Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 02/Sep/2014 às 12:36
27
Comentários

Expulso de casa por ser gay, jovem divulga vídeo de briga com os pais

Pais evocam argumentos bíblicos para dizer que filho gay 'desonra a família' e é uma aberração. Jovem divulgou vídeo com a briga e recebeu mensagens de apoio de internautas

daniel pierce gay eua
Daniel Pierce (divulgação)

Quando o americano Daniel Pierce, de 20 anos, se declarou gay para a família em outubro, eles pareceram apoiá-lo.

Por isso, ele não esperava que, nove meses depois, eles o expulsariam de casa, na cidade de Kennesaw, Estado da Geórgia (sudeste dos EUA).

Na sexta-feira passada, Pierce chegou em casa vindo do trabalho e encontrou sua família esperando por ele.

Sentindo que algo estava estranho, ele tirou o celular do bolso e começou a gravar a conversa.

VEJA TAMBÉM: Jovem gay submetido a sessão de ‘cura’ foi eletrocutado, queimado e perfurado

“Gravei porque sabia que algo iria acontecer e queria me proteger se alguém tentasse me agredir”, disse.
‘Palavra de Deus’

O vídeo de cinco minutos (assista abaixo) não mostra os rostos de seus familiares, mas o que eles dizem pode ser ouvido claramente.

“Você pode negar o quanto quiser, mas acredito na palavra de Deus”, diz uma voz feminina, em resposta ao argumento de Pierce que pesquisas científicas indicavam que a homossexualidade não é uma opção individual.

“Deus não cria ninguém assim. É um caminho que você escolheu.”

Aos poucos, a conversa fica mais tensa e se transforma numa discussão. Uma mulher parece agredi-lo.

“Solte-me”, diz Pierce, enquanto a câmera treme fortemente. “O que há de errado com vocês?”

“Não, o que há de errado com você?”, um de seus familiares responde. Alguém também diz que ele é uma desonra para a família.

Logo após a briga, a tia de Pierce o procurou e o abrigou em sua casa. Desde então, ele não voltou para onde vivia.

“Se eles tivessem dito apenas para eu pegar minhas coisas e cair fora, eu teria dito ‘tudo bem’. Não sou do tipo de pessoas que gosta de entrar em brigas”, diz o rapaz.

Mensagens de apoio

Naquela mesma noite, Pierce publicou o vídeo no YouTube.

“(Ao publicar o vídeo) queria evitar que isso ocorresse com outras pessoas”, ele explica. “Se um pai assistir e mudar a forma de abordar seu filho, já terá valido a pena.”

Em dois dias, o vídeo já havia sido visto 2 milhões de vezes. E o nome de Pierce foi parar entre os assuntos mais comentados no Twitter, com diversas mensagens de apoio.

VEJA MAIS: Trabalhador homossexual da Sadia é empalado por ‘colegas’ com mangueira de ar

Um internauta criou até mesmo uma campanha para arrecadar dinheiro para ajudar Pierce.

O americano pretende dar o dinheiro arrecadado com a campanha a jovens que enfrentam situações como a dele.

Regina Ryan, sua chefe na pet shop em que ele trabalha, foi às lágrimas quando soube da campanha.

“Sua história foi tão compartilhada na internet porque foi tocante para qualquer tipo de pessoa, seja ela mais velha, mais jovem, gay ou heterossexual”, ela diz.

“Isso não acontece apenas nos filmes – é real. Quando você vê, não dá para ignorar.”

BBC

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 02/Sep/2014 às 13:17

    Sou pai e acho muito estranho expulsar um filho (a) de casa por motivo tão torpe, como se a opinião dos "irmãos" da igreja valessem mais que o amor fraterno. Triste.

    • Dhoco Postado em 02/Sep/2014 às 13:50

      Isso, querido Thiago, é o que os fundamentalistas religiosos pensam, pregam e querem, malafaias, bolsonaros, felicianos e marinas defendem. Pregar o ódio entre familiares, apenas porque você não se encaixa no modelo que "eles" julgam ser o correto. Triste.

      • Henrique Pacheco Postado em 02/Sep/2014 às 14:49

        De certo, essa retificação que Marina fez fica aquém do que nossa população LGBTI necessita, mas é exagero considerar que Marina apoie isso. Apesar da retificação, ainda está na dianteira isolada sobre a questão em seu plano de governo. Ela pode estar iludindo eleitorado? Claro, mas só podemos dizer isso durante ou após seu governo. Isso é válido para qualquer candidato.

      • Renan Postado em 02/Sep/2014 às 15:38

        Lamento seu comentário Dhoco, você não tem conhecimento das escrituras sagradas.nem você e nem essa família que expulsou o garoto.Pois se tivesse entenderia que a doutrina judaica-crista tem como segundo mandamento amar o próximo como a si mesmo. Não é porque um faz errado que todos fazem errado.

  2. Peterson Silva Postado em 02/Sep/2014 às 13:55

    Meu Deus quanta ignorância!!! Será que um dia vai sentir empatia por alguém?

  3. Gabriel Postado em 02/Sep/2014 às 14:13

    Para fins reprodutivos, o ''gayzinho'' nao serve. Para fins de heteronormatizaçao, da instituição da família, se você é gay ''voce é uma abominação'' . Raiva de gente que pensa assim.

  4. Pereira Postado em 02/Sep/2014 às 14:45

    lembrando: são os gays que querem matar evangélicos e não o contrário. https://www.youtube.com/watch?v=vH0hVUer7Os

    • Sabrina Postado em 02/Sep/2014 às 14:52

      Pereira, você veio de que planeta mesmo? Pessoas morrem todo dia por homofobia e machismo, mas ninguém morre por ser evangélico. Que chatice!

      • Paulo de Tarso Postado em 02/Sep/2014 às 15:09

        E você minha jovem não acompanha os noticiários das guerras religiosas pelo mundo não. Conhece um país chamado Israel? uma mula falando da outra.

      • Camila Postado em 02/Sep/2014 às 15:58

        Sabrina, você veio de que planeta mesmo? Pessoas também morrem por ser evangélicos. Que chatice!

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 02/Sep/2014 às 14:54

      Voce é doente mental Pereira,completamente imbécil e desprovido de bom senso. Mas ei isso não crime,se o meu filho for gay não terei problema nenhuma,se ele for como voce ai sim seria um desgosto.

      • Silva Postado em 02/Sep/2014 às 15:02

        Penso exatamente como você Felipe, seria sim um tremendo desgosto para qualquer um.

    • Bruno Postado em 02/Sep/2014 às 14:59

      Na verdade pessoas morrem por vários motivos todo dia, ser gay é uma delas. Mas cristãos morrem no oriente médio com a radicalização dos grupos islâmicos após a "primavera árabe".

      • Sabrina Postado em 02/Sep/2014 às 15:19

        Será que rola alguma discussão política, social ou comportamental sem se colocar a MERDA da religião no meio? A religiosidade é subjetiva, serve apenas pra quem se utiliza dela, enche o saco demais todo mundo querer meter deus em tudo. Pessoas morrem sim todos os dias por vários motivos e cabe a nós, cidadãos éticos, lutarmos para que os motivos sejam os menos torpes possíveis. Se você não concorda que matem cristãos no oriente médio, junte se a eles e lute contra esse horror. Ou seu ativismo é só aqui no teclado?

    • Paulo Postado em 02/Sep/2014 às 15:03

      Pereira, sua capacidade de interpretar e argumentar é assustadoramente comprometida.

    • Taís Postado em 02/Sep/2014 às 15:08

      Eu tive a impressão de que você estava brincando... Você está brincando né?

      • Thiago Teixeira Postado em 02/Sep/2014 às 16:10

        Não Taís, conheço o Pereira a um ano nesse site, ele é xarope mesmo! kkkkkkkkk

  5. Leandro Rodrigues Postado em 02/Sep/2014 às 15:25

    A única doença verdadeira aqui é a religião.Podem me criticar,mas a religião é a arma mais poderosa de lavagem cerebral já criada pelo ser humano.A família desse garoto não está simplesmente agindo de má fé.Eles realmente acreditam que o garoto está agindo contra o certo e que ele vai ser punido por isso,acreditam que estão salvando ele.Se isso não é lavagem cerebral,então é o quê?

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Sep/2014 às 16:14

      Cara, meu segmento é a Nazareno, nossa igreja não entra neste tipo de guerra ideológica, pois só falamos do espirito santo e do plano que Jesus tem em nossas vidas. Há mães solteiras (isso é abominação para certas entidades radicais e moralistas), crianças criadas por casais homossexuais que frequentam a escola dominical, tudo numa boa. O problema não é a religião em si, são as PESSOAS.

      • Fulano Postado em 02/Sep/2014 às 19:07

        Thiago Fico feliz em ler que existe cristianismo tão tolerante. Eu sou ateu, mas gostaria que mais cristãos fossem como vocês da 'Nazareno'.

      • KARINA BB Postado em 03/Sep/2014 às 10:18

        O fulano o thiago teixeira é uma pessoa humana e q consegue sentir empatia,ou seja tentar se colocar no lugar do outro,ele é um dos poucos humanistas e coerentes q comentam nesse blog e eu tenho mto respeito por ele

  6. Felipe Peters Berchielli Postado em 02/Sep/2014 às 16:32

    Muitos grupos sofrem discriminação ao redor do globo,sim cristão sofrem no Oriente Médio e em países predominantemente árabes,porém gays sofrem mais,ateus também. No ocidente quem oprime é o cristinianismo,oprime a mulher,o ateu,o gay,o espirita. Tudo depende do local e da sociedade.

  7. Pereira Postado em 02/Sep/2014 às 16:45

    "Pereira, você veio de que planeta mesmo? Pessoas morrem todo dia por homofobia e machismo, mas ninguém morre por ser evangélico. Que chatice!" um comentário desses seria cômico se não fosse trágico e símbolo da falta de informação. No brasil morrem em média 50 mil pessoas assassinadas por ano, menos de 200 eram homossexuais sendo que menos da metade disso foi por homofobia, a maioria desses menos de 200 foram mortos ou pelos companheiros ou por garotos de programa. Claro que na sua cabecinha doutrinada de esquerda foram os evangélicos os responsáveis por essas mortes por "incitar o ódio". Evangélicos são contra a prostituição e é creditado aos evangélicos os assassinatos de prostitutas ? Evangélicos são contra o adultério e têm "justiceiros de Deus" matando quem pula a cerca ? Vá estudar menina !

  8. Pereira Postado em 02/Sep/2014 às 16:50

    Num país onde houve 56 mil homicídios em 2013 querer destacar um fração irrisória para beneficiar certos grupos é de uma falta de coerência monstruosa, para ser eufemista e não falar canalhice. Aqui morre preto , branco , amarelo , verde , homossexual , heterossesual , aqueles novos que inventaram agora,como é mesmo : Goy, não é isso ? Morre cristão(maior povo assassinado no mundo, vide as últimas do califado e do Boko haram). morre judeu , prostituta, mulheres, homens, crianças em suma o genocídio tupiniquim não discrimina ninguém.

  9. Pereira Postado em 02/Sep/2014 às 17:02

    "Podem me criticar, mas a religião é a arma mais poderosa de lavagem cerebral já criada pelo ser humano". É por isso que o Brasil não vai para frente, com esse tipo de estudante universitário não é possível crescimento social. A criatura sequer sabe que para se fazer lavagem cerebral em alguém, antes de mais nada, é necessário ter o controle físico do alvo. Exemplo: em prisioneiros você consegue fazer lavagem cerebral. Agora em evangélicos? O pastor não prende ninguém fisicamente na igreja. A pessoa vai assistir ao culto e depois vai para a sua casa assistir TV, ouvir rádio e acessar a internet normalmente. Nesse cenário é impossível uma lavagem cerebral. As religiões têm papel de suma importância na história da humanidade, haja vista que para se ter uma sociedade harmônica a religião junto com o idioma e a cultura são os pilares da mesma. Sempre que se suprimiu a religião tivemos genocídios monstruosos a citar : Nazismo, 20 milhões de mortos, socialismo ateísta(URSS, CUBA , C norte) 100 milhões de mortos nos século XX e ainda o fascismo. Não é por acaso que o cristianismo depois de 21 séculos ainda está em expansão sem falar do judaísmo. Onde foram parar povos e sociedades sem religião? Isso mesmo, na vala da história.

  10. Jonas Schlesinger Postado em 03/Sep/2014 às 01:30

    Foi lá nos States. Parem de fazer reportagens supérfluas e coloquem reportagens de interesse público. Tipo coisas aqui no Brasil (tirando os posts sobre a Marina, isso já encheu o saco) e que só cabe a nós resolver em nossa terra. Deixe que os países se virem com seus problemas, cada macaco no seu galho!

  11. KARINA BB Postado em 03/Sep/2014 às 10:14

    POR TODA A AGRESSIVIDADE Q VEJO AQUI NO PP CONTRA OS HOMOSSESSUAIS,ISSO SO REFORÇA A NECESSIDADE D SE CRIMINALIZAR A HOMOFOBIA,NUNCA VI TANTO ODIO A ESSAS PESSOAS COMO AQUI NO PP,FICO COM PENA DOS HOMOSSESSUAIS POR SEREM TRATADOS ASSIM COM TANTO DESRESPEITO,ENQUANTO ISSO HÁ AQUI NESSE MSMO SITE MUITOSSS DEFENDENDO MALAFAIA,SINCERAMENTE É A INVERSAO D VALORES,A LINGUIÇA COMENDO O CACHORRO