Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 23/Sep/2014 às 14:28
23
Comentários

Hackers ameaçam atriz de Harry Potter após discurso de igualdade de gêneros

Hackers ameaçam publicar fotos íntimas de Emma Watson após atriz discursar na ONU em defesa do feminismo e contra a desigualdade de gêneros

emma whatson hackers atriz fotos
Atriz de Harry Potter foi ameaçada por hackers após discurso na ONU (divulgação)

Fórum

Emma Watson, famosa por interpretar a personagem Hermione Granger, na série de filmes Harry Potter, realizou nesse final de semana um apaixonado discurso sobre feminismo e igualdade de gêneros na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque. Watson foi nomeada recentemente como Embaixadora da Boa-Vontade para as Mulheres na ONU.

VEJA TAMBÉM: “Fui estuprada aos 13 e imaginei que a culpa fosse minha”

Em sua fala, a atriz lamentou o fato de muitos interpretarem o feminismo como uma ideologia de “ódio aos homens”, quando na realidade é uma luta por igualdade entre sexos, pura e simplesmente. Watson afirmou ainda que o desigualdade de gêneros prejudica não só as mulheres, mas também os homens: “Eu vi jovens rapazes sofrendo de doenças mentais, incapazes de pedir ajuda por medo de serem vistos como menos ‘machos’. De fato, no Reino Unido, o suicídio é a maior causa de morte de homens entre 20 e 49 anos, superando acidentes de trânsito, câncer e doenças cardíacas. Eu vi homens se tornarem frágeis e inseguros por conta de um senso distorcido do que constitui o sucesso masculino. Os homens também não desfrutam dos benefícios da igualdade [de gênero]. Homens, eu gostaria de usar essa oportunidade para convidar-lhes, pois a desigualdade de gêneros é também um problema de vocês”.

Foi o que bastou para que um usuário do 4Chan criasse um sítio chamado “Emma você é a próxima“.

Ao entrar na página, se encontra uma foto de Watson, sugerindo que ela esteja enxugando uma lágrima enquanto um relógio em contagem regressiva mostra o quanto falta para que suas fotos íntimas sejam publicadas na internet, mas ainda não se pode saber se isso é uma ameaça verdadeira. Todavia, o 4Chan ganhou fama recentemente por estar por trás da invasão do iCloud de celebridades e a postagem de suas fotos íntimas, como no caso da atriz Jennifer Lawrence.

Sendo verdadeira ou não, a simples ameaça anônima à atriz prova exatamente o ponto que ela destacou sobre “homens frágeis e inseguros”, que precisam, de uma maneira ou de outra, mostrar sua “superioridade” sobre as mulheres.

Assista o discurso em inglês abaixo:

Recomendados para você

Comentários

  1. Valério Oliveira Postado em 23/Sep/2014 às 14:46

    Atriz Atuando! Grande merda! Quem Precisa de Direitos São As Mulheres POBRES, mulheres estas quais essa Riquinha não da a minima! Não devemos Permitir que esses Lobos Vistam Nossas Peles Ideológicas! A Luta é do Povo e não do Opressor!

    • Paula Postado em 23/Sep/2014 às 14:53

      Você está muito equivocado, Valério. Provavelmente não entendeu o discurso da atriz. Não são apenas mulheres pobres que sofrem com machismo. E quem é você pra determinar alguma coisa? Ah, mais um machista que quer calar a voz de uma mulher corajosa. O opressor desse discurso é você.

      • Rosangela Postado em 25/Sep/2014 às 21:48

        Voce falou tudo Paula!!! Esses imundos e opressores machistas precisam se calar!!! Chegou nossa vez e vamos mostrar agora quem e que manda!!!

    • Murilo Postado em 23/Sep/2014 às 14:59

      Valério, todos precisam de direitos, tanto ricos quanto pobres. Não diga que uma mulher não sofre por ser rica, depressão não escolhe classe social e nisso tenho que concordar com ela, por muito menos sofri com transtorno bipolar tipo 2, mas sempre tive que manter uma postura racional e me segurar ao máximo para não surtar, e isso não era bom, porque eu precisava me livrar desse pensamento que eu tinha que ser forte, que não podia ser maricas. E sobre o direito das mulheres, já vi mulheres que vivem com maridos ricos mas são completamente infelizes, por violência por parte do marido, ficam oprimidas e acham que está certo, viver daquele jeito. Eu sei pouco do assunto, mas não concordo com seus argumentos.

    • Letícia Postado em 23/Sep/2014 às 15:03

      Nossa, colega... Então a Olga Prestes não devia ter entrado na luta? Ela era uma "Riquinha"... Friedrich Engels era de uma família burguesa por definição, dono de fábrica, de meios de produção. Ernesto "Che" Guevara era de família com boas condições também... Nem todas as pessoas que possuem dinheiro, foram corrompidas por ele. As "peles ideologicas" foram fundamentadas por pessoas que tinham dinheiro, uma vez que o estudo, as universidades, não era acessado pelos mais pobres, e essas pessoas, mesmo tendo dinheiro viram e não quiseram o mundo desigual... Que luta é essa, que pedimos para as pessoas serem tratadas igualmente, vistas pelo que são e não pelo que tem, mas só porque ela é uma atriz famosa e rica ela não pode ser feminista? Não pode se engajar na luta por uma sociedade igualitária? Ela não é opressora! Você precisa seriamente rever seus conceitos..

      • Lucas Henrique Postado em 26/Sep/2014 às 11:42

        Péssimos exemplos citados, por questão de lógica, a pessoa mais abastada terá mais acesso à educação e, logo, terá melhor condição pra criar essas ''peles ideológicas'' como você mesma disse. Agora falar que elas não foram corrompidas pelo dinheiro ? Você precisa dar uma revisada nisso aí, principalmente no que toca a Che Guevara e sua corja. A igualdade proposta por Engels é outra coisa que você precisa rever, a URSS não foi retirada da miséria pela teoria proposta por ele, muito pelo contrário. A Olga Prestes que eu conheço é a que veio acompanhada de 14 soviéticos para instaurar, por meio de luta armada, o comunismo no Brasil, é essa que não devia ter entrado na luta ? A minha resposta é que ela realmente não deveria ter entrado nessa luta...Sou a favor de direitos iguais para mulheres e homens, sim ! E me irrita ver como os homens ''montam'' nas mulheres nessa luta. Mas o feminismo está totalmente deturpado hoje em dia. As mulheres saem as ruas pra lutar pelo direito de fazer aborto, direito de ser vagabunda e isso é o que o ''machismo opressor'' que você idealiza quer: A mulher como um simples objeto sexual. Espero não ter ofendido em algum momento, já me antecipo nas desculpas caso isso tenha acontecido

    • Joker Postado em 23/Sep/2014 às 17:00

      Valério, o titio aqui vai tentar explicar da mesma forma que o faria para uma criança de seis anos: o discurso dela é a favor da igualdade de gênero (menino e menina devem ser tratados do mesmo jeito). Olhe só, preste atenção: menino e menina (mas nada de azul e rosa, viu? Isso é coisa do tempo da vovozinha). Agora, criança, acompanhe comigo: igualdade social é outra coisa, pois trata de ricos e pobres; quem tem um montão de dinheiro e quem não tem. É a luta para que todos tenham montes parecidos, para que ninguém fique sem doces no final da festa. São causas diferentes. Veja, veja: di-fe-ren-tes, - não são iguais -. Como dever de casa, me diga o que uma coisa tem a ver com a outra? Essa é fácil, vai!

      • Deisi Postado em 23/Sep/2014 às 17:11

        Perfeito Joker, Tem muitos que só entendem se desenhar caso do tal Valério, você explicou muito bem, nos mínimos detalhes muito bem explicadinho. Valeu!

    • Raiane Ramirez Postado em 24/Sep/2014 às 00:21

      Engels era tão rico quanto Emma e nem por isso o desqualificam por "vestir nossas peles ideológicas". Só uma questão para refletir...

    • Julia Postado em 24/Sep/2014 às 09:17

      Valério, isso mostra que você não conhece e não entende a luta das mulheres, que é uma luta universal e atinge a toda a sociedade. Não é possível restringir todas as lutas a uma luta de classes, quando existem diversos tipos de opressão, inclusive esta que você faz ao diminuir a opressão que TODAS as mulheres, pobres e ricas, passam todos os dias. Lembre-se que uma luta não apenas não exclui a outra como engrandece.

    • Vanessa Postado em 27/Sep/2014 às 15:20

      Meu deus! Quanta asneira num só comentário! A luta é de todos! Meu deus, ô comentário estúpido!

  2. Barbara Bretas Postado em 23/Sep/2014 às 14:49

    Oi? Que merda eim homenzinho!

  3. Luiza Postado em 23/Sep/2014 às 15:02

    Só por ser "riquinha" não quer dizer que ela não representa mulheres e as dificuldades que essa minoria sofre, pela questão de gênero e não de classe social. Na notícia já esta mais que provado que ser rica não impediu que ela sofresse violência só pelo fato de ser do sexo feminino. Reveja seus conceitos. Como mulher, acredito que qualquer apoio de quem luta pela igualdade dos gêneros é bem vindo, tanto de mulheres ricas, quanto de mulheres pobres, homens, transexuais, gays...

  4. Raphael_subversivo Postado em 23/Sep/2014 às 16:25

    Não importa se rico ou pobre, homem ou mulher, a luta pela igualdade é de todos. Fica aqui meus parabéns para a atriz que entoa um discurso feminista coeso e que integra as pessoas contra o patriarcado e machismo, sem sectarismo, sem sexismo, que infelizmente é regra pra uma minoria que se diz feminista, mas que com essa postura não consegue uma minima mobilização pras pautas tão urgentes das mulheres e só ajudam a estigmatizar o movimento. Feminismo é pros homens sim, é pros gays, é pra qualquer um que se revolte com essa sociedade assassina de mulheres, que cria estupradores e fomenta a misoginia. Ainda bem que existem alguns que usam da fama para fazer algo realmente útil pra sociedade, por mais que eu também não seja simpático aos ricos, nunca podemos generalizar.

  5. Juliana Cougo Postado em 23/Sep/2014 às 16:28

    Não interessa o poder aquisitivo se ela é ou não mais rica. O que interessa é que as mulheres possuem os mesmo direitos perante a sociedade do que os homens!!!! Será que precisa mais discursos?? Poxa em pleno século XXI ainda precisamos lutar pelos nossos direitos!!! E o minímo que precisamos é de respeito!!!!!

  6. Oliver Postado em 23/Sep/2014 às 16:28

    Sério mesmo Valério? Primeiro que ela faz parte sim de um grupo oprimido - as mulheres. Segundo que seguindo o seu raciocínio só quem faz parte de um grupo deve lutar por seus direitos? Eu não preciso ser desse ou daquele grupo para defender o que é certo e ir contra o que é errado. Segundo as sua idéias caso estivéssemos no inicio dos anos 40, com a segunda guerra rolando a gente só devia ser contra o holocausto caso fossemos judeus? Que mentalidade mais atrasada e sem senso.

  7. Leandro Rodrigues Postado em 23/Sep/2014 às 17:15

    Precisamos antes de tudo é de militantes honestos. Ela fala que há uma visão distorcida sobre o feminismo, mas não fala que isso é consequência principalmente da desonestidade das próprias feministas. E se eu discordo de uma única palavra delas eu sou machista e estuprador,PQP.

    • Thais Postado em 24/Sep/2014 às 10:50

      Leandro, desonesto acredito que seja você. Falando inverdades baseadas em nada além de seu incômodo com o movimento.

  8. Beatriz Andrade Postado em 24/Sep/2014 às 00:23

    Acho que quem esta desmerecendo ela porque é rica realmente não ouviu o discurso dela ou não sabe inglês, e ta criticando sem saber. Ela mesmo fala que é privilegiada e teve sorte antas -.-

  9. Fernanda Postado em 24/Sep/2014 às 19:12

    Infelizmente o mundo está assim, pois muitos pensam igual aos nossos colegas Valério e Leandro. O problema é que as pessoas não sabem interpretar o que foi dito no discurso, são ignorantes e egoístas. Não podemos esquecer que viemos de um útero de uma mulher e são elas que nos alimentam com o leite delas mesmo, só elas podem produzir. Ou seja, sem a mulher não teríamos chegado ao mundo e muito menos sobrevivido. Pois quem tem a decisão e quem carrega um parasita durante 9 meses na barriga, é a mulher. Ela é a causa de nós todos estarmos aqui discutindo sobre um tema que infelizmente não mudará. Se as pessoas não mudarem a forma de pensar viveremos sempre em um mundo de desigualdade.

  10. João Victor Alves Postado em 24/Sep/2014 às 19:51

    Concordo com o Leandro quando ele diz, que as mulheres tem sim uma parcela de culpa na distorção no discurso. Sou hétero, branco e realmente posso não entender, por nunca ter passado por certas coisas, mas acho que a boa vontade de querer mudar é o que conta, afinal eu não escolhi ser machista... Das vezes que li sobre, via sempre nos comentários, homens abertos a compreensão, colocando suas opiniões de forma educada e respeitosa, e recebendo agressividade pelo lado feminista, que desmereciam os comentários masculinos, pelo simples fato de serem feitos por um homem. Estas, parecem trabalhar com a lógica de um inimigo a ser vencido, vendo em todo e qualquer homem, um potencial opressor... Acho que a lógica deve ser a da educação, a da luta pedagógica, a da paciência com a ignorância alheia. Nós infelizmente já nascemos inseridos nisso, não temos escolha, tanto homens como mulheres são educados a serem sexistas desde o berço. Descordo quando Leandro diz que isso provem de uma suposta desonestidade, acredito que tanto quanto os homens, as mulheres também estão aprendendo oque é o feminismo, e como passa-lo para outras pessoas, que talvez não sintam tanto na pele quanto elas. Quanto a querida "Hermione Granger", eu não poderia ficar mais feliz em ver que existem mulheres que já enxergam que o feminismo não é só pra elas, e sim para todos que se consideram humanos..

  11. Guilhermer G. M. Postado em 24/Sep/2014 às 21:10

    Sinceramente o preconceito que ela se refere a ambos os gêneros começa pelo fato de que todos assumem que foram homens, porque não mulheres feministas radicais!? Como ela disse quando pararmos de exercer imagens impostas por milênios de ignorância e de fato nos voltarmos para a realidade de que vivemos o peso do gênero vai desaparecer.

  12. Gabriella Brito Postado em 24/Sep/2014 às 23:18

    Enquanto isso o crime de roubo de fotos pessoais não são discutidos e dada a atenção suficiente para o tema