Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 19/Sep/2014 às 16:50
20
Comentários

Leonardo Boff: as muitas razões para votar em Dilma

Reconhecendo os erros do período Lula-Dilma e analisando os projetos apresentados pelos opositores, estou convencido de que o projeto liderado por Dilma é o melhor. Mas tenho outras razões a serem ponderadas [...]

leonardo boff dilma 2014
O escritor e filósofo Leonardo Boff

Leonardo Boff

Reconhecendo os percalços e erros que houve nos últimos 12 anos do governo de Lula-Dilma e vendo os esboços de projetos políticos apresentados pelos partidos de oposição, estou convencido de que o projeto liderado pelo PT com Dilma é ainda o mais adequado para o Brasil. Só por isso já meu voto vai para Dilma Rousseff.

Mas tenho outras razões a serem ponderadas.

A primeira delas se trata de algo de magnitude histórica inegável. A partir de 2002 com Lula e seus aliados ligados às bases da sociedade, fez-se, pela primeira vez, uma revolução democrática e pacífica no Brasil. Importa dizer claramente: o que ocorreu não foi apenas uma alternância de poder, mas a alternância de classe social. As classes dominantes que ao longo de toda a história ocuparam o Estado, garantindo mais seus privilégios do que os direitos de todos, foram apeadas do Estado e de seus aparelhos. Um representante das classes subalternas, Lula, chegou a ser Presidente. E realizou uma verdadeira revolução no sentido que Caio Prado Jr. deu em seu clássico A Revolução Brasileira (1996): revolução significa “transformações capazes de atender as aspirações das grandes maiorias que nunca foram atendidas devidamente; revolução que leva a vida do país por um novo rumo”.

Não podemos negar que milhões viram suas aspirações atendidas e que hoje o rumo do Brasil é outro. Pode não ser do agrado das classes dominantes que foram derrotadas pelo voto. De um Estado neoliberal e privatista que se alinhava ao neoliberalismo dominante, passamos a um Estado republicano, Estado que coloca a república, a coisa pública, o social no foco de sua ação. Daí a centralidade que o governo Lula-Dilma deu aos milhões que estavam secularmente à margem e que foram – são 36 milhões – inseridos na sociedade organizada.

Esta conquista histórica não podemos perdê-la. Há que consolidá-la e aprofundá-la. Os que antes comiam caviar tem que se acostumar a comer carne de sol ou baião de dois.

Para consolidar esta revolução é que voto em Dilma.

A segunda razão consiste em garantir as duas revoluções que ocorreram: uma rumorosa e outra silenciosa. A rumorosa foram as muitas políticas sociais que são do conhecimento geral. Estas ficaram visíveis nas multidões que começaram a usufruir daqueles benefícios mínimos de uma sociedade moderna. Tal fato correu mundo e serviu de ponto de referência para outros países. Mas houve também uma revolução silenciosa: as várias universidades federais criadas em todo o pais e as dezenas de escolas técnicas e cursos profissionalizantes que habilitaram milhões de pessoas. Essa política de educação deve ainda ser estendida, multiplicada e ganhar qualidade. Por esta razão meu voto vai para Dilma.

Uma terceira razão é o crescimento com a multiplicação de empregos. É verdade que o nosso crescimento é pequeno mas nunca se manteve o desemprego a níveis tão baixos, 5% dos trabalhadores. No mundo, dada a crise neoliberal, existem na zona do euro 102 milhões de desempregados e com nenhum ou com irrisório crescimento. Nossa geração viu cair dois muros, o de Berlim em 1989 e o de Wall Street em 2008. Resistimos às duas quedas: não perdemos os ideais do socialismo democrático nem tivemos que desempregar e renunciar às políticas públicas. Os salários nesses 12 anos subiram 70% acima da inflação. Por isso minha preferência é por Dilma.

Uma quarta razão: em alguns estratos do PT houve corrupção. Esta não vem de agora mas de muito antes. Há que reconhecê-la rejeitá-la e condená-la Mas jamais, em nenhum momento se acusou a Presidenta Dilma de corrupta. Nem nunca ela aceitou aprovar projetos que fossem danosos ao povo brasileiro. Sempre foi fiel ao povo, point d’honneur de sua gestão.

Lutaremos para vencer. Não para vencer simplesmente. Mas para consolidar o que já se ganhou, avançar e aprofundar em muitos pontos, especialmente, naqueles que foram gritados nas ruas em junho de 2013. Resumindo ai se pedia: queremos uma democracia participativa, na qual os movimentos sociais possam ajudar a discutir, pensar e decidir os melhores caminhos especialmente para os mais vulneráveis. Isso implica melhor educação, mais saúde, transporte decente, saneamento, cultura onde o povo possa mostrar o que sabe e participar do que se faz nas várias regiões do Brasil.

VEJA TAMBÉM: Por que Leonardo Boff deixou de acreditar em Marina Silva?

Temos que avançar na redução da desigualdade, na sustentabilidade ambiental, na reforma agrária, no proteção das terras indígenas e na cultura generalizada. Pela cultura se supera a mentalidade meramente consumista e materialista e se cria o espaço para aquilo que só o ser humano pode realizar: criatividade nas artes, na música, no teatro, no cinema, nas letras e em outros campos em que a cultura se expressa. Na cultura se revela mais claramente a alma de um povo. Estou seguro que Dilma acatará esses pontos. Para que isso aconteça com mais segurança voto em Dilma.

Estamos assistindo ao alvorecer de uma nova civilização biocentrada à qual devem servir a economia, a política e a cultura. O Brasil tem todas as condições de ser um dos primeiros a inaugurar esta nova fase da história. Com Dilma será mais fácil percorrer esse caminho. Por isso voto em Dilma.

Recomendados para você

Comentários

  1. Rafael do Bem Postado em 19/Sep/2014 às 17:02

    Sei não! O caso da Petrobras ainda tá bem fresco! Não duvido que o nome da Dilma vá para a lama com esta CPI! Ainda bem que temos a Morena para dar continuidade no crescimento do nosso país!

    • Adelson Postado em 20/Sep/2014 às 17:18

      É como você mesmo afirma que não sabe não. Você não sabe, não conhece a história do Brasil, isso é alienação não da falta do conhecimento. Vamos com 13, vamos com Dilma!

    • Allison Postado em 20/Sep/2014 às 17:48

      Putz, morena leia-se fantoche!! E o caso da Petrobrás está fresco, e o da "morena" também, tem várias questões acerca dela que não estão esclarecidas.

    • Caio Postado em 20/Sep/2014 às 18:27

      Morena? Ferre só tua cidade então, não ferre com o resto do país por favor. Abraço!

    • Luciana Postado em 24/Sep/2014 às 21:30

      "Temos a Morena para dar continuidade"... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Sabe quando essa evanjegue fundamentalista será eleita? É nunca meu querido. Chego a ter cãibras de tanto rir!

  2. Rogério Postado em 19/Sep/2014 às 17:36

    12 anos de trabalho que deu resultados. Não se pode deixar isso acabar. Mesmo tendo colegas de partido na cadeia, Dilma está na frente nas pesquisas e a Globo perdeu a capacidade de eleger presidente.

  3. Poliana Postado em 19/Sep/2014 às 20:35

    PERFEITO! Grande mestre Leonardo Boff. E tem gente que ainda vem com o discurso oportunista de alternância de poder. Alternar aquilo que vem dando certo? Pra que? Pro país regredir a servo dos EUA e voltarem com o viés privatístico? Pras políticas públicas voltadas para as minorias acabarem? E ainda querem essa alternância!? Como sempre falei aqui, qual o fato que desabone Dilma na gestão do PT? Em que escândalo de corrupção ela estava ligada? O PT tem muitos problemas sim, mas de longe foi o melhor governo que tivemos no país. Só um cego e por pura birra não quer ver o quanto o Brasil cresceu nos últimos 12 anos... E diante de tudo isso ainda tem a coragem de virem com o discurso oportunista de alternância do poder?! JAMAIS! Meu voto é da guerreira Dilma em outubro. Com fé em Deus dará tudo certo!

    • Aristóteles Postado em 20/Sep/2014 às 08:49

      Muito bem dito, Poliana! Vamos com Dilma, para que o povão continue a ter voz e vez!!

    • Eunice Da Silva Melo B Postado em 21/Sep/2014 às 00:42

      Eu tenho consciência disso , meu voto é nela Dilma.

      • Luciana Postado em 24/Sep/2014 às 21:33

        Coração valente... força Brasileira! Vai que é tua, Dilmãe! Estamos contigo!

  4. Diego Postado em 20/Sep/2014 às 01:14

    Fatos são fatos, eis a mudança, eis a democracia, eis o declínio da aristocracia.

  5. Alex Marques Postado em 20/Sep/2014 às 15:47

    O discurso direitista de dizer que o país esta virando uma ditadura comunista não passa de um jogo. Que foi feito outras vezes na história do Brasil, quando por exemplo, Getúlio criou o salário mínimo ou o SUS. Toda política que é feita a favor da classe pobre é chamada de comunista. Vivemos hoje em uma democracia em que os desejos da maioria estão aos poucos sendo realizados. E a forma da pequena elite desmoralizar o governo é dizer que o país esta virando uma ditadura, um regime autoritário. E quanto ao aspecto religioso, o governo nunca interferiu em nenhuma. Mesmo que esteja virando um câncer na sociedade brasileira.

  6. Olecram Postado em 21/Sep/2014 às 12:36

    O fato do nome de Dilma não estar ligado diretamente as várias ocorrências de corrupção, não exime ela da responsabilidade. Quem governa o país não é Dilma, e sim aqueles que ela nomeou! Precisamos de um governo que gere empregos (ensine a pescar, quem precisa do peixe) ao invés de dar o peixe para reduzir a taxa de desemprego (estes que ganham bolsa família- que apoio 100% que deva existir), não estão procurando emprego, com isso a taxa de desemprego permanece baixa.

    • Sabine Postado em 24/Sep/2014 às 08:08

      Você acha que menos de R$ 400,00 de bolsa família é suficiente para manter um chefe de família sem trabalhar? Quantas pessoas conhece desempregadas? Quer ensinar mais a pescar que obrigar os pais a levarem suas crianças pra escola e manter a saúde (vacinação, principalmente) em dia? Se isso não é ensinar a pescar, nada mais vai ser. Quem fala que os programas de governo não ensinam a pescar não sabe o que é passar por privações. E pior, desejam voltar a um passado em que tinham escravos domésticos e funcionários mal remunerados e submissos. O acesso a educação faz com que as classes mais baixas almejem uma vida melhor e aprendam como conquistar uma vida mais confortável, brigando por uma vida digna.

  7. Salomon Postado em 21/Sep/2014 às 13:00

    A Marina e seus eleitores deveriam saber que lágrimas não são argumentos. E por falar em argumentos, qual a argumentação dos anti-Dilma? Corrupção? Quem não for corrupto que atire a primeira pedra (Marina?Aécio?). Onde ou em que instituição não há corrupção? Tem-se apenas que investigar e punir. E isso o atual governo vem fazendo, inclusive cortando na própria carne. Ora, só um rematado atoleimado sem cérebro acreditaria que a corrupção seria menor no governo da sensível e doidivanas Marina ou do Moral e Ético Aécio.

  8. André Duarte Postado em 21/Sep/2014 às 18:18

    Com Dilma continuaremos a melhorar o Brasil para todos; mas a melhoria é maior para quem mais precisa! Com 18 novas universidades, 170 campus avançados, 433 escolas técnicas nos próximos anos estaremos formando o dobro de técnicos, médicos, sociólogos, etc. De forma que poderemos dar um salto no nosso desenvolvimento econômico e social. As centenas de obras em andamento também vão ficar prontas, e os benefícios econômicos e sociais serão evidentes! É seguir em frente!

  9. Rodolfo Postado em 21/Sep/2014 às 18:49

    Quem não vota em Dilma Rousseff realmente não sabe o verdadeiro significado da palavra democracia. O pragmatismo devia criar a opção de curtir e não curtir comentários.

  10. Guilherme Postado em 22/Sep/2014 às 20:32

    Infelizmente as pessoas tem memória curta, meu voto é pra Dilma e Padilha. Eu fico indignado aqui em São Paulo, as pessoas não estão nem aí para educação, minha mãe é professora do estado dá aula em dois períodos, se esforça pra tentar estimular o interesse dos alunos, é mal remunerada pra isso, e se quiser um aumento tem que prestar uma prova pra isso, além de estudar para preparar as aulas e tem que achar tempo e disposição para estudar para essa prova, eu queria ver o Alkimin prestar uma prova para medir a competência dele, com certeza ele seria reprovado. Sem falar que a secretaria da educação inventou de comprar uns tablets inúteis para os professores, foi dinheiro gasto a toa, era melhor investir em salas de computação do que em uma medida paliativa como esta. Vai fazer mais de 20 anos que o PSDB manda e desmando no estado, é difícil...

  11. Willian Postado em 22/Sep/2014 às 22:00

    Estou com Dilma, pois Marina é fantoche de seus correlegionários. Aécio é burguês. Política sempre é complicada mesmo.

  12. Rosangela Postado em 23/Sep/2014 às 12:12

    Meu voto é na Dilma e estou com aqueles que apoiam ela.