceitar e saber expressar da melhor forma possível suas sexualidades e identidades, quaisquer que sejam elas. Qualquer coisa além disso é simplesmente violência e manufaturação de pessoas traumatizadas. Você é um imbecil.

    • poliana Postado em 30/Sep/2014 às 04:57

      Q incentivar meu filho? Quem eh q faz isso? Qta ignorância de sua parte! N vale nem a pena discutir com vc...por esse seu nick já percebe-se o pq de tamanha estupidez e ignorância. Te contar viu...prefiro um filho homossexual do q evangélico assembleano fundamentalista da tua corja!

    • aline Postado em 30/Sep/2014 às 13:05

      vc nao tem q incentivar nada, ninguem ta pedindo pra vc torcer pros seus filhos serem gays, deixe de ser estupido e ignorante td o que estamos falando contra o discurso do levi fidelix é pelo ato dele de discriminar os homosexuais, de dizer q se eles fossem aceitos na sociedade nosso pais passaria de 200 milhoes pra 100 milhoes de habitantes, ou dizer que ele nao aceita como familia os casais homosexuais pq eles nao sao capazes de se reproduzir... tanto o levi qnto vc sao ridiculos e preconceituosos, custa vc apenas aceitar os direitos dos outros?

    • Nayara Postado em 30/Sep/2014 às 13:41

      Não, você não tem que torcer para seus filhos sejam homossexuais. Mas sim, você tem que educá-los para tolerar toda e qualquer diferença. Afinal eles vão encontrar muitas diferenças. Agora não entendo o porque ser CONTRA o homossexualismo? Te afeta em que a existência de homossexuais? Ou as suas manifestações de amor e carinho (e até de promiscuidade, por que não?)? O que o Levi fez é crime, sim! Se é tão difícil entender, troque gays por negros no discurso dele. Se ao invés de ser contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo ele estivesse dizendo ser contra casamento de pessoas de diferentes cores, ele sairia preso. Se ele estivesse dizendo que os negros deveriam ser tratados bem longe, ele sairia preso. Se ele estivesse dizendo que as manifestações culturais de matriz africana é "um negócio feio", ele sairia preso. O crime é o mesmo, só muda a minoria afetada. E esse seu discurso é tão absurdo quanto dizer que aceitar o casamento inter-racial bem, mas incentivar nunca!! Sabe, a "família" já mudou tantas vezes. Até parece que a partir de quando aboliram a escravidão, e o casamento entre pessoas de cor diferente foi permitido, houve apenas casamento inter-racial. Essa é a lógica do Levi. Se permitirmos casamento gay, aí todos os casamentos passarão a ser gays e a população vai cair para 0.5% da atual.

  6. Guilhermo Postado em 29/Sep/2014 às 19:08

    Quando eu vi essa parte do debate, fiquei meio incrédulo. Difícil acreditar que um candidato à Presidência da República possa falar algo assim. Mas ele realmente falou. A expressão da Luciana Genro ao ouvir a fatídica resposta foi a mesma que a minha.

  7. Chico Lobo Postado em 29/Sep/2014 às 19:41

    É simplesmente um absurdo a maneira como a causa LGBT é tratada no Brasil pelos políticos conservadores, os reacionários da sociedade e os líderes religiosos cristãos. Oras, se a lei do casamento igualitário for aprovado no Brasil, ninguém vai exigir que alguém se case com pessoa do mesmo sexo. Casa quem quiser, não por obrigação. té parece que essa lei exigira que as pessoas se casem com gays. Que absurdo. O mesmo se dá com a lei do aborto se for aprovada. Ninguém vai obrigar uma parturiente a abortar. Também se dá com a regulamentação da Cannabis, caso a lei for aprovada, ninguém obrigará ninguem a fumar. Fuma quem quer, não por exigência de lei ou coisa parecida. O povo brasileiro precisa fazer uma cruzada contra o pensamento conservador, contra os políticos de direita e contra os discursos pseudo religiosos dos empresários da fé alheia. O Brasil precisa evoluir muito em sua mentalidade média para chegar a ser uma Europa se quiser se igualar a ela.

    • Edison Bezerra da Silva Postado em 29/Sep/2014 às 20:47

      Esse cidadão Levy Fidelix é o lixo humano que a nossa sociedade ainda tem . Edison Bezerra Ativista.

    • Pedro Postado em 30/Sep/2014 às 11:17

      Concordo em gênero, número e grau. Casar com pessoas do mesmo sexo, fazer aborto ou usar drogas leves (como a Maconha) é uma escolha individual, ao dar estes direitos às pessoas não se está cerceando o direito de ninguém. Quem é contra não respeita o direito do outro de fazer suas escolhas e se preocupa mais com a vida alheia do que com a sua própria vida.

  8. Eder Barbosa Postado em 29/Sep/2014 às 20:05

    Atenções homossexuais do Brasil leiam e compartilhem, pois é muito importante! Atenção simpatizante dos direitos humanos e civis dos homossexuais, isto é importante! Um alerta aos homossexuais. Devemos votar em peso em Dilma Rousseff já neste primeiro turno. Está é a nossa única garantia de que a homofobia será criminalizada! Votar em Luciana Genro é corrermos o risco de por tudo a perder, mesmo sendo ela a nosso favor. “Chegou a hora de sermos práticos”. O partido de Luciana genro, não comunga do mesmo pensamento dela. A candidata do PSOL, Luciana genro tem sido muito combativa na questão da homofobia e dos direitos LGBT. Isso é muito bom, mas é também perigoso! Luciana Genro não se elegerá, sequer irá ao segundo turno. Então votar em Luciana Genro, pode por em risco a reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Por quê? Por que “diversos deputados do “PSOL” “já declararam apoio à marina”, em um eventual segundo turno. A presidenta Dilma, que tem chances de se reeleger, ainda no primeiro turno, “tem o firme compromisso de lutar pela criminalização da homofobia e dos direitos civis dos grupos LGBT”, que é “o que interessa ao universo gay brasileiro”. “A criminalização da homofobia e a legalização dos direitos civis LGBT”, é o passaporte por mais respeito às diferenças, igualdade de direitos e menos violência contra os grupos LGBT. Somos gratos a Luciana Genro pelo seu posicionamento, mas votar nela, neste primeiro turno, pode significar derramar o leite. Um segundo turno é muito mais difícil que um primeiro, principalmente em um país onde existe o monopólio da mídia, que se transformou em um partido político, usando todos os seus espaços, de forma legal e ilegal e até imoral, para derrotar Dilma roussef.Aa mídia monopolista “pensa” em seus interesses, “não pensa nos interesses dos homossexuais”. Vejam quantas décadas se levou para que saísse o primeiro beijo gay na televisão brasileira? Vejam como os gays são caricaturados nas novelas, sempre com personagens depreciativos e negativos? Nem Marina e nem Aécio, tem compromissos com as causas LGBT. A mídia, na sua posição raivosa contra o PT e a presidenta Dilma Rousseff, não irá mover uma pedra a favor da questão LGBT, pois acredita “ser mais importante” que os votos dos reacionários, tanto católico, como evangélico, vá para qualquer candidato, que não seja a Dilma. Se formos um estorvo a isso, não pensará duas vezes em nos negar este debate. A última pesquisa CNT/MDA, mostra Luciana Genro com 1,6% das intenções de votos. Isto é preocupante, foram os homossexuais que a fizeram Luciana subir nas pesquisas, “e ela sabe disso”, por isso está nesta questão, não por nós, mas “pelos seus interesses”. Se conseguir chegar aos dois ou mais por cento dos votos, sai extremamente fortalecida desta eleição. Nada de errado nisso. “Mas para nós” pode ser um desastre. Sua candidatura cresceu, exatamente, pelo seu discurso a favor da criminalização da homofobia. Isso foi importante, com certeza, mas é o barato que pode ficar caro, para todos os homossexuais, porque estes índices, podem levar a eleição para um segundo turno, e “corrermos o risco de vermos Dilma perder para um dos reacionários aí postados seja Marina, seja Aécio. Não se iludam, o segundo turno vai ser uma carnificina contra Dilma Rousseff. Então, eu apelo a todos os homossexuais a “sermos práticos”, também, e votarmos em Dilma Rousseff “já agora no primeiro turno”, maciçamente, para garantir sua reeleição, ainda neste primeiro turno. O PT tem compromissos com as causas LGBT, “já o “PSOL” não tem estes compromissos”, a luta de Luciana Genro é isolada. 1,6% dos votos, pode fazer toda a diferença. Entre a certeza e a incerteza de termos nossos direitos garantidos em lei, “votemos de forma prática e certa”, reelegendo Dilma Rousseff “já no primeiro turno”. Esta é a nossa única certeza. Em um segundo turno vários outros “motivos” virão à baila. E com certeza, a nossa luta “não será uma delas”. Os poderosos “têm outros interesses”, que não são os nossos. Muitos podem pensar assim: mas no segundo turno eu voto na Dilma, “mas pode não ser suficiente”, lembre que sempre tem 13 a 17% de indecisos ou que não votaram no primeiro turno, que podem votar no segundo e contra nós! Assim, vamos lutar, também, “pelos nossos interesses”. Somos gratos a Luciana Genro, mas votar nela neste momento, “é um erro”, que pode nos custar muito caro. Com certeza estaremos com ela em outro momento de sua carreira política, mas agora, não podemos ficar com a medalha de bronze, temos de ganhar a medalha de ouro.

  9. Joel Postado em 29/Sep/2014 às 21:05

    Quantos partidinhos de merda recebem partilhas públicas financeiras? Aliás, quantas sujeiras neste país são financiadas com verbas públicas? Se tiver que cortar verba ao Partido do Fidelix, que se corte de TODOS os demais Partidos, pois TODOs Partidos cagam quando chegam ao poder.

  10. Carlos Mac Postado em 29/Sep/2014 às 23:24

    Não tinha que sair preso coisa nenhuma. Num País democrático a sério a liberdade de expressão existe desde que não insultuosa ou ou com intenção difamatória e por conseguinte não confere crime. Acontece que eu não o ouvi a insultar ninguém nem a difamar ninguém. O que vejo é demasiado frescura em alguns sectores da sociedade Brasileira, inclusive as ditas LGTBs para onde vai mais dinheiro público do que para apoiar crianças carenciadas. O assunto do dia actualmente no Brasil é o racismo e a homofobia. Não vejo nenhuma LGBT preocupada em resolver os problemas da saúde, onde morrem mais pessoas por falta de recursos e atendimento adequado do que gays por homofobia. Não vejo nenhuma LGBT preocupada em resolver os enormíssimos problemas que existem com uma população que vive assustada por conta da criminalidade, porque o Brasil é um País onde a vida humana não tem valor. Mata-se com a maior facilidade a troco de nada. Isso sim é homofobia. Vejo muito cinismo e hipocrisia misturado com muitos interesses instalados a maior parte deles em busca de dinheiro fácil. O Brasil actual é um País com um futuro cinzento. Se não houverem mudanças dia 26 de Outubro o futuro será negro.

  11. Thiago Lopes Postado em 30/Sep/2014 às 00:43

    Naro, por favor, não se apegue às frases prontas. Vivemos um período de crise de representação, na qual os partidos acabam fazendo parte. Mas daí a dizer que os partidos não representam nada é algo totalmente diverso.

    • Thiago Lopes Postado em 30/Sep/2014 às 16:42

      Vejam o caso do Levi. O discurso que ele proferiu não representa nada? Eu ouço essas coisas no ônibus, no trem, na rua.O que ele defende - e aplicaria se eleito - representa sim um grupo de pessoas, e eu diria que é um grupo muito grande. Vc acha que as políticas de privatização do PSDB, ou do Everaldo, não representam o anseio de algum grupo? Vc acha que a defesa do aborto pelo Eduardo jorge, ou a proposta de ir contra o capital financeiro da Luciana não representam? E por aí vai,se até o DEM representa ideais de um grupo, que dizer dos outros partidos? Pode ser que nenhum partido represente vcs, mas daí a dizer que os partidos não representam é coisa bem diversa. Com esse discurso de que partidos e políticos não representam é que meteram um Tiririca lá dentro, e essa praga não sai mais.

    • Leandro Postado em 01/Oct/2014 às 04:44

      Ele realmente não representa ninguém pelo simples fato de que não é nada, nunca foi nada, nem nunca será nada!

  12. Thiago Augusto Postado em 30/Sep/2014 às 00:55

    Isso foi revoltante, me doeu muito, sou homossexual, e isso foi sim um ato descriminatório, preconceituoso, homofobico e monstruoso, escrevo esse comentário com lágrimas caindo, já chorei muito. Como pode uma pessoa fazer um discurso de ódio e incitação à violência com tamanho requinte de crueldade.. Pedir a população Hetero para lutar contra nós, como se fossemos bichos, uma sub raça, somos tratados como animais. Mas somos seres humanos como qualquer outro, não é uma orientação sexual que nos diminui perante a humanidade. Da nojo de saber que existe gente assim. Alienados, religiosos fanaticos, queria poder entender que mau estamos fazendo ao mundo, a humanidade a ele. Pois essa perseguição deveria acontecer com quem mata, rouba, destrói familias, causa dor e sofrimento, aos bandidos. Pois nós só queremos viver sem ser apontado, descriminado, violentado, e sem ter medo de sair de casa e não saber se vamos voltar. Queremos respeito, amor, segurança e paz

  13. Abrahao Postado em 30/Sep/2014 às 08:57

    O candidato Levy Fidelix respondeu a pergunta da candidata Luciana. Foi sincero com relação ao que pensa do assunto. Se vivemos num pais democrático podemos ter opiniões divergentes. Ele ganhou meu voto pela sinceridade e coragem, já que alguns querem tornar do assunto um cavalo de batalha.

    • KARINA BB Postado em 01/Oct/2014 às 00:28

      Sim ele tem direito a expressar sua opiniao,mas incitar o odio e a violencia aos LGBTS ,como fazem malafaia e feliciano ,,ahhh isso nao neh,

    • Marcos Postado em 01/Oct/2014 às 09:39

      Duvido que você vote nele só por essa declaração. kkkkkkkkkk

  14. Leandro Rodrigues Postado em 30/Sep/2014 às 11:18

    Gente,por mais que o Levy Fidelix tenha sido nojento,tem um pessoal aí de palhaçada,não tem não? Ignorar esses merdas homofóbicos de vez em quando não custa nada.

    • aline Postado em 30/Sep/2014 às 13:13

      ignorar esses merdas homofobicos td bem... qndo eles estao so postando coisas inuteis na internet ou votando no site da camara contra o direito de casais homosexuais a adoçao e postando comentario preconceituosos... concordo.. essas pessoas a gente pode simplesmente ignorar... mas o levi é candidato a presidencia da republica! ele é uma figura q influencia parte da população ele é o tipo de pessoa q nós nao podemos deixar q diga esse tipo de coisa em rede nacional! e simplesmente sair impune disso e continuar concorrendo a republica cmo se nada tivesse acontecido

      • Ronaldo Postado em 30/Sep/2014 às 22:04

        Influenciou mesmo, deu coragem pra muitos de dizer o q pensam e expor suas opiniões.

    • KARINA BB Postado em 01/Oct/2014 às 00:36

      Acontece leandro rodrigues ,que esses que incitam o odio ,a violencia e a barbarie,encontram eco em psicopatas e esquizofrenicos que existem por aí,nos somos equilivrados e nao nos deixamos levar por ninguem,mas os descerebrados estao por aí so esperando algum verme nojento como levy,malacraias e infelicianos atiçarem suas mentes doenti as pra fazerem suas loucuras

    • Marcos Postado em 01/Oct/2014 às 09:42

      Cuidado por que se em algum momento da sua vida você tiver um filho gay, cuidado, ele poderá ser morto e o seu amor de pai, como ficará?Tudo neste mundo pode acontecer.

  15. Pereira Postado em 30/Sep/2014 às 12:46

    O fato de fidelis ser uma figura digna de uma comédia de Blake edwards, não o faz um criminoso. Mais comediante é Lu genro com seu discurso revolucionário que remonta os tempos da revolução francesa. Não vejo por exemplo, o CRM entrar com representações contra Eduardo Jorge, quando o mesmo rasga seu juramento de defender a vida e fazer apologia ao aborto.

    • poliana Postado em 30/Sep/2014 às 12:54

      O eduardo jorge NUNCA fez apologia ao aborto pereira, n confunda as cosas com seu reacinarismo cego. Aliás, nunca ninguem defendeu o aborto, mas a discriminalização do mesmo..só q n vou me estender aki pq além de conhecer o seu viés ultra direitista, esse n eh o tema em questão...

      • eu daqui Postado em 30/Sep/2014 às 13:35

        kkkkkkkkk........olha só quem fala de reacionarismo cego......a nazimordacista esquerdoinsultista cega , surda e capenga ........kkkkkkkkkkkk

      • poliana Postado em 30/Sep/2014 às 14:14

        Vc eh uma louca eu daqui! Uma verdadeira desequilibrada e arrogante!!!Quem insulta todo mundo aki eh vc minha filha!!! Além de se achar a dona da razão..ainda tento ver algo positivo em vc...mas ta difícil!

    • poliana Postado em 30/Sep/2014 às 12:59

      E eu n vi nenhum gene de comediante na postura do levi fidelix..vi o quão cruel e desrespeitoso um ser humano pode ser.ate onde ele pode se rebaixar para ofender e humilhar um semelhante. Infelizmente...mas...eh a vida n é pereira! "Grande levi", "o cara"!

  16. Pereira Postado em 30/Sep/2014 às 12:51

    Que lei de casamento igualitário ????? O que foi aprovado passando por cima do legislativo, foi a união estável de pessoas do mesmo sexo. Que lei de homofobia, isso não existe. O Pl 122 foi enterrado por não especificar com clareza o que é homofobia.

  17. poliana Postado em 30/Sep/2014 às 12:56

    Hidan..por acaso o fidelix eh deputado ou senador? E ainda q fosse, a inviolabilidade dos congressistas por suas oponiões, palavras e votos, eh restrita apenas ao exercício da função..se dá exclusivamente em razão da função..coisa q n aconteceu.

    • Leandro Postado em 01/Oct/2014 às 05:04

      Mas precisa ser punida para servir como exemplo, qualquer candidato que desrespeite os direitos das pessoas deve ser julgado, o mesmo deve caber aos cidadãos comuns.

  18. poliana Postado em 30/Sep/2014 às 15:49

    Luis..ele seria preso se a lei da criminalização da homofobia fosse aprovada...mas de fato, no nosso atual contexto social n ha embasamento legal pra q ele seja preso n....

  19. Leandro Postado em 01/Oct/2014 às 05:03

    Ele deveria ser preso mesmo sem existir leis contra a homofobia, ele discriminou por causa da orientação sexual, e isso consta na constituição, todos devem ser respeitados independente do gênero, ele dizer que não apoia tudo bem, mas dizer que são "Pessoas doentes apenas por causa da orientação sexua que precisam de tratamento psicológico (loucos) BEM LONGE DELE e propor mesmo que indiretamente e ou involuntariamente que as pessoas persigam essa "minoria" populacional é CRIME SIM e dos grandes, ele incitou o ódio, incentivou que cometam crime contra essas pessoas, isso foi bem explicito, somente um cego ou outro homofóbico como ele não conseguem ver isso