Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 15/Aug/2014 às 10:48
17
Comentários

"Nós torturamos algumas pessoas...", disse Obama

Presidente Obama admitiu que a CIA utilizou técnicas de tortura em interrogatórios de suspeitos de terrorismo e justificou: "estávamos sob enorme pressão"

obama tortura cia
Obama admite que CIA praticou tortura após o 11 de setembro (AFP)

Em observações feitas durante coletiva de imprensa na Casa Branca sexta-feira, o presidente Obama resumiu a história de abusos praticados pela CIA após os ataques 11 de setembro, lembrando do “quanto as pessoas estavam assustadas” na época. Tudo isso depois de ter reconhecido em bom som: “nós torturamos algumas pessoas.”

Os comentários vieram em meio às novas controvérsias que envolvem as descobertas do Senado em relação aos abusos da CIA durante os anos do governo Bush.

“Eu tenho total confiança em John Brennan (comandante da CIA),” declarou Obama em resposta às questões dos repórteres que observaram que os senadores de seu próprio partido requisitaram a demissão de Brennan, pois a agência espionou os responsáveis pela investigação das torturas praticadas após o 11 de setembro e durante a invasão ao Iraque em 2003.

O presidente declarou que Brennan “reconheceu e se desculpou” pelo pessoal da CIA que, como Obama denominou, “não lidaram com a investigação de maneira apropriada,” pois “alguns documentos não foram autorizados a serem revelados pelo Senado.”

“Está claro a partir deste relatório que tiveram pouco discernimento ao lidarem com o assunto,” declarou Obama, apesar de ter defendido o homem que chefiava a agência ano passado. “Tenham em mente que John Brennan foi a pessoa que organizou uma força-tarefa com o intuito de garantir que as lições foram aprendidas e os erros resolvidos.”

Leia mais: Senadores americanos pressionam governo para liberação de relatório sobre atividades da CIA

Obama acabou depois dando um passo atrás em relação a Brennan para poder se referir mais amplamente às políticas de tortura autorizadas pelo seu predecessor, George W. Bush.

“Logo após o 11 de setembro, fizemos algumas coisas que eram erradas,” declarou Obama. “Fizemos algumas coisas certas, mas… torturamos algumas pessoas.”

Obama continuou:

“Fizemos algumas coisas que eram contrárias aos nossos valores. Eu entendo o porquê disto ter acontecido. Eu acho que é importante, quando olhamos para trás, lembrarmos o quanto as pessoas estavam assustadas depois que as Torres Gêmeas caíram, o Pentágono foi atingido e um avião caiu na Pensilvânia: as pessoas não sabiam se mais ataques poderiam ocorrer. Havia enorme pressão sob nossas forças de segurança. É importante que nós não sejamos hipócritas em relação ao trabalho duro que estas pessoas tiveram. E estas pessoas que estavam trabalhando duro, sob enorme pressão, são verdadeiros patriotas.

“No entanto, fizemos algumas coisas erradas. E é sobre isso que este relatório fala. E esta é a razão pela qual eu, depois que assumi meu cargo, uma das primeiras coisas que fiz foi banir algumas das técnicas de interrogatório referidas no relatório. E minha esperança é que este relatório nos relembre mais uma vez que o caráter de nosso país deve ser medido em parte não pelo que fazemos quando as coisas são fáceis, mas o que fazemos quando são difíceis. E quando utilizamos algumas destas ‘técnicas de interrogatório aprimoradas’ — técnicas que eu acredito que qualquer pessoa imparcial chamaria de tortura — nós ultrapassamos uma linha. E isto deve ser entendido e aceito. E nós temos que, enquanto um país, assumirmos a responsabilidade por isso e não cometermos o mesmo erro no futuro.”

Jon Queally, do Common Dreams. Tradução: Roberto Brilhante

Recomendados para você

Comentários

  1. Guilherme Postado em 15/Aug/2014 às 11:52

    Um dia chegará a tua vez de ser torturado Sr. Lizard!

    • eu daqui Postado em 18/Aug/2014 às 12:14

      Acho que quem apoia uma ferramenta como a tortura já vive torturado pela própria alma.

  2. Gavinho Postado em 15/Aug/2014 às 12:13

    É importante que nós não sejamos hipócritas em relação ao trabalho duro que estas pessoas tiveram. E estas pessoas que estavam trabalhando duro, sob enorme pressão, são verdadeiros patriotas."God Bless America"

    • Marcos Vinicius Postado em 18/Aug/2014 às 11:53

      Aí por isso justifica? Cada uma! Se fosse você "sob pressão" garanto que não gostaria de ser torturado!

  3. poliana Postado em 15/Aug/2014 às 15:30

    nada comparado à truculência histórica da polícia militar do brasil, desde os tempos da ditadura até os dias atuais. a tortura é uma prática corriqueira nesta corporação!

    • eu daqui Postado em 18/Aug/2014 às 12:13

      E quem ajudou imensamente a inaugurar os "tempos de ditadura" que instituiram a tortura foram os eua. Vá estudar, cotista !

      • poliana Postado em 18/Aug/2014 às 21:22

        agora pra vc todo mundo é costista querida???? só pq discorda de vc??!! sinto lhe desapontar, mas nunca precisei de cotas! nem na universidade, tampouco no serviço público q ingressei!! bjos querida!

  4. J.C Souza Schlesinger Postado em 17/Aug/2014 às 21:20

    Só em pegar um terrorista e ver o que ele contribuiu para aquele estrago em 2001 é claro que qualquer um ficaria com o sangue nos olhos. Eu não critico o Obama, pois ele é verdadeiro. E ele tem toda a razão quando ele diz para não desconsiderarmos o trabalho árduo dos profissionais. O mesmo que torturou foi o mesmo que lutou pra tirar terroristas de cena. Não esqueçamos disso.

  5. eu daqui Postado em 18/Aug/2014 às 09:25

    É o quanto os eua melhoraram com um negro no poder. Alguém tinha alguma esperança do contrário?

    • poliana Postado em 18/Aug/2014 às 11:30

      aki no brasil, basta ser negro e favelado pro estado "ter o direito" de torturar...lá pelo menos foram terroristas...e sim, eua é um país extremamente racista! isso é histórico! pelo menos eles são assumidos! pior é no brasil q ninguém assume e ainda vem com o discurso de q n existe raça do ponto científico! aki é muito pior!

      • eu daqui Postado em 18/Aug/2014 às 12:12

        Raça existe sim do ponto científico, biológico e social também. Graças a deus, Poliana. No dia em que todo mundo for igual do jeito que querem as militancias negras eu espero sinceramente estar morta. Mas quando vc diz que aqui é pior, é pior no que exatamente? Nisso de tortura aqui pode ser pior mas somente internamente. Na política externa o Brasil não tortura nem terroristas até onde se sabe. Mesmo pq terrorismo pode ser subjetivo. Pra mim o Hamas é reação ao terrorismo.. É menos terrorismo do que o nazinegrismo brazuca onde tudo é racismo e nada também é racismo. Só mais uma coisinha: um país é tão racista quanto maior o percentual de racistas em sua população. Lembremos que na população brasileira o fenótipo caucásico passa bem longe de qualquer conceito de maioria.

    • Luis Postado em 18/Aug/2014 às 15:50

      É triste ver o que as pessoas escrevem, quando pensam que estão anônimas.

    • Alessandro Postado em 21/Aug/2014 às 15:30

      Não, no meu ver a política externa dos EUA não mudou um pingo na transição Bush/Obama. Pra mim o Obama é basicamente como o Papa Francisco; uma pessoa que muda a retórica pública, mas que mantém a política institucional exatamente a mesma, um conservador em pele de renovador. Enfim, quem realmente comanda os EUA continua sendo da mesma raça, a cor que mudou foi só a do fantoche.

  6. J.C Souza Schlesinger Postado em 18/Aug/2014 às 10:46

    Hillary Clinton vai ser a próxima presidente.

    • eu daqui Postado em 18/Aug/2014 às 12:12

      Grandes avanços. kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. Jonas Schlesinger Postado em 19/Aug/2014 às 14:43

    Meninas querem por favor calarem.suas bocas! Esse bate boca não vai levar em nada kkk

  8. Alessandro Postado em 21/Aug/2014 às 15:23

    Ahhh... A máquina de propaganda yankee, sempre tão sofisticada usando palavras cuidadosas que passam essa falsa impressão de moderação, razoabilidade e democracia; sempre afirmando aquilo que todo mundo já sabe faz tempo só que de uma maneira que faz parecer algo infinitamente menor do que realmente é. Não, os americanos não torturaram "algumas" pessoas, eles torturaram dezenas de milhares de pessoas ao redor do mundo todo, tanto nos seus black sites e prisões irregulares quanto nos territórios ocupados onde seus soldados mataram e estupraram civis sem que seus oficiais jamais levantassem um dedo para desencoraja-los de tal. Torturaram números ainda muito maiores indiretamente através de seus aliados tais como Israel, Arábia Saudita e Paquistão. E não, essas políticas de tortura sistemática não são uma decorrência somente dos ataques de 11 de Setembro, os EUA torturam já há décadas e sabemos muito bem que Obama não irá mover um dedo para que isso mudo no futuro.