André Falcão
Colunista
Compartilhar
Eleições 2014 11/Sep/2014 às 13:20
8
Comentários

Banco Central, Presidente?

banco central presidente marina silva

André Falcão*

Não tenho como esperar algo de auspicioso de uma candidata que tem como principal financiador de sua campanha o segundo maior banco privado brasileiro e, na sua coordenação, um de seus proprietários. Menos ainda quando esse banco deve ao país em torno de 18 bilhões de reais — ela, por sua vez, é dona de quase 2% da mesma instituição; faça as contas de quanto, sozinha, é devedora.

Não tenho como sequer cogitar de ter como presidenta uma senhora que, ao contrário do que sempre defendeu, agora pretende tornar o Banco Central independente.

Você sabe o que significa uma política de Estado Mínimo?

Aumento dos juros e do superávit primário, redução de salários e benefícios previdenciários, flexibilização de direitos trabalhistas, cortes de orçamento das políticas sociais, aumento nas tarifas públicas, retorno da ALCA (ou de outra aliança nos mesmo moldes), e por aí afora.

Definitivamente não quero presidente alguém que de um lado diz que vai manter os programas sociais, enquanto defende um papel menor na economia para o Pré-Sal e para os Bancos Públicos, além do fim da Justiça do Trabalho. Jesus, Maria, José! O que teria acontecido nesse país sem os programas do governo, e sem os Bancos Públicos a torná-los realidade?

Leia aqui todos os textos de André Falcão

Foram retirados da miséria absoluta mais de 35 milhões de irmãos brasileiros; mais de 42 milhões foram alçadas à classe média; 18 universidades federais foram criadas, mais de 550 escolas técnicas; cerca de 8 milhões de jovens e adultos atendidos pelo PRONATEC, 3 milhões pelo ProUni e FIES, 83 mil estudantes no Ciência sem Fronteiras; mais de 400 mil beneficiários do Bolsa-Família tornaram-se microempreendedores individuais; só nos últimos cinco anos 3,5 milhões de casas construídas através do Minha Casa Minha Vida, 40 mil obras já foram realizadas com os PAC – Programa de Aceleração do Crescimento 1 e 2!

O Bolsa Família, que na visão preconceituosa, egoísta, reacionária e elitista não presta, elevou o país a condição de exemplo para o mundo no combate à pobreza, segundo a ONU.

O programa de Marina (leia-o!) permitirá continuemos avançando?

O Brasil fez isto em míseros 12 anos, criando mais de 15 milhões de empregos (enquanto a Europa rica e os EUA perderam mais de 60 milhões de postos de trabalho), com a inflação há 12 anos na meta e o poder de compra do trabalhador seguindo aumentando.

E eu vou querer um banco me governando à direita, sob a condução de pastores religiosos reacionários, homofóbicos e atrasados?

Pô! Prestenção, rapá!

*André Falcão é advogado e autor do Blog do André Falcão. Escreve semanalmente para Pragmatismo Político

Recomendados para você

Comentários

  1. Onda Vermelha Postado em 11/Sep/2014 às 22:33

    Pra aqueles que não viram! Divulguem! O DÉCIMO PRIMEIRO programa eleitoral da Dilma exibido em 11 de setembro, quinta-feira, é p-o-r-r-e-t-a! A primeira parte do programa é sobre Segurança Pública! Um tema sensível ao cotidiano dos cidadãos de todo o país. Dilma esclarece que segundo a Constituição Federal essa é uma atribuição dos governos estaduais, mas Governo Federal não quer ser apenas um “mero repassador” de recursos aos demais estados. E aponta a integração das diversas polícias e a experiência de sucesso da Copa do Mundo com a implantação dos Centros Integrados de Comando e Controle(CICC), e sua extensão a todo o país, como a saída para melhorarmos a eficiência das ações na área. Além disso, apresenta o sucesso no controle das fronteiras com as Operações Sentinela e Ágata. A segunda parte do programa é dedicado a apresentar um Projeto de Banda Larga Para Todos, os investimentos na expansão de Metrôs, VLT’s, BRT’s país afora e o Programa Mais Especialidades Médicas! E segue listando uma série de investimentos e programas federais no Rio de Janeiro. Termina com a fala do Lula que já se tornou antológica defendendo, entusiasticamente, o Pré-sal e os investimentos dos recursos na educação num palanque em Recife-PE! Vai que é tua Dilma! Veja em http://www.youtube.com/watch?v=OirzdxmSWeM

  2. ademar Postado em 12/Sep/2014 às 09:23

    o André Falcão fala com tanta convicção que a gente quase acredita.

  3. Onda Vermelha Postado em 12/Sep/2014 às 09:43

    Trabalhadores em Alerta Máximo! O Programa de Governo de Marina Silva defende a terceirização de forma indiscriminada! Mais do que isso, prometeu mudar a legislação trabalhista promovendo a terceirização em massa. Para o advogado Maximiliano Nagl Garcez, proposta é inconstitucional e permite precarização total do emprego. “É um programa que tem lado, do tipo mais atrasado de empregador”. Ele destaca esse ponto específico do programa da candidata: “A proposta de Marina Silva é clara: acabar com a discussão atividade-fim e atividade-meio, permitindo a terceirização de qualquer atividade empresarial e de qualquer setor de uma empresa”. Ameaça a classe trabalhadora. Uma grande empresa, no modelo defendido por Marina Silva, nem mesmo precisaria ter trabalhadores. Poderia ter apenas contratos com outras empresas, que alugariam trabalhadores para o empresário, reduzindo o obreiro a uma mera mercadoria. E estas outras empresas terceirizadas, por sua vez, também não necessitariam ter trabalhadores: poderiam alugá-los de uma outra empresa, quarteirizada (ou quinterizada). “Permitir que uma empresa terceirize qualquer setor, até mesmo suas atividades essenciais, é permitir que ela funcionasse sem nenhum empregado direto”. Conclusão: proposta de Marina é uma série ameaça aos trabalhadores, aos sindicatos e até mesmo à competitividade da economia brasileira. Veja em http://www.brasil247.com/pt/247/artigos/153140/Programa-de-Marina-defende-terceiriza%C3%A7%C3%A3o-irrestrita.htm

  4. Pereira Postado em 12/Sep/2014 às 16:15

    O banco central atrelado ao governo é uma bela maneira de fazer a fusão de economia e estado. É o PT se metendo na economia, coisa que não lhe compete. Lembrando que fusão de economia e política é o sonho de todo partido socialista/comunista do mundo.

  5. Pereira Postado em 12/Sep/2014 às 16:17

    Ademar, a função desses esquerdopatas é essa mesma. Tentar confundir,ludibriar e espalhar a desinformação. Esse André falcão faz isso como ninguém.

  6. Pereira Postado em 12/Sep/2014 às 16:21

    "Foram retirados da miséria absoluta mais de 35 milhões de irmãos brasileiros; mais de 42 milhões foram alçadas à classe média". Conforme Marilena chaui, mais 42 milhões de fascistas,ignorantes, terroristas e atrasados !!!

  7. Pereira Postado em 12/Sep/2014 às 16:22

    Queria muito viver nesse Brasil de André falcão, lá ele deve ser amigo do Rei ! ou da "presidenta".

  8. Thiago Postado em 15/Sep/2014 às 14:14

    André, você leu o programa de Marina? E o de Dilma? Ok! Vamos focar no de Marina, já que o de Dilma não diz nada! Pra não ser injusto, após a página 17 ela começa a dizer o que vai fazer nos próximos anos. Antes disso, fala apenas sobre a maravilha dos 12 anos pós neo liberal ... enfim ... um bla bla bla sem igual! Agora, quando você leu o programa de Marina, você achou alguma coisa interessante? Como advogado já percebo que de Banco Central você não entende nada! Bom! Vou te dar uma sugestão. Releia o programa de Marina, procure tópicos positivos e questione como ela vai conseguir implementar. Agora não se agarre ao discurso do governo que é descontruir Marina com distorções e inverdades! Neca Setúbal só era educadora quando estava do lado do PT ajudando a fazer o programa de governo de Haddad. Joaquim Barbosa só era um bom ministro quando estava defendendo o PT. Marina era muito boa ... quando era do PT ... agora é reacionária, homofóbica e atrasada. Tenha dó! Pô! Prestenção, rapá!