Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mobilidade Urbana 18/Sep/2014 às 19:17
21
Comentários

88% aprovam mais ciclovias em São Paulo, diz pesquisa

Maioria da população de São Paulo aprova ampliação das ciclovias. Tema gerou polêmica esta semana. Senador Aloysio Nunes disse que as ciclofaixas atrapalhavam 'ricos' de Higienópolis. Professora da PUC falou em 'propaganda do PT'

ciclovia ciclofaixa sp são paulo
Maioria da população de São Paulo aprova a ampliação das ciclovias, revela pesquisa (Imagem: Pragmatismo Político)

Apesar da polêmica com a criação de espaços exclusivos para o tráfego de bicicletas e a consequente diminuição do espaço para carros nas ruas da capital paulista, 88% dos paulistanos são a favor da construção e ampliação de ciclovias. Isto é o que aponta a oitava edição da pesquisa sobre mobilidade urbana realizada pelo Ibope e pela Rede Nossa São Paulo divulgada nesta quinta-feira.

Além da aprovação do paulistano às ciclovias na cidade, o levantamento mostra que nove em cada 10 moradores da capital paulista aprovam a ampliação das faixas exclusivas para ônibus, criadas na gestão do prefeito Fernando Haddad (PT). A íntegra da pesquisa pode ser vista aqui.

Polêmica

Ainda esta semana, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) afirmou que as ciclofaixas incomodavam os moradores de Higienópolis, bairro nobres de São Paulo. A professora de semiótica da PUC, Lucia Santaella, foi mais longe. No Facebook, alertou para o fato de que o vermelho é “uma descarada propaganda do PT”, ou uma encomenda “do diabo em pessoa”. O TRE-SP, por sua vez, rejeitou por unanimidade [veja a decisão aqui] a ação judicial que relacionava a cor da ciclofaixa à suposta propaganda partidária.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

com Rádio Bandeirantes

Recomendados para você

Comentários

  1. André Postado em 18/Sep/2014 às 20:31

    Bicicleta é o meio de transporte do futuro. Todas as cidades deveriam seguir o exemplo de São Paulo.

    • Aleluia Postado em 19/Sep/2014 às 06:59

      Concordo André. Esse modelo em que os espaços urbanos são monopolizados para ruas e seus carros poluidores não dá mais. Tem de ter ciclovia sim e também transporte público de qualidade.

      • Alexandre Postado em 19/Sep/2014 às 10:48

        Junto com as ciclovias, devem ser investidos também mais ônibus, metrôs e trens para assim melhorar o trânsito.

    • wagner Postado em 19/Sep/2014 às 11:24

      Exemplo? São Paulo é a capital que menos tem ciclovias

      • Marcia Postado em 19/Sep/2014 às 13:58

        Mas isso esta mudando com o PT... Vivaaaaaa!!

      • André Postado em 20/Sep/2014 às 18:08

        Diz isso pq nunca deve ter vindo ao Rio de Janeiro.

  2. Leonardo Postado em 18/Sep/2014 às 20:57

    Pesquisa do "globope" não vale!!!!

  3. Deisi Postado em 19/Sep/2014 às 08:58

    Aloysio do Trensalão, é contra as faixas porque prejudica os ricos de Higienópolis, é porque a elite porca são um bando de vagabundos sedentários, que tem preguiça de pedalar, ajudar na mobilidade, diminuir a poluição. Mas o que esperar dessa elite egoísta, que não consegue enxergar um palmo diante do nariz.

    • Elton Postado em 19/Sep/2014 às 09:33

      Esperar que sua grande pança ajude a entupir suas veias e morram de infarto e/ou AVC...

  4. Valentin Postado em 19/Sep/2014 às 10:42

    Ciclofaixas é claro uma parte da solução ao problema de mobilidade e também de saúde publica (cf. Os estudos sobre os efeitos dramáticos da posição sentada pela saúde). Mas também deve ser desenvolvida com as empresas (estruturas para guardar a bicicleta, para poder se trocar e tirar a suor etc...) e os ônibus e metrôs (ter um carro dedicado no metrô ou na CPTM para os passageiros com bicicletas, como existe com a SNCF na França). Puro exemplo, meu caso, moro na Leopoldina e trabalhei alguns tempos em Morumbi: 10 min de caminhada até a estação Leopoldina, 45 a 50 minutos de CPTM dependendo de quanto tempo leva a correspondência, 20 minutos andando. Com bicicleta, 10 min de pedalada até a estação Villa Lobos, 20 a 25 min de trem, 5 min de pedalada, quase meia hora ganhada. Não tomo meu exemplo para me vangloriar mas imaginem se fosse desenvolvido isso em cada estação o tempo que todo mundo ganharia. PS: desculpem a língua, venho deste monstro comunista chamado França ^^

  5. Daniel Postado em 19/Sep/2014 às 13:49

    O problema não é a posse do carro, mas seu uso descontrolado. Restrinjir a venda de carros me parece uma medida elitista.

  6. Sandra Postado em 19/Sep/2014 às 13:51

    Não precisa restringir a venda de carro é só você vender o seu. Ou você não pode andar a pé e o outro pode? Só uns poucos podem ter carro? Universalizar o direito é proibido. kkkkkkkk Faz-me rir.

  7. Poliana Postado em 19/Sep/2014 às 15:19

    Restringir a venda de carros???? Kkkkk... Caramba!! Você se superou dessa vez viu Naro! Aplausos! Você merece!

  8. Fernando Postado em 20/Sep/2014 às 04:12

    Finalmente! Pena que não existiam quando eu ia pra facul...

  9. Aken Postado em 20/Sep/2014 às 17:36

    Um problema que não é tocado aqui é a segurança. Muita gente não vai querer trocar seu carro com insulfilme ou vidro blindado para outro meio de transporte que te deixa tão vulnerável...

  10. Poliana Postado em 20/Sep/2014 às 20:14

    Narinho, tu é uma figura viu, seu pupilo de bolsonaro! KKKKKKKKKK Rio demais contigo... figura emblemática aqui no PP!!!!! Rs

  11. Felipe Peters Berchielli Postado em 19/Sep/2014 às 11:39

    HEIN? Espaço já restrito? Ninguém tem, teve ou terá espaço como o carro tem na rua, o que está acontecendo é a democratização do espaço. Não gostou? Vá andar de bike.

  12. Renato Postado em 22/Sep/2014 às 21:28

    Mimimi....SP já dispõe de 17.000 km de vias exclusivas para CARROS. Os motoristas estão reclamando de barriga cheia...

  13. Renato Postado em 13/Oct/2014 às 18:04

    SP tem mais de 17.000km de vias exclusivas para carros, enquanto que a bicicleta não tem nem 2% disso em ciclovias....então, os motoristas estão chorando de barriga cheia. Tem que restringir sim, tem vias para tudo qto é canto na cidade. Logo, nada mais justo em compatilhar parte dessas vias.

  14. Poliana Postado em 21/Sep/2014 às 18:40

    Se sentindo né Narinho? Vai achando! Kkkkkk

  15. Renato Postado em 13/Oct/2014 às 18:06

    mimimi.....mimimi.... Não uso helicoptero, tenho carro, moto e bicicleta...mas prefiro deixar o carro em casa e usar a bike, metrô, trem e ocasionalmente a moto. O carro fica só para viajar....economizo na manutenção, não corro o risco de ser assaltado, gasto menos gasolina, não pago estacionamento e ainda faço exercícios e tenho mais flexibilidade e tempo.... A maioria não sabe aproveitar o melhor que cada modal tem a oferecer e só ficam presos a um só.....não é a toa que a cidade está travada!